Segunda, 04 Novembro 2019 01:01

Chuva e raios interrompem decisão do punhobol Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Os capitães e o árbitro decidem a transferência da partida por causa das chuvas e raios Os capitães e o árbitro decidem a transferência da partida por causa das chuvas e raios Foto: Maurício Vieira

A forte chuva, acompanhada de raios e trovoadas, que caiu durante a tarde abafada deste domingo, 3, em Pomerode interrompeu a decisão do troféu de punhobol. A final, programada para o início da manhã desta segunda-feira 4, será retomada entre Florianópolis e São Bento do Sul. Na disputa pelo bronze, Blumenau levou a melhor sobre Pomerode, e garantiu a medalha de terceiro lugar dos Jogos Abertos.

A quadra, encharcada, e a falta de iluminação natural no campo do Parque de Exposições de Pomerode levaram o coordenador da modalidade, Hugues Torres a paralisar a competição. “Não havia condições de jogo, o gramado tinha poças e iria prejudicar a competição” argumentou o dirigente, vice-presidente da Confederação Brasileira de Handebol, “a bola nem quicava”.

A partida foi interrompida logo no primeiro set, quando Florianópolis vencia São Bento do Sul por 8 a 6. A chuva, torrencial, veio acompanhada de raios e trovoadas, assustando atletas e torcida. Boa parte do público, que acompanhara atento a vitória de Blumenau sobre Pomerode aproveitou para fugir do mau tempo.

Em campo, antes do mau tempo provocar o cancelamento da final, Blumenau passou trabalho para superar os anfitriões de Pomerode. Uma das equipe de maior tradição na modalidade em Jogos Abertos, o time da terra da Oktoberfest precisou de cinco sets para bater os rivais de Pomerode. Ao final, a festa pelo bronze, com o placar de 3 a 2 ((10/12, 11/8, 11/9, 9/11 e 11/8).

Texto Olavo Moraes

 

Lido 1108 vezes Última modificação em Sexta, 08 Novembro 2019 10:36

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.