O Time Santa Catarina se despediu de Curitiba com uma excelente participação nos Jogos Escolares da Juventude. Os 162 atletas de 12 a 14 anos que representaram o estado catarinense conquistaram 39 medalhas totais: 10 de ouro, 11 de prata e 18 de bronze. Esse número superou a edição de 2016, quando os jovens catarinenses conquistaram 35 medalhas ao todo.

A competição que começou no último 12 terminou nesta quinta-feira, 21, com as finais das modalidades coletivas e as últimas cerimônias de premiação, momentos que serão eternizados pelos atletas catarinenses. Ao final de quinta-feira, as jovens promessas de SC subiram ao pódio em sete ocasiões. 

 

Meninos de 12 a 14 anos da Escola Erwin Prade, de Timbó, comemoram o ouro no vôlei masculino. Crédito: Ana Ormerod/COB

Nos primeiros três dias de competição (13, 14 e 15), foram realizadas as modalidades individuais: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação luta olímpica, tênis de mesa e xadrez. Entre o domingo e a quinta-feira foram feitos os torneios dos esportes coletivos: vôlei, futsal, basquete e handebol. 

Gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte, Josélia Maranho comemorou o rendimento catarinense nesta edição dos JEJ e o desenvolvimento do calendário esportivo promovido pela Fesporte. “Santa Catarina foi o melhor estado na fase de equipes. Poderia ter ido melhor na primeira, mas tivemos boas conquistas. Ano que vem, teremos um novo formato, e nosso estado já está garantido em seis modalidades”

Gerente de esporte de base da Fesporte, Josélia Maranho comemora o título de futsal com as meninas do colégio Rogacionista, de Criciúma. Foto: Gaspar Nóbrega/Exemplus/COB

O novo formato de 2018 se deve a um objetivo principal do Comitê Olímpico Brasileiro: corte de gastos. No ano que vem, os Jogos Escolares para atletas de 12 a 14 anos e para atletas de 15 a 17 anos serão realizados em apenas uma cidade sede, e o número de equipes nas modalidades coletivas da competição nacional deve diminuir de 27 para 12. Com isso, aumentam as disputas das seletivas regionais. Segundo o comitê, 3.983 alunos-atletas de 1.401 escolas de todo o Brasil participaram do evento em 2017. 

 

Quadro de medalhas por municípios catarinenses

Dos 37 municípios catarinenses representados nos Jogos Escolares da Juventude, 24 foram premiados com medalhas, e desse total, 10 conquistaram no mínimo duas medalhas. São Bento do Sul foi o município catarinense que mais se destacou. Lucas Grossl e Thiago Hau França, da Escola Estadual São Bento conquistaram juntos cinco medalhas no tênis de mesa, e a cidade de São Bento do Sul levou 10 medalhas ao todo: uma de ouro, uma de prata e sete de bronze. Veja o quadro de medalhas por município:

Os municípios com mais “atletas de ouro” foram Joinville e Itajaí, ambos com três medalhas douradas cada. Para Itajaí, Larissa Nienchotter (Colégio Adventista), Gabrielly Duarte (Colégio Salesiano) e Tiffany Weinfurter (Escola Henrique Midon) estavam na equipe que ficou em primeiro lugar na categoria por equipes do judô feminino. 

Já Joinville levou o ouro no revezamento 4x75m do atletismo feminino com Camily Karolini dos Santos, da Escola Municipal Eladir Skibinski, e Letícia Lucindo Dell Agnolo do Colégio Cenecista Elias Moreira. O terceiro ouro de Joinville também veio no judô, com Ana Cardoso da Escola Prof. Zulma do Rosário Miranda.

A delegação catarinense foi gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, e os Jogos Escolares da Juventude foram organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio, da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

Texto: Nicolas Quadro

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

Publicado em Jesc12-14

Os atletas catarinenses de 12 a 14 anos estão brilhando nos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba. A competição, que começou no último dia 13, reúne mais de 4 mil atletas de todo o Brasil. De Santa Catarina, são 162 alunos de 77 colégios catarinenses. Ao todo, 37 municípios do estado estão representados em Curitiba. 

Nos primeiros dias de competição, destaque para a dobradinha no atletismo e as medalhas no tênis de mesa. Na prova de arremesso de peso, SC levou o ouro e a prata. Daniel Augusto Raduenz, da Escola Almirante Barroso (Pomerode), ficou em 1º, e Rodrigo Trenhago, da EEB Jacob Guiso (Chapecó), em 2º. Confira os nomes dos medalhistas de Santa Catarina desta terça-feira.

 

Atletismo

Arremesso de peso

Ouro: Daniel Augusto Raduenz, da EEB Almirante Barroso (Pomerode)

Prata: Rodrigo Trenhago, da EEB Jacob Guiso (Chapecó)

 

Tênis de mesa:

Por equipes: feminino

Prata: Maria Eduarda Magagnin, da Escola Estadual Anair Voltolini/Epav (Pouso Redondo) e Maria Eduarda Comin, do Colégio Superação, de Videira

Bronze: Lucas Grossl e Thiago Hau França, da Escola Estadual São Bento (São Bento do Sul)

 

Judô

Até 53kg:

Bronze: Giovana Galkowski, do Colégio Bom Jesus São José, de São Bento do Sul

 

Natação:

200m medley masculino

Prata: Gustavo Ribeiro, do Colégio Dom Jaime Câmara, de São José

 

Total de medalhas por município:

Pomerode - 1 ouro

Chapecó - 1 prata:

Pouso Redondo - 1 prata 

São José - 1 prata 

Videira - 1 prata

São Bento do Sul - 3 bronzes

 

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio, da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

 

Texto: Nicolas Quadro 

(48) 9 8802-7742

Assessoria de Comunicação - Fesporte

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Publicado em Jesc12-14

O Colégio Amplo, de Brusque, foi o grande vencedor do voleibol nas disputas dos Jogos Escolares de Santa Catarina para alunos de 15 a 17 anos, no último final de semana, em Curitibanos. Os times masculino e feminino se sagraram campeões e vão representar Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, em Brasília, entre os dias 16 e 25 de novembro.

No masculino, o time do Colégio Amplo foi campeão com uma campanha de seis vitórias e nenhuma derrota. Ao todo, a equipe perdeu apenas dois sets na competição. Na final, os jovens de Brusque derrotaram os adversários da escola Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, pelo placar de 2 sets a 0, com duplo 25/20.

Já na disputa feminina, as atletas de Brusque venceram na final o forte time da escola Rodrigues Alves, de Saudades. O placar foi de 2 sets a 0, com parciais de 25/14 e 25/17. Curiosamente, as duas equipes já haviam se enfrentado na fase de grupos e a vitória também havia sido time campeão por 2 sets a 0. Durante a campanha do título, as meninas de Brusque também derrotaram escolas de Anchieta, Xanxerê e Aurora.

A vitória na final impediu que a escola de Saudades completasse a “dobradinha feminina” nos Jesc, já que nas disputas entre as meninas de 12 a 14 anos a escola Rodrigues Alves levou a medalha de ouro.

Em novembro, os campeões e as campeãs do voleibol viajam a Brasília para buscar as medalhas de ouro dos Jogos Escolares da Juventude. As competições ocorrem entre os dias 16 e 25.

 

Publicado em Jesc15-17

Foi na manhã do último domingo que conhecemos os grandes campeões do handebol dos Jogos Escolares de Santa Catarina para alunos de 15 a 17 anos. Curitibanos sediou as partidas da etapa estadual, realizada com 14 times na tabela masculina, e 13 na feminina.

Entre os meninos, a escola campeã foi a Escola Industrial, de Lages. Os atletas do time vencedor fizeram uma final emocionante com o time da Escola Roberto Grant, de São Bento do Sul, e venceram pelo placar de 20 a 19. Os campeões terminaram com uma campanha de cinco vitórias, um empate e nenhuma derrota. Além disso, marcaram 150 gols e sofreram 105.

Na primeira fase, os garotos de Lages empataram com o Colégio Bom Jesus Aurora, de Caçador, em 23 a 23 no tempo normal, e superaram em 4 a 3 o colégio caçadorense na cobrança de sete metros.

Já na chave feminina, campanha impecável da escola Claudino Crestani, de Palma Sola. Ao todo, as atletas tiveram um retrospecto de cinco vitórias, nenhuma derrota, 153 gols marcados e apenas 71 gols sofridos. Na final, o time campeão bateu a equipe da escola Bom Pastor, de Chapecó, por 26 a 20.

Os dois times estarão em Brasília para as disputas do handebol nos Jogos Escolares da Juventude. Entre os dias 16 e 25 de novembro, os dois colégios vão enfrentar escolas de todo o Brasil em busca das medalhas de ouro da competição nacional.

Publicado em Jesc15-17