Sábado, 24 Novembro 2018 01:07

Medalha na luta e basquete na semifinal marcam o dia em Natal Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Miguel dos Santos, de Tubarão, foi medalha de bronze na luta olímpica Miguel dos Santos, de Tubarão, foi medalha de bronze na luta olímpica Foto: Antonio Prado/Fesporte

Por Antonio Prado

A sexta-feira, 23, nos Jogos Escolares da Juventude (JEjs) em Natal foi  dia de carimbar a classificação para a semifinal das modalidades coletivas. Basquete feminino 12 a 14 anos e 15 a 17, além do  basquete masculino 15 a 17 anos garantiram classificação e primeiro lugar em suas respectivas chaves. O dia foi marcado também por uma medalha de bronze na luta olímpica.

Para as modalidades que não conseguiram vencer a briga será pelo quinto lugar na classificação para se garantir na fase nacional dos JEJs do ano que vem, caso contrario, terão que disputar a etapa classificatória regional.

Basquete em alta

O basquete catarinense esteve em alta nas quadras esportivas de Natal. Os meninos do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, manteram os cem por cento de aproveitamento na competição e acrescentaram mais uma vitória no currículo. Venceram  por 93 a 40  o time da casa, o Colégio Salesiano (RN).  

A vitória dos meninos inspiraram o basquete feminino 15 a 17 anos do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, que disputou uma partida equilibradíssima contra o Colégio Marista, do Espírito Santo, mas no final conseguiu vencer por 41 a 38 e carimbar sua passagem para a semifinal.

Essa mesma energia contagiou o basquete feminino, também do Colégio Jaraguá, só que na categoria 12 a 14 anos. As jaraguaenses conseguiram uma vitória mais tranquila diante do time do Colégio Farias Brito, do Ceará: 44 a 27 e estão também na semifinal.

Já o basquete masculino 12 a 14 anos do Colégio São José, de Itajaí, não conseguiu superar a forte marcação do Colégio Santa Mônica, do Rio de Janeiro, e em uma partida eletrizante perdeu no último segundo por 45 a 44 e está fora da semifinal.

Se três equipes de basquete tiveram êxito, o mesmo não se pode dizer do handebol. Na categoria 12 a 14 anos, masculino, os alunos da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perderam de 26 a 17 para a Escola Municipal Prof. Anna dos Reis, de São Paulo. Agora a expectativa é pelo quinto lugar para a disputa da etapa nacional 2019.

Quem também não conseguiu êxito para a semifinal  foi o handebol masculino 15 a17 anos do Colégio Industrial de Lages. Perdeu por 23 a 22 para o Colégio Abaco, de São Paulo, na partida mais equilibrada da rodada.

E para fechar a noite com uma notícia positiva, Miguel dos Santos Polla, da Escola Estadual João Teixeira Nunes, de Tubarão, conquistou a medalha de bronze na luta olímpica, 15 a 17 anos na categoria pesado. No judô 12 a 14 anos André  Kremer, do Colégio São José, de Itajaí, foi medalha de prata na categoria mais de 64kg ao perder a final para Vinícius Silva, de São Paulo. Miguel e André ajudaram o time catarinense conquistar a 70ª medalha para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude.  Agora são 13 de ouro, 36 de prata e 20 de bronze.

Os Jogos Escolares da Juventude (JEJs) são uma realização do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A delegação catarinense, composta por 305 integrantes, entre atletas e coordenadores de modalidades, conta com o apoio do Governo de Santa Catarina por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Lido 456 vezes Última modificação em Sábado, 24 Novembro 2018 13:25

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.