Heron Queiroz

Cerca de mil atletas de 14 a 16 anos de idade estarão em Camboriú, de 23 a 27 de agosto, para participar da regional da 19ª Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Camboriú, na região Leste-Norte. Em disputa, entre as 77 equipes de 30 municípios da região, estão os troféus, medalhas e o título de campeão regional, além uma das três vagas de cada modalidade: basquete, futsal, handebol e vôlei, masculinos e femininos, para a etapa estadual.

Este é um dos quatro eventos da programação da etapa regional da Olesc. As regiões Sul, em Tubarão, e Centro-Oeste, em Ibirama, já realizaram as competições de 16 a 20 de agosto, tendo como campeões gerais Florianópolis e Rio do Sul, respectivamente, atendendo a programação do calendário oficial da Fesporte, que tem agora simultaneamente Camboriú como sede da região Leste-Norte, e Xaxim, da Oeste.

Na programação do primeiro dia de competições em Camboriú, está previsto um breve ATP solene de abertura oficial, que contará com a presença do prefeito Élcio Kuhnen e do coordenador geral do evento, representando a Fesporte, Professor Marcelo Scharf, além do presidente da Fundação Municipal de Esporte de Camboriú Altair Kadiz dos Santos. O ato acontecerá a partir das 17h30min, antes da partida de futsal masculino entre a equipe da casa e Araquari, no Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen.

A etapa estadual acontece de 12 a 21 de setembro, em Videira. A Olesc é um evento promovido pelo Governo de Santa Catarina (@governosc) e realizado por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios-sede.

Acompanhe os boletins diários da Olesc com a programação resultados e classificações no site oficial da Fesporte (clique aqui para acessar)

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Florianópolis e São José brigaram até as últimas partidas pelo título da região Sul da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), disputada de 16 a 20 de agosto, em Tubarão, no Sul do estado. A diferença de pontuação foi bastante pequena: 44 para a capital e 41 para a vizinha São José. Na terceira colocação, chegou o município de Criciúma, com 32 pontos, seguido dos donos da casa, com 22.

Com dois primeiros lugares (no basquete e vôlei masculinos), um segundo (no handebol feminino) e dois terceiros (no handebol masculino e no vôlei feminino), a delegação de Floripa garantiu a primeira colocação. São José lutou até o final e até conseguiu somar os 13 pontos da primeira colocação ao vencer Criciúma por 5 a 3 no futsal masculino. Mas os josefenses ainda dependiam de que Florianópolis não vencesse no vôlei masculino. A vitória veio, entretanto, para o time da capital: 3 a 0 sobre a equipe de Morro da Fumaça.

Acesse os boletins e confira todos os resultados, pontuações e classificação (clique aqui).

Risos de uns, choros de outros. Mas o fato é que há mais motivos para sorrir. É que a volta da etapa regional trouxe uma novidade: se antes se classificavam dois de cada modalidade, o atual regulamento prevê três classificados para a etapa estadual, que acontece em Videira, de 12 a 21 de setembro.

Os jogos da região Centro-Oeste, em Ibirama, também se encerraram, co Rio do Sul levantando o troféu de campeão geral. De 23 a 27 de agosto, é a vez das regiões Leste-Norte, em Camboriú, e Oeste, em Xaxim, definirem seus campeões.  A Olesc é um evento do Governo de Santa Catarina (@governosc), realizado por intermédio da Fesporte em parceria com os municípios-sede.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

 

Da arquibancada ao centro da quadra, o nervosismo correu solto. Ao som apito, todos que estavam no Ginásio Juan Manoel dos Santos, em Capivari de Baixo, não desviaram o olhar da bola no jogo da final do futsal feminino. O duelo foi entre a equipe de Criciúma e Tubarão. O primeiro tempo foi equilibrado, com os dois times procurando o espaço certo para balançar as redes. Aos 15 minutos, a goleira Vitória Damasceno viu a chance de longe e arriscou o chute que abriu o placar. Logo no início do segundo tempo, Criciúma empatou o jogo, deixando tudo igual.

A goleira Vitória faz jus ao nome e comemora o primeiro gol da partida, marcado por ela (foto: Heron Queiroz)

Mas a pivô Evelyn Dias não estava para brincadeira. Driblou as adversárias da capital carvoeira e colocou a Cidade Azul a frente novamente. Poucos minutos depois, o time visitante conseguiu o empate. Faltando 5 minutos para a partida se estender para as prorrogações, Beatriz Fernandes vestindo a camisa azulada, arrancou pela direita e balançou as redes para Tubarão. Ao colocar a goleira-linha, a marcação das tubaronenses não podia falhar. Era tudo ou nada. No erro das criciumenses que perderam a posse de bola, Evelyn Dias aproveitou a oportunidade e marcando o quarto gol. 

Ao ouvir o apito que declarou o fim do duelo, a alegria ficou estampada no rosto das tubaronenses pela vitória. O troféu do futsal feminino na etapa Regional Sul da Olímpiada Estudantil de Santa Catarina (Olesc) permaneceu em casa. O técnico Luiz Aberto, conhecido como Betinho, comemora o título para o município. “Temos que enaltecer o brilho dessas meninas. Elas que se dedicaram, lutaram e representaram nossa cidade com brilho e honra. A equipe de Criciúma é bem treinada e nós conseguimos igualar o jogo, trazendo a vitória. Nossas meninas foram além do limite de cada uma delas. O resultado é fruto do esforço”, completa o treinador.

Fora da quadra, torcida e motivação 

O talento das jogadoras foi essencial, mas quem esteve fora da quadra acompanhando de perto também fez a diferença. Mães, pais e familiares torciam a cada segundo, mandando boas vibrações. “É um sonho. Desde pequena vivendo tanta dificuldade e hoje ela tá levantando o troféu. É uma menina de ouro, guerreira, estudiosa, veste a camisa e merece estar alcançando tudo isso”, conta a mãe Gladis Damasseno, emocionada com a conquista da filha Vitória Damasseno.  Embora tenha ficado no banco de reservas, a atleta Lídia Fortunato conta o sentimento do título. “Nós estamos ali, vendo o esforço delas e passamos toda energia e boas vibrações, força positiva para elas fazerem uma boa partida. Agora é estadual”, finaliza. 

Por Kamila Melo Mendonça

O basquete foi a primeira modalidade premiada na etapa regional da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Tubarão, região Sul do estado. Florianópolis conquistou o troféu maior ao vencer São José por 72 a 61 Garopaba também “carimbou o passaporte” com a vitória sobre Içara por 76 a 49.

A equipe da capital mantém a escrita de participar de todas as edições do estadual da Olesc na modalidade. Das participações, conquistou três títulos. O técnico Lucas Boaventura, que participou do primeiro título do basquete de Florianópolis ainda como jogador, vem trabalhando para a conquista do quarto título na competição.

As emoções não ficaram somente dentro de quadra. Os corações bateram forte também em quem está do lado de fora, principalmente quando se trata de uma mãe e um avô que viajam por todos os cantos acompanhando um atleta de Florianópolis, ou de uma namorada que joga handebol pelo município adversário.

João Gabriel Gazzoni, ala da equipe de Florianópolis, conta sempre com os olhos atentos da mãe, Márcia Gazzoni, e do avô, Irineu Farina. Há três anos, eles viajam para todos os lugares aonde o filho vá jogar. Dentro e fora do estado, como em Santa Cruz do Sul (RS), onde puderam acompanhar de perto a conquista do bicampeonato no Sul-Brasileiro de Basquetebol Sub-17. 

Márcia, que garante que estará no estadual de Vieira, não se contenta apenas em assistir às partidas. Ela leva a emoção do jogo aos pais que não podem viajar. É que essa empresária do ramo de autopeças faz transmissões ao vivo de todos os jogos do basquete de Florianópolis. 

João Gabriel tem 16 anos, nasceu em Campo Grande (MS), cidade natal da mãe, e veio para Florianópolis há cerca de 10 anos. Começou a praticar tênis, mas se apaixonou pelo basquete.

 Márcia e Irineu, mãe e avô de João Gabriel, de Florianópolis, transmitem os jogos aos pais que não podem viajar (foto: Heron Queiroz)

E por falar em apaixonar-se, outro coração que bateu forte fora de quadra foi o de Gabriele Reimao. Ela é jogadora de handebol de São José, mas foi ginásio de basquete não apenas para assistir ao time de sua cidade, mas também ao namorado, Eduardo Barcelos, jogador da equipe de Florianópolis, então adversária dos josefenses. Embora com o coração dividido, Gabriele saiu feliz, já que ambas as equipes garantiram vaga para a etapa estadual. O que falta ainda é o handebol de São José conquistar a vaga para que Gabriele possa estar perto do namorado. São José decide a terceira vaga na manhã dessa terça-feira, 20, contra Antônio Carlos.

Apesar de patrocinados pelo mesmo clube, Gabriele joga handebol por São José e Eduardo basquete por Florianópolis. Na hora de torcer, o coração fica dividido(foto: Heron Queiroz)

O basquete foi a primeira modalidade a encerrar na regional Sul. As demais modalidades (handebol, futsal e voleibol, masculinos e femininos) encerram amanhã. 

Saiba quem são os finalistas de cada modalidade. Acesse também nossos boletins (clique aqui) e saiba de todos os resultados, locais de competição, programação e pontuação geral da etapa regional da Olesc em Tubarão.

Futsal feminino

Criciúma e Tubarão decidem o título

Braço do Norte e São José decidem o terceiro lugar

 

Futsal masculino

São José e Criciúma decidem o título

Içara e Paulo Lopes decidem o terceiro lugar

 

Handebol feminino

Florianópolis e Criciúma disputam o título

São José e Antônio Carlos disputam o terceiro lugar

 

Handebol masculino

Içara e Cocal do Sul decidem o título

Florianópolis e Tubarão decidem o terceiro lugar

 

Voleibol feminino

Forquilhinha e São José decidem o título

Criciúma e Florianópolis decidem o terceiro lugar

 

Voleibol masculino 

Florianópolis e Morro da Fumaça decidem o título

Braço do Norte e Santo Amaro da Imperatriz decidem o terceiro lugar

 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Afunilamento das competições marca reta final da Olesc em Tubarão. Para algumas equipes, ainda há chance de brigar por título ou uma das três vagas por modalidade para o estadual, para outras, resta o retorno para casa. O campeão do basquete já será conhecido nesta segunda, 19. As demais modalidades decidirão na terça.

A primeira fase da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) foi concluída neste domingo, 18, em Tubarão, na região Sul. Trinta e oito equipes ainda seguem na disputa por título e vagas para a etapa estadual, que acontece em Videira, de 12 a 21 de setembro.

O basquetebol masculino e o handebol masculino e o feminino entram diretamente na fase semifinal. No basquete, os classificados foram Florianópolis, Garopaba, São José e Içara. As semifinais acontecem nesta segunda-feira, 19, pela manhã. E os atletas não terão muito tempo pra descansar, pois na mesma segunda, à tarde, ocorrem as decisões e a definição dos três primeiros representantes da região Sul nas coletivas da etapa estadual.

Florianópolis contra Içara e Tubarão contra Cocal do Sul e Içara formam as semifinais do handebol masculino, nesta segunda à tarde. No feminino, a briga se dará entre Florianópolis e Antônio Carlos e entre Criciúma e São José. As finais e decisões dos terceiros colocados acontecem na terça-feira, 20, pela manhã, simultaneamente às decisões do voleibol e do futsal.

Voleibol e futsal entram na fase eliminatória. Quem perder, volta para casa. O futsal masculino chega às eliminatórias com oito equipes. As demais (vôlei masculino e feminino e futsal feminino), com seis.

Confira todos os resultados, classificações e programações nos boletins diários. Clique aqui para acessá-los.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Vinte e nove jogos movimentaram o segundo dia de competições da etapa regional da Olesc em Tubarão, neste sábado, 17. A partir deste domingo, disputas prometem ser ainda mais acirradas pela conquista de vagas para a etapa estadual. Isso porque se encerra a primeira fase das competições. 

O vôlei e o futsal, a partir de segunda-feira, 19, entram na fase eliminatória. Quem perder volta pra casa. Já o handebol e o basquete vão direto para a fase semifinal. Neste caso, o perdedor pode ainda lutar por uma vaga no estadual, já que se classificam três por modalidade.

A Olesc é um evento promovido pelo Governo de Santa Catarina (@governosc) e realizado por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios-sede.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Pagina 1 de 63