Quarta, 06 Novembro 2019 00:55

Ciclismo feminino é de Floripa Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Karol (E), exibe a medalha de prata, ao lado campeã Tamires, de Floripa, e Dauana, de Joaçaba Karol (E), exibe a medalha de prata, ao lado campeã Tamires, de Floripa, e Dauana, de Joaçaba Foto: Alexandre Baptista

Com o ouro de Tamires Radatz, hoje (dia 4), na prova do Contra-Relógio Individual, Florianópolis conquistou o título do ciclismo feminino dos 59º Jogos Abertos de Santa Catarina. Em segundo lugar finalizou o município de São José, à frente de Itapema, em terceiro na classificação geral. 

O torneio masculino encerra nesta quarta-feira, com a disputa da prova de Downhill. Brusque lidera a classificação, com 55 pontos, contra 50 de Joinville e 46 de Rio do Sul.

O cenário bucólico da região da rodovia SC 418 de Timbó foi palco da vitória de Tamires Radatz na prova de 20 quilômetros de percurso. A representante da Capital foi a única a percorrer a distância em menos de meia hora. Fez 29min06seg, 54 segundos de vantagem sobre Karol Meyer, de Itapema. O bronze ficou com Dauana Nodari, de Joaçaba, e tempo de 30min22seg.

Vitória de Gabriel Silva entre os homens

Entre os homens, o melhor do Contra-Relógio Individual foi Gabriel Silva, de Chapecó. Para garantir a medalha de ouro, o atleta do Oeste de Santa Catarina percorreu os 20 quilômetros da prova em 30min33seg. A prata foi para André Gohr, de Brusque, com 31min02seg, e o bronze para Luiz Basso, de Chapecó, e tempo de 21min12seg.

A etapa estadual dos 59º Jogos Abertos de SC é promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó, Indaial e Pomerode.

Texto: Olavo Moraes

 

CICLISMO FEMININO

Classificação final 

1º – Florianópolis, com 46 pontos

2º - São José, com 35 pontos

3º - Itapema, com 31 pontos

4º - Rio do Sul, com 25 pontos

5º - Blumenau, com 14 pontos

Lido 1251 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.