Domingo, 24 Novembro 2019 21:45

Números mostram crescimento paradesportivo de SC Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Catarina Machado conquistou cinco das 38 medalhas para SC na natação Catarina Machado conquistou cinco das 38 medalhas para SC na natação Foto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

A participação de Santa Catarina nas Paralimpíadas Escolares 2019 não apenas manteve o estado como o segundo melhor da competição, como tem acontecido nos últimos quatro anos, mas também reflete um significativo aproveitamento, que se aproxima mais da maior potência atual do evento, que é São Paulo.

Nas bagagens catarinenses, 125 medalhas: 78 de ouro, 31 de prata e 16 de bronze. A modalidade com mais medalhas para Santa Catarina foi a natação, com 50 medalhas (38 de ouro, 16 de prata e 6 de bronze. Um dos destaques da modalidade foi a nadadora Catarina Martins Machado. Ela não foi só foi ouro nas cinco provas que competiu, como bateu recorde em todas elas. Segundo o técnico Júlio Pistarini, apesar de ter conquistado uma medalha a mais na edição de 2018 (51 contra 50 deste ano), a natação de Santa Catarina cresceu cerca de 20%, já que no ouro são 38 em 2019 e 23 em 2018.

Além da natação, bocha e o golbol trouxeram uma medalha de ouro cada; o judô, três de ouro e duas de bronze; o badminton, uma de prata e uma de bronze; o tênis de mesa, sete de ouro, uma de prata e uma de bronze; o tênis em cadeira de rodas, duas de prata; o vôlei sentado, uma de bronze; e o atletismo, que foi a segunda modalidade com maior conquista de medalhas para o estaco, com 28 de ouro, 14 de prata e sete de bronze. 

Golbol feminino fez a festa com título inédito

Reuniões diárias envolvendo técnicos e auxiliares de cada uma das modalidades ao fim de cada dia de competição buscavam analisar e motivar a participação catarinense. A comissão técnica avaliou como bastante positivo o resultado da competição para o estado. Num paralelo com o desempenho dos anos anteriores, a delegação barriga-verde tem mostrado um número crescente, tanto na composição da delegação quanto na conquista de medalhas e de pontos.

Em número de participantes, a delegação cresceu de 92 para 112 atletas. No total de medalhas, foi de 94 para 125, e a pontuação de 444 para 465. Em 2017, foi de 341. “O paradesporto de Santa Catarina está de parabéns. Isso é fruto do trabalho e do comprometimento de profissionais abnegados, que não medem esforços para o desenvolvimento do paradesporto e para o processo de inclusão, e dos atletas que se dedicam dia a dia para atingirem seus objetivos e representar muito bem nosso estado”, disse o chefe da delegação catarinense, Luiz Fernando Bezerra.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 806 vezes Última modificação em Domingo, 24 Novembro 2019 22:17

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.