As equipes de Balneário Camboriú, no masculino, e São José, no feminino, foram as grandes campeãs da modalidade de Triathlon, da 62ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). As disputas aconteceram na manhã desta quarta, 15, em Canasvieiras. 

No masculino, a equipe masculina de Balneário Camboriú, com 159 pontos, conquistou o troféu de campeão da modalidade, seguida pela equipe de Itajaí com 148 pontos, que ficou com o vice-campeonato e a equipe de Blumenau, com 141 pontos, que garantiu o terceiro lugar. 

No feminino, a equipe de São José, com 180 pontos, conquistou o troféu de campeã. Na disputa pelo troféu de segundo colocado, Balneário Camboriú e Florianópolis terminaram empatados com 111 pontos, e pelo critério de desempate, Balneário Camboriú ficou com o troféu de vice-campeão e a equipe da capital em terceiro. 

No individual, Bruno Pereira Matheus, de Blumenau, com o tempo de 57min09seg, conquistou a medalha de ouro; Yago Rodrigues Santos Alves, de Itajaí, com o tempo de  57min20seg, ganhou a prata; e Júlio Monteiro Martins, de São José, ficou com o bronze, com o tempo de 57min39seg. 

 

    Pódio do individual feminino: Luma (prata); Djenyfer (ouro) e Bruna (bronze)    Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) 

 

Na prova feminina, Djenyfer Arnold, de São José,  foi a medalhista de ouro, com o tempo de 1h02min57; Luma Maruci Guillen, de Balneário Camboriú, conquistou a medalha de prata, completando a prova em 1h05min42. E em terceiro lugar, e ganhando o bronze, a atleta Bruna Carolina de Azevedo Stolf, também de Balneário Camboriú, com 1h06min04. 

Djenyfer Arnold, recentemente conquistou o título de campeã pan-americana 2023, foi 5º lugar na Copa do Mundo, obteve a 18ª colocação no evento teste para as Olimpíadas de Paris 2024, além de várias medalhas ao longo de sua carreira, desde 2007, competindo nos JASC, destacou a importância dos Jogos Abertos para sua trajetória no esporte. 

“É muito gratificante vir aqui representar São José, a cidade que me descobriu para o Triathlon. Só quero agradecer, estou muito feliz com essa medalha, é uma honra conquistar mais uma medalha de ouro nos JASC”. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 99683 5416

Final de semana marcado por recordes e muitos destaques nas competições do Atletismo, que foram realizadas em Timbó, marcaram o início das disputas da 62ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. Os JASC acontecerão entre os dias 29 de novembro e 09 de dezembro, em Rio do Sul. 

No feminino, Lays Cristina Rodrigues Silva, de Joinville, estabeleceu o novo recorde da prova dos 100 metros com barreiras, com o tempo de 13seg69. 

Lays Silva que teve uma lesão no início do ano, contou com uma ótima recuperação e um ano de muitas conquistas, entre elas a conquista do bicampeonato brasileiro e sulamericano, bicampeã brasileira sub 23 e terceiro lugar no pan-americano sub 20. Após o novo recorde, ela declarou: “estou muito feliz em ser medalhista dos Jogos Abertos e conquistar esse recorde. Mesmo sendo mais novo, tento competir de igual por igual. Graças a Deus consegui me recuperar de uma lesão que tive no início do ano e tive um ano muito bom”. 

O outro recorde foi batido pela atleta de Jaraguá do Sul, Simone Pontes Ferraz, nos 3000 metros com obstáculos, com o tempo de 10min08seg78. Simone também ganhou o ouro nos 5000 metros rasos, com o tempo de 16min52seg19 e o 4º lugar no revezamento 4 x 400 metros. Foi eleita a melhor atleta da competição no feminino. 

Um dos destaques foi Milena Jaqueline Sens, natural de Atalanta, que representa Rio do Sul, a atleta foi tetracampeã consecutiva na prova do arremesso de peso, com a marca de 15m03. 

 

Recordistas: Matheus Correa, Blumenau; Simone Ferraz, Jaraguá do Sul; Guilherme Kurtz, São José.    Foto: Enio Novaes (Fesporte)

 

No masculino, atleta olímpico e também muitos recordes

No masculino, Guilherme Kurtz, de São José, conquistou dois recordes, nas provas de 800 metros rasos com o tempo de 1min48seg84; e nos 1500 metros rasos, marcando 3min45seg e 09. O recorde desta prova perdurava desde 1990, de autoria de Francisco José da Silva, de Joinville, com o tempo de 3min46seg07. Para Kurtz, “Bater dois recordes nos JASC é algo incrível. Os JASC são do Brasil, os atletas se preparam muito para estar aqui”. 

No salto em altura, a disputa foi muito acirrada e há dois recordistas nesta prova. Talles Frederico Souza Silva, de Balneário Camboriú, e Ricardo Konell, de Pomerode, saltaram 2m13 e são os detentores da nova marca. 

No lançamento do disco, o novo recordista é Wellinton Fernandes da Cruz Filho, de São José, com a marca de 58m42. 

Nos 110 metros com barreiras, Rafael Henrique Campos Pereira, de Blumenau, fez o tempo de 14seg03 e 

Na marcha atlética, nos 10.000 metros, o recordista atual é Matheus Gabriel de Liz Correa, de Blumenau, com o tempo de 39min22seg44. 

Uma das atrações foi o atleta olímpico, Darlan Romani, de Concórdia. Voltando do Pan com um ouro, confirmou o favoritismo e conquistou mais uma vez a medalha de ouro, no arremesso do disco, com a marca de 20m55, nesta edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. 

 

Presidente da CBAt enaltece esporte catarinense

Outra presença ilustre foi a do presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Wlamir Motta Campos. O dirigente enalteceu o atletismo catarinense no cenário nacional. “Estou aqui prestigiando essa competição fantástica, com altíssimo nível que é o Jasc. O atletismo de Santa Catarina é um dos mais fortes do Brasil e sempre faço questão de prestigiar”.  

Wlamir Costa  parabenizou o governo do estado,  a Fesporte pela competição e ao município de Rio do Sul. “Cumprimento o Governo do Estado e a Fesporte por mais essa iniciativa e parabenizo Rio do Sul por sediar os Jasc nesse ano. Tenho certeza que será um evento cercado de júbilo, uma competição histórica. É uma honra estar aqui nesse momento”. 

 

             Wlamir Motta Campos, presidente da CBAt      Foto: GazetaPress

 

Os Jogos Abertos de Santa Catarina, maior competição poliesportiva do estado, são promovidos pelo governo do estado, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com a Prefeitura Municipal de Rio do Sul. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte)- (48) 99683 5416

Neste domingo, 12, foram conhecidos os primeiros campeões da 62ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). 

As competições de atletismo e bolão 16, marcaram o início das disputas dos JASC e foram realizadas neste final de semana, em Timbó. 

No atletismo, São José fez a dobradinha, vencendo as disputas nos naipes, masculino e feminino. No naipe masculino, Itajaí ficou em segundo e Balneário Camboriú, em terceiro. No feminino, Joinville foi vice-campeão e Balneário Camboriú, em terceiro. 

No Bolão 16, Blumenau conquistou o título no masculino, seguido por Timbó em segundo  e  Rio do Sul em terceiro. Já no feminino, o título ficou com Itajaí, seguido por Florianópolis e Blumenau.

A 62ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina, a maior competição poliesportiva do estado, acontece entre os dias 29 de novembro e 09 de dezembro, em Rio do Sul. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) 

 

               Blumenau comemora o título do Bolão 16 masculino                                                  Foto: Enio Novaes (Ascom/Fesporte)

O ciclismo de Chapecó brilhou na etapa nacional dos Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s, destinados a atletas de 12 a 14 anos, realizada em Brasília – DF. A delegação catarinense contou com dois representantes da Equipe Aprocicli, em parceria com a Fundação Municipal de Esportes e a Prefeitura Municipal de Chapecó, que trouxeram para casa duas valiosas medalhas de ouro.

João Vitor Tartari Almeida, da escola estadual Pedro Maciel, conquistou o lugar mais alto do pódio na prova de velocidade, Série Ouro, demonstrando sua habilidade e determinação. Rhanna C. Bernadi, da também escola estadual Bom Pastor, também brilhou e garantiu a medalha de ouro na prova de velocidade, na série Prata.

Os talentosos ciclistas chapecoenses são treinados pelo dedicado Professor Jair Damásio, que tem desempenhado um papel fundamental em seu desenvolvimento esportivo.

Além das conquistas individuais, João Vitor Tartari Almeida, teve um desempenho notável ao contribuir para a vitória da delegação catarinense na classificação geral por equipes no naipe masculino, tornando-se campeões dos jogos por equipes, na modalidade de Ciclismo.

A Aprocicli expressou seu agradecimento aos apoiadores que tornaram possível essa conquista, incluindo a Fundação de Esporte de Chapecó, a Prefeitura Municipal de Chapecó, a Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte) e a Federação Catarinense de Desporto Universitário.

Fonte: ClicRDC, de Chapecó 

A equipe de Karatê de Santa Catarina é o grande destaque neste primeiro dia de competições dos Jogos Escolares Brasileiros 12 a 14 anos (Jebs), que acontecem em Brasília.

Os karatecas catarinenses conquistaram cinco ouros e são os favoritos para a conquista do troféu de campeão geral da modalidade nos Jebs 2023. 

Emilly Pereira, da escola estadual Antônio Guglielmi Sobrinho, de Içara, levou duas medalhas de ouro: no kata e no kumite, na série ouro, da categoria mais 54kg.

A garota, que disputa seu último Jebs 12 a 14 anos, destacou sua perseverança e foco nos treinamentos. “Foi muito gratificante fechar esse ciclo com duas medalhas de ouro. Foi minha melhor conquista, pois no ano passado não fiz kata. E meu pai me incentivou e falou que eu tenho muito potencial. Treinei muito e com ajuda de meu pai e de minha família, conquistar essas duas medalhas, é um sonho realizado”. 

O outro medalhista na série ouro, foi Hyago Antunes Rodrigues, da escola estadual professor Padre Schuler, de Cocal do Sul. “Hyago conquistou sua primeira medalha nos Jebs e declarou após a premiação” “foi uma sensação muito boa. Foi uma conquista difícil, lutei muito, e está aí o resultado”. 

Lucas Bertotti, da escola estadual Hilda Anna Krish, de Joinville, na série prata, ficou com o ouro, o que corresponde ao 5º lugar da competição. 

Bruno Florêncio, da escola estadual Arno Hubbe, de Tubarão foi ouro na série bronze, 9º lugar geral.  

 

    Equipe de Karatê de SC é a favorita a conquistar o troféu geral da modalidade       Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte)

 

Esporte de Santa Catarina levado a sério

Everaldo Pereira, treinador da seleção catarinense de karatê, destacou o apoio do Governador Jorginho Mello e da Fesporte nessa valiosa conquista. “Quero agradecer primeiramente ao nosso governador Jorginho Mello por toda a estrutura que nos forneceu. Passagem aérea, o translado dentro do nosso estado, toda a estrutura que foi fornecida pela Fesporte. Em nome do Paulão, nosso presidente, agradeço a todos da Fesporte e ao Neko da FCDE. Pessoas fantásticas que nos dão todo o apoio para que estes resultados aconteçam”.

O treinador, Everaldo, aproveitou para enaltecer que essa conquista é de muitas mãos. “Essa conquista é fruto da ação de muitas pessoas. É de todos aqueles que contribuíram para a formação e o desenvolvimento desses atletas. Aos pais, aos primeiros treinadores, as famílias, o muito obrigado”, finalizou. 

Os Jogos Escolares Brasileiros 12 a 14 anos (Jebs) acontecem entre os dias 27 de outubro e 09 de novembro, na capital federal, e reúnem mais de 5000 atletas das 27 unidades federativas do país. Santa Catarina participa desta edição com uma delegação de 276 atletas.  

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 99683 5416 

Acontecem durante todo o mês de outubro, as seletivas para o Campeonato Catarinense Escolar de Futebol 11 a 14 anos em doze sedes: 1.São João do Oeste;  2.Saudades;  3.Ponte Serrada;  4.Peritiba;  5.Videira;  6.São Joaquim;  7.Pouso Redondo;  8.Timbó;  9.Canoinhas; 10.Blumenau;  11.Treze de Maio e 12.Armazém. 

Os doze campeões de cada seletiva se juntarão, ao representante do município sede e aos três primeiros colocados do ano passado. 

As 16 equipes no naipe feminino e masculino disputarão o título de melhor de Santa Catarina, na etapa estadual que acontecerá entre os dias 01 e 06 de novembro, em Criciúma.

O campeonato catarinense escolar de futebol foi criado em 1992 e tem como objetivo, promover o esporte amador, a educação para a cidadania e o desenvolvimento humano, democrático e integral de crianças e jovens.

É um evento promovido pelo Governo do Estado por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) em parceria com as prefeituras municipais. 

Texto - Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) - (48) 99683 5416 

Pagina 10 de 26