Prado

O presidente da Fesporte, Rui Godinho, esteve na tarde desta quarta-feira, 14, em Brasília na Secretaria Especial do Esporte (SEE) do Ministério da Cidadania. A viajem foi para acertar detalhes  da realização do Campeonato Mundial de Futsal Feminino, que pela primeira vez na história será realizado em Santa Catarina e a cidade escolhida foi Xanxerê, no Oeste Catarinense.

A escolha da cidade-sede aconteceu ainda em fevereiro deste ano, e a competição estava prevista para 3 a 12 de julho, todavia foi suspensa em decorrência da pandemia de covid-19. Agora a competição está prevista para ocorrer em dezembro, na Arena Ivo Sguissardi, com a participação da Seleção Brasileira e mais 11 países. 

No encontro, além de Godinho, participaram como representantes da SEE Ronaldo Lima dos Santos (Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor), Naiara Gresta (captação de recursos e eventos de futsal feminino), além de Tatiana Weysfield (coordenadora de projetos de futsal da Confederação Brasileira de Futsal – CBFS) e Ademir Gasparini ‘Miri’ (secretário de esportes da Secretaria esportes, cultura e lazer de Xanxerê).

“A seleção brasileira de futsal é uma grande força no cenário internacional. O futsal catarinense feminino também. O exemplo disso é o Leoas da Serra, de Lages, como campeão mundial. Então trazer um evento inédito e dessa grandeza para o nosso estado prova a força do futsal catarinense. Trazer o evento para o nosso Estado era um objetivo do então secretário esportes, cultura e lazer de Xanxerê Ademir Gasparini ‘Miri’ e da Fesporte”, destaca  Rui Godinho.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Nesta terça-feira, 13, a Fesporte brinda aos amantes do esporte com fotos e vídeos de todos os cartazes das edições dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) ao longo dos anos desde a primeira edição, em 1960, em Brusque, até 2019 realizados em Timbó, Pomerode e Indaial. São mais de 50 anos de história do evento esportivo mais importante de Santa Catarina.

A título de curiosidade a primeira edição dos Jasc foi realizada de 7 a 12 de agosto em Brusque. O maior jornal catarinense da época, O Estado, publicou apenas duas pequenas notas sobre o evento. A primeira saiu 'escondida' na coluna de remo, vela e natação, assinada por Rui Lobo. O segundo registro foi só após o final da competição com o resultado final dos Jasc. 

Clique aqui e veja os cartazes dos Jasc

Abaixo vídeo com os cartazes até 2018

 

 

Abaixo a logomarca 2019 dos Jasc

Cinco atletas de modalidades diferentes gravaram um vídeo para a Fesporte com mensagens de esperança e superação em tempos de pandemia. Representantes do taekowondo, atletismo, jiu-jitsuo,  futebol 7 e paratletismo participaram da  iniciativa.

 “Mesmo parados estamos firmes e fortes no desejo de fazer um 2021 repleto de competições esportivas”, enfatiza, Kamila Melo, do atletismo de Tubarão.

 “Por isso estamos aqui para juntos com a Fesporte  dizer que com garra e determinação já estamos superando este momento. Viva o Esporte!”, completa o paratleta Geraldo Luiz, de São José. Clica a e assista o vídeo.

 

Quatro estudantes de Blumenau, do Colégio Bom Jesus Santo Antonio, participam do Campeonato Mundial Escolar de Xadrez Online. São Eles: Thiago Kim e Isadora Feller (ambos com 13 anos), na categoria até 14 anos; além de Gabriel de Borba e Gabriela Feller (16 anos), categoria 15 a 18 anos.

Thiago e Isadora se classificaram para a fase final da competição, programada para os dias 18 e 19 e já estão entre os 40 melhores do mundo. Os dois foram revelados na Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). Na competição da Fesporte Thiago conquistou medalha de prata em 2018 e bronze em 2019, ambas por equipe. Já Isadora conquistou medalha de bronze por equipe na Olesc  2018.

O Campeonato Mundial Escolar de Xadrez Online iniciou dia 3, com a categoria até 14 anos,  está sendo realizado de forma inédita pela Federação Internacional de Esporte Escolar (ISF, da sigla em inglês) e reúne atletas de 35 países. Para evitar qualquer contágio pelo coronavírus as partidas são realizadas de forma remota com cada atleta em sua casa.  Os quatro blumenauenses são os únicos representantes do Brasil. 

Isadora Feller, de Blumenau, disputa mundial de xadrez (Arquivo pessoal)

A dupla Gabriel de Borba e Gabriela Feller estreia na competição nos dias 10 e 11 respectivamente (as finais serão dia 25 de outubro). Já tem no currículo títulos dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina.

O campeão da categoria até 14 anos ganha o direito de participar de forma presencial dos Jogos Mundiais Escolares 2021 em Belgrado, na Sérvia. Enquanto que o vencedor da categoria 15 a 18 anos garante presença na Ginasíade 2021 em Jinjiang, na China.

“São quatro atletas talentosos que orgulham Santa Catarina, pois participam pela primeira vez de um  evento que reúne grandes competidores do mundo como Rússia e China, que são países fortes  na modalidade”, atesta a treinadora e mestre internacional de xadrez Regina Ribeiro.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

No final da tarde desta segunda-feira, 28, integrantes da Fesporte se reuniram em Florianópolis com dirigentes de Rio do Sul e Balneário Camboriú, municípios-sede da etapa estadual da 60ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Por conta da covid-19, o evento este ano será realizado em três blocos e obedecendo todos os protocolos de segurança, entre os quais testes rápidos, ações estabelecidas pela Portaria nº 703 da Secretaria Estadual de Saúde, que define critérios para a retomada dos eventos e competições esportivas organizados pela iniciativa privada e pela Fesporte.

Na reunião ficou decido que o bloco 1 da etapa estadual será realizado entre os dias 20 e 22 de novembro, em Rio do Sul, com o futebol, futsal, vôlei, bolão 23, ciclismo, tiro, bocha, tênis e Punhobol.

Já o bloco 2 está previsto a ser realizado entre os dias 25 e 28 de novembro, em Timbó, com o atletismo, basquete, bolão 16 e xadrez. Segundo Luciano Heck, gerente de esporte de rendimento da Fesporte, ainda estão sendo realizados ajustes com dirigentes timboenses para o fechamento da programação oficial do segundo bloco.

Entretanto, o Bloco 3 terá como sede Balneário Camboriú, que terá entre os dias 3 a 6 de dezembro as competições de triatlon, vôlei de praia, jiu-jítsuo, judô, caratê, taekwondo, handebol e tênis de mesa. 

Participaram da reunião pela Fesporte, Marcelo Brigadeiro, diretor de Esporte, e Luciano Heck, gerente de rendimento; e por Rio do Sul, Serginho Schlemper, superintende da Fundação Municipal de Desporto, além de Mário Tetto, superintendente Fundação de Esporte de Balneário Camboriú.  

Os dirigentes municipais saíram da reunião bastante satisfeitos. Eis a impressões.

“Vai ser uma grande honra para nós receber um bloco de competições. Balneário Camboriú se sente preparado e bastante feliz em fazer este trabalho em parceria com Rio do Sul, Timbó e Fesporte”.

Mário Tetto – Superintendente Fundação de Esporte de Balneário Camboriú 

“Depois de vinte e cinco anos Rio do Sul vai voltar a sediar um evento tão importante como os Jogos Abertos de Santa Catarina e ainda mais significativo por ser a 60ª edição. Então ficamos muitos felizes e temos a certeza que faremos um grande evento, pois já temos experiência em organizar grandes eventos com a Fesporte como a Olesc, em 2017, Jasti, em 2018, e Joguinhos em 2019”.

Serginho Schlemper - Superintende da Fundação Municipal de Desporto de Rio do Sul

 “A reunião foi muito produtiva, pois definimos as modalidades a serem realizadas em cada município e os detalhes técnicos de cada competição. Temos certeza que teremos uma grande edição dos Jasc, e a comunidade esportiva ficará bastante satisfeita”.

Marcelo Brigadeiro – Diretor de Esporte da Fesporte

Confira o vídeo com os dirigentes avaliando a reunião

 

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), o Conselho Estadual de Esporte (CED) e o Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD), lançam nesta quinta-feira, 24,  o manual  Retomada das Competições Esportivas em Santa Catarina.

Segundo o presidente da Fesporte, Rui Godinho,   o objetivo do documento é divulgar ao máximo, de forma clara e didática, as ações que serão tomadas durante as competições, de modo que estejam todos bem informados e, conseqüentemente, os envolvidos possam sentir-se seguros e protegidos de qualquer meio de contaminação.  

“Esse manual transforma em linguagem simples e objetiva os principais pontos  do protocolo desenvolvido e publicado no Diário Oficial do Estado da Portaria SES nº 703 de 14 de setembro, que define critérios para a retomada dos eventos e competições esportivas organizados pela iniciativa privada e pela Fesporte, durante o período de pandemia da covid-19. Esse documento é de suma importância para representantes municipais, atletas, comissão técnica e árbitros. E também: profissionais de imprensa e público em geral, já que transforma a linguagem técnica de uma portaria em uma comunicação de fácil entendimento”, destaca Rui Godinho.

Ainda segundo o presidente da Fesporte  a retomada das competições esportivas é fruto de um esforço conjunto da Fesporte, CED, TJD, SES, Defesa Civil de Santa Catarina e Centro de Operações Emergenciais de Saúde (Coes), envolvendo ainda a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), além de federações e outras entidades esportivas. 

Segundo o dirigente, estudos, análises e reuniões com entidades do esporte e da saúde, ao longo do período de restrições, permitiram o desenvolvimento de um protocolo de medidas sanitárias que visem à prática esportiva de forma controlada e segura quanto à contenção do avanço do novo coronavírus. 

Texto: Heron Queiroz/Ascom Fesporte

 

Pagina 5 de 246