Quinta, 01 Outubro 2020 17:13

Fesporte elabora proposta de auxílio emergencial a atletas Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Benefício ajudará atletas que tenham tido prejuízo com cancelamento das competições Benefício ajudará atletas que tenham tido prejuízo com cancelamento das competições Foto: Mauricio Vieira/Secom

Uma minuta de projeto de lei está sendo discutida e elaborada pela Fesporte, objetivando transformar os recursos disponíveis para a realização dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e outros eventos do calendário, em cotas de auxílio emergencial a atletas que tenham prejuízo financeiro decorrente do cancelamento da competição.

Os setores administrativo, técnico, financeiro e jurídico da Fesporte estão reunidos durante esta quinta-feira (1º) para tratar do valor montante, números referentes a cotas e critérios para o recebimento do benefício, tendo como base o PL nº 2.824/2020, da Câmara Federal, no que trata especificamente a atletas, excetuando-se, portanto, a parte de clubes.

Segundo Rui Godinho da Mota, presidente da Fesporte, a equipe está trabalhando para deixar o documento pronto ainda nesta quinta e entregar na sexta-feira (2) à Casa Civil. “Muitos setores estão recebendo auxílio, menos nossos atletas, que vivem do esporte, e muitos dos quais, até agora, estão abandonados”, comentou ele.

Transformada em projeto de lei, a proposta deverá tramitar na Assembleia Legislativa (Alesc), onde será votada. Otimista, Rui Godinho considera que a aprovação do PL será uma importante vitória. “Esse foi um ano muito difícil para os atletas, e precisamos ver a possibilidade de contemplar a manutenção dos treinamentos. Estamos, desde março, empenhados em fazer os eventos acontecerem, mas estamos diante de algo imponderável, imprevisível, voltando à região grave da pandemia, sem sequer realizar as competições microrregionais. Por outro lado, se tivéssemos a clareza da inviabilidade do evento e cancelado no início da pandemia, certamente muitos atletas e técnicos já teriam sido dispensados e as equipes desfeitas. Ainda que não fosse esse nosso planejamento, a busca pela realização de eventos permitiu a manutenção de atletas por um período mais longo. Vamos, portanto aproveitar esses recursos para auxiliar atletas, que é a decisão mais acertada no momento”, disse.

Assim que pronta a minuta, a Fesporte publicará os principais pontos da proposta e, quando aprovada, disponibilizará um manual contendo critérios, normas e procedimentos para os beneficiários.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 739 vezes Última modificação em Quinta, 01 Outubro 2020 17:44

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.