Heron Queiroz

O voleibol de Santo Amaro da Imperatriz é um dos que mais tem evoluído nos últimos anos. Uma boa safra de jovens atletas vem se despontando entre as principais promessas do vôlei de quadra e praia masculinos no estado.

Um bom exemplo disso é a dupla de vôlei de praia formada pelos gêmeos Sérgio Henrique e Paulo Sérgio Camargo, de 1,91m e 1,94m respectivamente. Os irmãos ainda não completaram 15 anos, mas, pelo regulamento, já podem participar dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos por terem nascido em 2001. Trata-se, portanto, da dupla mais jovem e mais alta da competição.

A dupla santo-amarense, que representa a Escola Anísio Vicente de Freitas, apesar de nunca antes haver participado dos Jesc, tem surpreendido o público e os adversários jogando com considerável maturidade e fechando, na manhã desta sexta-feira, 8, a etapa de grupos ao vencer as Escolas Irmão Leo (Caçador), João Colodel (Turvo) e Senai (Joinville). A fase de grupos consiste de apenas um set vencedor.

Segundo o treinador da dupla, Eduardo Souza, a idade da dupla pode surpreender, mas, pelo trabalho que tem sido desempenhado e a dedicação, não há surpresa. “Eles treinam diariamente fundamentos e esquemas táticos”, disse Souza. Para ele, o diferencial para o crescimento do voleibol de Santo Amaro igual a todos os atletas, visando sempre ao equilíbrio da equipe.

Dupla de Santo Amaro venceu Turvo, Caçador e Joinville na fase de grupos (Foto: Heron Queiroz)

Ainda na tarde desta sexta, a competição entra na fase eliminatória, já em disputas com dois sets vencedores, e os gêmeos voltam à cancha de areia para enfrentar a equipe da casa, Colégio Maria Imaculada.

A fase de grupos contou com 58 atletas, de 15 duplas femininas e 14 masculinas, das quais, oito de cada categoria passaram para a eliminatória.

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Bonita, de olhos azuis, simpática e doce. Mas para as quadras, de todos esses atributos, Jhelitty só não leva a doçura. Sete implacáveis doses de amargura às adversárias refletem os gols que a artilheira do Instituto Estadual de Educação (IEE), de Florianópolis, já marcou até esta segunda rodada no futsal dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), para estudantes de 15 a 17 anos. Foram dois, na vitória por 2 a 1 contra a Escola Cedrense, de São José do Cedro, e cinco nos 8 a 2 contra a Escola Tereza Cristina, de Laurentino.

Jhelitty Cristina Zanandre, 16 anos, começou a praticar futsal aos 8, incentivada pelo pai. Jogava contra entre meninos, até ser levada à seletiva do Futsal Floripa, projeto vinculado ao IEE.

A manezinha da Ilha destaca o trabalho do professor Rogério Richter. “Há boas equipes de futsal feminino nos Jesc, mas confiamos no trabalho do professor Rogério para buscar o título e a vaga para o nacional em Brasília”, comentou a camisa 7.

Jhelitty (camisa 7) marcou cinco dos oito na vitória contra o time de Urupema (Foto Heron Queiroz)

O IEE volta a entrar em quadra na sexta-feira, 8, contra a Escola Manoel P. Medeiros, de Urupema, pela última rodada da primeira fase do futsal. Se vencer, passa para a fase eliminatória. E, se depender dos gols de Jhelitty, o sonho do nacional pode estar muito perto.

 

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

 

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Luz, cor e som movimentam o maior evento de dança do país. Temporada do Festival Escolar Dança Catarina 2017 teve início no Norte do estado. Na última quinta-feira, 31. São Francisco do Sul foi a primeira cidade a sediar um evento dessa 18ª edição em sua etapa microrregional. No sábado seguinte, 1º, foi a vez de Gaspar, e domingo, de Irineópolis. São os três primeiros eventos de ou total de 20 e outros quatro da etapa regional: Sul, Leste-Norte, Centro-Oeste e Oeste. 

Segundo a coordenadora do projeto, Mapi Cravo, a equipe de organização e jurados percorrem cerca de 8 mil quilômetros para realizar os 24 eventos. São estimados 4.500 alunos e mais de 320 coreógrafos.

A competição envolve três estilos (livre, popular e de salão), nas categorias mirim, infantil e juvenil. O primeiro e segundo colocados de cada categoria classificam para a etapa regional.

Envolvendo escolas das regiões de Joinville e Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul teve os seguintes classificados para etapa regional da Leste-Norte

Infantil livre 

Escola Vitor Konder (São Francisco do Sul), coreografia “A dança nos faz um só”.

Escola Elisa de Aguiar (Schroeder), coreografia “Uma Noite em Buenos Aires”.

Popular

Escola Profª Laura Andrade (Joinville), coreografia “Los Mayas uma releitura do ballet folclórico de Amália Rodrigues

Juvenil livre

Escola Dr. Tufi Dippe (Joinville), coreografia “Cultura e Periferia”

Escola João Rocha (Joinville), coreografia “Experimento X”

Na dança livre mirim, que não tem classificação para a etapa regional, a vencedora foi a Escola Vitor Konder, de São Francisco do Sul, com a coreografia “O Amor Através do Movimento”.

Gaspar foi a segunda cidade a receber o Dança Catarina. Escolas das regiões de Blumenau e Gaspar juntam-se ás classificadas para a Leste-Norte.

Juvenil livre

Escola Honório Miranda (Gaspar), coreografia: "Do negro ao homem branco, existe sangue iorubá" - 

Escola Técnica do Vale do Itajaí (Blumenau), coreografia "Drop it"

Infantil livre

Escola Giovani Trentini (Rio dos Cedros), coreografia "A Magia de Harry Potter" - Escola Encontro e Registros (Indaial), coreografia "Ana Darolt" 

Popular 

Escola Dolores Krauss (Gaspar), coreografia "Círio de nazaré: a sagrada e profana Belém do Pará"

Colégio Madre Francisca Lampel (Gaspar), coreografia "Meu Carimbó"

 

Concorrendo pela categoria mirim livre, foram vencedores:

Escola Servino Mengarda (Rio dos Cedros), coreografia "Os Minions" 

Colégio Madre Francisca Lampel (Gaspar), coreografia "É Bom Demais"

 

Em Irineópolis, na disputa entre escolas das regiões de Canoinhas e Mafra, foram classificadas:

Infantil livre

Escola Paulo Funckner (Campo Alegre), coreografia “Qual o lugar do livro na era digital?”

NE Pres. Adolfo Konder (Irineópolis), coreografia “Carimbó”

Popular

NE Pres. Adolfo Konder (Irineópolis), coreografia “Cantos e Danças da Região”

NE Guilherme Bossow (Irineópolis), coreografia “Dança dos Lenhadores de Holzacher”

 

Na mirim, foram vencedores:

NE Guilherme Bossow (Irineópolis), coreografia “Polka Alemã”

Escola Paulo Funckner (Campo Alegre), coreografia “Mundo Mágico”

 

Em seguida, a organização do projeto a excursionar por mais 11 cidades que sediarão o evento, iniciando com Governador Celso Ramos, no dia 13 de setembro, e encerrando com Tubarão, no dia 27.

O Festival Escolar Dança Catarina tem a promoção do Gov erno do Estado, por intermédio da Fesporte, em parceria com as cidades-sede e Agências de Desenvolvimento Regional.

Acompanhe por aqui os resultados e o calendário do Dança Catarina.

 

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

 

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

 

Tênis e raquetes na mala e foco em Brasília. Esse é o pensamento dos jovens mesatenistas que conquistaram ouro e prata nos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos e integrarão a delegação catarinense que participará dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), na Capital Federal, de 16 a 25 de novembro.

Entre as garotas a disputa do título ficou entre Sabrina Mizva, de 15 anos, do Colégio Santa Cruz, de Canoinhas e Ranifer Meurer, 16, da Escola Paulo Zimermann, de Rio do Sul. Ambas já classificadas para o nacional, decidiram o ouro, que ficou com Ranifer. A rio-sulense, campeã em 2016, repete o feito e volta aos JEJ. “Quero trazer o ouro no individual dessa vez”, disse ela que foi bronze na competição individual no ano passado, bronze também em equipe e ouro na dupla mista.

Ranifer Meurer, da Escola Paulo Zimermann, de Rio do Sul, conquista o ouro pela segunda vez nos Jesc (Foto: Heron Queiroz)

Henrique França, 16, da Escola Roberto Grandt, de São Bento do Sul, levou a melhor entre os rapazes. Numa disputa bastante equilibrada, ele derrotou Enzo Nakashima, do Colégio Elias Moreira, de Joinville. Henrique ainda não havia conquistado ouro nos Jesc e, pela primeira vez, estará representando o estado no brasileiro. “Fiquei surpreso com a vitória. Não esperava. Agora é me dedicar para trazer medalhas dos Jej e repetir a conquista na Olesc. 

Ao lado de Henrique, Enzo leva para Brasília a experiência de três títulos nos Jesc e outros três nos Jej, dentre os cinco de que já participou.

A primeira parte dos Jesc termina neste domingo, 3. De 6 a 10 de setembro, também em Curitibanos, acontecem voleibol, basquete, futsal, ciclismo, handebol vôlei de praia e luta olímpica.

 

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

 

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

Na modalidade de badminton dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos, dos 24 atletas masculinos e 22 femininos presentes no ginásio de esporte da Universidade do Contestado (UnC), neste sábado, 2, oito de cada foram classificados para as quartas de final, na manhã de domingo,3, esquentando a briga para definir os campeões que estarão representando o estado catarinense em Brasília, nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), de a 25 de novembro.

Entre os 16 atleta que chegaram às quartas, pelo menos cinco já tiveram a experiência como medalhistas nos Jesc ou em campeonatos estaduais. É o caso de Henrique Zandonai, de 15 anos, do Instituto Federal Catarinense de Ibirama; Diogo Périco, 16, do Colégio de Aplicação de Caçador; Erick Tomachinski, 15, do Colégio Padre Nóbrega, de Luzerna, e Gabriela Junges de Oliveira, 16, do Colégio Marista rei Rogério, de Joaçaba, que já participaram dos JEJ de 12 a 14 anos e apostam tudo para participarem pela primeira vez da versão de 15 a 17 anos do evento nacional.

Nessa briga saudável e bastante amigável também está Lucas Hort, 17, do Colégio Excelência, de Mafra, que, embora não tenha título nos Jesc, já conquistou o título estadual de badminton sub-17, e atualmente é o primeiro do ranking sub-19. “É meu último ano de Jesc, por isso estou me empenhando para chegar ao brasileiro”, disse Lucas.

Erick Tomachinski, de Luzerna, foi campeão em 2016,nos Jesc/12-14, e quer repetir o feito nos Jesc/15-17  (Foto: Heron Queiroz/Fesporte)

Reunidos, os adversários e amigos eles não escondiam o bom humor, mas falavam sério quando a pergunta era sobre que iria para os JEJ. Cada um defendia sua possível conquista. Eles também falavam acerca do badminton no estado, e foram unânimes em dizer que falta um pouco mais para Santa Catarina chegar ao topo nacional. Para Henrique, “falta difundir mais o esporte no estado e dar mais estrutura e materiais às escolas”. Diogo complementa que a divulgação no colégio foi o que lhe permitiu praticar a modalidade. “Depois que comecei a praticar badminton, tratei de me deicar ao esporte e tive bastante empenho do técnico”. Gabriela se vê ainda mais preparada para a conquista do título no feminino. “Estou me focando muito mais do que antes, e acho que isso me deixa numa boa condição para vencer”, disse. 

Ainda na manhã desse domingo, devem acontecer os confrontos das semifinais e finais da modalidade. 

 

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

 

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Mais de 500 atletas se reuniram na manhã deste sábado, 2, na pista do Estádio Municipal Vilmar Ortigari, o Ortigão, em Curitibanos, para as provas de atletismo dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos.

Esta primeira etapa do atletismo já apontou alguns vencedores e representantes catarinenses nos Jogos Escolares da Juventude (Jej), que acontecem em Brasília, de 16 a 25 de novembro. Com isso, a modalidade é a primeira a fazer entrega de medalhas nesta edição dos Jesc/15-17. Mikaella Haut, da Escola José Bonifácio, de Pomerode, obteve a marca de 34,26m, no lançamento do dardo. Lucas Pacheco, da Escola Júlio Scheidemantel, de Timbó, venceu no salto em altura, estabelecendo a marca de 1,90m. No salto triplo, Andrieli Zander, da Escola que leva o nome de seu município, São Ludgero, com a marca de 11,15m. Nos 3.000 rasos, conquistaram o título Vagner Inácio, da Escola Henrique Rutt, de Campos Novos, com o tempo de 09m37s56, e Letícia Askel , da Escola Cônego Nicolau Geginger, com 12m44s09. E nas provas de 100m rasos, ficaram com a medalha de ouro Pedro Henrique Ribeiro, do Colégio Auxiliadora, de Campos Novos, com o tempo de 11s45, e Ludmila Cardoso, da Escola Onório Miranda, de Gaspar, com o tempo de 12s68.

Ludmila Cardoso (D), campeã escolar brasileira de 2015 nos 100m rasos, é mais uma a buscar o segundo título nacional Foto: Heron Queiroz/Fesporte

Em entrevista após a conquista dos 100m rasos, Pedro Henrique destacou a importância dos Jesc. “É um evento que faz voe se determinar a ganhar, faz o jovem ser mais responsável tanto na dedicação ao esporte quanto aos estudos, já que a participação fica condicionada ao rendimento escolar”, disse o atleta de 17 anos, que conquistou pela primeira vez a vaga para o nacional, num ano bastante proveitoso, sendo campeão estadual de atletismo Sub-18 em Itajaí, em maio, e vice nos Joguinhos Abertos de Caçador em julho.

          Clique e assista aos melhores momentos do atletismo

O atletismo segue com a segunda etapa nesta tarde, e a terceira e quarta etapas, no domingo, 3. Além do atletismo, judô, badminton, tênis de mesa e xadrez estão acontecendo em Curitibanos, além da ginástica rítmica que está ocorrendo em Brusque.

Os Jesc/15-7 têm a promoção do Governo do Estado, por intermédio da Fesporte, em parceria com a 11ª Agência de Desenvolvimento de Regional e Prefeitura de Curitibanos.

 

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

 

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

Pagina 74 de 90