Terça, 03 Novembro 2020 23:43

Instalações recebem mais de 9 mi do Estado para reformas Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Em reunião na sede da Defesa Civil, em Florianópolis, Rui Godinho (E) e Coronel Neto (D) alinham ações de repasse de recursos para reforma de instalações esportivas Em reunião na sede da Defesa Civil, em Florianópolis, Rui Godinho (E) e Coronel Neto (D) alinham ações de repasse de recursos para reforma de instalações esportivas Foto: Divulgação

Mais de R$ 9 milhões serão investidos pela Defesa Civil de Santa Catarina para recuperação de instalações esportivas danificadas pelo ciclone bomba que atingiu Santa Catarina em 30 de junho deste ano. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (3), pelo chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, Coronel Aldo Baptista Neto, em reunião com o presidente da Fesporte, Rui Godinho da Mota.

Na semana após o ciclone, a Fesporte, por solicitação da Diretoria Administrativa e intermédio da gerência de Políticas e Projetos Esportivos, agilizou-se para fazer um relatório dos danos causados em instalações esportivas. O Programa de Inventariação Esportiva desenvolvido pela Fesporte contribuiu para que fosse realizado um estudo rápido sobre o impacto causado pelo fenômeno às praças esportivas em todo o estado catarinense e de forma totalmente digital. Desde então, a equipe tem trabalhado no levantamento e análise de projetos. Paralelamente foram feitos os alinhamentos com a Defesa Civil, de cujo orçamento serão feitos os repasses que totalizam R$ 9.010.517,00, para atender 29 projetos de reforma de 15 municípios catarinenses.

Para o Coronel Neto, além da importância para o esporte catarinense, a recuperação desses espaços esportivos também é fundamental para as ações da Defesa Civil, já que essas instalações podem acolher pessoas e armazenar mantimentos em decorrência de circunstâncias que deixem famílias desabrigadas.

As instalações esportivas de propriedade municipal que podiam ser contemplados tiveram até o dia 22 de outubro para encaminhar toda a documentação exigida pela Defesa Civil, incluindo o plano de trabalho e orçamentos. “O trabalho de levantamento de informações foi fundamental para estabelecermos uma parceria com a Defesa Civil e viabilizar os recursos”, destacou a gerente Aline Floss.

Os processos já foram inseridos no Sistema de Gestão de Processos Eletrônicos (SGPe) do Estado. Os programas de transferências para cadastros das propostas serão abertos no decorrer dos próximos dias pela Defesa Civil do Estado. “Como órgão de gestão do esporte catarinense e de execução e fomento de políticas públicas, indo além de mero executor de eventos, ficamos muito satisfeitos em buscar essa importante parceria com a Defesa Civil, de forma a dar condições aos municípios que dependem dessas instalações para a realização de projetos esportivos”, disse Godinho.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 115 vezes Última modificação em Quarta, 04 Novembro 2020 16:36

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.