Terça, 27 Setembro 2016 23:50

Cinco escolas de SC nas semifinais dos Jogos Escolares Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
O handebol masculino do Colégio Cônsul Carlos Renaux, Brusque, se classificou para a semifinal O handebol masculino do Colégio Cônsul Carlos Renaux, Brusque, se classificou para a semifinal Foto: Antonio Prado

A rodada desta terça-feira, 27, dos Jogos Escolares da Juventude, 12 a 14 anos, em João Pessoa, na Paraíba, foi dia de definição para saber quais as escolas catarinenses que iriam às semifinais da competição nesta quarta-feira, 28. As finais ocorrem nesta quinta-feira quando se enceram os Jogos.

No fim da rodada cinco escolas garantiram classificação às semifinais. No handebol masculino: Colégio Cônsul Carlos Renaux, de Brusque. Handebol feminino: Escola Estadual Claudino Crestani, de Palma Sola. Vôlei masculino: Centro Educacional Cultura, de Brusque. Vôlei feminino: Escola Estadual Sara Castelhano Kleinkau, de Guaraciaba. Futsal feminino: Colégio Rogacionista Pio II, de Criciúma.

O basquete masculino do Colégio Bom Jesus Divina Providência, de Jaraguá do Sul, perdeu seus três jogos e foi rebaixado para a segunda divisão. No basquete feminino o Colégio La Salle Peperi, de São Miguel do Oeste, não conseguiu classificação. O futsal masculino da Escola São Francisco de Assis, de São Lourenço do Oeste, perdeu dois jogos e também não se classificou. Até o início da noite desta terça-feira o Comitê Olímpico do Brasil (COB), organizador da competição, não havia ainda divulgado a tabela completa das semifinais.

Confira como foi a rodada para as escolas catarinenses

Voleibol

O vôlei masculino do Centro Educacional Cultura, de Brusque, teve uma difícil vitória contra a Escola Estadual Sidronia Nunes Pires, de São Paulo: 2 a 1. Os catarinenses perderam o primeiro set por 25/23, depois ganharam o segundo por 25/14 e no set desempate fecharam em 15/6 somando três vitórias e primeiro lugar na classificação. Enfrentam na semifinal a Paraíba.

Já o time de vôlei feminino de Guaraciaba, da Escola Estadual Sara Castelhano Kleinkau, já entrou em quadra classificado depois de duas vitórias. No terceiro jogo confirmou o primeiro lugar com a vitória de 2 a 0 diante Escola Estadual Cícero Ferreira, de Minas Gerais, com parciais de 25/19 e 25/16. Pega agora na semifinal o Ceará.

Futsal

Nesta mesma realidade de classificação está o time sensação do futsal feminino do Colégio Rogacionista Pio II, de Criciúma, por aplicar somente goleadas. E nesta terça fez mais uma vítima: desta vez 6 a 1 no Centro Educacional Paulo Freire, do Paraná, e classificação garantida em primeiro lugar do grupo. Destaque para Paulinha, que fez quatro gols.

Kemili  faz um dos dois gols marcados por ela na goleada de 6 a 1 da Colégio Rogacionista Pio II, de Criciúma, contra o Paraná (Foto: Antonio Prado)

Com uma vitória e uma derrota o futsal masculino da Escola São Francisco de Assis, de São Lourenço do Oeste, precisava vencer nesta terça o Colégio BJ, de Pernambuco, para ir adiante no torneio, mas foi derrotado por 4 a 2 e deu adeus a competição.

Handebol

Um jogo emocionante do início ao fim foi o confronto do handebol masculino do Colégio Cônsul Carlos Renaux, Brusque, contra o time da casa: o Colégio Motiva, da Paraíba. Os catarinenses tinham que vencer para garantir a classificação, já que tinham uma vitória e uma derrota no grupo. Durante quase toda a partida os paraibanos estiveram em vantagem no placar, mas faltando dois minutos para o fim da partida Santa Catarina fechou em 13 a 12, para o delírio de um grupo de mães dos brusquenses que estavam no ginásio. O time se classificou em segundo lugar na chave e pega na semifinal o Mato Grosso.

O Handebol feminino da Escola Estadual Claudino Crestani, de Palma Sola, precisava vencer para garantir classificação às semifinais, já que tinha uma vitória e uma derrota. E no jogo decisivo desta terça passeou em quadra e fez 36 a 6 diante do Colégio Arquidiocesano, de Sergipe. A catarinense Andyeli foi o destaque do jogo com 10 gols. O time ficou em segundo lugar e pega o Rio de Janeiro, nesta quarta-feira.

Basquetebol

Já o basquete feminino do Colégio La Salle Peperi, de São Miguel do Oeste, que era o atual campeão brasileiro escolar, precisava de um milagre de uma combinação de resultados para se manter na competição,  já que tinha uma vitória e uma derrota, esta para Rio Grande do Sul, adversário direto. No terceiro jogo, nesta terça, voltou a perder, desta vez para a Escola Índia Vanuire, de São Paulo por 65 a 16.

Já desclassificado com duas derrotas o basquete masculino do Colégio Bom Jesus Divina Providência, de Jaraguá do Sul, entrou em quadra nesta terça só para cumprir tabela contra o Colégio Estadual Frentino Sack, do Paraná, e perdeu mais uma vez: 32 a 33. Com três derrotas a modalidade caiu para a segunda divisão do ano que vem.

O time catarinense é gerenciado pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte. A competição é organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), reúne cerca de 3.500 atletas de todos os estados brasileiros e já se consolidou como o grande evento revelador de talentos para o esporte do Brasil. 

Informações à imprensa

Antonio Prado (48) 8802-7742

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado (48) 8802-7742

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

 

https://www.facebook.com/fesporte

 

Lido 1147 vezes Última modificação em Quarta, 28 Setembro 2016 00:00

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.