Terça, 18 Outubro 2016 17:21

Gabriela Azambuja, destaque do tênis dos Joguinhos Abertos Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Gabriela Rodrigues Azambuja, de 17 anos, foi a tenista destaque dos 29os Joguinhos Abertos de Santa Catarina Gabriela Rodrigues Azambuja, de 17 anos, foi a tenista destaque dos 29os Joguinhos Abertos de Santa Catarina Heron Queiroz

Você sabe onde fica Palmas? Nossa Atleta da Vez de hoje veio de lá! Mas pelo que ela fez nos Joguinhos, ela não merece só “palmas”, merece Tocantins inteiro.

Palmas é um município brasileiro, sendo a capital e também a maior cidade do estado do Tocantins, considerada a "Caçula das Capitais" e "Princesinha do Brasil", possui aproximadamente 279.856 habitantes.

Gabriela Rodrigues Azambuja, de 17 anos, foi a tenista destaque dos 29os Joguinhos Abertos de Santa Catarina, representando o município de Itajaí, sendo inspirada pelo irmão mais velho, visto que ele também foi atleta da modalidade.

Completando 13 anos de tênis, a palmense já participou de diversos campeonatos brasileiros, dentre quais foi campeã em alguns deles. Embora não tenha participado de muitos campeonatos internacionais, dos que participou, alcançou a fase de oitavas de final.

Ela espera que possa jogar com tenistas boas e experientes nos Jogos Abertos de Santa Catarina, pois tem certeza que isso acrescentará bastante no seu jogo, acredita que fará uma boa campanha, dando seu melhor, jogando bons jogos e representando Itajaí. Mantendo como seu maior foco os torneios ITF, para adquirir bons resultados e, consequentemente, melhorar sua posição no ranking.

O que a motiva a continuar no esporte é acreditar que ela pode alcançar o topo, sempre se esforçando para melhorar, embora saiba que tem que abandonar algumas coisas para seguir no meio esportivo; mas, segundo ela, para continuar, é preciso atitude, trabalho duro e acima de tudo muita fé.

A tenista ainda sempre foi bastante apoiada pelos seus pais, que acompanham toda sua rotina, mesmo de longe, e percebem como se dedica e como é feliz fazendo o que gosta. Gabriela treina dois períodos todos os dias, por conta disso começou a estudar a distância, o que não agradou muito seus pais no início, mas com o tempo foram aceitando e compreendendo a situação. Sua maior dificuldade é morar longe da família e amigos.

O que fez chegar até onde chegou, além da força de vontade, também foram seus títulos e o incentivo de pessoas próximos a ela, que nunca permitiram que ela desanimasse ou desistisse do sonho de ser jogadora profissional.

Admite ainda que não é fácil conciliar estudo e vida de atleta, pois além de ir para o inglês depois de um dia de treino e estudar para as provas, tem tarefas que muitos da mesma faixa etária não têm, como lavar suas roupas, fazer suas próprias refeições, fazer compras, pagar as contas e etc.

Gabriela ainda mandou um recado para a família e amigos: "Gostaria primeiro de mandar um beijo para minha família, depois quero agradecer a toda a equipe do ADK Tennis e aos técnicos Clóvis, Narciso e Flávio, que estão todos os dias lutando comigo. Quero também mandar um grande abraço para os meus amigos da minha cidade natal, Todinho, Kaique, Antenor, Bruno, Augusto e para toda a galera do TodySport, Tênis Clube e Gurupi. E por fim um grande beijo para as minhas amigas, Izabella, Rebeca, Sara, Bia, Gabriela e Ana Julia."

Texto: Gustavo Marques

Lido 434 vezes Última modificação em Terça, 18 Outubro 2016 17:44

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.