Sexta, 22 Maio 2020 20:31

Fesporte já faz 50% do seu atendimento presencial Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)

Dia 18 de março o governo estadual baixou o Decreto 509/2020, que, dentre outras medidas de prevenção e combate ao contágio do coronavírus (Covid-19), suspendeu por tempo indeterminado os eventos esportivos do calendário da Fesporte. Deste então a entidade esportiva manteve o trabalho de gerenciamento do esporte catarinense no sistema home-office por meio de seus colaboradores.

Agora, desde o dia 18 de maio, a Fesporte iniciou um processo gradual de atendimento presencial. “Estamos com 50% do atendimento presencial. Para manter a segurança dos nossos colaboradores foi organizado um sistema de escala para evitar aglomeração na sede em Florianópolis”, explica Rui Godinho, presidente da Fesporte.

Ou seja, a cada dia da semana comparece um número seguro de servidores para trabalhar. A outra metade fica em casa trabalhando em home-office. E neste processo o uso de máscara e álcool em gel é obrigatório. Alguns espaços, como a recepção, por exemplo, foram demarcados com fitas de segurança.

Trabalho não parou

Desde que saiu o decreto do Governo de Santa Catarina limitando os serviços estaduais devido a pandemia do Coronovirus a Fesporte se manteve firme no processo de seguir todas as diretrizes das autoridades de saúde para se evitar a propagação do vírus

No sistema home-office muitas ações foram feitas, entre as quais: proposta de readequação do calendário esportivo 2020 com a participação de dirigentes esportivos; Assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre Fesporte e Univesidade Federal do Paraná (UFPR), visando desenvolver o  projeto “Estrutura e Governança do Esporte em Santa Catarina, que visa, entre outras coisas, por meio da  cooperação acadêmica e científica, levantar, catalogar,  analisar os dados, apontando as principais carências e necessidades do segmento esportivo catarinense.

Ainda no estágio home-office a Fesporte esteve em contato permanente com dirigentes esportivos, colaboradores e demais instituições, por intermédio das lives, em que o debate sobre soluções, gerenciamento e realização de eventos esportivos em tempos de pandemia esteve no centro das discussões.

A Fesporte também colaborou, por meio de seus canais de comunicação, na divulgação da portaria estadual que libera os treinamentos esportivos com restrições. Além disso, voltou a firmar parceria com a Fundação Catarinense do Desporto Universitário (FCDU) para a realização do Jogos Universitários Catarinenses assim que a pandemia passar.

Texto: Antonio Prado

Lido 610 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.