Publicado em Geral
Escrito por

Santa Catarina apresenta pautas para o Esporte no próximo Governo Federal

O Presidente da Fesporte, Kelvin Soares, participou do Fórum de Secretários de Estado, na área esportiva, onde foram analisadas as proposições que estão sendo levadas ao Governo Federal, durante o governo de transição.

O documento foi pauta de uma outra reunião realizada na semana passada com os a Associação das Federações Esportivas, Tribunal de Justiça Esportiva, Conselho de Educação Física (CREF/SC) e alguns gestores do esporte.

As sugestões foram aprovadas pelo Fórum Nacional e servirão de base para o documento que será encaminhado ao Governo de Transição. Ele traz assuntos relevantes para o desenvolvimento esportivo no Brasil nos seguintes temas:’ Estrutural, desporto educacional, desporto de rendimento, desporto de participação, saúde e bem estar.

Kelvin foi convidado para participar de uma reunirão com o Governo de transição, que deve ocorrer na próxima semana, quando o documento será apresentado e defendido pelo Fórum de Gestores Estaduais de Esporte. “Me sinto muito honrado em representar o Fórum de Secretários Estadual de Esporte e poder levar pautas de extrema relevância para o desenvolvimento do Desporto no Brasil”, destacou Kelvin.

A primeira reunião com a equipe que faz a transição de Governo Federal, foi realizada nessa segunda 5.

Texto escrito por André Lino (Gerente da Ascom/Fesporte). 

 

 

Publicado em Geral
Escrito por

Assinado contrato para projetar a reforma do Ginásio Ivan Rodrigues

 

Foi realizado nesta segunda-feira, 28, o ato da assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação e entrega da ordem de serviço para a criação do projeto da reforma e da ampliação do Ginásio Ivan Rodrigues, em Joinville. 

O Ginásio já foi palco para o Festival de Dança, grandes jogos de futsal e basquete de ligas nacionais, bem como os jogos abertos e diversas competições estaduais e nacionais. 

Por intermédio do deputado estadual Fernando Krelling, foi encaminhado ao Governo do Estado o pedido de recursos que chegam aos R$ 15 milhões, por meio de emenda ao orçamento. 

Para o presidente da Fesporte, Kelvin Soares, esse é um momento bastante importante não somente para o município de Joinville, mas para todo o Estado de Santa Catarina. Soares enfatizou o Programa SC Mais Esportes, criado para o desenvolvimento das estruturas esportivas do estado. 

“Essa reforma e ampliação do Ginásio Ivan Rodrigues é uma obra extremamente marcante para a comunidade joinvilense. Estar nesse momento, assinando esse contrato, mostra nossa responsabilidade e compromisso com o esporte catarinense”, destacou. 

Já o deputado estadual, Fernando Krelling, autor do pedido de recursos para tal reforma, enfatiza que o Ginásio Ivan Rodrigues é um espaço histórico, tanto em questões esportivas, quanto culturais em Santa Catarina. 

“O ato da assinatura para a criação do projeto é um avanço muito significativo. “O primeiro passo foi dado. São 15 milhões de reais nesse primeiro momento e posteriormente a execução da obra e devolver esse espaço para Joinville e para o Estado de Santa Catarina”, reforçou Krelling.  

A partir de junho deste ano, a administração do Ginásio Ivan Rodrigues para a Fesporte, dentre as novas atribuições que a Fundação vem recebendo do Governo do Estado de Santa Catarina.

A expectativa de Fesporte é que nesse espaço, sejam realizados projetos sociais e comunitário, com o intuito de promover atividades de lazer e a iniciação esportiva.

Publicado em Geral
Escrito por

Ginásio Ivan Rodrigues, em Joinville, será reformado

O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fesporte, entrega na próxima segunda-feira, 28, a ordem de serviço para o projeto de regularização, reforma e ampliação do Ginásio Ivan Rodrigues, na cidade de Joinville. O espaço que já recebeu o Festival de Dança é também um lugar icônico para o esporte de Joinville. Principalmente nas modalidades de Futsal e Basquete, onde foram realizados grandes jogos de Ligas Nacionais, Jogos Abertos e competições estaduais. Além de grandes eventos, a expectativa da Fesporte é entregar o Ivan Rodrigues para projetos sociais e comunitários, promovendo a iniciação esportiva e atividades de lazer. “Os projetos esportivos do Governo do Estado dependem de espaços como o Ivan Rodrigues. Não se faz esporte sem boas instalações. Joinville precisa ter o ginásio de volta. Assumimos este compromisso e estamos dando um importante passo, que é a ordem de serviço para o projeto e a viabilização dos recursos”, destaca Kelvin Soares, Presidente da Fesporte.

O Ginásio, que até 2021 foi administrado pelo Município de Joinvile, passou a ser novamente de responsabilidade do Governo do Estado, que agora irá entregar novamente o espaço para a comunidade esportiva de Joinville. Em Junho deste ano foi publicada a portaria que transfere a administração do Ginásio Ivan Rodrigues para a Fesporte, dentre as novas atribuições que a Fundação vem recebendo do governo. 

A licitação do projeto foi concluída pela Secretaria de Administração do Estado e os recursos são provenientes da Fesporte, que desde o ano passado aplica recursos na ampliação e reforma de espaços esportivos. Serão R$ 109 mil investidos em projetos. Hoje o espaço está interditado e o primeiro passo, que está sendo executado, é a regularização e elaboração de um grande projeto de reforma e ampliação. Os recursos solicitados ao orçamento para a execução da obra são de aproximadamente R$ 15 milhões. O pedido de recursos foi encaminhado ao Governo do Estado, por meio de emenda ao orçamento, proposta pelo Deputado Estadual Fernando Krelling..

A cerimônia está programada para acontecer na Coordenadoria Regional de Educação, em Joinville, nesta segunda-feira (28/11), às 10h da manhã.

 

Publicado em Geral
Escrito por

Delegação de Santa Catarina nas Paralimpíadas Escolares 2022

 

Na noite dessa terça, 22, aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, a cerimônia de abertura oficial da etapa nacional das Paralimpíadas Escolares 2022, maior evento do mundo para jovens com deficiência.

A delegação de Santa Catarina, uma das maiores, é composta por mais de 150 integrantes, incluindo paratletas, treinadores, staffs, guias, tapers, fisioterapeuta e assessoria de imprensa.  

Após uma breve fala de dirigentes do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB),houve o desfile das unidades federativas representadas na atual edição das Paralimpíadas, com suas respectivas bandeiras. A atleta Aline Jordânia, de Tocantins, acendeu simbolicamente, a pira, para iniciar oficialmente o evento.  

Para o Gerente de Esportes de Participação da Fesporte e Chefe da Delegação de Santa Catarina, Willian Scheffer Santos, as paralimpíadas escolares têm um papel muito importante no fomento da prática esportiva. “Esse evento, impacta diretamente na vida dessas crianças e jovens, pois essa competição traz mais autonomia, melhora a autoestima e o desenvolvimento desses atletas, além de influenciar todo o núcleo familiar dos envolvidos”.

A atleta Luana Mendes, 17 anos, que conduziu a bandeira do estado de Santa Catarina na cerimônia de abertura, destacou sua alegria por participar desse momento e afirmou que foi um momento bastante gratificante por representar o para desporto catarinense numa solenidade tão importante. “Espero que muitas outras garotas que apresentam alguma deficiência, um dia possam ter experiências parecidas com a que tive. As pessoas precisam ir atrás de seus objetivos e sonhos, independentemente se envolvidas no esporte ou não”, concluiu Mendes.

       Entrada da Bandeira de Santa Catarina, conduzida pela atleta Luana Mendes                          Foto: Divulgação CPB.

 

As competições nessa edição desse evento serão realizadas nas seguintes modalidades: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 5, futebol de PC, goalball, halterofilismo, judô, natação, parabadminton, parataekwondo, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa e volei sentado.  

Santa Catarina terá atletas em 10 modalidades, com exceção do parataekwondo, halterofilismo e basquete em cadeira de rodas e futebol de 5. 

A etapa nacional das Paralimpíadas Escolares que iniciam hoje acontece após a realização das etapas regionais, ocorridas em Brasília, Natal e São Paulo. Essa edição conta com cerca de 1300 atletas de 25 estados e o Distrito Federal, com exceção do Piauí.  

As Paralimpíadas Escolares tiveram a sua primeira edição em 2009. Desde 2016, as competições acontecem nas dependências do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Uma das novidades das Paralimpíadas Escolares 2022 será a transmissão, de maneira inédita, das provas de basquete em cadeira de rodas (formato 3x3), goalball e vôlei sentado por meio do Tik Tok do CPB.

Pela rede social, será possível acompanhar as disputas de goalball nesta quarta-feira, 23, das 15h às 16h; as de basquete em CR (3 x 3) na quinta-feira, 24, das 10h às 11h; e as de vôlei sentado na sexta-feira, 25, também das 10h às 11h.

Os resultados de todas as modalidades poderão ser conferidos nos boletins diários (www.cpb.org.br) ou pelo app CPB Resultados. 

Publicado em Geral
Escrito por

20 de Novembro é o Dia da Consciência Negra

Hoje, 20 de Novembro, é o Dia da Consciência Negra. A data foi criada em homenagem ao Zumbi dos Palmares e nos lembra sobre a importância da luta contra o racismo e a valorização da raça negra. Novembro também é o mês da consciência negra. A Fesporteentende que o esporte é uma ferramenta importante nessa luta contra a discriminação racial. Foi também, por meio do esporte, que muitos negros tiveram a oportunidade de mostrar o seu valor, muitas vezes negada pela sociedade, ao longo dos tempos. Abaixo, registramos alguns personagens importantes do esporte catarinense que representam a consciência negra e a luta por um mundo melhor.

 

ENALDO BATISTA, ÁRBITRO DE BASQUETE

Enaldo Batista de Souza representa o Basquete e a nossa arbitragem. Um vencedor dentro e fora das quadras. Referência nacional em arbitragem, além de ser atleta, técnico e dirigente esportivo. Ele destaca a luta dos negros para alcançar postos de destaque na vida, diz que já viu muitas injustiças ao longo dos 46 anos de carreira, mas prefere guardar no coração as boas lembranças. “Temos todas as qualidades para vencer na vida em pé de igualdade, mesmo sabendo que não é fácil”, destaca Enaldo.

 Enaldo Batista, árbitro de basquete

 

JOSÉ ACÁCIO PEPE, EX-ÁRBITRO DE FUTSAL

José Acácio dos Santos, o Pepe, é uma lenda do esporte. Comendador do esporte catarinense, árbitro de futsal e representante do quadro de servidores públicos da Fesporte. Pepe, criado no Morro do Mocotó, em Florianópolis, por duas mães adotivas, venceu as barreiras de tempos em que havia muita tolerância ao racismo e quando certas atitudes nem eram consideradas racistas. Tempos em que algumas pessoas se divertiam com frases racistas proferidas a um árbitro negro, em tom de “brincadeira”, por exemplo.Vida de luta e dedicação ao esporte. Venceu, sendo reconhecido como um dos melhores árbitros de Futsal do Brasil e servidor público respeitado. Está trabalhando nos Jasc de Rio do Sul, aos 72 anos de idade.

José Acácio, Pepe, ex-árbitro de futsal

 

ALTAIR VERAS, TREINADOR E EX-ATLETA DE FUTSAL

Altair Veras é técnico de Futsal, representa os nossos treinadores. Craque de Futsal com currículo internacional. Jogou na Espanha e na Itália, tendo a oportunidade de morar nos dois países, graças ao esporte. Uma bagagem cultural que levou para vida.

Altair Veras

 

MARIANA OLIVEIRA, ATLETA DO ATLETISMO

Mariana de Oliveira Muller é atleta, na modalidade onde os maiores ícones mundiais são negros, o atletismo. Quem não se lembra das 4 medalhas do americano Jesse Owens, na então nazista Berlim, no nem tão distante ano de 1936... Conquistas que inspiraram muitos brasileiros e ajudaram a forjar uma geração de medalhistas olímpicos como João do Pulo, Joaquim Cruz, Ademar Ferreira da Silva, entre outros. Marianaé reconhecida nacionalmente no atletismo, além deser medalhista dos JASC no salto triplo. 

Percorreu todo o caminho da base no esporte catarinense, tendo disputado Olimpíadas Estudantis e Joguinhos Abertos. Filha da atleta e treinadora do paradesporto Cristiane Müller, possui vários tios e primos atletas. “O atletismo é um pilar muito importante em nossa família nos ensinou a ter persistência, determinação, disciplina, garra e coragem para superar os obstáculos que a vida nos impõe”, destacou Mariana.

Ainda no atletismo, uma atleta referência: Magnólia Correia, com 39 medalhas dos JASC nos arremessos de peso, disco e dardo. Recordista dos jogos abertos, no arremesso de disco, por 30 anos. Também é treinadora e formadora de atletas, muitos deles negros como ela.

Mariana de Oliveira, atletismo

 

KELVIN SOARES, PRESIDENTE DA FESPORTE

Para fechar, não podemos deixar de falar que a Fesporte é comandada por um negro, o único do atual colegiado estadual. No basquete jogava fácil, no atletismo era rápido. Bi campeão brasileiro juvenil nas duas modalidades. Fora das quadras, teve que trabalhar, estudar e correr dobrado para conquistar o respeito e reconhecimento das pessoas.

”Nos olham diferente num primeiro momento. A barreira muitas vezes só é quebrada depois de muita conversa e pertinência nos assuntos. O sucesso de um negro em cargos de comando também incomoda algumas pessoas e nos isola em certos momentos”, desabafou Kelvin. Tudo isso no Esporte, onde a presença de negros é comum. Imaginem em outras áreas? No caso de Kelvin Soares, o reconhecimento veio através do esporte.

Foi dirigente esportivo em Joinville, maior cidade de SC, e hoje comanda as políticas públicas do esporte catarinense. Criou programas como o Bolsa Atleta, o PIDE(iniciação esportiva escolar), além da busca incansável por mais recursos e leis de fomento para o esporte. Ele entende que as lições do esporte são importantes para o debate da consciência negra. “No esporte todos são iguais e precisam respeitar as mesmas regras. Mas sabemos que na vida nem sempre é assim. Precisamos ter essa consciência e lutar contra qualquer tipo de preconceito, especialmente o racial que talvez seja o mais cruel de todos”, destacou Kelvin.

 Kelvin Soares, presidente da Fesporte

 

Publicado em Geral
Escrito por

Calendário 2023 - Etapas Estaduais

PRÓXIMO ANO • Está definido o calendário 2023 dos eventos esportivos da Fesporte.

Entre as novidades, estão os retornos dos Jogos da Terceira Idade (Jasti), Jogos do Paradesporto (Parajasc) e Paradesporto Escolar (Parajesc), para o primeiro semestre. Os Joguinhos Abertos voltarão a ser realizados em Julho, enquanto os Jogos Abertos de Santa Catarina estão programados para acontecer entre os dias 10 e 18 de Novembro.

A divulgação das datas permite que os municípios participantes façam os seus planejamentos para a temporada seguinte e estão disponíveis para a comunidade esportiva no site da Fesporte.

As datas estão homologadas pelo Conselho Estadual do Desporto, faltando ainda a confirmação dos municípios sede.

 

 

Publicado em Geral
Escrito por

Programa Inovação no Esporte vai apoiar propostas de 10 startups catarinenses

O Programa Inovação no Esporte (Sportechs SC) vai apoiar 10 startups de Santa Catarina com investimento de R$ 50 mil para cada uma em propostas que tragam novas ideias na área. As inscrições vão até 28 de novembro. O Sportechs é uma parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

 

O programa visa a estimular o empreendedorismo inovador por meio do desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores relacionados ao esporte de rendimento, educacional, participação e formação.

 

Vai apoiar, com a concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis), o desenvolvimento de empresas a partir da transformação do seu Produto Mínimo Viável (MVP) em negócios que incorporem produtos, processos e/ou serviços ao ecossistema de empreendedorismo inovador em Santa Catarina.

 

Serão apoiadas empresas cujo objeto social contemple atividade compatível com a proposta do projeto. Os R$ 500 mil serão destinados a 10 propostas, no valor unitário de R$ 50 mil. Serão contempladas, preferencialmente, a melhor classificada para cada uma das seis mesorregiões (Norte, Vale do Itajaí, Sul, Grande Florianópolis, Serra e Oeste) e quatro de acordo com a classificação geral.

 

“Queremos potencializar, através da ciência, tecnologia e inovação, soluções que gerem desenvolvimento para o Estado”, afirmou a presidente interina da Fapesc, Luciana Flor Correa Felipe. “O esporte é uma temática impactante para Santa Catarina. Temos apoio, através da Fesporte, a programas para diversas modalidades e jogos e queremos potencializar essa utilização alinhando tecnologia e inovação. Com isso, esperamos gerar novas oportunidades e atrair talentos para essa área.”

 

O presidente da Fesporte, Kelvin Nunes Soares, lembra que o envolvimento da CTI com o esporte é inegável. “A tecnologia e inovação precisam ser aplicadas em todo momento na área esportiva, trabalhar com dados confiáveis que projetam o futuro e apontem soluções para o esporte de uma forma geral. É uma necessidade do mundo esportivo. Em Santa Catarina não é diferente. Nós acreditamos que a partir deste passo dado no Sportechs possamos muito rapidamente entregar tecnologias e informações para o meio esportivo catarinense”.

 

Leonardo de Lucca, gerente de Inovação e Tecnologia da Fapesc, salienta que o esporte é uma indústria responsável por aproximadamente 2% do PIB brasileiro e que necessita cada vez mais de inovação tecnológica para aproximar o cliente das empresas.

 

“A avaliação e monitoramento do treinamento de atletas e praticantes de atividade física é feito atualmente com tecnologias que permitem a coleta de informações em tempo real”, afirmou de Lucca. “A pesquisa básica e aplicada é feita com equipamentos cada vez mais sofisticados e conectados que também permitem a maior interação com o público que assiste às competições esportivas. Todos podem saber qual a distância percorrida e o esforço realizado pelo seu atleta preferido. Santa Catarina se destaca no cenário esportivo nacional e tem um ecossistema de CTI muito consolidado. Dessa forma, a Fapesc e a Fesporte resolveram convergir ações para desenvolver tecnologias e inovações esportivas em território catarinense.”

 

:: Clique aqui para ter acesso ao edital

 

Mais informações para a imprensa:

Maurício Frighetto

Assessoria de Imprensa

Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC – Fapesc

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: (48) 99932-4209

Site: www.fapesc.sc.gov.br

 

Escrito por: SECOM

Publicado em Geral
Escrito por

Jasc inicia nesta 5ª em Rio do Sul com mais de 6 mil atletas

A etapa estadual da 61ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) tem início nesta quinta-feira, 10, com a participação de 6.500 atletas de 115 municípios em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. Até o dia 20 estarão em disputa 48 modalidades esportivas no masculino e feminino. Já nesta quinta-feira, 10, tem início a competição de tiro na modalidade trapp americano. 

É a terceira vez que Rio do Sul sedia os Jasc. A primeira foi em 1971 e a segunda em 1995.

Já a partir de sexta-feira, 11, começam as disputas no masculino do basquete, bocha, bolão 23, futsal, além do feminino do handebol e ainda cerimônia oficial de abertura, que será às 19h30 no ginásio Artenir Werner.

Apesar das disputas começaram apenas nesta quinta-feira, a edição dos Jasc já tem seus primeiros campeões de modalidade e eles vieram do bolão 16, em disputa ocorrida domingo, dia 6, em Timbó, Idaial. No masculino Blumenau foi campeão, seguido de Rio do Sul, vice, e Timbó, em terceiro lugar. No feminino Florianópolis ficou com o primeiro lugar, com Blumenau em segundo e Indaial fechando o pódio em terceiro lugar.

Em Rio do Sul estarão grandes competidores do esporte brasileiro entre eles o atletas olímpicos  Darlan Romani, no arremesso do peso; Felipe Wu, do tiro; a campeã mundial de bocha Ingrid Schulz,  além da campeã brasileira e mestre internacional de xadrez Júlia Alboredo, entre outros.

Segundo Juliano Vaz, coordenador geral dos Jasc, a expectativa é bastante positiva para a competição em Rio do Sul. “O município se preparou muito bem para os Jogos e nós da Fesporte estamos confiantes em um grande evento. Temos o maior número de atletas inscritos dos últimos 15 anos e atletas e de qualidade, o que nos dá a certeza de uma competição de qualidade”. 

A etapa estadual dos Jasc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com o município de Rio do Sul.

 

Publicado em Geral
Escrito por

Kelvin Soares se afasta da Fesporte para cirurgia

O Presidente da Fesporte, Kelvin Soares, afastou-se do cargo nesta semana por motivo de saúde. Ele recupera-se de uma cirurgia na coluna vertebral que precisou ser realizada com urgência, nesta terça-feira, dia 1º. Não há previsão para o retorno dele ao comando da Fesporte. Marcelo Brigadeiro, Diretor técnico da Fesporte, assume a presidência da Fesporte durante o período em que o presidente Kelvin Soares estiver afastado. 

 

Publicado em Geral
Escrito por

Legislação Eleitoral

Legislação Eleitoral

Por conta da legislação eleitoral, não serão exibidos novos conteúdos no site até o final das eleições 2022, conforme o calendário eleitoral vigente e regulamentado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Publicado em Geral
Escrito por

Ginástica artística: a busca pela perfeição

Destaque catarinense no Troféu Brasil de Ginástica Artística ocorrido em Porto Alegre em maio, Isabel Castro Ferreira, 16 anos, treina forte para o Campeonato Brasileiro que acontecerá em agosto na cidade de Salvador.  Em 2019, Isabel foi campeã individual geral dos joguinhos abertos de Santa Catarina promovido pela Fesporte. 

Isabel é atleta do Jurerê Sport Center (Jusc) com mais participações e destaques nacionais. Participou do Campeonato Brasileiro Juvenil em 2021 e nesse ano da Gymnasíade e do Troféu Brasil, onde teve seu resultado mais expressivo, sendo finalista do aparelho solo e ficando entre as oito melhores ginastas do Brasil, neste aparelho. Foi a melhor catarinense nesse torneio. Ela começou na ginástica aos sete anos, mas o treinamento de alto rendimento só teve início depois que ela completou 12 anos. 

Controlar o corpo e os movimentos

A ginástica é um esporte que encanta pela leveza nos movimentos     (Arquivo Pessoal) 

Precisão, força, flexibilidade, agilidade e equilíbrio são algumas das habilidades que um atleta dessa modalidade necessita ter.  “Isabel é uma menina muito carinhosa, educada e extremamente dedicada. Está sempre em busca da perfeição, tendo uma postura e um artístico excelente”. O relato é da treinadora Letycia da Silveira Victoria que acompanha e orienta a atleta desde que Isabel tinha 11 anos.  

Isabel participou pela primeira vez do Troféu Brasil neste ano e para ela, estar ao lado de ginastas renomadas como Jade Barbosa e Rebeca Andrade (sua maior inspiração) “é algo inexplicável, competir com elas, parece um filme”. Além disso, "a possibilidade de fazer novas amizades e a sensação de superar um desafio é algo que adoro, sentir que todo o esforço vale a pena", destacou Isabel. 

 

Publicado em Geral
Escrito por

Bicampeã Brasileira, Poliana é apoiada pelo Bolsa Atleta

Foi  na manhã de quinta-feira, 23, que Poliana Souza da Silva, 13 anos, natural de Canelinha, apoiada pelo projeto Bolsa Atleta, se sagrou bicampeã brasileira de Taekwondo, categoria cadete 37 kg.

Santa Catarina fez dobradinha nesse pódio com Giulia Manoela Alves, natural de Tijucas, se tornando vice-campeã brasileira da categoria. 

No Supercampeonato Brasileiro de Taekwondo realizado na Arena Multiuso em São José que reúne até este domingo mais de 1.400 atletas de 26 estados brasileiros (apenas o Pará não mandou atletas para essa competição), Poliana venceu suas lutas e conquistou mais um título para sua carreira. 

Poliana representará o Brasil no Pan-Americano na Costa Rica e no Mundial na Bulgária, que acontecerão em julho. 

Para o seu técnico, que já a acompanha desde o mirim há seis anos, Vandeir Fugazza, ganhar o campeonato brasileiro é muito difícil e esse é especial, pois é o primeiro campeonato com regras oficiais novas, já preparando o Taekwondo brasileiro para as competições internacionais. 

Os pais Paulo Sérgio de Souza e Valdirene com a filha campeã Poliana (arquivo pessoal) 

Segundo Fugazza, Poliana é uma atleta muito focada. Para ele “ela é muito focada, muito disciplinada, controla a alimentação com horários regrados. Se dedica muito ao esporte, treina feito adulto. Agradecemos a Fesporte por apoiar ela e vários outros atletas”, destacou. 

Dois torcedores fervorosos estavam ansiosos na arquibancada do ginásio e vibravam a cada ponto. O casal Paulo Sérgio de Souza e Valdirene de Souza era só alegria após a conquista da filha. “Não sabemos ser pai de atleta. A gente fica muito emocionado, uma menina dessa sendo campeã brasileira é algo muito gratificante. Não há palavras para descrever esse momento”, falou o pai. 

Após o título, Poliana declarou que foi uma conquista marcada por muito treino e dedicação. “Gostaria de agradecer muito ao meu mestre Vandeir, a minha família e a todos que torceram por mim”.

O Taekwondo catarinense está sendo muito emergente e cresceu muito no âmbito nacional.  E equipe de Santa Catarina trouxe 157 atletas ficando em segundo lugar, sendo superada apenas por São Paulo com aproximadamente 220 atletas, explicou Allan Fábio Siqueira, presidente da Federação Catarinense de Taekwondo. 

 

Pagina 1 de 2