Prado

Depois de dois dias de intensas competições, no sábado e domingo, no Sesi, em Blumenau, São Bento do Sul, no masculino, e Itajaí, no feminino, foram os grandes campeões da ginástica artística da 32ª edição da etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina.

No masculino a classificação final ficou assim: São Bento do Sul em 1º (com 188,200 pontos), Itajaí em 2º (com 188,100 pontos) e Blumenau em 3º (com 183,850 pontos). Já no feminino: Itajaí ficou em 1º (com 171 pontos), Florianópolis, em 2º (com 170,350 pontos) e Blumenau em 3º (com 166,50 pontos). 

O melhor atleta da competição foi Gabriel Luan Vieira Ramos, de São Bento do Sul, ao somar 68,250 pontos depois de suas apresentações nos aparelhos solo, cavalo, argolas, salto, paralelas e barra.

Entre as mulheres a medalha de ouro de melhor atleta ficou com Fernanda Bernett Zimmermann, de Itajaí, ao somar 45,300 pontos, após suas apresentações nos aparelhos salto, paralelas, trave e solo.

Pódio do troféu geral feminino: Itajaí (1º), Florianópolis (2º) e Blumenau (3º). Foto: divulgação

Além da ginástica artística, a edição 2019 dos Joguinhos já distribuiu dois troféus, na modalidade de natação, ocorrida em Palhoça, Joinville levou o do masculino e Tubarão ficou com o feminino.

No período de 19 a 27 ocorre as demais modalidades da etapa estadual dos Joguinhos em Rio do Sul com a participação de 2,8 mil atletas de 81 municípios disputando as modalidades de atletismo, basquete, caratê, ciclismo, futsal, futebol, ginástica rítmica, handebol, judô, tênis, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia, taekwondo e xadrez no masculino e feminino.

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina, em sua etapa estadual, são uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte) em parceria com prefeitura de Rio do Sul.

Texto: Antonio Prado

As mais de 250 lutas ficarão para a história do esporte catarinense, pois o Estado sediou neste sábado, dia 13, em Canasvieira, Florianópolis, o tão aguardado 1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo, evento envolvendo 117 atletas com deficiências física, intelectual e visual de todos os estados brasileiros e com a participação de três angolanos e uma argentina. Após as lutas os atletas aprovaram a competição, pois participaram de algo inédito no Brasil.

Durante as lutas, por traz das medalhas e subidas ao pódio, o que se viu foram histórias de superação dos atletas. Histórias como a da paraense Maria do Carmo Paixão Teixeira, 47 anos, conhecida no meio do jiu-jitsu como ‘Carmem Casca Grossa’, que viajou mais de três mil quilômetros de Belém até Santa Catarina para disputar a competição.

Ela tem no currículo 17 títulos brasileiros pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ) e sete conquistas mundiais pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo. “Esse evento é maravilhoso, pois permite que lutemos com atletas com as mesmas deficiências que a nossa. É uma grande oportunidade de inclusão”, disse Carmem.

A atleta vive como amputada da perna direita há sete meses e este evento em Santa Catarina é o primeiro que compete nesta condição. E logo de cara foi campeã ao vencer na final a Mirna Melo, de São Paulo, por 8ª 0 na classe K.

Dione Luiz da Cruz, de Içara, é cego e o filho João Vitor é o seu guia: aprovação ao pódio adaptado da Fesporte (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

 A amputação de Carmem ocorreu devido a uma infecção no pé direito. “Em outubro de 2018 acompanhei Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém,  descalça na corda de promessas para pagar uma promessa que fiz para minha mãe que estava com câncer. Uma pedra entrou no meu pé, causou uma infecção e tive que amputar a perna”.

Assim como Carmem os atletas deram show de participação e superação no Hotel Canasvieiras Internacional durante o  1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo. Um deles foi Dione Luiz da Cruz, de Içara, cego há cinco anos, após um acidente de trânsito. Ele, que tem como guia o filho, João Vitor, de 13 anos, diz que jiu-jitsu paradesportivo e o atletismo lhe trouxeram de volta a alegria de viver. “Quando fiquei cego entrei em depressão e cai no alcoolismo, já que era jogador de futebol e o esporte era a minha vida. Mas graças a Deus conheci o jiu-jtsu paradesportivo e voltei a sorrir”.

No vídeo atletas testam e aprovam o pódio adaptado da Fesporte

O 1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo é uma realização da parceria entre do Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, @jiujitsuparadesportivonacional com apoio da Federação Brasileira de Jiu-Jitsu Paradesportivo (FBJJP), Prefeitura de Florianópolis e Sumus.

Durante a competição várias autoridades esportivas tiveram presentes, entre as quais, Rui Godinho, presidente da Fesporte e Elcyrlei Luz da Silva, presidente da Federação Brasileira de Jiu-Jitsu Paradesportivo.

Um aspecto bastante elogiado pelos competidores foi a inclusão da medalha com inscrição em braile e o pódio adaptado, que permite que o atleta com deficiência sua ao pódio. As duas medidas foram introduzidas pela Fesporte. 

“Este pódio está aprovadíssimo. Parabenizo quem teve a ideia, pois isso nos dá total independência”, diz o atleta cadeirante Alex Alves, de São Paulo. “Nunca tinha visto um pódio adaptado em nenhuma competição do Brasil e essa medalha com inscrição em braile foi uma iniciativa nota dez, pois mostra respeito aos deficientes”, concluiu o atleta cego Rafael Brito, do Rio de Janeiro.

 Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

Neste sábado e domingo o Sesi de Blumenau será palco da ginástica artística da etapa estadual da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Com o torneio, serão duas modalidades que já têm seus campeões definidos. A primeira foi a natação, com Joinville sendo campeão no masculino e Tubarão vencendo feminino, competição realizada em Palhoça entre os dias 6 e 7. As demais competições ocorrem em Rio do Sul entre os dias 19 a 27 de julho.

As disputas da ginástica artística em Blumenau envolvem 92 atletas de 10 municípios em cada gênero. No masculino estão as cidades de Antônio Carlos, Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Camboriú, Florianópolis, Itajaí, Joinville e São Bento do Sul.

No feminino as disputas serão entre Antonio Carlos, Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e São José.

Blumenau é atual campeã no masculino e feminino.

A etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina é uma promoção do Governo Estadual, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

O Congresso Técnico, realizado na quinta-feira (11) em Rio do Sul, definiu o chaveamento das modalidades coletivas da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Antes do sorteio o diretor de esportes da Fesporte, Valdecir da Silva, que representou o presidente da Fesporte, Rui Godinho no congresso, destacou que a meta é realizar a melhor de todas as edições dos Joguinhos. Ele observou que a troca de gestão não vai atrapalhar já que toda a equipe está empenhada na organização. Ao todo na fase estadual da competição que acontece no período de 19 a 27 reúne 81 municípios.

 O presidente da Comissão Organizadora, Jeberton Fermino, destacou que na atual gestão Rio do Sul já sediou a Olesc em 2017, os Jogos da Terceira Idade ano seguinte e agora os Joguinhos Abertos. “Infelizmente não conseguimos os Jogos Abertos de 2020”. O prefeito José Thomé ressaltou que eventos desta natureza servem para movimentar economia do município, principalmente dos supermercados, farmácias, restaurantes e hotéis. “No momento atual isso é muito importante”.

Dirigentes no congresso em Rio do Sul (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

A edição 2019 dos Joguinhos já  distribuídos dois troféus, na modalidade de natação. Joinville levou o do masculino e Tubarão ficou com o feminino. No final de semana acontece em Blumenau a ginástica artística. Ao todo, na etapa estadual, serão 81 participantes, envolvendo em torno de 2,8 mil atletas e dirigentes. 

Os Joguinhos são uma promoção do governo do Estado. através da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte), com o apoio da Prefeitura de Rio do Sul/FMD. A abertura oficial da competição acontece no próximo dia 19 no Ginásio Artenir Werner.

Confira como ficou o chaveamentos das modalidades coletivas

Basquete Masculino

  

Chave “A”

Chave “B”

1

RIO DO SUL

4

FLORIANÓPOLIS

2

JOAÇABA

5

CRICIÚMA

3

BLUMENAU

6

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

 

 

7

CHAPECÓ

 

 

Chave “C”

Chave “D”

8

JOINVILLE

12

CONCÓRDIA

9

SÃO JOSÉ

13

CAMPOS NOVOS

10

JARAGUÁ DO SUL

14

IÇARA

11

ITAJAÍ

15

CAÇADOR

 

Basquete Feminino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

JOINVILLE

4

ITAJAÍ

2

SÃO JOSÉ

5

SÃO MIGUEL DO OESTE

3

BLUMENAU

6

CHAPECÓ

 

Chave “C”

7

JARAGUÁ DO SUL

8

CRICIÚMA

9

FLORIANÓPOLIS

10

RIO DO SUL

 

 

Futebol Masculino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

CONCÓRDIA

5

JARAGUÁ DO SUL

2

CRICIÚMA

6

BRUSQUE

3

CAMBORIÚ

7

POUSO REDONDO

4

RIO DO SUL

8

IBIRAMA

 

Chave “C”

Chave “D”

9

SÃO JOSÉ

13

JOINVILLE

10

HERVAL D´OESTE

14

SÃO JOÃO DO OESTE

11

SEARA

15

TUBARÃO

12

FLORIANÓPOLIS

16

SÃO MIGUEL DO OESTE

 

 Futebol Feminino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

JOINVILLE

4

CRICIÚMA

2

SÃO CARLOS

5

CONCÓRDIA

3

RIO DO CAMPO

6

SÃO JOSÉ

 

 

Chave “C”

7

CHAPECÓ

8

ITAPIRANGA

9

FLORIANÓPOLIS

10

LEBON RÉGIS

 

 Futsal Masculino

  

Chave “A”

Chave “B”

1

CURITIBANOS

5

ITAJAÍ

2

IMBUIA

6

RANCHO QUEIMADO

3

JARAGUÁ DO SUL

7

SÃO MIGUEL DO OESTE

4

RIO DO SUL

8

LUZERNA

 

Chave “C”

Chave “D”

9

JOINVILLE

13

BLUMENAU

10

LONTRAS

14

CHAPECÓ

11

CRICIÚMA

15

CONCÓRDIA

12

PORTO UNIÃO

16

TUBARÃO

 

 

 Futsal Feminino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

BRUSQUE

5

CRICIÚMA

2

CONCÓRDIA

6

JOINVILLE

3

BLUMENAU

7

GUARACIABA

4

LAGES

8

RIO DO SUL

 

Chave “C”

Chave “D”

9

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

13

CHAPECÓ

10

CAÇADOR

14

LEBON RÉGIS

11

NOVA ERECHIM

15

BRAÇO DO NORTE

12

ITAJAÍ

16

TUBARÃO

 

 

Handebol Masculino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

SÃO JOSÉ

5

CRICIÚMA

2

CAÇADOR

6

SAUDADES

3

JOAÇABA

7

SÃO BENTO DO SUL

4

XAXIM

8

JOINVILLE

 

 

Chave “C”

Chave “D”

9

ITAJAÍ

13

LAGES

10

LUZERNA

14

BLUMENAU

11

FLORIANÓPOLIS

15

SÃO JOSÉ DO CEDRO

12

LAGUNA

16

TUBARÃO

Handebol Feminino

 

 

Chave “A”

Chave “B”

1

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

5

ITAJAÍ

2

SÃO JOSÉ

6

BLUMENAU

3

CONCÓRDIA

7

JOINVILLE

4

LUZERNA

8

CRICIÚMA

 

Chave “C”

9

CHAPECÓ

10

LAGUNA

11

FRAIBURGO

12

CAÇADOR

 

 Tênis masculino

Itajaí

Videira

Blumenau

Criciúma

Joinville

Florianópolis

Camboriú

São Miguel do Oeste

 

Voleibol Masculino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

STO AMARO DA IMPERATRIZ

5

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

2

LAGES

6

CAÇADOR

3

BLUMENAU

7

CAMPOS NOVOS

4

IRACEMINHA

8

MARAVILHA

 

 

Chave “C”

Chave “D”

9

JARAGUÁ DO SUL

13

JOINVILLE

10

CHAPECÓ

14

FLORIANÓPOLIS

11

SÃO JOSÉ

15

QUILOMBO

12

TIMBÓ

16

ANTÔNIO CARLOS

 

Voleibol Feminino

 

Chave “A”

Chave “B”

1

CHAPECÓ

5

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

2

JARAGUÁ DO SUL

6

FRAIBURGO

3

GUARACIABA

7

FLORIANÓPOLIS

4

CAÇADOR

8

BRUSQUE

 

 

Chave “C”

Chave “D”

9

BLUMENAU

13

NOVA TRENTO

10

MORRO DA FUMAÇA

14

SÃO JOSÉ

11

MARAVILHA

15

IBIRAMA

12

CURITIBANOS

16

JOINVILLE

Texto: Orlando Pereira

Será nesta quinta-feira, 11, às 14 horas, no auditório da Obra Kolping, em Rio do Sul, o congresso técnico da etapa estadual da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina.  É no congresso que são definidas, por sorteio, a composição das chaves das modalidades coletivas: futsal, futebol, handebol, voleibol e basquete. Haverá também o chaveamento do tênis.

Além dos sorteios o congresso permitirá que os representantes municipais tirem suas dúvidas a respeito de toda a organização do evento, que ocorre de 19 a 27 de julho em Rio do Sul com a participação de 2.800 atletas de 11 a 18 anos de 80 municípios disputando 16 modalidades esportivas.

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina, em sua etapa estadual, são uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul. No ano de 2019 foram inscritos nos Joguinhos, incluindo as fases microrregionais, 9.178 atletas. 

Texto: Antonio Prado

 

O frio de três graus neste sábado, 6, em Maravilha, emoldurou o último dia de competição da 10ª edição dos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc).  Atletismo, golbol e tênis de mesa foram as modalidades que encerram no sábado. Foi o dia de coroar os campeões com a tão cobiçada medalha de ouro.

Atletas como Alana Maschio, da Escola Municipal Vereador Santa, de Balneário Camboriú, que foi campeã do tênis de mesa classe 9. Nascida com má formação congênita na perna direita, Alana tem apenas 13 anos, mas já tem um currículo de gente grande: campeã da Copa Brasil 2016, campeã brasileira paralímpica 2017, campeã brasileira das Paralimpíadas Escolares 2018.

“Competições como os Parajesc são muito importantes, pois dão oportunidade dos estudantes conhecerem modalidades, disputar a competição e quem sabem serem grandes campeões no futuro”, destacou Alana, após receber sua medalha de ouro.

Gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Maravilha, as competições dos Parajesc começaram nesta sexta-feira, 5. A previsão inicial era que o torneio se estendesse até  este domingo, 7, mas, após pedido de antecipação  pelos dirigentes pelo intenso frio na região, os organizadores  resolveram acatar a solicitação e anteciparam o fim da programação para este sábado.

A etapa estadual dos Parajesc envolveu 303 atletas de 38 municípios de 245 escolas com  deficiências física (DF), visual (DV) e intelectual (DI). Na programação estiveram as modalidades de atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha paralímpica, futebol 7, golbol, judô, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa e voleibol.

Os atletas melhores ranqueados nos Parajesc ganharam o direito de participar da seleção de Santa Catarina que disputará as Paralimpíadas Escolares, em novembro, em São Paulo. 

Texto: Antonio Prado

Pagina 1 de 204