Link para assistir Clique aqui

Depois de muitos ensaios e expectativa é nesta terça-feira, dia 9, que iniciam as competições do Festival Escolar Dança Catarina, que pelo segundo ano consecutivo – por conta da pandemia – será on-line.

As apresentações foram previamente gravadas pelos participantes e enviadas aos organizadores. As competições se estenderão até quinta-feira, dia 11 de novembro, com as coreografias sendo exibidas a partir das 19 horas pela rede Vimeo.

Na edição deste ano participam 735 pessoas entre alunos e seus familiares, já que a categoria família – assim como danças urbanas – é uma das novidades para esta edição 2021, que tem no seu total 113 coreografias e  49 escolas catarinenses.

O Festival Escolar Dança Catarina é uma promoção do Governo Estadual, por meio da Fesporte.

Link para assistir Clique aqui

Abaixo segue a categorias que serão desenvolvidas no Festival:

 

Categoria Livre

 

Livre Duo e Trio Professores – 18 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Livre Família – todas as idades - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Livre Irmãos – todas as idades- mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Livre Mirim Duo ou Trio - 6 a 11 anos - com 2 ou três participantes;

Livre Infantil Duo ou Trio - 11 a 15 anos - com 2 ou três participantes;

Livre Juvenil Duo ou Trio - 15 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Livre Mirim Conjunto - 6 a 11 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Livre Infantil Conjunto - 11 a 15 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Livre Juvenil Conjunto - 15 anos ou mais - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Livre Solo Professor – 18 anos ou mais - apenas 1 participante.

 

Categoria Popular

 

Popular Duo e Trio Professores – 18 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Popular Família – todas as idades - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Popular Irmãos – todas as idades - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Popular Mirim Duo ou Trio - 6 a 11 anos - com 2 ou três participantes;

Popular Infantil Duo ou Trio - 11 a 15 anos - com 2 ou três participantes;

Popular Juvenil Duo ou Trio - 15 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Popular Mirim Conjunto - 6 a 11 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Popular Infantil Conjunto - 11 a 15 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Popular Juvenil Conjunto - 15 anos ou mais - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Popular Solo Professor – 18 anos ou mais - apenas 1 participante.

 

Categoria urbana/família

 

Urbanas Duo e Trio Professores – 18 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Urbanas Família – todas as idades - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Urbanas Irmãos – todas as idades - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Urbanas Mirim Duo ou Trio - 6 a 11 anos - com 2 ou três participantes;

Urbanas Infantil Duo ou Trio - 11 a 15 anos - com 2 ou três participantes;

Urbanas Juvenil Duo ou Trio - 15 anos ou mais - com 2 ou três participantes;

Urbanas Mirim Conjunto - 6 a 11 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Urbanas Infantil Conjunto - 11 a 15 anos - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Urbanas Juvenil Conjunto - 15 anos ou mais - mínimo 2 e máximo 16 participantes;

Urbanas Solo Professor – 18 anos ou mais - apenas 1 participante.

Sim, foi uma edição atípica por conta de uma pandemia em que a Fesporte teve que adequar a forma de organizar a competição realizando a etapa estadual da 20ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) por modalidade em sedes e períodos específicos, com o objetivo de evitar aglomeração, patrocinando, inclusive, a estadia de hotel dos atletas.

As competições começaram em outubro, dia 1º, em Videira, com o ciclismo, e só finalizaram domingo, dia 7, de Novembro, em Caçador, com as competições de badminton. Mas, finalizada todas as disputas, o grande vencedor da 20ª edição da Olesc foi Jaraguá do Sul.

Os jaraguaenses somaram no total 113 pontos, em primeiro lugar, seguido de Florianópolis, em segundo, com 101 e Blumenau, em terceiro lugar com 98 pontos.

Jaraguá do Sul foi campeã do atletismo masculino e feminino, da natação masculina e do basquete e voleibol, ambos no feminino.

A Olesc é uma promoção do governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes.

Confiram os campeões por modalidade

Atletismo Masculino – Jaraguá do Sul

Atletismo Feminino – Jaraguá do Sul

Basquete masculino - Florianópolis

Basquete feminino – Jaraguá do Sul

Ciclismo – Blumenau

Caratê masculino - Florianópolis

Caratê feminino - Florianópolis

Futsal masculino - Criciúma

Futsal feminino – Lebon Regis

Handebol masculino - Criciúma

Handebol feminino – Concórdia

Ginástica artística masculina - Blumenau

Ginástica artística feminina – Florianópolis

Judô masculino – Blumenau

Judô feminino – Concórdia

Natação masculina: Jaraguá do Sul

Natação feminina – Florianópolis

Tênis de mesa masculino - Joaçaba

Tênis de mesa feminino – Criciúma

Voleibol masculino – Balneário Camboriú

Voleibol feminino – Jaraguá do Sul

Xadrez masculino - Fraiburgo

Xadrez feminino – São José

 

A etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina prossegue a partir desta quinta-feira, 4, com as disputadas do taekwondo, em Caçador,  até domingo dia 7. As lutas ocorrem no Ginásio de Esportes do Paulo Schieffler, no centro da cidade. Paralelamente ocorre no mesmo local a etapa estadual da modalidade da Olesc.

Confira o calendário dos Joguinhos

 

4 a 7 de novembro: Taekwondo - Caçador

5 a 7 de novembro: Atletismo - Timbó

                               Judô - Videira

                               Ginástica Artística - Blumenau

                               Jiu- Jitsu e Tênis - Criciúma

12 a 14 de novembro: Ginástica Rítmica - Timbó

 

A etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes.

O Professor de Educação Física da Escola Estadual Lourdes Lago Amauri Giordan faleceu na tarde desta quinta-feira (27), vítima de complicações da Covid-19. Amauri estava internado no Hospital Regional do Oeste (HRO) desde 21 de agosto e tinha 41 anos. Ele deixa dois filhos.

Professor Fortaleza, ou “Ferro” como era conhecido, coordenou por muitos anos o projeto de futebol feminino da Escola de Educação Básica Professora Lourdes Angela Sarturi Lago, que por muitas vezes representou a cidade em competições regionais, estaduais e nacionais.

Pela Escola, como técnico, foi campeão mundial escolar em 2018, em Israel, vencendo na final alunas da Turquia por 5 a 1. Pela Fesporte exerceu a função de Coordenador Esportivo da região de Chapecó entre 2019 e 2020. Entre os inúmeros títulos conquistados como treinador do futebol feminino consta o Brasileiro Escolar de Futebol de Campo. No futsal foi campeão dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), Jogos Escolares da Juventude (Brasília) e campeão Brasileiro Escolar de Futsal (Natal).

Amauri foi Coordenador Esportivo da Fesporte na região de Chapecó entre 2019 e 2020 (Foto: Redes Sociais)

“O falecimento do Amauri é mais um duro golpe no esporte catarinense. Ele sempre foi um amante do nosso esporte. Doou com afinco seu tempo e talento para qualificar o futebol e futsal feminino do nosso estado. Sem dúvida deixa um legado para o nosso esporte”, destaca o presidente da Fesporte Kelvin Soares.

Aqui comemora o titulo de campeão brasileiro escolar como treinador do futsal da Escola Lurdes Lago (Foto: Antonio Prado)

O próximo fim de semana promete ser movimentado pela Etapa Estadual da 20ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). Entre sexta-feira (29) e domingo (31) ocorrem as competições de atletismo, em Timbó; judô, em Videira, além de tênis e tênis de mesa em Criciúma.

Já entre os dias 30 de outubro a 2 de novembro ocorrem as competições da etapa estadual da Olesc das modalidades coletivas. As competições do basquete terão como sede Criciúma. As de futsal, Caçador; handebol, Videira e o torneio de voleibol será disputado em Timbó.

As demais competições pela etapa estadual da Olesc são as seguintes:

Taekwondo – 4 a 7/11 - Caçador

Natação – 5 a 7/11 – Indaial

Badminton – 7/11 - Caçador

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes.

 

 

O Governo do Estado, por meio da Fesporte, irá homenagear três grandes personalidades esportivas que faleceram recentemente. O Troféu de Campeão Geral dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) será intitulado Troféu “João Kiyoshi Otuki”.  O desportista e ex-árbitro de futsal Ideraldo Luiz Marcos, o Neco, dará nome ao Troféu de Campeão  da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). Finalizando, o Troféu de Campeão Geral dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina receberá o nome de Salézio Kindermann. As denominações são homenagens póstumas aos esportistas, devido aos seus relevantes serviços prestados ao esporte catarinense.

João Kiyoshi Otuki

Kiyoshi foi o segundo presidente da Fesporte e dirigiu a entidade no período de 1993 a 1994. Nasceu em São Paulo, em 20 de julho de 1948. Era licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduado na Universidade Federal de Santa Catarina. Iniciou sua carreira como atleta em 1962, representando o Colégio Estadual de Cambará, na modalidade de natação, nos primeiros Jogos Escolares do Paraná. 

Em 2002 recebeu a Comenda do Mérito Desportivo do Conselho Estadual de Esporte, tornando-se comendador do esporte de Santa Catarina, a maior honraria do setor esportivo. Em 2019, em Brusque, a Fesporte o homenageou na cerimônia do Acendimento do Fogo Simbólico dos Jasc pelos grandes serviços prestados ao esporte catarinense.

Entrou para a história dos Jasc como o atleta mais velho a disputar o torneio da natação. Foi em 2010, nos 50 anos da competição, em Brusque. João Kiyoshi, então com 62 anos, realizou um sonho de participar da competição como atleta. Nadou por Biguaçu, na prova dos 200 metros lado livre.

Em 12 anos como atleta máster da natação Kiyoshi conquistou mais de 500 medalhas e em 2018 foi considerado o melhor atleta brasileiro na sua categoria.

Ideraldo Luiz Marcos

O ex-árbitro de futsal, o joinvilense Ideraldo Luiz Marcos. Neco, como gostava de ser chamado pelos amigos mais íntimos, além de professor de educação física, foi um dos melhores árbitros de Santa Catarina e do Brasil.  Ideraldo deixa um legado de bons serviços prestados ao esporte do nosso estado e seu nome estará gravado na história do esporte catarinense.

Criado no bairro Itaum, Ideraldo Luiz Marcos despertou a paixão pelo esporte ainda na juventude. Formado em educação física, o garoto da Zona Sul teve a grande primeira oportunidade profissional como auxiliar técnico do JEC entre os anos 80 a 85.

Mas o sucesso mesmo veio nas quadras, com o apito na mão. Ideraldo Luiz Marcos apitou quatro finais seguidas da Liga Nacional de Futsal, em 1998, 99, 2000 e 2001. Neco tem outras marcas históricas na carreira. Foi árbitro do primeiro jogo da primeira edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina em 1988 e também apitou o primeiro Copão Kurt Meinert – competição de futebol amador de Joinville -, em 1977.

Salézio Kindermann

Dirigente esportivo atuando em Caçador com incontáveis ações em prol do esporte catarinense, dos quais o levaram a ser Comendador do Esporte de Santa Catarina, outorga concedida pelo Conselho Estadual de Esporte, a maior honraria do esporte catarinense, pelos grandes serviços prestados ao esporte do estado.

Salézio Kindermann era presidente e fundador do time de futebol feminino Avaí Kindermann e gestor do Nápoli,  equipes que integram a elite do futebol feminino no Brasil. Para Salézio o esporte era mais que gols, pontos, medalhas, troféus. Era a própria vida. Por isso seu nome está definitivamente marcado entre os grandes. 

Natural de Gravatal, litoral catarinense, Salézio chegou em Caçador 1965, na época com 21 anos. Em 1988, ele fundou o Hotel Kindermann, em Caçador. Também foi goleiro dos Falcões e integrou o Exército, em Tubarão.

 

 

Pagina 7 de 281