Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Balneário Camboriú realizará Brasileiro de futsal escolar

Representantes da Fesporte, da Federação Catarinense de Desporto Escolar (FCDE) e da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) reuniram-se na tarde desta terça-feira (3), na sede da Fesporte, para os ajustes de parceria visando à realização do Campeonato Brasileiro de Futsal Escolar, que acontecerá de 24 a 30 de março em Balneário Camboriú.

Representantes das 27 unidades federativas brasileiras (estados e o Distrito Federal) estarão disputando título nacional e vaga (uma no masculino e outra no feminino) para o mundial da modalidade, que acontece em junho, na França. 

Na última edição do torneio, realizada em 2017, no Rio Grande do Norte, as meninas catarinenses, representando a Escola Lourdes Lago, de Chapecó, foram campeãs brasileiras, e, no ano seguinte, conquistaram o mundial em Israel. No masculino, os mesmos feitos foram atingidos pelo Colégio Amorim, de São Paulo, que chegou pela terceira vez ao título.

O Brasileiro reunirá cerca de 730 atletas, totalizando quase mil pessoa envolvidas no evento. O estado catarinense, por ser sede, terá dois representantes em cada gênero. No masculino, a Escola Bom Pastor, de Chapecó, e o Colégio Recriarte, de Camboriú. No feminino, as Escolas Lourdes Lago, de Chapecó, e Joaquim Ramos, de Criciúma. 

No dia 23 acontece o congresso técnico. A abertura oficial acontece no dia 24, às 18h30min, no Ginásio da Barra, um dos seis palcos de competição do torneio. A CBDE está investindo cerca de 1,5 milhão de reais para cobrir os custos com cerca de 5.600 diárias de hotel e 1 milhão de reais com passagens aéreas.  

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC bate recorde e conquista 93 medalhas nos Jogos Escolares

Terminou na noite desta sexta-feira, 29, em Blumenau, a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), evento realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio do Governo de Santa Catarina e prefeitura de Blumenau. Os catarinenses fecharam a competição com um total de 93 medalhas sendo 26 de ouro, 27 de prata e 33 de bronze.

Foi o maior número de medalhas da história conquistadas pelo Time SC. Em 2018 foram 72 medalhas, ou seja, nesta edição dos JEJ foram 21medalhas a mais em relação ao ano passado. Só no último dia de competição, nesta sexta-feira, foram 19 medalhas sendo cinco de ouro com as disputas finas da natação, tênis de mesa e xadrez.

Apesar de não haver premiação e nem contagem do time campeão geral, Santa Catarina ficou atrás apenas de São Paulo, primeiro lugar com 137 medalhas, ficando em terceiro lugar geral. Parará ficou em segundo, com 86 medalhas, apenas pelo critério de medalhas de ouro: cinco a mais que o Time SC. 

Os JEJ começaram dia 16 de novembro com a participação de 5 mil atletas/estudantes de todos os estados brasileiros divididos nas faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos. A delegação catarinense, gerenciada pelo governo do estado, por intermédio da Fesporte, foi composta por 297 atletas, 37 professores/técnicos e sete dirigentes e participou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, judô, luta olímpica, futsal, handebol, ginástica rítmica, voleibol, vôlei de praia, natação, tênis de mesa e xadrez.

Daniel Bolezina, da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, venceu 5 lutas por ippon e foi um destaques (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, o resultado da participação catarinense na competição foi altamente positiva. “Conseguimos superar o total de medalhas em relação ao ano passado. O COB não divulga o campeão geral, nem o número de medalhas de cada estado, mas sabemos que superamos gigantes como Minas Gerais e Rio de Janeiro e só fomos superados por São Paulo, ou seja, nosso estado está entre os melhores do Brasil no esporte escolar, isso mostra que nosso estudante/atleta está em evolução técnica constante e o apoio que o governo estadual está dando neste segmento é importante para esta evolução”, destaca Rui Godinho.

Atletismo deu maior número de medalhas

O atletismo foi o que obteve mais medalhas, 33 no total sendo 10 de ouro, 15 de prata e 7 de bronze. A natação veio em segundo com 31 medalhas conquistadas sendo 2 de ouro, 17 de prata e 12 de bronze.

Entre os destaques individuas figuraram o judoca Daniel Bolezina Silva, categoria pesado, da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, que foi ouro na faixa etária 17 a 17 anos ao vencer todas as suas cinco lutas por ippon e também Bryan Nikson Alves, do atletismo da Escola Básica Arnaldo Brandão, de Itajaí. Ele bateu o recorde dos 1.000 metros que já durava nove  com o tempo de 2min38 segundos.

Bryan Nikson, do atletismo da Escola Básica Arnaldo Brandão, de Itajaí, bateu o recorde dos 1.000 metros que já durava 9 anos (Foto: Antonio Prado/Fesporte) 

Também no rol dos destaques está o recorde na natação na prova do revezamento 4 x 50 medley, 12 a 14 anos, com um time formado por  Ronaldo Klug Júnior (Positivo/Joinville), Kauan Eduardo Matias da Silva (Escola Flodoardo Cabral/Lages),Vinícius Cruz/Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça) e  e Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajaí). O tempo da prova foi de 1min52s.380.

 Resultados desta sexta-feira

NATAÇÃO

12 14 anos

Ouro  revezamento 4 x 50 medley – Recorde da prova (1min52s.380) – Ronaldo Klug Júnior (Positivo/Joinville), Kauan Eduardo Matias da Silva (Escola Flodoardo Cabral/Lages),Vinícius Cruz/Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça) e  e Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajaí)

Prata 200m livre - Joanna Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville)

Prata 200m livre - Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajai, prata 200m livre

Prata 100m peito - Kauan Eduardo Matias (Escola Flodoardo Cabral/Lages)

Bronze  200m livre - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

Bronze  50m costas - Yasmin Pereira (CM Indaial)

15 a 17 anos

Prata 50m costas - Vinícius Arns Kohns (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata 100m peito - Laura Burigo Antunes (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata -revezamento 4x50 Medley - Maria Eduarda (EEB Abdon Batista/Jaraguá do Sul), Laura Burigo e Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão) e Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

Bronze 200m livre- Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville)

Bronze -Revezamento 4x50 Medley - Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial),Gabriel Ugion e Pedro Lucas (Colégio Marista/Criciúma), Daniel Neto (EEB Francisco Lanser/Blumenau)

O revezamento 4 x 50 medley bateu recorde da prova e entrou para a história (Foto: divulgação) 

XADREZ

12 a 14 anos

Ouro – Luis Henrique da Silva Bugança (Colégio Objetivo/Lages)

Prata - Maria Eduarda Santa Freitas (Centro Educacional Roda Pião/Palhoça)

Bronze – Blitz - Luis Henrique da Silva Bugança (Colégio Objetivo/Lages)

15 a 17 anos

Ouro – Gabriela Luisa Vicente Feller (Colégio Bom Jesus Santo Antônio/Blumenau)

CICLISMO

12 a 14 anos

Bronze - João Pedro Jordani (EEB Lurdes Lago/Chapecó)

TÊNIS DE MESA

12 a 14 anos

Ouro individual masculino – Eduardo Fragoso (Colégio Conexão/Joaçaba)

15 a 17 anos

Ouro individual feminino – Lhays Francieli Stolar (EEB Maria Amin Ghanen/Joinville)

Prata  individual masculino - Guilherme Silva (Escola Tufi Dippe/Joinville)

Os Jogos Escolares da Juventude foram realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Este texto foi atualizado dia 5/12/2019 corrigindo os números anteriores do Time SC

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Santa Catarina conquista mais 19 medalhas nesta quinta

A quinta-feira, 28,a foi generosa para Santa Catarina nos Jogos escolares da Juventude (JEJ) em Blumenau. A natação e o tênis de mesa deram mais  16 medalhas para o Time SC e com mais uma de prata conquistada no ciclismo e mais uma de prata e uma de bronze na ginástica o dia fechou com mais 19 medalhas para Santa Catarina (três de ouro, nove de prata e sete de bronze). Até aqui, o estado conta com um saldo de  67 medalhas (16 de ouro, 27 de prata e 24 de bronze.

Confira os medalhistas da natação 

12 a 14 anos

Ouro - Revezamento 4 x 50 m medley misto – Yasmim Pereira (Colégio Municipal de Indaial), Kauan Eduardo Matias (EEB Prof. Flodoardo Cabral/Lages), Vinicius Cruz(Colégio Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça), Joana Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville). 

Prata – 400m livre - Guilherme Gustavo Kanzler (EM Prof. Gertrudes Milbratz/Jaraguá do Sul)

Bronze – 400 livre - Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista de Itajaí)

Prata – 100m livre Joanna Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville)

Prata - 50m peito - Kauan Eduardo Matias (EEB Prof. Flodoardo Cabral/Lages).

Bronze – 50m peito - Helen Bernardi (Colégio Cem/Concordia)

15 17 anos

Prata – 100m livre - Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata – 100 m livre - Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial)

Prata – revezamento 4x50 medley misto – Gabriel Ugion (Col. Marista/Criciuma), Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial), Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville) e Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão)

Bronze – 50m peito – (Colégio Dehon,Tubarão)

Bronze 200m medley - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville)

Ginástica rítmica

Prata 15 17 anos – Individual por equipe – Ana Carolina Sandrini (Etevi/Blumenau) e Luana Franceschi de Souza (Machado de Assis/Joinville)

Bronze 12 14 anos – Individual por equipe – Amanda Picoli (Colégio Criativo/Florianópolis), Nathalia Nogueira (Escola Barão do Rio Branco/Blumenau), Nicole Hames (Escola Paquetá/Brusque) e Thaynara Martins (EMProfª Augusta Knorring/Brusque).

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Tênis de mesa dá mais seis medalhas a SC

Duas de ouro, três de prata e uma de bronze foi a conta das medalhas conquistadas pelos barrigas-verde, nos dias 27 e 28. Estas seis medalhas somam-se a mais uma de prata obtida no ciclismo, duas na ginástica rítmica e dez na natação. O dia fechou com mais 21 medalhas para Santa Catarina (três de ouro, dez de prata e oito de bronze). Até aqui, o estado conta com um saldo de 67 medalhas (16 de ouro, 27 de prata e 24 de bronze) nesta edição dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau.

A equipe mista do tênis de mesa, categoria de 15 a 17 anos, formada por Lhays Stolarski, da Escola Maria Amin Ghanen, e Guilherme Silva, da Escola Tufi Dippe, ambos de Joinville, conquistaram o ouro ao derrotar São Paulo por 2 a 1. Os dois atletas receberam ouro também na competição por duplas mistas. 

Já na categoria de 12 a 14 anos, equipe feminina, Katherine Ferreira, da Escola São Bento, de São Bento do Sul, e Laira da Silva, da Epav, de Pouso Redondo, foram prata. Na mesma posição do pódio ficou a equipe masculina de 12 a 14 anos, com Eduardo Fragoso, do Colégio Conexão, de Joaçaba, e Guilherme Marchiori, do Colégio São Bento, de São Bento do Sul.

Duas duplas mistas catarinenses de 12 a 14 anos subiram no mesmo pódio. Eduardo Fragoso e Laira da Silva ficaram com a prata, e Katherine Ferreira ficaram com o bronze. Todos os atletas voltam às mesas na sexta (29), para competições individuais. Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

João Pedro é prata na prova por pontos do ciclismo

Na prova por pontos do ciclismo dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), Santa Catarina conquistou a medalha de prata, com João Pedro Jordani, da Escola Lourdes Lago, de Chapecó, na categoria de 12 a 14 anos. 

A prova foi realizada num circuito de 250, na Rua Humberto de Campos, entre a Vila Germânica e o Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão, em Blumenau. Além de João Pedro, também participaram da competição Rafaela Bernardi, do Colégio Jardim Anchieta, de São José, na categoria de 12 a 14 anos feminina; Liandra Heimann, da Escola Professor Júlio Scheidemantel, de Timbó, na categoria de 15 a 17 anos feminina; e Vinícius Memlak, da Escola João Guimarães Cabral, de Imbituba, categoria 15 a 17 anos masculina.

Quem esteve presente na prova foi o ciclista campeão mundial e participante de cinco olimpíadas, Murilo Fischer. Catarinense, natural de Brusque, aos 40 anos, ele foi convidado, pela segunda vez a ser embaixador da modalidade de ciclismo nos JEJ. Fischer abriu uma das provas com uma volta de apresentação com os participantes. Tendo participado de uma das edições dos Jogos Escolares de Santa Catarina, ainda jovem, no início dos anos 90, o ciclista falou da importância de eventos escolares para a formação de novos atletas e da organização do evento em Blumenau.

“Essa experiência que eles estão vivendo aqui é de extrema importância para o desenvolvimento pessoal deles. O objetivo desse evento é transformar esses jovens em grandes pessoas, antes mesmo de grandes atletas. Santa Catarina sempre foi um celeiro de grandes atletas do ciclismo. Apesar de diminuir o número de equipes, sempre foi referência em nível nacional”, comentou o ciclista, que destacou também a importância da figura do embaixador das modalidades, que têm a oportunidade de contar para os jovens suas experiências e o caminho de esforço, amor e comprometimento na vida de um atleta.

Os ciclistas voltam a competir na manhã de sexta-feira, na prova de resistência, na Rua Humberto de Campos. Os catarinenses estão na expectativa de voltar a subir ao pódio, desta vez com mais atletas.

Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC conquista 9 medalhas no primeiro dia da natação

Um dia bem positivo para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) nesta quarta-feira, 27, primeiro dia do terceiro bloco de copetições. Na natação foram 9 medalhas: 5 de prata e 4 de bronze. O dia também foi marcado ainda por uma medalha de prata no tênis de mesa feminino 12 a 14 anos por equipe, perfazendo um total de 10 medalhas no final do dia.

Agora, Santa Catarina já tem 48 medalhas no quadro geral sendo 13 de ouro, 17 de prata e 18 de bronze.

O dia da natação foi cheio de pódio catarinense. Confira as medalhas do dia

12 a 14 anos

Prata - 50m livre - Vinícius Cruz (Colégio Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça)

Prata - 200m medley - Guilherme Kanzler (Escola Municipal Gertrudes Mibratz/Jaraguá do Sul) 

Prata - Revezamento 4x50 livre - Joana Beatriz Rossi (EM Paul Harriz/Joinville), Vitória Simone (Cnec Concórdia), Ana Lia (EM Jorge Cunha Carneiro/Criciúma) e Yasmim Pereira (Colégio Municipal de Indaial).

Prata - Revezamento 4x50 livre - Vinícius Cruz (Colégio Bom Jesus Pedra Branca/ Palhoça), Lucas Davesac (Colégio Adventista de Itajaí), Kauan Matias (Escola Flor Eduardo Cabral/Lages), Guilherme Kanzler (EM Gertrudes Milbratz/Jaraguá do Sul)

Bronze - 50m livre - Joana Beatriz Rossi, da Escola Paul Jarro, de Joinville. 

15 a 17 anos

Prata - Revezamento 4x50 - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville), Letícia Dias ( Colégio Dehon/Tubarão), Isabela Mazuco (Colégio São José/Tubarão) e Paula Simoni (Cemap Pitágoras/Concórdia).

Bronze - 50m livre - Isabela Mazuco (Colégio São José/Tubarão)

Bronze – 100m costa – Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial) 

Bronze - 800m - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

A expectativa para esta quinta é de mais medalhas para SC (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Para o treinador Marco Veiga, a expectativa para o segundo dia de competição, nesta quinta-feira, 28, é a melhor possível. “Pelo que estou vendo deveremos manter este bom desempenho do primeiro dia. Hoje (quarta) foi um dia bem significativo para Santa Catarina, pois muitos de nossos atletas fizeram suas melhores marcas, ajudando de forma positiva para uma boa classificação de nosso estado”, destacou.

Prata no tênis de mesa

Além da boa estreia da natação Santa Catarina começou bem as disputas do tênis de mesa. Foi medalha prata por equipe feminino 12 a 14 anos com Katherine Ferreira (EEB São Bento), de São Bento do Sul e Laira Silva (EPAV), de Pouso Redondo. A dupla perdeu a final por 2 a 0 para São Paulo (parciais de 3/0 e 3/0).  Já nesta quinta-feira o Time SC estará em mais uma decisão do tênis de mesa. Enfrentará São Paulo por equipe mista 15 a 17 anos com a dupla joinvilense Guilherme Silva (EEB Dr. Tufi Dippe) e Lhays Stolarski (EEB Maria Amin Ghanem).

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Seleção Brasileira de olho nas ginastas escolares

Que os eventos esportivos escolares têm revelado importantes nomes para o esporte brasileiro, não é novidade para ninguém, muito menos para as federações e clubes que cada vez mais buscam grandes promessas nas bases esportivas. E essa é uma realidade também para a ginástica rítmica. Por isso, a pedido do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a ex-ginasta e atual auxiliar técnica e coreógrafa da seleção brasileira de ginástica rítmica, Bruna Martins, está em Blumenau para observar as competidoras dos Jogos Escolares da Juventude.

Bruna terá até sábado para observar as 101 atletas (67 entre 12 a 14 anos e 34 entre 15 a 17). O encaminhamento dos nomes à CBG possibilita uma futura integração à seleção ou participação em eventos nacionais. Esse futuro pode ser muito próximo para algumas delas, já que a idade mínima para a seleção é de 16 anos. Em meio a papéis cheios de anotações, Bruna Martins falou com a Fesporte, logo após as apresentações desta quarta-feira (27), no ginásio Galegão, onde está acontecendo a modalidade. “A competição é de extrema importância porque permite que a gente detecte os novos talentos e futuros grandes atletas  do nosso país”, observou Bruna, destacando a presença de duas catarinenses titulares na seleção brasileira de ginástica rítmica de conjuntos: Beatriz Linhares, de Florianópolis, e Maiara Candido, de Blumenau.

Bruna Martins veio a Blumenau para os JEJ como olheira da CBG e do COB                                                                                       Foto: Heron Queiroz

Apesar de paranaense de Londrina, Bruna Martins tem uma história ligada a Santa Catarina e ao esporte. É que ela é filha do jogador Moacir, meia que atuou nos anos 60 e 70 no Avaí e no Figueirense. Moacir Rosa Filho, falecido em 2014, foi considerado por Pelé como o príncipe do futebol. No início dos anos 80, foi atuar no Londrina e conheceu a primeira ginasta da cidade, Dalva Rosa, com quem se casou.

Santa Catarina terminou o dia em primeiro lugar na categoria de 12 a 14 anos e em segundo na de 15 a 17. A programação de quinta-feira (28) segue no mesmo formato deste primeiro dia, porém alternando aparelho. A categoria 12 a 14 compete com aparelhos maça e corda. As ginastas que se apresentaram com corda, voltam a se apresentar com maça e vice-versa. O mesmo acontece com a categoria de 15 a 17 anos, que compete com bola e maça. Classificam-se os oito melhores, com duas ginastas de cada estado para as finais, que acontecem na sexta-feira (29).

Confira a pontuação por atletas neste primeiro dia de ginástica rítmica

12 a 14 anos

Nathalia Nogueira – 12.250

Tayna Martins Ramos – 11.850

Amanda Picoli Mafacioli – 13.400

Nicole Rossinsk Hames – 13.000

15 a 17 anos

Ana Caroline Sandrine Souza – 15.250

Luana Franceschi de Souza – 13.000

Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Último bloco dos Jogos Escolares começa na quarta

Os Jogos Escolares da Juventude chegam ao último bloco em Blumenau. De 27 a 29 de novembro, seis modalidades concluirão a edição de 2019. Ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez serão o centro das emoções nos últimos dias de competições.

Atletas catarinenses terão oportunidade de brigar por medalhas, que, até o momento, somam-se 38 (13 de ouro, 11 de prata e 14 de bronze). A expectativa é de que esse número aumente até o final, em especial com a natação, tênis de mesa e ginástica rítmica; mas há atletas que têm se destacado nas outras modalidades, como o ciclista Vinícius Memlak, da EEB João Guimarães Rosa, de Imbituba.

A reta final dos JEJ 2019 promete grandes disputas, com a presença da mesatenista Giulia Takahashi, 14 anos, de São Paulo. Ela é uma das vencedoras do Prêmio Brasil Olímpico de 2018 na categoria “atleta escolar”. Chega para o evento credenciada como uma das favoritas, depois de conquistar três medalhas de ouro na edição do ano passado, em Natal (RN). 

O vôlei de praia também contará com uma forte presença na competição, a sergipana Ágatha Bianca, 16 anos. Ela buscará o bicampeonato nas areias do parque Ramiro Ruediger. Além disso, ela tem uma ligação com a embaixadora dos JEJ, Duda Lisboa, que também estará presente em Blumenau. É que Ágatha treina na academia de Cida Lisboa, mãe de Duda.

Além de Duda, a cidade-sede também receberá outros embaixadores: a ginasta Natália Gaudio, medalhista pan-americana; a mesatenista Mariany Nonaka, atleta olímpica; e o ciclista Murilo Fischer, que já participou da Volta da França.

As atividades lúdicas no Centro de Convivência serão comandadas pelos professores e influenciadores digitais Rodrigo Sacramento (matemática) e Silvio Predis (química). No espaço que era ocupado pelo basquete 3x3, profissionais do caratê estão à disposição de alunos e visitantes para diversas clínicas esportivas.

Blumenau conta ainda com a presença da delegação japonesa, entre nadadores, treinadores e oficiais, totalizando 22 integrantes, oriundos das cidades que serão base de aclimatação do Time Brasil em Tóquio 2020: Chuo, Hamamatsu, Sagamihara, Saitama e Ota. Mas a presença de japoneses não é novidade nos JEJ. Desde 2017, eles participam dos Jogos Escolares desde 2017, a convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Outro grupo presente na terra da Oktoberfest é o de observadores técnicos para buscar novos talentos para o esporte nacional. Entre eles estão Bruna Martins (CBG), Fernando Fermino (CBC) e a dupla Robson Xavier e Marcelo Carvalhaes (CBV).

Muitos atletas do alto rendimento brasileiro tiveram passagem pelos Jogos Escolares da Juventude, a exemplo das judocas Sarah Menezes (campeã olímpica) e Mayra Aguiar (campeã mundial), além do mesa-tenista Hugo Calderano, do nadador Etiene Medeiros, do jogador de basquete Raulzinho e de Paulo André, do atletismo. 

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Fonte: COB

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Catarinense são destaques no segundo dia do atletismo

Os atletas catarinenses que competiram na pista de Timbó (SC) neste domingo, dia 24, conquistaram resultados expressivos nos Jogos Escolares da Juventude, categoria 12 a 14 anos. Entre os destaques estão a jovem Luisa Lummertz Lopes, medalha de ouro no salto em altura (melhor marca da temporada no ranking sub-16 da CBAt), e Camila Flach, que venceu o arremesso do peso e ainda liderou a fase classificatória do lançamento de disco.

Atleta da Escola Municipal Vila Nova de Rosa do Mar, de Passo de Torres (SC), Luisa melhorou sua marca pessoal em nove centímetros, atingindo 1,67m. Em Natal 2018, Luisa havia ficado em segundo, atrás de Allana Romão Rodrigues, de Presidente Prudente (SP), mas nesse ano deu o troco, deixando a adversária com a prata.

“Moro numa cidade vizinha ao Rio Grande do Sul, a 100km de Criciúma, onde treino às terças e quintas. Comecei a competir em 2017 e logo ganhei o meu primeiro estadual. Foi lá que o professor Roberto Bortolotto me viu e me chamou para treinar”, disse Luisa, logo após a prova.

Camila Flach teve superação incrível e conquistou o ouro no arremesso do peso (Foto: Sérgio Galdino)

Já Camila nunca havia ultrapassado a marca de dez metros no peso e se classificou para a final graças a uma desistência. Ela havia ficado apenas em 13º na eliminatória (9,46m), mas se superou e venceu a final com 12,06m, quarta melhor marca do ano na categoria sub-16. O arremesso foi alcançado na sexta e última tentativa.

Aluna da Escola Estadual Humberto Machado, de Itapiranga (SC), Camila Flach ainda conseguiu a melhor marca pessoal no lançamento do disco, com 35,48m. A final acontece na manhã desta segunda-feira, em Timbó (SC). No mesmo período acontecem as finais do revezamento 4 x 75m, e os dois times catarinenses ficaram em primeiro lugar nas baterias semifinais. A entrada do público é franca.

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Fonte: Site COB

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC está em três finais e conquista mais 5 medalhas

Já são 24 medalhas para Santa Catarina sendo 6 de ouro, 9 de prata e 9 de bronze

O domingo, 23, foi bem positivo para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) em Blumenau e Timbó. Ao final da rodada das quatro semifinais disputadas do voleibol e futsal o Time SC se classificou para três finais. De quebra ainda conquistou mais 5 medalhas no dia nas disputas do atletismo e badminton. No atletismo foram duas de ouro e duas de prata.

No total, no quadro de medalhas, já são 24 para Santa Catarina sendo 6 de ouro, 9 de prata e 9 de bronze.

Clique aqui e veja as fotos do evento

No atletismo do domingo na categoria 12 a 14 anos o destaque foram as duas medalhas de ouro: com Luisa Lumertz, da Escola Municipal Vila Nova Rosa do Mar, de Passos de Torres, no salto em altura; e Camila Flach, da escola Estadual Humberto Machado, de Itapiranga, no arremesso do peso.

Luisa Lumertz, medalha de ouro no salto em altura (Foto: Sérgio Galdino)

As demais medalhas no atletismo foram as pratas na categoria 15 17 anos de  Yasmin  Jeandre Piske, do Instituto Federal Catarinense, de Blumenau, no arremesso do peso, e Camilly Caroline dos Santos, da Escola Estadual Maria Amin Ghanem, de Joinville.

O quadro de medalha do dia foi completado com uma medalha de bronze no badminton dupla mista com Erick Tomachinski, da Escola Estadual Padre Nóbrega, de Luzerna, e Natália Bortolini, do Colégio de Aplicação da Uniarp, de Caçador.

Nas quatro semifinais das modalidades coletivas o futsal feminino 12 a 14 anos da Escola Estadual Vidal Ramos Júnior, de Concórdia, vai disputar o terceiro lugar, pois perdeu a semifinal por 3x1 para o Centro Educacional Adeventista de Taguatinga, do Distrito Federal. As demais escolas conseguiram classificação para a final.

Confira os resultados das semifinais

Semifinal 12 14 anos

Voleibol masculino - Escola Barão do Rio Branco (Blumenau) 3 X 0 Colégio Sinodal – RS (25/14, 25/15 e 25/16) 

Voleibol feminino - EEB Sara Castelhanno Kleinkauf (Guaraciaba) 3X 0 Madre De Deus – PE (29/27, 25/9 e 25/16) 

Semifinal 15 17 anos

Voleibol feminino - Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) 3x1 Sistema Elite de Ensino Tijucas – RJ (23/25, 25/17, 25/23 e 25/21.

Confira as finais desta segunda-feira

 Voleibol - 12 A 14 anos Feminino EEB Sara Castelhanno Klrinkauf (Guaraciaba) x  Sistema Elite de Ensino – Tijuca – RJ 9h45 Galegão

 Voleibol - 12 A 14 anos Masculino - Escola Barão do Rio Branco (Blumenau) x  Colégio Marista São Luís – PE – 15h45 Galegão  

 Voleibol - 15 A 17 anos Feminino - Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) X Escola Estadual Deputado Domingos – MG -  9h45 Vila Germânica

Disputa bronze

Futsal feminino 12 14 anos - EEB Vidal Ramos Júnior X - Colégio Santa Madre –  PA - 8h30 Vila Germânica

Futsal Masculino 15 17 anos -  EEB Vidal Ramos Junior X Colégio Santa Madre (PA) 14h30 - Vila Germânica

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atletismo de SC conquista 10 medalhas no 1º dia

Agora o Time SC já dispõe nos Jogos Escolares 19 medalhas

O atletismo de Santa Catarina conquistou 10 medalhas logo no primeiro dia de competição nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) no sábado, 23, na pista sintética de Timbó. Foram 2 de ouro, 4 de prata e 4 de bronze. A competição prossegue neste domingo, sábado e segunda-feira.

Os principais destaques do primeiro dia do atletismo foram as duas medalhas de ouro. A primeira conquistada no tetralo categoria 12 a 14 anos por Ricardo Panstein, da Escola Estadual Ribeirão Molha, de Jaraguá do Sul, e a segunda na categoria 15 a 17 anos conquistada no arremesso do peso com Rodrigo Silva Trenhago, da Escola Estadual Valesca Parizotto, de Chapecó. 

Agora, com o fim do primeiro bloco de competições e o início do segundo, Santa Catarina já dispõe de 19 medalhas no total sendo 4 de ouro, 7 de prata e 8 de bronze.

Além do dia positivo  do atletismo, a rodada das modalidades coletivas colocou o time Santa Catarina em quatro semifinais a serem realizadas neste domingo.

Confira como ficaram as semifinais

Semifinal 12 14 anos

Voleibol masculino - Escola Barão do Rio Branco (Blumenau) X Colégio Sinodal - RS 

Voleibol feminino - EEB Sara Castelhanno Kleinkauf (Guaraciaba) X  Madre De Deus - PE 

Futsal feminino – EEB Vidal Ramos Júnior (Concórdia) x Ced Adentista de Taguatinga - DF  

Semifinal 15 17 anos

Voleibol feminino - Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) x Sistema Elite de Ensino Tijucas - RJ 

Confira os resultados das escolas catarinenses no sábado. Alguns jogaram duas vezes na rodada

Categoria 12 a 14 anos 

Futsal feminino - EEB Vidal Ramos Jr. (Concórdia) 14 x 00 Alice Moreira de Oliveira - CE

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú) 4x1 PB e 4x1 Instituto Educacional Colégio e Curso - CE 

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú) 4 x 1 Educandário Monteiro Lobato- CE

Voleibol feminino – EEB Sara Castelhano Kleinkauf (Guaraciaba)  2x0 Colégio Christus Barão de Studart - CE  (25/10 e 25/16) 

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau) 2x1 Escola Estadual Thompson- AM (17/25, 25/21 e 15/8)

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau) 2 x0 Colégio Marista de Natal – RN (25/5 e 25/9)

Categoria 15 a 17 anos

Futsal feminino – EEB Lurdes Lago (Chapecó) 5x2 Colégio Presbiterianos/Guarulhos (SP)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville) 7 x 1  Colégio Unilavras (MG)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville)   7x1 Escola Municipal Clementino Coelho (PE)

Voleibol feminino – Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) 2 x 1 Colégio Campos Sales - SP (25/17, 12/25 e 15/11)

 Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú) 2X0 Colégio Boa Viagem – PE (25/20 e 25 20)

Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú) 2X0 Escola Estadual Villalva Jr. – SP (25/15 e 25/19)

Resultados Atletismo sábado

12 a 14 anos

Ouro Tetralo - Ricardo Panstein –EEB Ribeirão Molha (Jaraguá do Sul)

Prata - Arremesso do peso - SC - João Gabriel Ricardo – EEBM Prof. Vidal Ferreira (Rio do Sul)

Prata - lançamento do dardo - SC - João Gabriel Ricardo – EEBM Prof. Vidal Ferreira (Rio do Sul)

Bronze  - lançamento dardo - Guilherme Eberhardt Kroh - EM Plácido Xavier Vieira (Joinville)

15 a 17 anos

Ouro  - Arremesso do peso - Rodrigo Silva Trenhago - EEB Valesca Parizotto (Chapecó) 

Prata - 100 metros - Alana Amorim - Colégio Sinodal Ruy Barbosa (Rio do Sul)

Prata  -  Salto em altura - Maria Fernanda Conti - Colégio São Paulo (Timbó)

Bronze  -  3.000 M S - Tiago Emídio Fernandes - EEB Wanda Krieger Gomes (Caçador)

Bronze  - Eliel Abner Stunff - EEM Prof Darci Franke Welk (Jaraguá do Sul)

Bronze  – Arremesso do peso  - João Victor Santos - EEB Paulo Zimmermann (Rio do Sul)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atleta mais completo dos Jogos Escolares é de Santa Catarina

Treinos e mais treinos. Quase que três horas por dia todos os dias. Rotina puxada. Entre um treino e outro o treinador Cléberson Jorge o incentiva dizendo que o tempo era bom. Dava para ser campeão brasileiro. Os dias foram se passando e a pista de atletismo Murilo Barreto, em Jaraguá do Sul, era o lugar em que o jovem Ricardo Pansteein, da Escola Municipal Ribeirão Molha, pavimentava o sonho de ser campeão dos Jogos Escolares da Juventude, na prova do tetralo, que reúne salto em distância, 100 metros com barreiras, 600 metros e arremesso do peso.

Ao chegar em Blumenau, dia 21, para se juntar a outros atletas, Ricardo estava ansioso. À noite, no hotel, não conseguia dormir direito. Só pensava na prova. E ela veio neste sábado na nova pista sintética de Timbó.

E quando começaram as disputas Ricardo foi o mais regular entre todas as quatro provas e levou o ouro. Entravava para a história duas vezes. A primeira por ser oficialmente o primeiro medalhista de ouro na pista, que havia acabado de ser inaugurada. A segunda...? Acabara de se tornar o atleta mais completo do atletismo 12 14  anos dos Jogos Escolares da Juventude.

Ricardo Pansteein, da Escola Municipal Ribeirão Molha, de Jaraguá do Sul, salta para a medalha de ouro (Foto: Antonio Prado)

“Eu dormi sonhando com este primeiro lugar. Estava ansioso, mas também confiante, porque nos meus treinos eu tinha melhores marcas”, disse o campeão ao sair do pódio com a medalha de ouro no peito e enrolado com a bandeira de Santa Catarina.

Nada mal para um garoto que começou no atletismo há pouco mais de dois anos e em pouco tempo se torna o atleta mais completo do Brasil em sua categoria escolar. Em conversas com jornalistas disse que sonhava em um dia defender o Brasil em uma olimpíada. E se o enredo, no futuro, imitar o presente, esse garoto pode ir longe, pois nos Jogos Escolares ele provou que o sonho  pode se transformar em realidade. E que a realidade começa com um desejo emoldurado na disciplina e treinamento: o desejo de ser campeão.

Ricardo exibe com orgulho a medalha de ouro (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Pagina 1 de 33