Quinta, 06 Dezembro 2018 21:47

E o troféu da natação vai para... Itajaí e Tubarão Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Meninas de Tubarão somaram 114 pontos e conquistaram o troféu Meninas de Tubarão somaram 114 pontos e conquistaram o troféu Foto: Antonio Prado/Fesporte

Quando os nadadores de Itajaí Arthur Matos, Bruno Safanelli, Davi Pereira e Lucas Machado caíram na piscina da Pame para disputar os dois revezamentos, o 4x100 livre e o 4x100 medley, nesta quinta-feira, 6, em Indaial, eles tinham um propósito: nadar o mais rápido possível e conseguir não somente a medalha de ouro, mas também o troféu de campeão geral da modalidade que se encerrou nesta quinta. E foi o que aconteceu. 

As duas vitórias nessas provas foram fundamentais para os itajaienses fecharam a competição em primeiro lugar, no masculino, com 99 pontos. São Bento do Sul, que antes da decisão estava um ponto atrás dos campeões (81 a 80) terminou em segundo lugar com 90 pontos. Blumenau ficou em terceiro lugar com 69 pontos.

Na disputa entre as mulheres destaque para Isabela Mazuco, ouro nos 200 metros livres, nos 100 metros costas e no revezamento 4x100 livre, além de prata nos 100 metros livre e no revezamento 4x100 medley.

A performance de Isabela foi determinante para Tubarão levar o troféu de campeão no feminino com 114 pontos, deixando em segundo lugar Joinville, com 107. Concórdia ficou em terceiro no quadro de classificação com 102 pontos.

“Este título vem sendo almejado desde 2006 com essa garotada e graças a Deus conseguimos este objetivo agora em 2018. Tudo foi bem planejado”, destacou o treinador de Tubarão, André Lemos.

“A conquista do troféu de campeão geral da natação masculina por Itajaí é devido a um trabalho sério na base”, revela o treinador Leandro Peixoto. Ele se refere ao Projeto Social Nadar, mantido pela prefeitura há três anos e que em 2018 já atendeu 3.218 crianças entre 7 a 12 anos, sendo considerado o maior núcleo de natação gratuita do país.

Nesta edição da Olesc não houve registro de recordes na natação,  já que se inaugurou uma nova ordem de provas em piscinas de 25 metros, visto que nos dois últimos anos as disputas foram realizadas em piscinas de 50 metros.

A 18ª edição da Olesc marcou a despedida do treinador da natação feminina de Jaraguá do Sul Ronaldo Fructuozo, que deixa o comando das atletas depois de 23 anos de serviços. “Já estou cansado, acho que já era hora de parar e curtir um pouco a família”, revelou. 

A Olesc 2018 é uma promoção do governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.

 

Lido 121 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.