×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 351

Publicado em Jasti
Escrito por

Concluídas as vistorias técnicas para os Jasti 2019

Por Antonio Prado

Depois de seis cidades visitadas, encerrou-se nesta sexta-feira, 26, em Gaspar, uma série de vistorias técnicas de integrantes da Fesporte aos municípios que se candidataram a serem sedes dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) 2019. As visitas começaram dia 22 por Criciúma e depois passaram por Brusque, Concórdia, Camboriú e Laguna. Após a visita da Fesporte, Criciúma desistiu da candidatura a exemplo de Jaraguá do Sul, que nem chegou a ser vistoriada. Agora são apenas cinco municípios na briga para sediar os Jasti 2019.

Nas visitas os integrantes da Fesporte observaram as condições dos locais de competições (iluminação, piso, dimensões, altura do ginásio, internet, sanitários, local para imprensa, secretaria, entre outros aspectos). São observados também condições de alojamentos e a logística para a montagem da Comissão Central Organizadora (CCO).

O próximo passo será a elaboração de um relatório técnico pela Fesporte, com todas as informações referentes aos locais visitados, que será encaminhado ao Conselho Estadual de Esporte (CED). 

A definição da escolha da sede dos Jasti 2019 será na reunião do CED, dia 2º de dezembro, na etapa estadual da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), que será realizada em Indaial e Timbó. Os integrantes do CED escolherão o município vencedor por meio do voto direto, dia 2 de dezembro, após os representantes dos municípios defenderem suas candidaturas, programadas para ocorrerem no dia 1º,  por meio de uma explanação.

Em 2019 os Jasti estarão em sua 12ª edição. Em 2018 a etapa estadual, em Rio do Sul, reuniu cerca de 2 mil atletas com idades a partir de 60 anos, de 172 municípios. No evento são disputados nove modalidades esportivas: bocha, bolão, vôlei e handebol adaptados, além de truco, canastra, dominó, dança de salão e dança coreografada.

 

Publicado em Jasti
Escrito por

Handebol dos Jasti será realizado em Navegantes

A modalidade de handebol dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) será realizada no próximo dia 7 de julho, na cidade de Navegantes. A coordenação geral e técnica da competição determinou a realização da modalidade nesta data depois do adiamento, visto como necessário diante da greve dos caminhoneiros, no mês de maio.  A greve dos caminhoneiros impediu que as delegações da modalidade participassem da etapa estadual, em Rio do Sul. 

Agora, no mês de julho, a modalidade será realizada no Ginásio Municipal de Esportes da cidade de Navegantes. Os municípios de Balneário Camboriú, Itajaí, Navegantes e Barra Velha estão inscritos para a disputa tanto no masculino como no feminino.

Para mais informações, entrar em contato com a Gerência de Esporte de Participação.

A competição é uma, promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) 

Publicado em Jasti
Escrito por

Idosos falam da importância dos Jogos da Terceira Idade

A TV Fesporte fez uma enquete com os atletas entre 60 a 92 anos que participaram dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), em Rio do Sul com a seguinte pergunta: "O que representa a competição pra você?". Clique no Leia Mais (ou no vídeo) e confira as respostas. O evento, que esteve em sua 11ª edição, reuniu de 23 a 27 de maio cerca de 2 mil atletas que disputaram nove modalidades esportivas. A competição foi uma promoção do Governo de Santa Catarina por intermédio da Fesporte com a parceria da prefeitura de Rio do Sul. Entrevista a Antonio Prado.

Publicado em Jasti
Escrito por

Assista aos melhores momentos da dança de salão dos Jasti

Assista aos melhores momentos da dança de salão dos Jasti 2018 em Rio do Sul (Clique no Leia Mais). Imagens: Antonio Prado/TV Fesporte

Publicado em Jasti
Escrito por

Treze Tílias é bi no vôlei masculino dos Jasti

Treze Tílias conquistou o bicampeonato do voleibol adaptado, naipe masculino, da 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade, competição que chegou ao seu final no domingo (27), em Rio do Sul. O titulo foi conquistado em cima de Brusque, por 2 sets a 0, com parciais de 15/8 e 15/11. São Bento do Sul, com a vitória sobre Florianópolis por 2 sets a 1, parciais de 8/15; 15/8; em 15/11 ficou com a medalha de bronze.

A modalidade de voleibol adaptado foi introduzida nos Jasti no ano passado, em Blumenau. O time é praticamente o mesmo da primeira edição. “Tivemos o desfalque de um atleta porque ele é maestro e tinha compromisso”, observou a técnica Raquel Spinello Klotz. O grupo se reúne uma vez por semana, mas o trabalho desenvolvido com pessoas da terceira idade não se resume apenas no vôlei. Treze Tílias tem sido campeão da maioria das 18 modalidades dos jogos promovidos pela Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (Amoc).

A experiência de Artêmio Cecconello, professor de educação física ao longo de 35 anos, contribuiu nas duas conquistas de Treze Tílias. Com 63, embora aposentado, ele continua tralhando com crianças ensinando vôlei. “Se cada um fizer a sua parte com certeza vamos preparar esses jovens para que não entrem no caminho da marginalidade”.

Texto: Orlando Pereira

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Jasti
Escrito por

E acabou! Jasti se despedem de Rio do Sul com muita emoção

Os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) chegaram ao final neste domingo, em Rio do Sul. As modalidades de bocha, bolão, vôlei, canastra e dominó fecharam o último dia de competições. Foi, portanto, o momento de vibrar, confraternizar e subir ao pódio na 11ª edição. E, claro, muita emoção com as decisões.

A única modalidade que não teve a sua definição foi o handebol adaptado, pois precisou ser suspensa por conta da greve dos caminhoneiros, que dificultou o deslocamento das delegações até o município de Rio do Sul. A Fundação Catarinense de Esporte irá, em breve, definir as datas e um novo local para a disputa da modalidade. 

Desde a última quarta-feira, cerca de 2 mil atletas com idades a partir de 60 anos, de 172 municípios, disputaram nove modalidades esportivas: bocha, bolão, vôlei e handebol adaptados, além de truco, canastra, dominó, dança de salão e dança coreografada. 

O evento foi uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

 

Confira todos os vencedores das modalidades

Bocha masculina

Campeão: Campos Novos – 12x0 contra Chapecó

Bocha feminina

Campeã: Timbó – 12 x2 Faxinal dos Guedes

Bolão 23 masculino

Campeão:  Rio do Sul (622 pontos) x São Bento do Sul ( 676)

Bolão 23 feminino

Campeão: Rio do Sul (631 pontos) x Itajaí (629)

Canastra Masculina

Campeão: Camboriú – 3.250 x 2.580 Barra Velha

Canastra Feminina

Campeã: Santa Terezinha – 3.320 x 2.340 Orleans

Dança Coreográfica/Popular/Folclórica

Campeã: Florianópolis

Dança Coreográfica livre

Campeã: Balneário Camboriú

Dança de salão 60 a 69 anos

Campeã: Agronômica

Dança de salão a partir 70 anos

Campeã: Palmitos

Dominó masculino

Campeão: Agrolândia – 2x0 Curitibanos

Dominó feminino

Campeão: Rio do Sul – 2x0 Guaraciaba

Truco masculino

Campeão:  Guaraciaba 2x1 Iporã do Oeste

Truco feminino

Campeão: Concórdia 2x0 Itapoa

Voleibol masculino

Campeão: Treze Tilias – 2x0 Brusque  (15/9 e 15/12)

Voleibol feminino

Campeão: Balneário Camboriú: 2x0 Brusque (15/12 e 15/5)




Publicado em Jasti
Escrito por

Balneário Camboriú fica com o título no vôlei feminino

Balneário Camboriú conquistou o seu segundo troféu na 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), competição encerrada no domingo (27), em Rio do Sul. Depois da dança livre, a outra medalha de ouro foi no voleibol adaptado, naipe feminino. A vitória na decisão foi diante de Brusque por 2 sets a 0 com parciais de 15/12 e 15/5. O terceiro colocado foi o município de Pomerode. Os Jasti são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

O grupo de jogadoras campeãs em Rio do Sul foi formado há oito anos, com poucas alterações. De acordo com o técnico André Boscatto, as atletas nunca haviam jogado por alguma equipe. “Temos pessoas que exerceram todas as profissões, que hoje buscam melhor qualidade de vida no esporte”. Antes dos treinos em ginásios, o local utilizado era a praia. O grupo é dividido em diversas faixas etárias.

A mais velha do time é Albanyr Prass, que tem 70 anos. Ela está há apenas quatro no grupo. O vôlei ela jogava apenas com os filhos e amigos, mas nada como competição. Ainda quando morava em Canoinhas, Marlene Prustpaul gostava de praticar esportes. Mas foi em Balneário Camboriú que ela passou a participar intensamente, integrando o grupo desde o seu início.

Texto: Orlando Pereira

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

 

 

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

 

Publicado em Jasti
Escrito por

Presidente da CBVA visita e elogia os Jasti

O presidente da Confederação Brasileira de Vôlei adaptado, Lucas Rodrigo Dimarco, esteve presente nos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), que ocorreram em Rio do Sul, até esse domingo. O mandatário da modalidade que esteve nos jogos catarinenses, encontrou dirigentes catarinenses, integrantes dos municípios e também aproveitou para trocar experiências com os atletas. A avaliação sobre o evento, de acordo com o presidente, foi positiva.

Lucas Rodrigo esteve nos Jasti e aproveitou para divulgar a modalidade aos membros de outros municípios que ainda não têm o vôlei adaptado. Além disso, visitou os locais de competição. Em 2018, os Jasti tiveram um crescimento no número de municípios participantes, em comparação com a edição anterior. Neste ano, foram 29 municípios.

A competição é uma, promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) prossegue até domingo (27).

Publicado em Jasti
Escrito por

Agronômica e Palmitos vencem a dança de salão nos Jasti

Os casais de Agronômica e Palmitos conquistaram os troféus na modalidade de dança da 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira idade, que chegam ao seu final neste domingo (27), em Rio do Sul. A média de pontos dos agronomenses Márcia e Gerson Dickow, somando-se aos estilos de valsa, bolero e vanerão, foi de 9,82 na categoria 60/69 anos. Foi a terceira medalha de ouro consecutiva. Enquanto isso, na categoria de 70 anos ou mais, os vencedores foram os palmitenses Eloi e Primo da Silva, que obtiveram 9,75. Assim como nas outras modalidades de dança, a de casal foi marcada pelo equilíbrio entre os 19 participantes.

A medalha de prata na 60/69 anos ficou com o casal Margaret Dalmarco e João da Rocha, de Florianópolis e a de bronze para Gisela e Afonso Kruger, de Itapoá. Na categoria 70 o segundo lugar foi conquistado por Maria Volkmann e João Bittencourt, de Joinville. A medalha de bronze ficou com Catharina e Idalino Guizzo, de Concórdia.

Os Jogos Abertos da Terceira Idade são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

Texto: Orlando Pereira / Especial para a Fesporte

Publicado em Jasti
Escrito por

Assista aos melhores momentos da 2ª noite da dança

Clique abaixo (no Leia mais) e veja os melhores momentos das apresentações no segundo dia da dança dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) em Rio do Sul nesta sexta, dia 26. No palco o melhor da dança livre. Nos dois vídeos, primeira e segunda parte. Imagens: Antonio Prado/TV Fesporte.

 

 

 

Veja a opinião dos jurados a respeitos das apresentações.Vídeo: Antonio Prado 

Publicado em Jasti
Escrito por

Guaraciaba e Concórdia vencem o truco dos Jasti

Os munícípios de Guaraciaba e Concórdia, no masculino e feminino, respectivamente, conquistaram o troféu da modalidade de truco na 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade, competição que encerra neste domingo (27), em Rio do Sul. Enquanto os homens de Guaraciaba levaram o primeiro ouro, as mulheres concordienses já foram campeãs em duas oportunidades e vice em outra, em edições passadas. 

A equipe de Guaraciaba, formada por Vilmar, Ilário e Alcindo, é a mesma há cinco anos. Tem quatro medalhas de ouro na fase regional. Até então havia conquistado a de bronze na etapa estadual dos Jasti, em Criciúma. “Demorou, mas veio” resumiu Vilmar, se referindo às campanhas anteriores. A medalha de prata ficou com Iporã do Oeste e de bronze com Mirim Doce.

A única derrota de Concórdia nos Jasti foi exatamente para Itapoá logo na abertura do torneio por 2 a 1. Neste sábado a vitória foi por 2 a 0. As atletas são “velhas” conhecidas. Concórdia tem duas medalhas de ouro e uma de prata. Já Itapoá está em vantagem com duas de ouro, três de prata e duas de bronze. Enquanto Lucila e Iraci se conheceram no ônibus quando foram jogar em Canoinhas por Concórdia pela primeira vez, porque moram em comunidades distantes uma da outra, Maria Aparecida e Eugênia são parceiras há oito anos.

Os Jasti são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

Texto Orlando Pereira / Especial para a Fesporte

Publicado em Jasti
Escrito por

Amigo de Arthur Schlösser, Dionizio inspira aos 92 anos

Prestes a completar 93 anos, Dionizio Luiz Colombi é o atleta mais velho a competir na 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade, que encerram neste domingo (27), em Rio do Sul. Vestindo a camisa do município de Florianópolis disputa a modalidade de voleibol adaptado. Curiosamente jogava semanalmente nos anos 50, na Sociedade Bandeirantes, de Brusque, com Arthur Schlösser, um dos idealizadores dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Ou seja, tem muita história para contar sobre o esporte catarinense.

Foi no Seminário Diocesano Azambuja, em Brusque, que começou o “gosto” pelo esporte aos 13 anos. “Saí com 21 sabendo jogar todas as modalidades, mas sempre me destaquei no vôlei e no futebol”. Tanto assim que depois passou a integrar uma equipe da empresa de seguro que trabalhou. Com a introdução do Programa Voleivô na Prefeitura de Florianópolis, coordenado pelos professores Alexandre Cunha e Eduardo Colombi (seu filho) “pendurou as chuteiras”. Esse é o segundo ano que defende Floripa na modalidade, mas já jogou por São José em duas outras edições dos Jasti.

Enquanto tiver saúde, Dionizio Luiz Colombi, vai continuar jogando. “Minha posição na quadra é a de levantador e assim não preciso pular”. Ele tem como incentivadores a mulher e os filhos. Durante a abertura dos Jasti ele foi homenageado como o atleta mais velho da competição e recebeu das mãos da presidente da Fesporte, Natália Petry, uma medalha.

Os Jogos Abertos da Terceira Idade são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

Texto: Orlando Pereira / Especial para a Fesporte
Vídeo: Antônio Prado

Dionízio, 92 anos, de Floripa, atleta mais velhos dos Jasti 18

Nesta entrevista seu Dionízio Luiz Colombi, de 92 anos e atleta de voleibol nos Jasti 2018 por Florianópolis, nos dá uma aula de amor ao esporte. Confira!!! #Jasti2018

Publicado por Fesporte em Sábado, 26 de maio de 2018
Pagina 1 de 15