Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atletismo de SC conquista 10 medalhas no 1º dia

Agora o Time SC já dispõe nos Jogos Escolares 19 medalhas

O atletismo de Santa Catarina conquistou 10 medalhas logo no primeiro dia de competição nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) no sábado, 23, na pista sintética de Timbó. Foram 2 de ouro, 4 de prata e 4 de bronze. A competição prossegue neste domingo, sábado e segunda-feira.

Os principais destaques do primeiro dia do atletismo foram as duas medalhas de ouro. A primeira conquistada no tetralo categoria 12 a 14 anos por Ricardo Panstein, da Escola Estadual Ribeirão Molha, de Jaraguá do Sul, e a segunda na categoria 15 a 17 anos conquistada no arremesso do peso com Rodrigo Silva Trenhago, da Escola Estadual Valesca Parizotto, de Chapecó. 

Agora, com o fim do primeiro bloco de competições e o início do segundo, Santa Catarina já dispõe de 19 medalhas no total sendo 4 de ouro, 7 de prata e 8 de bronze.

Além do dia positivo  do atletismo, a rodada das modalidades coletivas colocou o time Santa Catarina em quatro semifinais a serem realizadas neste domingo.

Confira como ficaram as semifinais

Semifinal 12 14 anos

Voleibol masculino - Escola Barão do Rio Branco (Blumenau) X Colégio Sinodal - RS 

Voleibol feminino - EEB Sara Castelhanno Kleinkauf (Guaraciaba) X  Madre De Deus - PE 

Futsal feminino – EEB Vidal Ramos Júnior (Concórdia) x Ced Adentista de Taguatinga - DF  

Semifinal 15 17 anos

Voleibol feminino - Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) x Sistema Elite de Ensino Tijucas - RJ 

Confira os resultados das escolas catarinenses no sábado. Alguns jogaram duas vezes na rodada

Categoria 12 a 14 anos 

Futsal feminino - EEB Vidal Ramos Jr. (Concórdia) 14 x 00 Alice Moreira de Oliveira - CE

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú) 4x1 PB e 4x1 Instituto Educacional Colégio e Curso - CE 

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú) 4 x 1 Educandário Monteiro Lobato- CE

Voleibol feminino – EEB Sara Castelhano Kleinkauf (Guaraciaba)  2x0 Colégio Christus Barão de Studart - CE  (25/10 e 25/16) 

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau) 2x1 Escola Estadual Thompson- AM (17/25, 25/21 e 15/8)

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau) 2 x0 Colégio Marista de Natal – RN (25/5 e 25/9)

Categoria 15 a 17 anos

Futsal feminino – EEB Lurdes Lago (Chapecó) 5x2 Colégio Presbiterianos/Guarulhos (SP)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville) 7 x 1  Colégio Unilavras (MG)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville)   7x1 Escola Municipal Clementino Coelho (PE)

Voleibol feminino – Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) 2 x 1 Colégio Campos Sales - SP (25/17, 12/25 e 15/11)

 Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú) 2X0 Colégio Boa Viagem – PE (25/20 e 25 20)

Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú) 2X0 Escola Estadual Villalva Jr. – SP (25/15 e 25/19)

Resultados Atletismo sábado

12 a 14 anos

Ouro Tetralo - Ricardo Panstein –EEB Ribeirão Molha (Jaraguá do Sul)

Prata - Arremesso do peso - SC - João Gabriel Ricardo – EEBM Prof. Vidal Ferreira (Rio do Sul)

Prata - lançamento do dardo - SC - João Gabriel Ricardo – EEBM Prof. Vidal Ferreira (Rio do Sul)

Bronze  - lançamento dardo - Guilherme Eberhardt Kroh - EM Plácido Xavier Vieira (Joinville)

15 a 17 anos

Ouro  - Arremesso do peso - Rodrigo Silva Trenhago - EEB Valesca Parizotto (Chapecó) 

Prata - 100 metros - Alana Amorim - Colégio Sinodal Ruy Barbosa (Rio do Sul)

Prata  -  Salto em altura - Maria Fernanda Conti - Colégio São Paulo (Timbó)

Bronze  -  3.000 M S - Tiago Emídio Fernandes - EEB Wanda Krieger Gomes (Caçador)

Bronze  - Eliel Abner Stunff - EEM Prof Darci Franke Welk (Jaraguá do Sul)

Bronze  – Arremesso do peso  - João Victor Santos - EEB Paulo Zimmermann (Rio do Sul)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atleta mais completo dos Jogos Escolares é de Santa Catarina

Treinos e mais treinos. Quase que três horas por dia todos os dias. Rotina puxada. Entre um treino e outro o treinador Cléberson Jorge o incentiva dizendo que o tempo era bom. Dava para ser campeão brasileiro. Os dias foram se passando e a pista de atletismo Murilo Barreto, em Jaraguá do Sul, era o lugar em que o jovem Ricardo Pansteein, da Escola Municipal Ribeirão Molha, pavimentava o sonho de ser campeão dos Jogos Escolares da Juventude, na prova do tetralo, que reúne salto em distância, 100 metros com barreiras, 600 metros e arremesso do peso.

Ao chegar em Blumenau, dia 21, para se juntar a outros atletas, Ricardo estava ansioso. À noite, no hotel, não conseguia dormir direito. Só pensava na prova. E ela veio neste sábado na nova pista sintética de Timbó.

E quando começaram as disputas Ricardo foi o mais regular entre todas as quatro provas e levou o ouro. Entravava para a história duas vezes. A primeira por ser oficialmente o primeiro medalhista de ouro na pista, que havia acabado de ser inaugurada. A segunda...? Acabara de se tornar o atleta mais completo do atletismo 12 14  anos dos Jogos Escolares da Juventude.

Ricardo Pansteein, da Escola Municipal Ribeirão Molha, de Jaraguá do Sul, salta para a medalha de ouro (Foto: Antonio Prado)

“Eu dormi sonhando com este primeiro lugar. Estava ansioso, mas também confiante, porque nos meus treinos eu tinha melhores marcas”, disse o campeão ao sair do pódio com a medalha de ouro no peito e enrolado com a bandeira de Santa Catarina.

Nada mal para um garoto que começou no atletismo há pouco mais de dois anos e em pouco tempo se torna o atleta mais completo do Brasil em sua categoria escolar. Em conversas com jornalistas disse que sonhava em um dia defender o Brasil em uma olimpíada. E se o enredo, no futuro, imitar o presente, esse garoto pode ir longe, pois nos Jogos Escolares ele provou que o sonho  pode se transformar em realidade. E que a realidade começa com um desejo emoldurado na disciplina e treinamento: o desejo de ser campeão.

Ricardo exibe com orgulho a medalha de ouro (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Coletivas começam 2º bloco dos Escolares com 8 vitórias

Começou nesta sexta-feira, 22, em Blumenau, o segundo bloco de competição dos Jogos Escolares da Juventude. As escolas catarinenses tiveram em quadra nas chamadas modalidades coletivas disputando voleibol e futsal nas categorias 12 a 14 anos e também 15 a 16. Algumas instituições jogaram duas vezes na rodada. No total, ao longo do dia, foram oito vitórias e quatro derrotas.

Voleibol feminino nas duas categorias com escolas vencendo seus dois jogos foram o destaque além do futsal masculino 15 a 17 anos.

Na categoria 12 a 14 anos destaque para o voleibol feminino da Escola Estadual Sara Castelhano Kleinkauf, de Guaraciaba, que venceu seus dois jogos por 2 x 0. O primeiro contra a  Escola São Paulo, do Pará  (25/9 e 25/14) e o segundo contra a Escola Santa Teresinha, do Paraná (25/14 e 25/14).

O Voleibol feminino 15 17 anos do Colégio Evangélico Jaraguá, Jaraguá do Sul, venceu seus dois jogos. Na primeira partida um 2 a 1 de virada diante da Escola Expoente Água Verde, do Paraná  (18/25, 25/18 e 15/4). Depois uma vitória mais tranquila de 2 a 0 diante da Escola Coopema, de Mato (25/14 e 25/7). 

A goleada de 8x3 do futsal masculino 15 17 da Escola Estadual João Martins Veras, de Joinville, sobre o Instituto Dom Fernando Gomes, de Sergipe, também foi destaque da rodada. 

Neste sábado as escolas catarinenses voltam a entrar em quadra para mais uma rodada de jogos.

Confira todos os resultados dos catarinenses nesta sexta 

Categoria 12 a 14 anos 

Futsal feminino - EEB Vidal Ramos Jr. (Concórdia) 3 x 1 Centro de Ensino Aquarela MT e 0x1 para a EEB Prof. Nelson de Sena (MG)

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú) 0x3 Colégio Francisco Sant’Anna (RS)

Voleibol feminino – EEB Sara Castelhano Kleinkauf (Guaraciaba) 2 x 0  Escola São Paulo (PA) (25/9 e 25/14) e 2x0 Escola Santa Teresinha (PR) (25/14 e 25/14

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau) 2x0 Colégio Arquidiocesano (SE) (25/15 25/18)

Categoria 15 a 17 anos

Futsal feminino – EEB Lurdes Lago (Chapecó) 3x 2 Colégio Elo (PE) e 3x4 Colégio Jk (DF)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville) 8x2 Instituto Dom Fernando Gomes (SE) 

Voleibol feminino – Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul) 2 x1 Escola Expoente Água Verde (PR) (18/25, 25/18 e 15/4) e 2x0 Escola Coopema (MT) Mato Grosso (25/14 e 25/7 

Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú) 1x2 Centro Ed. Fazenda Velha (PR)

Os estudantes catarinenses também participaram da primeira rodada classificatória do atletismo. Já neste sábado começam as disputas por medalhas. 

No badminton os catarinenses tiveram duas vitórias na primeira rodada contra Pará e Rio Grande do Norte, mas perderam para Rio Grande do Sul. A rodada prossegue neste sábado pela luta da classificação.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Começa nesta sexta o 2º bloco de competição dos Escolares

Como habitualmente ocorre nos Jogos Escolares da Juventude, o quinto dia de evento é marcado pelo fim do primeiro bloco de competições. Em Blumenau 2019, após basquete, handebol, judô e wrestling, agora será a vez de atletismo, badminton, futsal e vôlei. As provas começam nesta sexta-feira, 22, e vão até segunda, 25.

As novas delegações já começaram a desembarcar na cidade catarinense e aproveitar todas as atividades disponíveis no Centro de Convivência, situado na Vila Germânica, como basquete 3x3, escalada esportiva, surfe e jogos de realidade virtual.

Confira os representantes das modalidades coletivas de Santa Catarina

12 a 14 ANOS 

Futsal feminino - EEB Vidal Ramos Jr. (Concórdia)

Futsal masculino – Colégio Recriarte (Camboriú)

Voleibol feminino – EEB Sara Castelhano Kleinkauf (Guaraciaba)

Voleibol masculino – Escola Barão Rio Branco (Blumenau)

15 A 17 ANOS

Futsal feminino – EEB Lurdes Lago (Chapecó)

Futsal masculino – EEB João Martins Veras (Joinville)

Voleibol feminino – Colégio Evangélico Jaraguá (Jaraguá do Sul)

Voleibol masculino – EEB João Goulart (Balneário Camboríú)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

 

 

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Pista de atletismo é inaugurada em Timbó para os JEJ

Valeu a pena esperar. Foi inaugurada oficialmente nesta sexta-feira, 22, a tão sonhada pista sintética de atletismo de Timbó. Com 400 metros de extensão, ou seja, de dimensões oficiais, a nova pista já começou a ser usada nas disputas do atletismo dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil.

A nova pista sintética foi aprovada por treinadores e atletas que, segundo eles, não deve em nada em qualidade das melhores do Brasil. A obra custou R$ 1.277.291,81, por meio do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e a Fundação Municipal de Esportes (FME) de Timbó.

Na cerimônia de entrega da pista, antes das competições, estiveram presentes o gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte e atleta olímpico de três olimpíadas Sérgio Galdino, além dos marchadores olímpicos timboenses Alessandro Bágio, Alessandra Picagevicz e o prefeito de Timbó Jorge Kruger e seu presidente da FME Márcio Elisio.

Gerente da Fesporte, Sérgio Galdino fala do investimento do Governo de SC na pista de Timbó (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Em suas palavras Galdino agradeceu ao presidente da Fesporte Rui Godinho e ao governador Carlos Moisés pelo empenho em tornar o sonho em realidade. “Esta pista em Timbó será um dos grandes legados que os Jogos Escolares da Juventude deixarão para a comunidade local. Eu, o Bágio e a Alessandra fomos atletas olímpicos, frutos dos Jogos Escolares e esta pista será importante para revelar novos atletas. Era um sonho de todos os atletas que hoje torna-se realidade. Obrigado prefeitura de Timbó pela  parceria nesta obra com o Governo Estadual ”, destacou Galdino.

Detalhe da pista (Foto: Divulgação Fesporte)

O prefeito Kruger, por sua vez, disse que estava feliz pela nova pista porque investir no esporte é investir na saúde. “Investir no esporte também é priorizar o respeito, a disciplina. É transformar vidas e assim contribuir para uma sociedade mais justa e mais fraterna”, destacou.

As disputas do atletismo prosseguem até segunda-feira, dia 25. Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Time SC fecha 1º bloco dos Escolares com 9 medalhas

Santa Catarina fechou o primeiro bloco de competições da etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau, com nove medalhas, sendo 2 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze. O dia mais dourado para o Time SC foi a quarta-feira, com a primeira colocação no judô e handebol masculino. Além de alcançar duas vezes o ponto mais alto do pódio, a equipe catarinense conquistou também três pratas e quatro bronzes. 

A partir desta sexta-feira, 22, é a vez do atletismo, do badminton, do futsal e do voleibol serem protagonistas no Vale do Itajái. O segundo bloco de competições dos JEJs vai até o dia 25. O terceiro e último bloco será no período entre 27 e 29 com ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Alto do pódio

A primeira medalha de ouro catarinense foi conquistada apenas na quarta-feira pela equipe de handebol do Colégio Bom Jesus Ielusc, de Joinville, que venceu a representante de Taubaté, por 25 a 22 na decisão: “É uma emoção muito grande ser campeão brasileiro. Treinamos o ano inteiro para isso. Nossa equipe jogou mais de 50 jogos este ano e agora somos campeões”, disse Enzo, um dos destaques da partida. 

Santa Catarina também brilhou no tatame, com a medalha de ouro de Daniel Bolezina Silva, no judô. Com 17 anos, o aluno da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, bateu o paulista Bernardo Rosa na categoria pesado. “Venci todas as minhas cinco lutas por ippon e não dá para descrever a alegria. É muito bom. É uma competição muito forte que se ganha nos detalhes”, disse Bernardo, que recentemente também ganhou o Brasileiro Sub-18 e foi campeão brasileiro da primeira da seletiva sub-21 que definirá os integrantes de seleção brasileira em 2020. 

No último dia do primeiro bloco de competições, o judô deu ainda uma medalha de prata para o Time SC. Luiz Felipe Rego, do Centro Educacional Promissor,de Palhoça, ficou em segundo lugar na categoria -81kg, 15 a 17 anos. 

Demais medalhistas

O Judô rendeu a Santa catarina, até agora, seis das nove medalhas. Se o primeiro ouro demorou para sair, o bronze chegou logo primeiro dia de competição, no domingo. Guilherme Campos Coronetti, de 13 anos, da Escola Estadual Governador Lacerda, de Videira, subiu no pódio na categoria – 36kg. Tarcisio Fernandes, da Escola Estadual Lara, de Chapecó, conquistou o mesmo resultado na categoria – 55 quilos.

A modalidade também garantiu prata para Ana Luiza Pradella, 13 anos, aluna da Escola Municipal Concórdia, de Concórdia, e Pietro Lucaia Trindade, da Escola Estadual Adelaide Konder, de Navegantes.

A única medalha na luta olímpica foi conquistada por Bryan Gabriel Santos, da Escola Padre José Maurício, de Blumenau, com bronze na categoria pesado, 15 a 17 anos. A Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, ficou com o terceiro lugar no basquete feminino. 

JEJ

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Catarinenses conquistam as 2 primeiras medalhas de ouro

SC fechou o primeiro bloco de competição com 9 medalhas no total

A quarta-feira, 20, foi dourada para Santa Catarina na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) em Blumenau. O judô e o handebol masculino 12 a 14 anos foram as duas modalidades que deram as primeiras medalhas de ouro para o TimeSC.

A primeira medalha de ouro do dia veio no handebol masculino 12 a 14 anos do Colégio Bom Jesus Ielusc, de Joinville, que venceu na final por 25x22 a Escola Municipal Ana dos Reis, de Taubaté.

O jogo foi todo dos catarinenses que sempre tomaram iniciativa dos ataques e tiveram sempre à frente do placar. “É uma emoção muito grande ser campeão brasileiro. Treinamos o ano inteiro para isso. Nossa equipe jogou mais de 50 jogos este ano e agora somos campeões”, desabafou ao final do jogo Enzo, um dos destaques da partida.

Depois da conquista no handebol Santa Catarina voltou a brilhar, desta vez no tatame com a medalha de ouro de Daniel Bolezina Silva, no judô, categoria pesado. Com 17 anos de idade e aluno da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, ele venceu por ippon ao paulista Bernardo Rosa.

Daniel Bolezina Silva e Luiz Felipe Rego: ouro e prata no judô (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

“Venci todas as minhas cinco lutas por ippon e não dá para descrever a alegria que estou sentindo. É muito bom. Consegui aproveitar os erros dos adversários e vencer. É uma competição muito forte que se ganha nos detalhes e eu consegui”, disse o campeão.

O ano de 2019 tem sido muito bom para Daniel. Recentemente ele foi campeão Brasileiro Sub-18 e campeão brasileiro da primeira da seletiva sub-21 que definirá os integrantes de seleção brasileira 2020.

O judô deu ainda uma medalha de prata para Santa Catarina com Luiz Felipe Rego, do Centro Educacional Promissor,de Palhoça, na categoria -81kg 15 a 17 anos. Agora, no fechamento do primeiro bloco os catarinenses dispõem de 9 medalhas no total sendo 2 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze. 

Meninas da Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, conquistaram medalha de bronze (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

A quarta-feira ainda foi positiva no basquete feminino da Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, que conquistou a medalha de bronze após a vitória de 48 x 39 diante do COC Semeador, do Paraná. As demais disputas de terceiro lugar Santa Catarina não conseguiu vitória. 

Confira os resultados

Basquete feminino 12 14 anos

Sact (Criciúma) 23x37 Colégio Santa Emilia (PE)

Basquete masculino 12 14 anos

Colégio São José (Itajaí) 31x66 Colégio Salesiano (PE)

Handebol masculino 15 17 anos

Escola Estadual Lauro Caldeira (São José) 24x29 Colégio Amorim Vila Guilherme (SP)

Com esses resultados fechou-se o primeiro bloco de competições dos JEJ. Agora, a partir desta quinta-feira, 21, começam a chegar as equipes de atletismo, badminton, futsal e voleibol para a disputa, a partir de sexta-feira, 22, até dia 25, do segundo bloco de competições. O terceiro e último bloco será no período de 27 a 29 com as disputas do ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Felipe emagrece mais de 50kg e realiza o sonho de disputar JEJ

A dedicação ao esporte e o sonho de disputar os Jogos Escolares da Juventude transformaram a vida do catarinense Felipe Souto Morais, de 17 anos, da Escola Estadual Henrique Fontes, de Tubarão (SC). O jovem chegou a pesar 135 kg há apenas dois anos, mas com muita força de vontade bateu 82,8kg na pesagem oficial do wrestling, categoria pesado (até 85 kg), e conseguiu participar da maior competição estudantil do país.

“Com muita força de vontade e superação, conquistei o principal objetivo da minha vida até aqui: disputar os Jogos Escolares da Juventude. Quando tinha 15 anos, ia treinar uma vez ou outra, preferia ficar assistindo vídeos do que sair de casa. Aí comecei a fazer muito esforço e, mesmo assim, só perdia dois ou três quilos por mês. Em vez de me entregar ao sedentarismo de vez, foquei no esporte com todas as minhas forças. Vi que era isso que eu queria para a minha vida”, disse o atleta, que tem 1,90m de altura.

Entre setembro e dezembro de 2018, a “mágica” aconteceu, e Felipe perdeu 35kg. Com isso, o sonho de disputar os Jogos Escolares em seu estado passou a se tornar realidade.

“Há 45 dias, eu estava com 95kg e ainda faltavam dez para conseguir o meu objetivo. Aí passei a fazer uma refeição por dia e deu certo. Fui derrotado logo na estreia da competição, mas, apesar da derrota, acredito que fiz a melhor luta da minha vida aqui em Blumenau”.

Engana-se quem pensa que o ex-sedentário e agora atleta se empanturrava de doces, hambúrgueres e batata frita. Felipe garante que priorizava comidas saudáveis, mas não controlava a quantidade.

“Sempre gostei muito de comer. Até frutas e legumes faziam parte do cardápio. Mas eu sempre exagerava, repetia o prato várias vezes. Outro problema era o sal. Gosto muito de comida salgada e passei a temperar menos as minhas refeições”.

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Fonte: Site COB

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC conquista mais 2 medalhas e está na final do handebol

A terça-feira, 19, penúltimo dia de competição do primeiro bloco de disputas dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) em Blumenau, foi dia de celebrar mais duas medalhas de bronze para Santa Catarina que saíram no judô e wrestling, estilo Greco romana (luta olímpica) e ainda de comemorar a classificação para a final do handebol masculino 12 a 14 anos.

No judô a medalha de bronze veio com Tarcisio Fernandes, da Escola Estadual Lara Ribas, de Chapecó, na categoria – 55 quilos. A outra medalha de bronze veio na luta olímpica com Bryan Gabriel Santos,  da Escola Padre José Maurício, de Blumenau, na categoria pesado.

Agora Santa Catarina dispõe no quadro de medalhas de cinco no total sendo duas de prata e três de bronze.

Tarcisio Fernandes, da Escola Estadual Lara Ribas, de Chapecó exibe sua medalha de bronze do judô (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Outro momento de destaque do dia foi a classificação para a final do handebol masculino 12 a 14 anos do Colégio Bom Jesus Ielusc, de Joinville, que venceu na semifinal a Escola Batista, de Codó, Maranhão por 18 a 12.

“Foi uma partida muito difícil, pois aqui no nacional, todas as equipes são de nível técnico muito alto. Os meninos do Maranhão, apesar de serem mais baixos que o nosso time, eram muitos rápidos no um contra um e aceleraram o jogo. Tivemos muitas dificuldades durante o jogo. Erramos muitos arremessos no início, depois nos acalmamos e conseguimos controlar e vencer o jogo”, disse o técnico catarinense Ivan, que enfrenta na final São Paulo.  

 O handebol masculino 12 a 14 anos do Colégio Bom Jesus Ielusc, de Joinville está na final (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Nas quatro semifinais seguintes Santa Catarina não coseguiu classificação agora a briga é pela medalha de bronze nesta quarta-feira. Confira os resultados.

Handebol masculino 15 17 anos

Escola Estadual Lauro Caldeira (São José) 19 X 24 Caic Balduino de Deus (Piaui)

SC disputa o terceiro lugar com o Colégio Amorim Vila Guilherme (São Paulo)

Basquetebol masculino 12 a 14 anos

Colégio São José (Itajaí) 35 x 71 Colégio Amorim (São Paulo)

SC disputa o terceiro lugar com o Colégio Salesiano (Pernambuco)

Basquetebol feminino 12 a 14 anos

Sact (Criciúma) 34 x  63 Escola Estadual Índia Vanuire (São Paulo)

SC disputa o terceiro lugar com o Colégio Santa Emilia (Pernambuco)

Basquetebol feminino 15 17 anos

Escola Estadual Valdete Piazera (Jaraguá do Sul) 38 x 49 Colégio Tatuapé (São Paulo)

SC disputa o terceiro lugar com o COC Semeador (Paraná)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC conquista 2 prata e está em 5 semifinais nos Jogos Escolares

E o judô mais uma vez foi o responsável por mais duas medalhas para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) nesta segunda-feira, 18, em Blumenau, no segundo dia de competição. Foram duas medalhas de prata. Com a medalha de bronze do domingo, o estado agora soma três medalhas na competição. Nas modalidades coletivas, o handebol e o basquete, nas categorias 12 a 14 anos e 15 a 17, incluindo masculino e feminino, Santa Catarina disputará cinco semifinais nesta terça-feira, 19.

Ana Luiza Pradella, 13 anos, aluna da Escola Municipal Concórdia, de Concórdia, foi medalha de prata na categoria -53kg.

“Estou muito feliz. Ano passado, nesta competição, perdi logo na minha primeira luta e não tive nem a chance de ir para repescagem. Neste ano me recuperei e perdi o título por uma falta, ou seja, não fui campeã por um detalhe, mas no fim estou satisfeita com o resultado”, destacou  Ana Luiza.

Quem também fez bonito no tatame foi Pietro Lucaia Trindade, da Escola Estadual Adelaide Konder, de Navegantes, medalha de prata categoria acima de 64kg. “Nossa nem estou acreditando. Eu lutei em uma categoria que eu era o mais leve e graças a Deus eu me saí muito bem”, disse o medalhista.

Nas modalidades coletivas Santa Catarina fez jus a sua força na competição. Confira como foram as escolas catarinenses

Basquete masculino 12 14 anos do Colégio São José, de Itajaí, venceu por  85x34 a Escola Classe A, de Roraima,  e no segundo jogo do dia venceu por  62x36 a colégio Ceat, do RS, por 62x36 depois de sair perdendo o primeiro período. Com duas vitórias e uma derrota está na semifinal da modalidade.

 Os alunos da Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, estão na semifinal do basquete 15 a 17 anos (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Basquete masculino 15 17 anos do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, perdeu  de 72x 63 para o Frentino Sackers, do Paraná, e também foi derrotado pelo Colégio Vasco da Gama, do Rio de Janeiro por 78 x50  e com duas derrotas e uma vitória não conseguiu classificação para a semifinal.

Depois de duas vitórias, o basquete feminino 15 a 17 anos da Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, não conseguiu passar pela Escola Agnes, do RJ, perdendo por 50x44. Mas, pela boa campanha nos dois primeiros jogos está na semifinal.

Basquete feminino 12 a 14 anos da Escola Sact, de Criciúma, venceu por 50x23 a Escola  Santa Mônica  Centro Educacional, do Rio de Janeiro, e com duas vitórias e uma derrota conseguiu classificação para a semifinal.

Handebol masculino 15 17 anos  da Escola Estadual Lauro Caldeira, de São José, venceu por  35x31 a Escola Geraldo Melo, de Alagoas, e o seu segundo jogo do dia a Escola Estado do Rio Grande do Norte, Maranhão por 26x19, e está classificada para a semifinal.

Handebol masculino 12 14 anos da Escola Bom Jesus Ielusc, de Joinville, venceu o primeiro jogo por 20x17 a Escola Municipal Paulo Nunes, do Piauí, e ganhou também a segunda partida por 22x20 ao Colégio Padrão, de Minas Gerais, e com três vitórias está classificado para as semifinais.

Handebol feminino 15 17 anos da Escola Estadual João Goulart, de Balneário Camboriú, venceu por 16x15 o Colégio Castro Alves, do Espírito Santo e com duas vitórias e uma derrota não consegui classificação para as semifinais pela combinação de resultados.

Handebol feminino 12 a 14 anos da Escola Estadual Claudino Crestani, de Palma Sola, perdeu de 30x15 para a Escola Dom Bosco Ahu, do Paraná, por 30 x15 e com duas derrotas e uma vitória não tem chance mais de título.

Veja como ficaram os confrontos das semifinais

Handebol masculino 12 14 anos

Colégio Bom Jesus Ielusc (Joinville) X Colégio Batista de Codó, Maranhão

Handebol masculino 15 17 anos

Escola Estadual Lauro Caldeira (Joinville) X Caic Balduino de Deus (Piaui)

Basquetebol masculino 12 a 14 anos

Colégio São José (Itajaí) x Colégio Amorim (São Paulo)

Basquetebol feminino 12 a 14 anos

Sact (Criciúma) x Escola Estadual Índia Vanuire (São Paulo)

Basquetebol feminino 15 17 anos

Escola Estadual Valdete Piazera (Jaraguá do Sul) x Colégio Tatuapé (São Paulo)

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

 Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Guilherme conquista a 1ª medalha de SC nos JEJ

A primeira medalha de Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) logo no primeiro dia de competição, neste domingo, 17, em Blumenau, veio no judô com  Guilherme Campos Coronetti, 13 anos, da Escola Estadual Governador Lacerda, de Videira. A medalha veio na categoria – 36kg.

“É bem emocionante ser medalhista desta competição. Aprendi muito aqui em Blumenau e quero dizer que a luta anterior foi mais difícil ainda que esta da medalha” , se limitou a dizer o medalhista de bronze após ser cumprimentado pelos companheiros.

Além de Guilherme a performance dos catarinenses também foi positiva principalmente nas modalidades coletivas, que teve apenas uma derrota na rodada.

As meninas do handebol  12 a 14 anos da Escola Estadual Claudino Crestani, de Palma Sola, começaram a partida bastante nervosas contra o Colégio Santo Agostinho, de Contagem (MG). O  jogo foi bastante equilibrado e o empate em 13x13 da primeira etapa foi o retrato deste equilíbrio.

Entretanto, após a segunda metade do segundo tempo as catarinenses começaram a se soltar em quadra e esta mudança de comportamento foi fundamental para a vitória de 27 a 24.

As meninas do handebol  da Escola Estadual Claudino Crestani, de Palma Sola, vibram com a vitória sobre MG (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Confira os demais resultados do dia

Basquete masculino 12 14 anos, do Colégio são José, de Itajaí, perdeu de 34 x 44 para o Colégio Eccellente, de Minas Gerais.

O basquete feminino 12 14 anos da Sact, de Criciúma, venceu por 50x47 ao Colégio Santa Emília, de Pernambuco­ e venceu também seu segundo jogo: 87x22 sobre a Escola Municipal Neil Fioravanti, de Mato Grosso do Sul .

Basquete masculino 15 17 anos, Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, venceu 70x47, Colégio Intensivo, de Alagoas.

Basquete feminino 15 a 17 anos da Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, venceu por 50x46 ao Colégio Agnes, de Pernambuco e também venceu seu segundo jogo do dia por 113x21 ao time da Escola Estadaul américo Dias Pereira, de Minas Gerais.

O handebol masculino 12 14 anos do Colégio Bom Jesus, de Joinville,  fez  23x12, na Escola Maria Ribeiro, de Goiás.

O handebol masculino 15 17 anos Escola estadual  Laércio Caldeira de Andrada, de São José, venceu por 38x26 a Escola Santa Mônica, do Rio de Janeiro. o Colégio Santo Agostinho, de Contagem (MG)

Handebol feminino 15 17 anos da Escola Estadual Presidente João Goulart, de Balneário Camboriú venceu por 23 a 17 a Escola Estadual Salatiel de Almeida, de Minas Gerais.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina/Fesporte.

 Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Abertura dos Jogos Escolares da Juventude contagia Blumenau

Agora é para valer! Em cerimônia realizada neste sábado, 16, no ginásio Galegão, em Blumenau (SC), foram abertos os Jogos Escolares da Juventude, principal competição estudantil do país, que reunirá 4.998 atletas, de 14 modalidades esportivas, nas categorias 12 a 14 anos e 15 a 17 anos.

O evento contou com a presença do presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e de diversas autoridades, como Mário Hildebrandt (prefeito de Blumenau), Ruy Godinho (presidente da Fesporte) e Emanuel Rego (Secretário Nacional de Alto Rendimento do Ministério da Cidadania).

A Cerimônia de Abertura começou com a entrada do Ginga, mascote do Time Brasil, e com uma apresentação da Companhia de Dança Millennium, de Itajaí (SC), sobre as novas modalidades do programa olímpico (beisebol, escalada esportiva, karatê, skate e surfe).

GALERIA DE FOTOS: confira as melhores imagens dos Jogos Escolares

Depois, um dos momentos mais aguardados pelos atletas: o desfile das 27 delegações, carregando as bandeiras de seus estados, pelo ginásio Galegão. Após o hino nacional, o presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira abriu oficialmente os Jogos Escolares, deixando uma mensagem especial aos atletas e treinadores.

“Desfrutem ao máximo dessa oportunidade que vocês estão recebendo. É uma experiência única para competir em alto nível e expandir seus horizontes, aproveitando a programação educativa que estamos oferecendo. Quanto aos professores, fica aqui o meu agradecimento. Vocês são fundamentais na vida desses atletas e terão dias intensos pela frente.”

Na sequência, Thaynara Alves, campeã e recordista catarinense de salto em distância (sub-14), e Enaldo Batista de Souza, árbitro internacional de basquete, comandaram o juramento. E, para encerrar a festa em grande estilo, os Embaixadores dos Jogos Escolares (Francisco Barretto, Silvio Predis, Kamila Barbosa, Rodrigo Sacramento, Bruno Souza e Carol Mendonça) participaram do revezamento da tocha. Coube a Carlos Honorato, vice-campeão olímpico de judô em Sydney 2000, acender a pira dos Jogos.

Neste domingo, 17, serão disputadas as primeiras competições das seguintes modalidades: basquete, handebol, judô e wrestling, que deve distribuir as primeiras medalhas da edição 2019 dos Jogos Escolares. A entrada é franca em todos os locais de competição.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), com patrocínio da Coca-Cola, parceria da Ajinomoto e do Grupo Globo, e apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina/Fesporte.

Pagina 2 de 33