Sexta, 03 Novembro 2017 19:08

Felipe Wu vê SC como referência no tiro Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Wu considera que a elite da modalidade é em SC Wu considera que a elite da modalidade é em SC Nilton Wolff

Um dos destaques dos 57º Jogos Abertos de Santa Catarina é o medalhista Felipe de Almeida Wu, de 25 anos. O atirador que compete pelo quarto ano por Chapecó ficou com a prata nos Jogos Olímpicos do Rio, na prova de pistola de ar 10 metros. A diferença entre ele o vietnamita Xuan Ving Pang foi de apenas 0,3 ponto, em disputa acirrada, ponto a ponto, desde a fase classificatória.

Natural de São Paulo, Wu veio para Santa Catarina a convite de Joinville, quando tinha 15 anos, mas somente a partir de 2004 pode competir nos Jasc em razão da idade mínima permitida. De lá para cá foram inúmeras medalhas de ouro, prata e bronze pelos dois municípios. A decisão de se filiar à Federação Catarinense Esportiva de Tiro e Caça foi por considerar que a elite da modalidade é no Estado. “O meu principal objetivo sempre foi disputar uma Olimpíada e, se possível, conquistar uma medalha”.

Felipe Wu compete nos Jasc desde 2004

 

Wu disse que, depois das duas medalhas de ouro na Copa do Mundo em 2016, apostava num bom desempenho nos Jogos do Rio. Tanto assim que, na fase classificatória para a Olimpíada, terminou ficou em sétimo entre oito finalistas. “Mesmo estando entre os melhores do mundo tive certeza de que ganharia uma medalha”. Ele entrou para a história porque o Brasil não subia ao pódio na modalidade desde a Antuérpia, em 1920.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

 

Orlando Pereira

Fesporte

(47) 99945-6578

Lido 414 vezes Última modificação em Sexta, 03 Novembro 2017 20:11

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.