Quarta, 05 Dezembro 2018 21:25

Blumenau amplia vantagem na liderança da Olesc Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Atletas do basquete feminino de Blumenau vibram com a conquista Atletas do basquete feminino de Blumenau vibram com a conquista Antônio Prado

Edenilson Leandro, especial para a Fesporte

Em dia intenso, quatro equipes sagraram-se campeãs da Olimpíada Estudantil Catarinense - a Olesc 2018 que ocorre até sabado (8) nas cidades de Indaial e Timbó. Com o encerramento de mais quatro torneios, houve movimentação no quadro de pontos que vai definir a cidade campeã da Olesc. Com a conquista do basquete feminino, o quarto lugar no handebol masculino e o sexto lugar no futsal feminino, Blumenau subiu de 52 para 69 pontos e continua na liderança da Olesc 2018. Em segundo está Itajaí, com 37; e em terceiro, Tubarão, com 34. Joinville, que soma nove títulos gerais da Olesc e venceu nos dois últimos anos, aparece em quarto, com 33.

Nesta quarta (5), terminaram o dia como campeões Blumenau, no basquete feminino; Concórdia, no futsal feminino; Brusque, no vôlei masculino; e Itajaí, no handebol masculino. Na decisão do ouro do basquete feminino, Blumenau derrotou Jaraguá do Sul por 58 a 55 com uma virada nos minutos finais. O bronze ficou com Criciúma, ao vencer São Miguel do Oeste por 58 a 45. O troféu do futsal feminino ficou com o time de Concórdia. A equipe derrotou Itajaí por 4 a 0 na final. Na disputa pelo terceiro lugar, Caçador derrotou Criciúma por 5 a 3. O prêmio máximo do vôlei masculino da Olesc foi para Brusque. O time da cidade venceu Jaraguá por 3 sets a 0. Balneário Camboriú ficou em terceiro após ganhar Gaspar por 3 a 2.

O dia de decisões terminou com o handebol masculino. O título de campeão ficou com Itajaí, ao vencer Criciúma por 27 a 19. São José terminou em terceiro - derrotou Blumenau por 29 a 27. Nesta quinta (6) terminam as modalidades de xadrez, tênis e natação. A Olesc 2018 é uma promoção do governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.

Lido 145 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.