Heron Queiroz

Por Júlio Castro

 

O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD/SC), órgão judicante responsável pelos julgamentos de atos de atletas, dirigentes e entidades de prática esportiva foi renovado em praticamente 65%. O processo eleitoral foi conduzido pela comissão organizadora eleitoral na tarde de sexta-feira (28), composta pelo presidente temporário da Fesporte Marcos Daniel da Cunha, a servidora da Secretaria de Turismo Cultura e Esporte Carla Krug e o membro = do Conselho Estadual de Esporte Ênio Demolay.

Foram eleitos nove titulares e seis suplentes que vão compor o Tribunal Pleno do TJD. A eleição deu-se através dos votos das entidades e seus filiados. Árbitros, entidades de prática esportiva, entidades de administração do desporto, federações esportivas, atletas e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foram os segmentos que apresentaram seus candidatos. 

“O TJD é reconhecidamente um órgão extremamente importante no sistema esportivo catarinense e o trabalho será para mantê-lo com excelência. Essa renovação é sempre bem-vinda. O momento político do país, aliás, revelou essa tendência”, comentou Renan Moresco Pirath, indicado no segmento Entidade de Administração do Desporto (Fesporte). 

A posse aos novos integrantes, possivelmente acontecerá em janeiro e será sucedida pela eleição do novo presidente com mandato de quatro anos para todos os membros. Os únicos remanescentes a continuar ocupando cadeiras do TJD serão Vinícius Bion, Alziro Golfetto e Fernando Hackrdt.

Confira, por representação de entidades, os eleitos para o mandato 2019/2022

Árbitros: Vinícius Bion e Rafael Franzoni (suplente).

Entidade de Administração do Desporte (Fesporte): Renan Moresco Pirath e Patrick Souza (suplente).

Entidades de Prática Esportiva: Zany Stael Leite Júnior, Tiago Russi e Tiago Meurer (suplente).

Federações Esportivas: Michel Scaff Júnior e Luiz Felipe Fontanella Luz (suplente).

Atletas: Alziro Golfetto, Fernando Hackrdt e Ulisses Fetter (suplente).

OAB: Nikolas Bottos, Diogo Vargas e Rafael Bozzano (suplente)

 

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

A Fesporte compartilha com satisfação o dia reservado ao nosso maior patrimônio. Da inclusão ao rendimento, nossas homenagens às estrelas do espetáculo com que convivemos no nosso dia a dia.

Por Heron Queiroz

 

Catarinenses que integraram a delegação brasileira nos Jogos Sul-Americanos Escolares, em Areripa, Peru, chegaram a Santa Catarina no último domingo, depois de contribuir para o excelente desempenho brasileiro.

Entre 1º a 8 de dezembro, 10 modalidades foram disputadas: atletismo, atletismo DI (para deficientes intelectuais), natação, basquete, tênis de mesa, vôlei, xadrez, futsal, handebol e judô, disputadas por delegações de 12 países.

Ao todo, foram 85 medalhas conquistadas  (40 de ouro, 27 de prata e 18 de bronze). Só os catarinenses conquistaram um ouro (futsal masculino), duas pratas (futsal feminino e vôlei masculino) e um bronze (vôlei feminino). Além disso, o Brasil foi campeão no atletismo, natação, judô, tênis de mesa e xadrez. Agora só aguarda a homologação de campeão geral da competição.

Dentre os 165 atletas de 12 a 14 anos que compuseram a delegação brasileira, num total de 214 integrantes, envolvendo técnicos, delegados, dirigentes a equipe médica, 44 são atletas catarinenses, além de cinco técnicos.

 

Confira a lista dos participantes catarinenses

 

Atletismo

Juan Anding (arremesso do peso e lançamento do disco) - Colégio Elias Moreira, Joinville

Lucas F. Wasch (arremesso do peso e lançamento do disco), Colégio Elias Moreira, Joinville

Lucas G. F. Antunes (75m rasos e 250m rasos) - Colégio Santa Terezinha, Florianópolis

Marcus V. Machado (salto em distância e 75m rasos) - Escola Dom Pio Freitas, Joiville

Margit Weise (técnica)

 

Xadrez

Eduardo A. Peroza - Colégio Carlos Drummond de Andrade, Fraiburgo

 

Natação

Lucca Cruz Tonin - Assoc. Educacional Luterana Bom Jesus, Joinville

 

Voleibol masculino

(Escola Municipal Erwin Prade, Timbó)

Bernardo A. T. Alfredo

Carlos Eduardo Beck

Davi F. Germano

Guilherme S. Cabral

Juan Carlos M. dos Santos

Jürgen M. P. Maas

Leonardo W. Luckmann

Lucas M. Moratelli

Nícolas C. Nardelli

Pedro Marcon Gonçalves 

Wagner R. Marschner (técnico)

 

Voleibol feminino

(EEB Rodrigues Alves, Saudades)

Nicolle Kroth

Fernanda Calegari

Evelyn Lauermann

Heloisa Simon

Mariana A. dos Santos

Júlia Soares

Alessandra Engler

Stefany C. Diel

Bianca Hoss

Thaila B. Krath

Márcio Rauber (técnico)

 

Futsal masculino 

(Centro Educacional Recriarte, Camboriú)

Guilherme M. G. dos Santos

Kauã B. da S. Costa

Everton V. A. dos Santos

Emanuel E. P. Fonseca

Gustavo T. S. da Silva

Bruno G. dos S. Rosendo

Augusto dos S. Ferreira

Lukas S. dos Santos

Richard G. dos Santos

Gustavo de P. Mendes

Gilvan M. Meireles (técnico)

 

Futsal feminino

(Colégio Rogacionista, Criciúma)

Ana Júlia S. da Rocha

Letícia de Macedo

Gislaine G. Vitorette

Tainá R. Porfírio

Tainá J. Lopes

Nathiely dos S. Borges

Gabrielly L. F. dos Santos

Maria Eduarda R. Teixeira

Ivens F. G. de Almeida (técnico)

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Por Heron Queiroz

A diretoria da Fesporte anunciou nesta tarde de quarta-feira (12) o prazo estabelecido até segunda (17) para inscrição a sede dos Jogos Escolares de Santa Catarina para estudantes de 15 a 17 anos (Jesc 15-17), Jogos Abertos Paradesportivos (Parajasc) e Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc).

Os Municípios interessados deverão formalizar a solicitação à Fesporte, que dará encaminhamento dos pedidos ao Conselhos Estadual de Esporte (CED), cuja reunião para homologação das sedes acontecerá na terça (18).

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Edenilson Leandro, especial para a Fesporte

Depois de nove dias intensos de competições em 14 modalidades, foi encerrada neste sábado (8) a 18ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense, que teve como sedes as cidades de Indaial e Timbó, no médio Vale do Itajaí. A entrega do troféu de campeão geral da Olesc 2018 para Blumenau fechou a programação no ginásio da Associação dos Servidores Municipais, em Timbó. 

Blumenau reconquistou o título da Olesc ao somar 119 pontos. Em segundo lugar ficou Joinville, com 103. E em terceiro, Itajaí, com 98. No quadro de troféus, Itajaí foi quem mais conquistou o primeiro lugar em modalidades - cinco vezes. No quadro de medalhas, a liderança ficou com Blumenau, com 28 de ouro, 29 de prata e 21 de bronze. 

Líder da Olesc 2018 do início ao fim, Blumenau conquistou seu quarto título geral. Os outros vieram em 2007, 2012 e 2013. O maior campeão da Olesc é Joinville, com nove títulos. No ano que vem, a fase estadual da Olesc será realizada em Videira. 

O coordenador da Olesc, Maurício Scharf, destaca o número de participantes da competição. "Foram 9.284 atletas e 202 cidades inscritas desde as fases classificatórias microrregionais. Deste conjunto, 85 cidades e cerca de quatro mil atletas estiveram na fase estadual em Indaial e Timbó. Alcançamos o objetivo de contemplar esta faixa etária com uma competição de nível", diz.

O nível técnico da Olesc é considerado muito bom. "É um campeonato de alto rendimento, entre equipes com regime de treinamento. Em algumas modalidades, quatro/cinco times chegam com possibilidades de conquistar o troféu", analisa Maurício. "As cidades de Indaial e Timbó se desdobraram para atender ao evento, tivemos ginásios em condições e a programação sem problemas. O balanço é altamente positivo", conclui.

Em 2019, Indaial e Timbó voltam a ser sedes de evento da Fesporte. Juntamente com Pomerode, vão sediar a fase estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

"Tivemos uma boa experiência com a Olesc, sem nenhum contratempo nos locais de competição, e isso é valioso para nós", destaca o secretário de Esportes de Indaial, Ademir Packer. "A Olesc nos ajuda a entender a logística de um evento estadual. Os Jasc são maiores e esta experiência que tivemos vai ajudar no próximo planejamento", diz Márcio Elísio, presidente da Fundação Municipal de Esportes de Timbó.

A presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, agradeceu os esforços de Indaial e Timbó e todos os envolvidos para o sucesso da Olesc, que fecha o calendário do órgão. "A Olesc terminou com êxito. Concluímos nosso calendário esportivo. Estou muito satisfeita, principalmente por termos cumprido nossa missão esportiva de 2018", avalia.

A Olesc 2018 é uma promoção do governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.


Classificação final da Olesc 2018

1º Blumenau - 119 pontos
2º Joinville - 103 pontos
3º Itajaí - 98 pontos
4º Florianópolis - 71 pontos
5º São Bento do Sul - 56 pontos
6º Jaraguá do Sul - 56 pontos
7º Tubarão - 51 pontos
8º Criciúma - 37 pontos
9º Brusque - 31 pontos
10º Chapecó - 30 pontos

 


O quadro de campeões por modalidades na Olesc 2018 ficou assim:

Atletismo
Tubarão (masculino)
Joinville (feminino)

Basquete
Blumenau (feminino)
Joinville (masculino)

Caratê
Blumenau (masculino)
Blumenau (feminino)

Ciclismo
Jaraguá do Sul

Futsal
Concórdia (feminino)
Chapecó (masculino)

Ginástica artística
São Bento do Sul (masculino)
Florianópolis (feminino)

Ginástica rítmica
Brusque

Handebol
Itajaí (masculino)
Palma Sola (feminino)

Judô
Itajaí (masculino)
Itajaí (feminino)

Natação
Itajaí (masculino)
Tubarão (feminino)

Tênis
Joinville (masculino)
Itajaí (feminino)

Tênis de mesa
Joaçaba (masculino)
Joinville (feminino)

Vôlei
Brusque (masculino)
Guaraciaba (feminino)

Xadrez
Lebon Régis (masculino)
Florianópolis (feminino)

Todos os campeões da Olesc
2001 - Jaraguá do Sul
2002 - Jaraguá do Sul
2003 - Joinville
2004 - Joinville
2005 - Joinville
2006 - Joinville
2007 - Blumenau
2008 - Joinville
2009 - Fase estadual cancelada*
2010 - Joinville
2011 - Criciúma
2012 - Blumenau
2013 - Blumenau
2014 - Criciúma
2015 - Joinville
2016 - Joinville
2017 - Joinville
2018 - Blumenau

 

*Marcada para Tubarão, a fase estadual da Olesc de 2009 foi cancelada por causa da gripe A. Como as demais fases (microrregionais e regionais) foram realizadas, a Olesc de 2009 é contabilizada, por isso são 18 edições.

Edenilson Leandro, especial para a Fesporte 

O último dia de competições da Olesc 2018 definiu nove campeões de modalidades neste sábado (8) - e consagrou Blumenau o campeão geral, com 119 pontos (contra 103 de Joinville). A festa do pódio começou pelo handebol feminino, com a conquista de Palma Sola. A equipe do Oeste catarinense derrotou Blumenau na final por 24 a 19. A medalha de bronze foi para Itajaí, ao vencer Tubarão por 16 a 14.

Joinville foi campeão do basquete masculino. Na decisão, superou Rio do Sul por 79 a 68. O terceiro lugar ficou com Criciúma. Venceu Florianópolis por 62 a 58. No futsal masculino, Chapecó conquistou o título na prorrogação. No tempo normal, empatou com São Bento por 3 a 3. No tempo extra, marcou três vezes e fechou a final em 6 a 3. Na disputa de terceiro lugar, Jaraguá venceu Criciúma por 3 a 1.

No vôlei feminino, Guaraciaba venceu Jaraguá do Sul por 3 a 1 e levantou o troféu de campeão. A medalha de bronze ficou com Balneário Camboriú, ao ganhar de Blumenau por 3 a 1. O tênis de mesa masculino teve Joaçaba em primeiro, São Bento em segundo e Joinville em terceiro. No feminino, Joinville em primeiro, São Bento em segundo e Chapecó em terceiro.

No judô, deu dobradinha de Itajaí. Venceu o masculino com 63 pontos, seguido de Blumenau (43) e São Bento (38). No feminino, Itajaí somou 52, Joinville teve 36 e Florianópolis 32. A ginástica rítmica foi a última competição a ser encerrada. O título de campeã ficou com Brusque. Blumenau foi segundo lugar. Em terceiro, Chapecó. A Olesc 2018 é uma promoção do governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.


 

Pagina 1 de 44