Publicado em Olesc
Escrito por

Atletas da Olesc desejam um feliz 2017

Clique aqui e assista

Atletas que participaram da etapa estadual da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) de 16 a 21 de dezembro de 2016, em Caçador, dão um recado de otimismo que o esporte proporciona e desejam um feliz 2017. Produção Antonio Prado, Heron Queiroz e Lucas Inácio da assessoria de imprensa da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Publicado em Olesc
Escrito por

Em vídeo, os melhores momentos da Olesc

Clique aqui e assista

Veja em vídeo os melhores momentos da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), evento que fechou o calendário da Fesporte em 2017. O evento foi realizado de 16 a 21 de dezembro em Caçador com a participação de 2.500 atletas de até 16 anos oriundos de 54 municípios disputando as modalidades de atletismo, ciclismo, futsal, handebol, voleibol, basquete, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, caratê, natação, tênis, tênis de mesa e xadrez.

Publicado em Olesc
Escrito por

Joinville é campeão da Olesc, em Caçador, pela 7ª vez

Ouvir atletas joinvilenses gritando: “É, campeão!” soou como redundância na etapa estadual da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Caçador, que finalizou nesta quarta-feira, 21. Joinville se consagrou como campeão geral com um dia de antecedência, antes da rodada final. 

Clique aqui e baixe o boletim final com toda pontuação

Foram exatos 167 pontos que garantiram o sétimo título de Joinville na história da Olesc. O último tinha ocorrido em 2013. O time campeão conquistou sete troféus: atletismo masculino e feminino, ginástica rítmica, natação e futsal masculinos, além do judô e tênis femininos.

Blumenau fechou a participação em segundo lugar com 100 pontos e com os títulos na ginástica artística masculino e feminino, caratê masculino, ginástica rítmica e xadrez feminino. 

Itajaí ficou em terceiro com 81 pontos, destaque para o título do tênis masculino. Criciúma fechou em quarto, com 73; Florianópolis em quinto, com 58, e em sexto lugar Jaraguá do Sul com 38 pontos.

No último dia de competição, nesta quarta-feira, foram definidos os troféus de campeão no masculino e feminino do handebol, basquete, futsal, vôlei e xadrez.

Joinville foi campeão no atletismo masculino e feminino (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Ao fazer uma análise do título, Estevan Cattoni, diretor técnico da Fundação de Esportes, Lazer e Eventos de Joinville (Felej) disse que a conquista da Olesc é o resultado do trabalho de base, que congrega cerca de oito mil crianças por meio do Programa de Iniciação Esportiva (Pid). “Além disso, o sucesso pode ser creditado ao departamento financeiro da Felej, que garantiu recurso para que trouxéssemos a delegação completa, ao contrário dos outros municípios. Também agradecemos ao corpo técnico e a qualidade e o empenho dos atletas”, enfatizou o dirigente.

Para o presidente da Fesporte, Milton Cunha, a Olesc em Caçador foi realizada com grande êxito. “Foi uma competição bem organizada e presenciamos cenas de irmandade entre os atletas, o que combinou com o espírito natalino”, destacou.

A Olesc iniciou dia 16 com a participação de 2.500 atletas de até 16 anos oriundos de 54 municípios disputando as modalidades de atletismo, ciclismo, futsal, handebol, voleibol, basquete, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, caratê, natação, tênis, tênis de mesa e xadrez.

O evento foi uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, que, com a competição, encerrou seu calendário de eventos em 2016. A ação teve a parceria da prefeitura de Caçador com a Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador.

Confira todos os campeões da Olesc 2016

Atletismo masculino – Joinville

Atletismo feminino – Joinville

Basquete masculino - Florianópolis

Basquete feminino – Campos Novos

Ciclismo – Criciúma

Futsal masculino - Joinville

Futsal feminino - Pinhalzinho

Voleibol masculino – Braço do Norte

Voleibol feminino - Brusque

Handebol masculino – Balneário Camboriú

Handebol feminino – Balneário Camboriú

Ginástica artística masculino – Blumenau

Ginástica artística feminino – Blumenau

Ginástica rítmica – Joinville e Blumenau (empatados)

Judô masculino – Florianópolis

Judô feminino -  Joinville

Caratê masculino -  Blumenau

Caratê feminino – Tubarão

Natação masculino – Joinville

Natação feminino – São Bento do Sul

Tênis masculino – Itajaí

Tênis feminino – Joinville

Tênis de mesa masculino – Joaçaba

Tênis de mesa feminino – Rio do Sul

Texto: Antonio Prado (48) 9 8802-7742 - e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

 

Publicado em Olesc
Escrito por

A mais antiga dupla de handebol se despede do apito

Depois de completarem 25 anos de atuação, a dupla internacional de árbitros de handebol, formada pelo florianopolitano Macelo Scharf e pelo mafrense Miguel Dittrich, decidiu parar. Por isso, a 16ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), realizada em Caçador, marca a despedida da dupla, que, em todo o Brasil, é a única com tanto tempo de atuação.

A dupla teve início num curso de arbitragem realizado em Curitibanos, em 1991. Na ocasião, o ministrante ressaltou a importância de que se formassem duplas fixas. Scharf e Dittrich, que já se conheciam das arbitragens em eventos estaduais, tornaram-se parceiros que, desde lá, nunca deixaram de atuar juntos.

Scharf destacou que, naquela época, passou-se a exigir que os árbitros atuassem em duplas fixas. “O entrosamento é um dos fatores mais relevantes para a dupla. Melhora muito tecnicamente a arbitragem. Basta o olhar, um pequeno gesto de um árbitro, para o outro entender. Por isso, nunca precisamos usar qualquer sistema eletrônico de comunicação”, completou ele.

Marcelo Scharf (E) e Miguel Dittrich (D): o segredo do sucesso é o bom entrosamento          (Foto: Heron Queiroz)

Durante o tempo de atuação, a dupla construiu um currículo invejável. Além de arbitragens em eventos em Santa Catarina, promovidos pela Fesporte e pela Federação Catarinense de Handebol, e nas competições pelo Brasil, Scharf e Dittrich atuaram nos mundiais de handebol realizados na Costa do Marfim (1997), Catar (1999), Itália (2001) e mais dois no Brasil, em Foz do Iguaçu e em Blumenau (2003 e 2012 respectivamente). Participaram também dos Jogos Pan-Americanos de 1999, realizados em Winnipeg, no Canadá, bem como de torneios pan-americanos e campeonatos sul-americanos, realizados em países como Cuba, Chile, Argentina e Colômbia, além do próprio Brasil.

Dittrich contou que o fato de terem passado à categoria de árbitros internacionais ajudou muito a arbitragem brasileira. “O maior legado que deixamos é ter contribuído na formação de novos árbitros e na melhora técnica na atuação deles, porque, cada vez que voltávamos de um evento internacional, repassávamos todas as informações relevantes para o desenvolvimento do árbitro”, disse ele.

A dupla segue atuando na Olesc, na qual deverá fazer sua última atuação na decisão do handebol feminino.

Texto: Heron Queiroz - (48) 3665-6126 - e-mail:   O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

 

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Tênis de mesa da Olesc encerra de olho na próxima geração

Nesta terça-feira, 20, quinto dia da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) 2016, foi definido os campeões gerais do tênis de mesa feminino e masculino. O torneio foi disputado no Ginásio Juventude, em Caçador e quem levou o troféu de campeão para casa entre os homens foi Joaçaba, seguido por Joinville e São Bento do Sul, respectivamente. Já entre as mulheres, Rio do Sul levou o troféu dourado, enquanto Joinville ficou com o de prata e Pinhalzinho com o de bronze.

O título de Joaçaba na competição coroou o ótimo ano do município que havia conquistado também os Joguinhos Abertos e os Jogos Escolares de Santa Catarina 15 a 17 anos, sendo representados pela EEB Professor Eugênio Marchetti. “É, esse ano foi muito bom, conseguimos conquistar vários títulos e isso é importante porque na Olesc a gente representa o município e não apenas o clube, então a cidade toda ganha com a nossa conquista”, falou o técnico Diego Padilha.

Já no feminino, Rio do Sul superou o campeonato equilibrado para conquistar o troféu da modalidade, como explicou o técnico Gilberto Sardá. “Sabíamos que a dificuldade aqui na Olesc seria grande e trabalhamos para ficar entre os quatro. Quando chegamos, não éramos os favoritos, mas no decorrer da competição as atletas se superaram e conseguimos esse título de campeão geral”.

Quem também se destacou no tênis de mesa foi Joinville que conquistou dois vice-campeonatos, sendo o único município com troféus no feminino e no masculino. Os técnicos da equipe masculina, Bruno Costa, e da feminina Janaína Costa falaram sobre a importância dos resultados. “Temos que valorizar o trabalho de todo mundo, o tênis de mesa está bem difundido em Santa Catarina, vemos cidades pequenas chegando ao pódio com bons técnicos e bons trabalhos, então temos que valorizar nosso segundo lugar e dar mérito aos primeiros, até porque um dia ganhamos, mas um dia também perdemos”.

Dia de despedidas

Os campeões gerais do tênis de mesa foram definidos após o torneio por equipes, realizado nesta terça-feira, com Joaçaba levando a medalha de ouro no masculino e Rio do Sul no feminino. O resultado também marcou a despedida de atletas importantes na modalidade como Enzo Nakashima e Ranifer Meurer.

Diego Padilha (centro) comemora título de Joaçaba na Olesc, mais um ao longo de 2016. (Foto: Lucas Inácio)

 

Texto: Lucas Inácio - (48) 99620-2467

Assessoria de Comunicação Fesporte

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Criciúma vence ciclismo pela oitava vez consecutiva

A forma absoluta em que ganhou as duas últimas provas do ciclismo da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) a team relay e cross-country, nesta terça-feira, 20, em Caçador, sintetizou o que foi a superioridade de Criciúma durante toda a competição. Simplesmente os criciumenses venceram todas as provas, além das duas últimas, a de estrada e a de BMX. Por fim, somaram 99 pontos em primeiro lugar, seguidos de Joinville, em segundo, com 32, e em terceiro lugar Jaraguá do Sul, com 20 pontos. Foi o 8º título consecutivo de Criciúma.

O time criciumense campeão da team relay foi formado por Vitória Claudino, Eliel Faro, Isabel Pickler e Danilo Filho. A medalha de prata ficou Joinville com Bruna Hubert, Vinícius Miguel, Liandra Heimann e Pedro Coradini. Coube a São José a medalha de bronze com Vitória Lopes, Pedro Quint, Victor Soares e Maria Vitória.

Na prova do cross country, que veio logo após, o criciumense Eliel Faro venceu de ponta a ponta a disputa. Depois, cruzaram a linha de chegada em segundo e terceiro lugar respectivamente os companheiros de equipe Danilo Antônio Carvalho e Bruno Vieira.

Joinvilenses comemoram o título (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

“Foi uma prova muito dura, pois a lama e o terreno íngreme dificultaram bastante”, disse medalhista de ouro Eliel Faro.

Para o técnico de Criciúma, Gustavo Freitas, o Maninho, o título da Olesc é resultado de muito trabalho. “Para vencer não tem mistério: é só se dedicar, treinar bastante e é isso que fazemos durante todo o ano. Nessa nossa equipe há atletas que participam de campeonatos brasileiros de mountain bike, BMX, estrada, contra-relógio e isso, quando chega aqui, faz a diferença. Por isso digo: é só trabalhar duro que o resultado aparece”, finalizou. 

A Olesc é uma promoção Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Caçador e Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador.

Texto: Antonio Prado (48) 9 8802-7742 - e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Talentos catarinenses do xadrez passam pela Olesc

Para os que acompanham com frequência o esporte de Santa Catarina, não é novidade que eventos da Fesporte são reveladores em potencial de atletas. No xadrez, uma das grandes revelações foi a do joinvilense Alexandr Fier, que obteve o título de Grande Mestre Internacional, em 2006. Muitos jovens enxadristas catarinenses têm buscado seguir os passos do ídolo.

Uma das promessas que disputam a Olesc em Caçador é o blumenauense Thiago Dobuchak, de 16 anos, que, em sua primeira participação nos Jogos Escolares da Juventude de 15 a 17 anos (JEJs-15 a 17), este ano, em João Pessoa, PB, conquistou a medalha de ouro na modalidade convencional. Além deste título, o atleta tem ainda na carreira cinco títulos nacionais de diversas competições nos anos de 2008, 2011, 2012 e 2013. Além disso, foi sete vezes campeão catarinense, participou de três mundiais e foi duas vezes medalha de prata no sul-americano (2012 e 2014). Nesta edição da Olesc, Thiago já conquistou ouro no xadrez rápido e prata no blitz.

Para Thiago, a Olesc é importante porque reúne os principais atletas do estado na categoria. “A competição é fundamental para o desenvolvimento do atleta porque proporciona ter de desenvolver-se tecnicamente, já que o bom nível de uns exige que os adversários se preparem mais”, completou o enxadrista.

No feminino, a içarense Ana Júlia Librelato, 15 anos, é um dos grandes talentos que disputam também a Olesc. Sua primeira participação na competição foi em 2011, mesmo ano em que começou a jogar. Irmã da sexta colocada no ranking nacional, Kathie Librelato, Ana Júlia classificou-se para os JEJs-12 a 14 (2015), em Fortaleza (CE), ao vencer os Jogos Escolares de Santa Catarina de 12 a 14 anos (Jesc-12 a 14). Em 2016, já foi campeã do Festival Catarinense da Juventude, e espera encerrar o ano com a tríplice conquista na Olesc, já que foi ouro no rápido e no blitz, realizados no primeiro dia da competição, e espera vencer no modo convencional, que se encerrará na quarta-feira, 21.

 

Ana Júlia Librelato chegou para ficar entre as melhores    Foto: Heron Queiroz

Ana Júlia destacou a importância da Olesc. “É uma das poucas competições disputadas também em equipe. É uma oportunidade para os atletas que estão começando e para os que já competem há mais tempo. Isso ajuda bastante no desenvolvimento dos atletas”, concluiu ela.

Texto: Heron Queiroz - (48) 3665-6126 - e-mail:    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Enzo e Ranifer se despedem com ouro no tênis mesa

Vídeo: Enzo fala da importância da Olesc

Um dia perfeito com muita emoção e medalha de ouro no peito. Assim foram as despedidas no individual da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) de Henzo Nakashima, de Joinville, e Raniefer Almeida, de Rio do Sul, nesta terça-feira, 19, em Caçador. Os dois encerram, no campo pessoal, como os melhores mesatenista da Olesc 2016 em Caçador.

Enzo venceu na final a Daniel Godoi, de Joaçaba, por 3 a 1, com parciais de 11/7, 9/11, 11/8 e 12/10. O jogo foi de gigantes já que os dois atletas têm nos currículos títulos de campeão brasileiro, sul-americano e latino-americanos. Assim, a partida foi bem equilibrada com pontos disputados palmo a palmo.

“É minha última Olesc, pois estourei a idade e não podia sair daqui sem o título de campeão no individual. Estou muito feliz, pois consegui repetir o título do ano passado”, enfatizou o campeão Enzo.

Raniefer Almeida, de Rio do Sul, venceu por 3 a 2 a Sabrina Mizva, de Criciúma (Foto: Antonio Prado)

Já a disputa do título entre as mulheres foi bem mais equilibrada que a final masculina. Raniefer começou bem, mas depois venceu com dificuldade por 3 a 2 a  Sabrina Mizva, de Criciúma, com parciais de  11/4, 13/15, 11/8, 8/11 e 11/8.

“Esta conquista é o resultado de muito trabalho. Consegui esta medalha de ouro pela ajuda da torcida que me incentivou muito. É minha última Olesc e nunca tinha conquistado um ouro e por isso tiro um peso enorme das minhas costas”, disse a campeã. O tênis de mesa termina nesta terça-feira, 20, com as disputas por equipe.

A Olesc é uma promoção Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Caçador e Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador.

Texto: Antonio Prado (48) 9 8802-7742 - e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

instagram - @fesportesc

 

Pagina 1 de 251