Prado

Foram sete dias de disputas, com direito a dois adiamentos do atletismo devido as fortes chuvas, mas neste sábado, dia 14, chegou ao fim a etapa estadual da 17ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Rio do Sul. Ao final das competições, Joinville se consagrou como campeão geral com 115 pontos. Foi a oitava vez na história que os joinvilenses ganham o título máximo, nos três últimos anos de forma consecutiva. 

Clique aqui e confira os boletins do evento, com todos os resultados.

 Nesta edição da Olesc, Joinville venceu, no masculino do caratê e do tênis e no feminino do atletismo e do tênis de mesa.

 “No geral fizemos uma ótima competição. Esta conquista é o resultado de um trabalho de base que vem sendo feito há três anos. Conseguimos superar adversidades e por isso estamos bastante satisfeitos pelo resultado”, disse Kelvin Soares, diretor técnico da Secretaria de Esportes de Joinville.

 Blumenau fechou sua participação em segundo lugar geral, com 99 pontos, seguido de Itajaí, em terceiro lugar com 81.

Blumenau foi vice-campeão geral da Olesc (Foto: Heron Queiroz/Fesporte) 

Ao avaliar a competição, o prefeito de Rio do Sul  José Thomé disse que o evento trouxe um aporte econômico importante para o comércio local e também uma energia positiva à cidade. “Rio do Sul foi por sete dias a capital do esporte de Santa Catarina, e isso nos motiva a pleitear, no futuro, outros eventos da Fesporte”, destacou o prefeito.

Integrantes da Fesporte que trabalharam na Olesc doaram 96 litros de leite a orfanato de Rio do Sul              Foto: Antonio Prado/Fesporte

Para o coordenador geral da Olesc, Mauricio Scharf, a competição foi bastante positiva, pois os jogos transcorreram de forma dinâmica e sem nenhum incidente que atrapalhasse a competição. “Chegamos ao final com a sensação de dever cumprido. Tivemos uma ótima parceria da prefeitura de Rio do Sul, que não mediu esforços para a realização de um grande evento esportivo e uma competição de excelente nível técnico. Nossos objetivos foram alcançados e saímos da cidade satisfeitos”, concluiu.

 A etapa estadual da Olesc em Rio do Sul começou dia 7 com a participação de 3 mil atletas de 13 a 16 anos de 70 municípios. Eles suaram a camisa e superaram seus limites por medalhas no atletismo, caratê, basquete, ciclismo, futsal, handebol, tênis, tênis de mesa, voleibol e xadrez. A ginástica artística e rítmica foram realizadas em Blumenau, e a natação em Palhoça.

Ação beneficente

O último dia da Olesc foi marcado por uma ação beneficente. A equipe técnica de funcionários da Fesporte, que trabalha na competição, realizou uma coleta financeira e doou 96 litros de leite ao Lar das Meninas, orfanato de Rio do Sul composto por 35 crianças acolhidas pela justiça que estão em situação de vulnerabilidade.

 “Com isso, estes funcionários da Fesporte que estão aqui em Rio Sul aderiram a campanha que foi lançada na cidade intitulada “Leite do Lar das Meninas”, destacou Eduardo Marzall, voluntário da instituição. “São estas ações de sensibilidade destes funcionários da Fesporte que nos faz acreditar que o Brasil tem jeito”, conclui Eduardo.

 No ultimo dia de competição foram conhecidos os campeões do judô no masculino e feminino e do basquete, futsal e voleibol  no masculino ainda o feminino do handebol.

 Conheça todos os campeões da Olesc 2017

 Atletismo masculino:  Joinville

Atletismo feminino:  Blumenau

Basquete masculino: Porto União

Basquete feminino: São Miguel do Oeste

Ciclismo: Içara

Caratê masculino: Joinville

Caratê feminino: Blumenau

Futsal masculino: São José

Futsal feminino: Chapecó

Ginástica artística masculino: São Bento do Sul

Ginástica artística feminino: Blumenau

Ginástica rítmica: Brusque

Handebol masculino: Lages

Handebol feminino: Blumenau

Judô masculino: Itajaí

Judô feminino: Itajaí

Natação masculino: Joinville

Natação feminino: Jaraguá do Sul

Tênis masculino: Joinville

Tênis de mesa masculino: Joaçaba

Tênis de mesa feminino: Joinville

Voleibol masculino: Brusque

Voleibol feminino: Nova Trento

Xadrez masculino: Blumenau

Xadrez feminino: Florianópolis  

 

A Olesc é uma promoção do Governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com parceria da Prefeitura Municipal local e 12ª Agência de Desenvolvimento Regional de Rio do Sul.

 Texto: Antonio Prado (48) 9 9696-3045 - e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 Assessoria de Comunicação - Fesporte

 Renan Koerich (48) 9 8802-7742

 Antônio Prado

 Heron Queiroz (48) 9 9635-9617

 Nicolas Quadro

O atletismo da 17ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) chegou ao seu final nesta sexta-feira consagrando Blumenau, no masculino, e Joinville no feminino. Os blumenauenses somaram 112 pontos, em primeiro lugar, seguidos de Tubarão, em segundo, com 109, e São José, em terceiro lugar com 104 pontos.

Entre as mulheres Joinville foi campeã com 208 pontos. Tubarão ficou em segundo com 118 e Concórdia fechou sua participação em terceiro lugar com 91 pontos. “Há muitos anos estamos vencendo no atletismo e essas vitórias são importantes na somatória dos pontos que definem o campeão geral”, avaliou a treinadora de  Joinville Margit Weise.

Para o treinador blumenauense Pedro Nascimento o título é importante, pois fomenta as categorias de base do município. “Em Blumenau temos todas as categorias, mas damos uma importância muito grande aos atletas da Olesc, pois temos a convicção que se trata de uma competição muito difícil de se vencer”.

Joinville posa como campeão do atletismo feminino (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Entre os atletas destaques do atletismo houve empate no masculino entre Gabriel da Silva, de Tubarão, e Oriel Proença, de Blumenau. Gabriel foi medalha de ouro nos 800 metros, 1.500 metros e no revezamento 4x4. Oriel venceu o decatlo.

Já entre as mulheres Ellen Fernandes Anfiloquio, de Tubarão, foi soberana ao vencer os 100 metros com barreiras, os 400 metros e o revezamento misto.

Gabriel da Silva e Ellen Fernandes Anfiloquio (ambos de Tubarão) e Oriel Proença (Blumenau) foram os atletas destaques (Foto: Antonio Prado) 

A Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, cor intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e ADR de Rio do Sul.

 Texto: Antonio Prado

 (48) 9 9696-3045

 Assessoria de Comunicação - Fesporte

 Renan Koerich (48) 9 8802-7742

 Antônio Prado

 Heron Queiroz (48) 9 9635-9617

 Zenilda Stein

 Nícolas Quadro

 

A final do handebol masculino da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) na manhã desta sexta-feira, 13, em Rio do Sul, foi digna de dois gigantes entre Lages e Itajaí. A partida teve adrenalina, drama, nervosismo e muito equililibrio com direito a empate no último minuto e prorrogação de 10 minutos para ver quem ficaria com o título.

O jogo, durante quase todo o seu período, teve uma leve vantagem de Lages, que sempre estava dois a três pontos na frente dos itajaienses. Mas, no final, Itajaí partiu para cima e fez valer sua tradição no handebol catarinense.

O jogo foi bastante equilibrado (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Faltando poucos segundos para o fim do jogo no tempo regulamentar, Lages vencia por 24 a 23 e já estava quase comemorando o titulo. Itajaí faz um rápido contra-ataque com André Vinicius que sofreu falta quando marcaria o gol. No tiro livre dos sete metros empatou em 25 a 25.

Na prorrogação os dois times entraram pilhados em quadra trocando pontos. Mas no último minuto Lages, com jogador a menos (o pivô Thiago foi punido com dois minutos), conseguiu fechar a partida em 29 a 28 com um gol quase impossível de Rafael Prado. A sexta-feira 13 será lembrada para sempre pelos os campeões.

 “Emoção total, um gol na prorrogação. Foi um jogo incrível, que valeu a preparação do ano inteiro, ou melhor, a preparação de uma geração inteira”, disse ao final o treinador campeão Marlon Bereta, que destacou como o ponto forte de sua equipe a raça. 

Ao final os lageanos comemoraram o título em plena sexta-feira 13 (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

 “Eu não tenho palavras para descrever este sentimento. Ano passado eu não passei da etapa regional e agora eu sou campeão. É demais pra mim”, disse um emocionado pivô Thiago enquanto dava a volta olímpica com os colegas de time.

 A Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, cor intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e ADR de Rio do Sul.

 Texto: Antonio Prado

 (48) 9 9696-3045

 Assessoria de Comunicação - Fesporte

 Renan Koerich (48) 9 8802-7742

 Antônio Prado

 Heron Queiroz (48) 9 9635-9617

 Zenilda Stein

 Nícolas Quadro

O primeiro dia do atletismo da Olesc, nesta  nesta quinta-feira, 12, em Rio do Sul, teve de tudo um pouco: emoção, alegria, drama e festa no pódio. Confira em vídeo alguns dos momentos. Clique no "Ler Mais" e clique no ícone do youtube oficial da Fesporte. Imagens: Antonio Prado/TV Fesporte. 

Depois de dois adiamentos por causa da chuva, finalmente o atletismo da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) pôde estrear nesta quinta-feira, 12, em Rio do Sul. A pista do Estádio Municipal Alfredo João Krieck recebeu os 450 atletas de 42 municípios para as 28 provas do primeiro dia de competição.

Entre os destaques do primeiro dia figuraram Pedro Henrique Santos Ribeiro, de São José, e  Mikaeli Michels Demo, de Nova Veneza. Eles se consagraram como os atletas mais rápidos da Olesc ao vencerem os 100 metros rasos. Pedro cravou  o tempo de 11s50 enquanto que Mikaeli fez 12s93.

“Foi um sonho realizado. Era uma meta a ser cumprida desde o início do ano. Mesmo após ter me machucado na semifinal consegui esta medalha. É uma emoção que não dá para descrever”, disse o campeão josefense.

Mikaeli Michels Demo, de Nova Veneza (à direita), venceu os 100m com 12s93 (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Já a campeã veneziana destacou que a medalha de ouro foi fruto de muita superação. “Foi um ano difícil, de muitas lesões por isso vencer aqui foi algo muito gratificante. É meu título mais importante da carreira”, destacou. 

Drama no salto com vara

Além de Pedro e Mikaeli, outro destaque do dia foi o João Vitor de Oliveira Gonçalves, de Itajaí, no salto com vara. Aos 15 anos e com a segunda melhor marca do Brasil, ele disputou a prova no sacrifício e mesmo assim foi o campeão com a marca de 3m50cm.

O drama se estabeleceu na prova quando atleta tentou saltar 3m71cm (obtidos em treinos) e bater o recorde brasileiro. Ao correr sentiu o músculo posterior da coxa esquerda e nem completou o salto. Caiu sobre o colchão se contorcendo de dor. 

“Desculpa, desculpa. Eu não consegui. Me perdoa”, dizia chorando para seu técnico Luciano Mozer. A frustração do atleta tinha suas razões. Em agosto, no estadual sub 17, o garoto de Itajaí saltou 3m51cm  ficando em primeiro lugar no ranking brasileiro. 15 dias depois ele foi superado por um atleta gaúcho, que saltou 3m70cm.

 João Vitor, de Itajaí, tenta o recorde brasileiro no salto com vara, sente a coxa e não completa a prova; abaixo o atleta chora pela dor e frustração (Fotos: Heron Queiroz/Fesporte)

O atletismo da Olesc finaliza nessa sexta-feira, 13, com as disputas de mais 28 provas. Ano passado Joinville venceu a modalidade no masculino e no feminino. A Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina por intermédio da Fesporte, prefeitura e ADR de Rio do Sul.

Texto: Antonio Prado

(48) 9 9696-3045

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich (48) 9 8802-7742

Antônio Prado

Heron Queiroz (48) 9 9635-9617

Zenilda Stein

Nícolas Quadro

 

A Fesporte divulgou nesta quinta-feira, 12, o cronograma atualizado das modalidades esportivas da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) que será disputada de 3 a 11 de novembro e Lages.

Clique aqui e confira

Pagina 1 de 146