O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) divulgou nesta quinta-feira, 11, a segunda lista de convocados para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024. Juntamente com os 147 atletas de 9 modalidades, estão cinco catarinenses e uma paranaense que reside e treina em Santa Catarina. 

Os atletas, Camilla Muller, Edenilson Roberto Floriani, Suzana Nahirnei e Ezequiel de Souza Correa e os treinadores Everaldo Braz Lucio e Eliandro Braz Lucio, representarão Santa Catarina e o Brasil nos  jogos.  

 

                    Camila é paratleta da Associação Paradesportiva de Biguaçu - APAB    Foto: Camila Muller/Arquivo Pessoal da atleta

Entre os convocados, Camila Muller, natural de Florianópolis e que faz parte da da modalidade de atletismo, comenta a sensação desta convocação e as expectativas para participara da maior competição do planeta: 

“A sensação  de  ser convocada  para os Jogos Paralímpicos  de Paris é maravilhosa, a realização de um sonho, após  10 anos de treinos incansáveis, muita luta,  persistência, muitas abdicações”

E acrescentou: “As expectativas  são   as melhores , estar representando meu país será  uma honra, e vou lutar por medalha”, finalizou.

Camila Muller, da Associação Paradesportiva de Biguaçu (APAB), competirá em Paris na prova dos 1500 metros. na classe T11, para deficientes visuais com maior  comprometimento.

Modalidade com a maior quantidade de convocados para Paris 2024, o atletismo é o esporte em que o Brasil mais conquistou medalhas em Jogos Paralímpicos. Ao todo, o país já faturou 170 medalhas na história da competição somando os pódios das provas nas pistas e no campo – foram 48 de ouro, 70 de prata e 52 de bronze.

O atletismo paralímpico brasileiro teve a sua melhor participação nos Jogos do Rio 2016, quando foi responsável por 33 medalhas de um total de 72 pódios conquistados pela delegação brasileira. Uma representatividade de 46% do total. Em Tóquio 2020, os esportistas do atletismo subiram ao pódio 28 vezes.

 Os Jogos Paralímpicos de Paris 2024, acontecerão de 28 de agosto a 8 de setembro. A convocação de toda a delegação brasileira tem sido realizada em três partes. A primeira convocação aconteceu no último dia 25 de junho e os nomes restantes serão do tênis em cadeira de rodas a serem anunciados no próximo dia 18 de julho.

 

VEJA OS CONVOCADOS DE SANTA CATARINA NESTA 2ª LISTA:  

 

ATLETAS: 

Halterofilismo

Ezequiel de Souza Correa, natural de Tubarão – Associação Esportiva de Apoio ao Atleta, Paratletas e Esportistas de Itu e Região (AESA – Itu/SP)

Atletismo

Camilla Muller, natural de Florianópolis – Associação Paradesportiva de Biguaçu (APAB) 

Edenilson Roberto Floriani, natural de Joinville – Centro Esportivo para Pessoas Especiais (CEPE)

Suzana Nahirnei, natural de Condói/PR – Associação do Paradesporto Escolar de Blumenau (ASPESBLU)

 

TREINADORES DO ATLETISMO: 

Técnico: Everaldo Braz Lucio, natural de Itajaí – Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB)

Assistente Técnico

Eliandro Braz Lucio, natural de Joinville - Centro Esportivo para Pessoas Especiais (CEPE)

 

*Informações extraídas do site do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)

Nesta quinta-feira, 11, o ginásio de esportes da Univali, de Itajaí, será o palco da cerimônia de abertura da 67ª edição dos Jogos Universitários Catarinenses (JUCs). 

A solenidade acontecerá às 19 horas e 30 minutos e a competição reunirá cerca de 1.300 atletas de 31 instituições de ensino superior comunitárias, públicas e privadas de Santa Catarina até o dia 16 de julho.

Os Juc´s é promovido pela Federação Catarinense do Desporto Universitário (FCDU) e pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali) em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU)  e a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Manoel Obdulio Rebelo, presidente da FCDU, destacou: “Temos certeza que estamos atingindo nossos objetivos, colocando o esporte universitário do nosso Estado entre os melhores do país. Conclamamos que o espírito esportivo, o respeito, a amizade e a integração, que são elementos fundamentais de uma competição esportiva, prevaleçam durante todo o evento”. 

A competição terá disputas nas modalidades de atletismo, badminton, basquetebol, basquete 3×3, beach tennis, futsal, futebol, eSports, handebol, judô, natação, tênis, tênis de mesa, tênis de mesa paradesportivo, voleibol, voleibol de praia e xadrez. As provas de atletismo, judô e natação serão realizadas em datas e locais diferentes.

A competição tem seu início com as disputas de handebol na quarta-feira, 10, às 13h30min, no ginásio de esportes da Univali. 

Próximas disputas do JUC’s 2024:

Santo Amaro da Imperatriz, 13 de julho: Judô

Univali, Itajaí, 10 a 16 de julho: Badminton, Basquetebol, Basquete 3×3, Beach tênis, Futsal, Futebol, eSports (futebol eletrônico), Handebol, Tênis, Tênis de mesa, Tênis de mesa, Paradesportivo, Voleibol, Voleibol de praia e Xadrez. 

*Informações extraídas do Jornal “Lithoral News” in https://lithoralnews.com.br/jogos-universitarios-catarinenses-iniciam-nesta-quarta-feira-em-itajai/

A braço-nortense Letícia Cardoso, conquistou o tricampeonato sul-americano de karatê no kata individual sub-21 feminino, na cidade de Santa Cruz de La Sierra, Bolívia. 

Na primeira rodada a carateca de Braço do Norte, venceu a Argentina, em seguida a Venezuela, na sequência, do Peru e na final, com dobradinha brasileira, a catarinense venceu Nathalia Faria, do estado do Amazonas, conquistou o lugar mais alto do pódio, pela terceira vez em sua trajetória esportiva.

Esta medalha de ouro,  garantiu uma vaga para Letícia Cardoso, participar do Campeonato Pan-americano que acontecerá em São Bernardo do Campo/SP, no qual, apenas uma atleta da categoria se classificará para o Campeonato Mundial no final do ano, que acontecerá em Veneza, na Itália.

Letícia, comentou após a conquista do tricampeonato: “estou muito contente por esta conquista. Era algo que eu almejava muito e vinha trabalhando de forma árdua para alcançar. Sei da grandiosidade desta conquista para minha região, para meu estado e meu país, o qual represento há mais de 6 anos com muito amor e orgulho. Meu próximo desafio é o Campeonato Pan-americano que será em agosto em casa”, finalizou a tricampeã.

A equipe de Itajaí conquistou o título de campeã geral da modalidade de Ginástica Artística da 36ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. 

As competições aconteceram no final de semana no Complexo Esportivo do Sesi, em Blumenau, de forma antecipada. 

No feminino, a equipe de Itajaí terminou as disputas com 132.868 pontos, seguida por Florianópolis com 127.532 pontos, ficando com a medalha de prata e Joinville com 116.834 pontos com o bronze. 

Para Letycia Victoria, treinadora da equipe feminina de Itajaí, em suas redes sociais, comentou: “Saímos do ginásio com ouro por equipe, ouro no individual geral, ouro no solo, ouro na trave e ouro na paralela. Além das medalhas e do troféu, trouxemos para casa muito amor, muito carinho e muitos elogios”. 

 Itajaí conquistou o título no masculino e no feminino da Ginástica Artística dos Joguinhos          Foto: Letycia Victoria/Arquivo Pessoal 

 

No masculino, Itajaí ficou também em primeiro com 211.750 pontos; Blumenau em segundo com 210.200 e em terceiro, Florianópolis, com 131.150 pontos. 

A atleta campeã no individual geral feminino foi Maria Eduarda Ribeiro, de Itajaí e no masculino o atleta campeão individual geral foi Davi Manuel Mateus, também de Itajaí. 

Nas disputas por equipes, no masculino Itajaí conquistou o ouro com Amanda da Luz Xavier, Helena Dias Zanoni, Isabelle Lineberger, Maria Eduarda Ribeiro, Sarah Carolina Batista Gonçalves e Sarah Toigo Tanigawa. 

E no feminino o ouro também ficou com Itajaí, com Davi Manuel Mateus, Erick Ruan R. Cunha, Leonardo Vieira, Lucca de Borba C. Veiga, Tiago Samuel Mateus e Tomas O. Cunha Matos.

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina acontecerão entre os dias 19 e 28 de julho, em Caçador e estima-se que 655 equipes participem desta 36ª edição da competição e que o número de competidores ultrapasse o número de 4000 atletas, vindos das várias regiões do estado. 

 

Serão realizadas neste final de semana, de forma antecipada, entre os dias 5 (sexta-feira) e 7 (domingo), as competições da modalidade de Ginástica Artística da 36ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. 

As disputas acontecem no Complexo Esportivo do Sesi, em Blumenau e envolvem 11 municípios no naipe masculino e 11 no naipe feminino. 

Os atletas de Antônio Carlos, Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Camboriú, Florianópolis, Indaial, Itajaí, Joinville, Navegantes e São José estão na competição masculina.

No feminino, competirão atletas dos municípios de: Antônio Carlos, Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Chapecó, Florianópolis, Fraiburgo, Itajaí, Joinville, Navegantes e São José. 

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina acontecerão entre os dias 19 e 28 de julho, em Caçador e estima-se que 655 equipes participem desta 36ª edição da competição e que o número de competidores ultrapasse o número de 4000 atletas, vindos das várias regiões do estado. 

 

A equipe Handebol Itajaí/Univali, comandada pelo treinador Drean Farencena Dutra e o auxiliar técnico, Gabriel Soares Vieira, conquistou o 5º lugar no Campeonato Mundial Universitário 2024, representando a seleção brasileira universitária da modalidade, em evento que aconteceu entre os dias entre os dias 21 de junho e 1º de julho, em Antequera, Málaga, na Espanha. 

O time foi convocado para representar o Brasil pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU). Em 2023, a equipe Handebol Itajaí/Univali foi campeã dos Jogos Universitários Brasileiros (JUB´s) e participou da primeira competição internacional oficial, o Campeonato Sul-Centro Americano de Clubes.

Drean Dutra, falou sobre a oportunidade de representar Santa Catarina e o Brasil nesta competição: “foi um resultado muito expressivo, estávamos com uma equipe universitária com 14 atletas, enquanto as outras equipes eram seleções nacionais. A experiência internacional, a estrutura física, e o nível de troca, pesaram um pouco contra nós”. 

E acrescentou: “Fazendo uma avaliação do todo, foi um evento sensacional, muito bem organizado pela federação internacional de esportes universitários, com uma estrutura física e nível de arbitragem muito bom. Foi uma experiência incrível para nossa equipe extremamente jovem, entre 18 e 21 anos. É uma equipe totalmente catarinense, com todos estudando na Univali e morando em Itajaí. Muito obrigado ao Governo do Estado, a Fesporte e à Univali que acreditaram em nosso trabalho”, finalizou Drean.

Gabriel Vieira, auxiliar técnico, deixou sua mensagem: “Foi muito importante para o nosso grupo esta participação, jogamos com os campeões e vice da competição e tudo isso é uma troca imensa. Para o projeto é a coroação de um trabalho, iniciado em 2007, dentro da Univali. Estar entre as cinco maiores potências mundiais universitárias da modalidade é motivo de muito orgulho”, enalteceu Gabriel.

A campeã do torneio foi a seleção anfitriã. Na partida final, a Espanha venceu a Polônia por 33 a 30 e garantiu a medalha de ouro. Os poloneses ficam com a prata. A França ficou com a medalha de bronze ao superar a República Tcheca por 32 a 29. 

 

 Delegação Brasileira com o presidente da FCDU, Manoel Obdulio Rebelo      Foto: Gabriel Vieira/Arquivo Pessoal

 

Campanha da equipe catarinense

Handebol Itajaí/Univali 33 x 13 Índia

Handebol Itajaí/Univali 18 x 34 Polônia 

Handebol Itajaí/Univali 33 x 17 Espanha 

Handebol Itajaí/Univali 20 x 16 Chile 

Handebol Itajaí/Univali 39 x 21 Índia 

 

Texto - Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) - (48) 98831 0796

Pagina 1 de 29