Terça, 26 Novembro 2019 21:44

Último bloco dos Jogos Escolares começa na quarta Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Revelação do ciclismo catarinense, Vinícius Memlak quer chegar ao pódio Revelação do ciclismo catarinense, Vinícius Memlak quer chegar ao pódio Foto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Os Jogos Escolares da Juventude chegam ao último bloco em Blumenau. De 27 a 29 de novembro, seis modalidades concluirão a edição de 2019. Ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez serão o centro das emoções nos últimos dias de competições.

Atletas catarinenses terão oportunidade de brigar por medalhas, que, até o momento, somam-se 38 (13 de ouro, 11 de prata e 14 de bronze). A expectativa é de que esse número aumente até o final, em especial com a natação, tênis de mesa e ginástica rítmica; mas há atletas que têm se destacado nas outras modalidades, como o ciclista Vinícius Memlak, da EEB João Guimarães Rosa, de Imbituba.

A reta final dos JEJ 2019 promete grandes disputas, com a presença da mesatenista Giulia Takahashi, 14 anos, de São Paulo. Ela é uma das vencedoras do Prêmio Brasil Olímpico de 2018 na categoria “atleta escolar”. Chega para o evento credenciada como uma das favoritas, depois de conquistar três medalhas de ouro na edição do ano passado, em Natal (RN). 

O vôlei de praia também contará com uma forte presença na competição, a sergipana Ágatha Bianca, 16 anos. Ela buscará o bicampeonato nas areias do parque Ramiro Ruediger. Além disso, ela tem uma ligação com a embaixadora dos JEJ, Duda Lisboa, que também estará presente em Blumenau. É que Ágatha treina na academia de Cida Lisboa, mãe de Duda.

Além de Duda, a cidade-sede também receberá outros embaixadores: a ginasta Natália Gaudio, medalhista pan-americana; a mesatenista Mariany Nonaka, atleta olímpica; e o ciclista Murilo Fischer, que já participou da Volta da França.

As atividades lúdicas no Centro de Convivência serão comandadas pelos professores e influenciadores digitais Rodrigo Sacramento (matemática) e Silvio Predis (química). No espaço que era ocupado pelo basquete 3x3, profissionais do caratê estão à disposição de alunos e visitantes para diversas clínicas esportivas.

Blumenau conta ainda com a presença da delegação japonesa, entre nadadores, treinadores e oficiais, totalizando 22 integrantes, oriundos das cidades que serão base de aclimatação do Time Brasil em Tóquio 2020: Chuo, Hamamatsu, Sagamihara, Saitama e Ota. Mas a presença de japoneses não é novidade nos JEJ. Desde 2017, eles participam dos Jogos Escolares desde 2017, a convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Outro grupo presente na terra da Oktoberfest é o de observadores técnicos para buscar novos talentos para o esporte nacional. Entre eles estão Bruna Martins (CBG), Fernando Fermino (CBC) e a dupla Robson Xavier e Marcelo Carvalhaes (CBV).

Muitos atletas do alto rendimento brasileiro tiveram passagem pelos Jogos Escolares da Juventude, a exemplo das judocas Sarah Menezes (campeã olímpica) e Mayra Aguiar (campeã mundial), além do mesa-tenista Hugo Calderano, do nadador Etiene Medeiros, do jogador de basquete Raulzinho e de Paulo André, do atletismo. 

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Fonte: COB

Lido 806 vezes Última modificação em Terça, 26 Novembro 2019 21:53

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.