×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 318

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 317

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Estudantes prestigiam abertura da etapa Oeste dos Jesc

Xaxim - Uma cerimônia simples, singela e informal. Foi assim o ato da abertura oficial da etapa Oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), 15 a 17 anos na noite deste sábado (9), em Xaxim. Tendo como palco o Salão São Cristovão, local usado para a alimentação dos atletas, a cerimônia, por ser informal, não teve o tradicional desfile das delegações e acendimento da pira olímpica, ficando o ponto alto o juramento do atleta, proferido pelo estudante e atleta do tênis de mesa Vitor Rosa, da Escola Estadual Gomes Carneiro, de Xanxerê.

Acesse aqui os boletins atualizados com resultados e programação

No palco, diversas autoridades, entre elas o prefeito em exercício de Xaxim, Luiz Felipe Fagundes, e Valdecir Toffolo, representando o secretário de desenvolvimento regional de Xaxim, Carlos Augustinho Colatto. Pela Fesporte, estiveram Lilian de Fátima Pinto, coordenadora-geral da etapa Oeste dos Jesc, e Lenoir Oliveira, integrador esportivo da região da 5ª SDR.

Nos discursos, ênfase nos benefícios do esporte como fator de inclusão social, saúde e na descoberta de novos valores. O local esteve tomado de jovens, que fizeram da cerimônia um momento de integração. A etapa Oeste dos Jesc, que iniciou dia 8, termina nesta segunda-feira (11) com as decisões das modalidades coletivas futsal, basquete, handebol e vôlei.

Mais Informações:

Antonio Prado

(48) 9696-3054

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atleta da Seleção Brasileira brilha nos Jesc em Xaxim

Xaxim - Ela tem 16 anos, 1,80 metro de altura e uma impulsão de 2m92cm quando salta para atacar. Cássia Rauber, aluna do segundo ano do ensino médio da Escola Estadual Rodrigues Alves, do município de Saudades, não é uma atleta qualquer. Ela é simplesmente a melhor ponteira sul-americana na sua faixa de idade e titular da Seleção Brasileira infanto-juvenil, que foi campeã no Sul-Americano em julho deste ano, no Peru. Neste sábado (9), Cássia ajudou a sua escola a vencer por 2 a 0 a Escola Estadual Gomes Carneiro, de Xaxim, município que sedia desde sexta-feira a etapa Oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) 15 a 17 anos.

Acesse aqui os boletins atualizados com resultados e programação

“Ela, hoje, é a principal jogadora da Seleção”, diz o técnico e tio de Cássia, Márcio Rauber, que dirige a Escola Rodrigues Alves nos Jesc em Xaxim. “Ela é uma ponteira extremamente habilidosa, com uma personalidade diferenciada que sobressai nos momentos adversos da partida”, disse Márcio. Ele destaca que as principais características de Cássia são a diversidade de jogadas que ela pode imprimir durante um jogo: jogadas de efeito no fundo da quadra, cortadas, largadas de bolas e frieza nos momentos mais tensos.

Cássia voa para marcar mais um dos 15 pontos em 20 ataques que fez na partida (foto: Antonio Prado)

Todas essas características puderam ser observadas neste sábado, no ginásio da Escola Estadual Gomes Carneiro. Na vitória por 2 a 0 (parciais de 25/14 e 25/9, que garantiu a Escola Rodrigues Alves na semifinal), Cássia foi a principal jogadora da partida: fez 15 pontos em 20 ataques e foi a principal articuladora do time.

A atleta de Saudades começou a carreira na Seleção Brasileira em 2012 e, no ano seguinte, já era campeã Sul-Americana infantil em Popayán , na Colômbia, onde foi escolhida a melhor ponteira da competição. Em julho deste ano foi novamente campeã sul-americana com a Seleção, só que no Infanto-Juvenil em Tarapoto, no Peru.

Consta ainda no currículo uma variedade de conquistas. Já foi cinco vezes campeã estadual: o primeiro título veio em 2011, ainda no pré-mirim, aos 13 anos, e o último, em 2013, já no Infantil. Já venceu também os Jogos da Juventude Catarinense, a Olesc, em 2013, e foi campeã brasileira dos Jogos da Juventude de 12 a 14 anos, em 2012, na cidade de Poços de Caldas-MG.

A atleta de Saudades foi campeã sul-americana em 2013 no Peru com a Seleção e eleita a melhor ponteira da competição (Foto: Antonio Prado)

Tanto talento já despertou o interesse de vários clubes brasileiros. “Os dois últimos foram o São Caetano e o Vasco, mas queremos contar com o vôlei dela até os 18 anos”, revelou o técnico Márcio Rauber.

Enquanto essa idade não chega, Cássia vai desfilando o talento em quadras catarinenses: agora, em Xaxim. Ela lembra que começou no vôlei aos 9 anos de idade por brincadeira e aos 10 percebeu que era o que queria na vida: ser, no futuro, uma atleta profissional. O esporte vem de berço. O técnico Marcio Rauber, também é tio, e o pai, Darcir Rauber, é o auxiliar-técnico. Todos trabalham juntos no vôlei da Fundação de Esportes de Saudades.

Já garantida na semifinal dos Jesc em Xaxim após de duas vitórias na competição, Cássia sonha alto: um dia participar de uma Olimpíada. Para isso se espelha nas jogadoras da Seleção Sheilla e Jaqueline. Enquanto o sonho não se torna realidade, Cássia tem um sonho mais imediato a realizar: ser campeã da etapa Oeste dos Jesc 15-17 anos, em Xaxim, e garantir participação na etapa estadual, de 22 a 26 desse mês, em Blumenau. E se depender do talento desta saudadense, esse objetivo começa a tomar forma já nesta segunda-feira, quando ocorrem as finais do vôlei e o encerramento dos Jesc.

Mais Informações:

Antonio Prado

(48) 9696-3045

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Começa a etapa Oeste dos Jogos Escolares em Xaxim

Xaxim - Os primeiros gols. Os primeiros pontos. Os primeiros gritos, vitórias e derrotas, choros e alegrias. A sexta-feira (8) foi recheada das primeiras emoções da etapa Oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos. Vitórias  acachapantes como os 6 a 0 da Escola Estadual Belminda Silveira, de Mondái, sobre a Escola Estadual Manoel de Freitas Trancoso, de Iraceminha, no futsal feminino; ou conquistas mais suadas como os 12 a 10 do Colégio Expressivo, de Xanxerê, no handebol feminino, diante a Escola Estadual São Luiz, de União do Oeste.

Baixe aqui o boletim com a programação e resultados

“Foi uma vitória suada para um time sem preparo físico e montado há uma semana”, disse após o jogo a estudante Eduarda Faganello, do Colégio Expressivo, que fez quatro gols na partida. “Acho que não dá pra ser campeão, mas se ficarmos entre os três, já tá bom”, completou conformada.

Há, no discurso de Eduarda, a alegria em apenas participar dos Jesc, sem se preocupar com o título. Esse sentimento é compartilhado por muitos atletas que participam dos Jesc em Xanxerê. Lucas Schina, de 16 anos, atleta de handebol da Escola Estadual Presidente Artur da Costa e Silva, do município sede, diz que todos querem ganhar, mas a derrota, também faz parte do processo. “O importante destes jogos é também conhecer novas pessoas”, admite.

Débora de Oliveira, 16 anos, aluna da Escola Estadual Professora Jurema Savi Milanez, de Quilombo, é atleta do vôlei de praia, ao lado da amiga Lara Fornari. “Ano passado ficamos em quarto lugar no regional dos Jesc, mas, melhor que o título é mostrar o esporte de nosso município para outras pessoas, mostrar o nosso valor”, disse.

A etapa Oeste dos Jesc em Xaxim irá até segunda-feira, dia 11. Neste período 960 estudantes de 15 a 17 anos, de 70 escolas, de 41 municípios, disputam as modalidades de basquete, vôlei, handebol, futsal, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. A cerimônia de abertura será neste sábado (8), às 19h30, no Pavilhão São Cristovão.

O campeão de cada modalidade garante classificação para a etapa estadual da competição, que será de 23 a 27 de agosto em Blumenau. O tênis de mesa e o xadrez classificam os dois primeiros colocados. 

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Xaxim recebe mais de 950 estudantes para os Jesc

Xaxim - O município de Xaxim recebe a partir desta sexta-feira (8), até segunda-feira, dia 11, 960 estudantes de 15 a 17 anos, de 70 escolas, para a disputa da etapa Oeste dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc). No período estarão em disputa as modalidades de  basquete, vôlei, handebol, futsal, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. A cerimônia de abertura, com o tradicional desfile de delegações, será neste sábado (8), às 19h30, no Pavilhão São Cristóvão.

Acesse aqui a programação 

O campeão de cada modalidade garante classificação para a etapa estadual da competição, que será de 23 a 27 de agosto em Blumenau. O tênis de mesa e o xadrez classificam os dois primeiros colocados. 

A etapa regional Oeste dos Jesc de 15 a 17 anos tem a participação de 41 municípios, 100 professores, 60 árbitros e 20 profissionais na equipe de organização. Na edição deste ano dos Jesc de 15 a 17 anos, em todas as suas etapas, teve 109.326 alunos inscritos de 959 escolas catarinenses provenientes de  281 municípios, o que corresponde a 95,3% do total dos municípios catarinenses.

Locais de competições

Basquete

Local - Ginásio de Esportes GOV. PEDRO IVO CAMPOS 

Rua Giocomo Lunardi, nº 457 Bairro Alvorada

Futsal

Local - Ginásio de Esportes ALBERTO ANGELO SORDI 

Rua Farrapos Nº 1900 

 Local - Ginásio de Esportes São Francisco 

Rua Rua 10 de Novembro (ao lado da Igreja Matriz Católica) Centro  

Handebol

Local - Ginásio de Esportes da EEB PROF NEUSA MASSOLINI 

Rua R. Santo Antônio, 807 – Bairro Centro  

Tênis de mesa

Local - Ginásio de Esportes da Escola Municipal Dom Bosco

Rua: Avenida Luis Lunardi, 278, Centro 

Vôlei

Local - Ginásio de Esportes EEB GOMES CARNEIRO 

Rua Rio Grandre Nº 1344 - Centro 

Local - Ginásio de Esportes SÃO FRANCISCO 

Rua Dez de Novembro Nº 1069 Centro

Vôlei de praia

Local – SRCX – Sociedade Recreativa Cultural Xaxiense - Sede Campestre 

Rua: José Fuzinatto Nº 78 Bairro Germânico  

Xadrez

Local - Salão Paroquial da Igreja Matriz

Centro em frente a praça

Mais Informações

Antonio Prado

(48)  9696-3045

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Micro da SDR Taió define os classificados para regional

Pouso Redondo - A Secretaria de Desenvolvimento Regional de Taió realizou a etapa microrregional dos Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC), em Pouso Redondo. A disputa selecionou os primeiros colocados para a etapa regional que acontecerá em Rio do Sul, de 8 a 12 de agosto. 

Participaram da competição alunos/atletas de 15 a 17 anos de instituições de ensino da rede estadual, municipal e particular da região. Os jogos aconteceram no Ginásio Municipal de Esportes Prefeito Benjamin Bini, no Ginásio de Esportes da EEB Professora Anair Margarida Voltolini e no Centro de Treinamento de Tênis de Mesa.

A integradora esportiva Cleide das Neves informou que a modalidade de atletismo será realizada nos próximos dias e vai direto para a etapa estadual, de 22 a 26 de agosto, em Blumenau. Os JESC são uma realização do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fesporte, Secretarias Regionais e prefeituras municipais.

Confira os classificados para a etapa regional:

Tênis de Mesa

Feminino: Leontina Scoz – EEB Profª Anair Margarida Voltolini – Pouso Redondo

Pâmela Bizolo – EEB Profª Anair Margarida Voltolini – Pouso Redondo

Masculino: Leonardo Conte – EEB Letícia Possamai – Pouso Redondo

João Carlos Francisco Felizari – EEB Prefeito Arno Siewerdt – Pouso Redondo

Xadrez

Feminino: Bruna Fernanda Fistarol – EEB Leopoldo Jacobsen – Taió

Flavia Mara Felipe – EEB Padre João Kominek – Santa Terezinha

Masculino: Jailson Belli Martins – EEB Leopoldo Jacobsen – Taió

Jailson Oderdenge – EEB Guilherme André Dalri – Salete

Handebol

Masculino: EEM João Kuchler – Santa Terezinha

Vôlei

Feminino: EEB Luiz Bertoli - Taió

Masculino: EEB Prefeito Arno Siewerdt – Pouso Redondo

Vôlei de Praia

Feminino: EEB Prefeito Arno Siewerdt – Pouso Redondo

Masculino: EEB Prefeito Arno Siewerdt – Pouso Redondo

Futsal

Feminino: EEM João Kuchler – Santa Terezinha

Masculino: EEB Padre João Kominek – Santa Terezinha

Colaborou:

Estela Stange Purnhagen

Secretaria Regional de Taió

(47) 8801-6642

(47) 3562-8400

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC fecha participação com 33 medalhas nos Jogos Escolares

Belém - Disputando três finais neste sábado (16), no último dia dos Jogos Escolares da Juventude 15 a 17 anos, em Belém, Santa Catarina conseguiu um troféu de campeão: o do vôlei feminino, que foi para a Escola Estadual Francisco Mazzola, de Nova Trento. Nas demais modalidades foi vice no futsal masculino, perdendo para São Paulo, e no basquete masculino, sendo derrotado para o Espírito Santo. Conseguiu ainda um um terceiro lugar no vôlei masculino e no futsal feminino. Por fim, os catarinenses fecharam a competição com um saldo positivo de 33 medalhas, sendo 14 de ouro, nove de prata, e 10 de bronze. A delegação do Estado foi gerenciada pelo Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte.

Na final do vôlei feminino, as meninas da Escola de Educação Básica Francisco Mazzola, de Nova Trento, tiveram a sensação de jogar em casa. Após quase três horas de partida, cinco sets e a vitória emocionante por 3 a 2 (25/23, 25/20, 17/25, 15/25 e 16/14) sobre a equipe do Centro Educacional da Lagoa (RJ), as catarinenses conquistaram o título da Primeira Divisão com apoio da torcida local, que compareceu ao Ginásio dos Bancários. A medalha de bronze ficou com o Colégio Martin Luther (RS), após vencer por 3 sets a 1 (25/19, 17/25, 25/20 e 25/21) o Colégio Regina Mundi (PR).

Jogo emocionante

Depois de abrir 2 sets a 0 no placar, o time da Escola Francisco Mazzola (SC) viu o Centro Educacional da Lagoa (CEL) empatar a partida e levar a decisão para o tie-break. A alta temperatura da capital paraense em nada se comparou ao calor humano do povo desta região do país, principalmente no set decisivo. Depois de salvar três match points, o time de Santa Catarina fechou o jogo em 16 a 14. Ao final do duelo e bastante emocionada com o resultado positivo, a central Khenia Girola, 15 anos e 1,76m de altura, agradeceu o apoio dos torcedores.

“Tem gente que diz que torcida não influencia. Eles ajudaram muito a gente. São muito queridos. Fomos bem acolhidas pelos paraenses. Gostei muito deles. Alguns começaram a nos acompanhar na primeira partida e não nos deixaram mais. Ver uma torcida assim para outro estado, que é bem distante, foi muito bom e emocionante. Esta é uma vitória da fé e da união. A gente lutou muito por isso”, falou Khenia Girola, duas vezes medalhista de prata na etapa de 12 a 14 anos dos Jogos Escolares, e estreante nesta categoria. Além dos torcedores paraenses, o time de Santa Catarina também contou com o apoio de outras delegações.

Carinho dos paraenses

O carinho da torcida não se deu apenas durante a final. Um grupo de cinco amigos paraenses foi até o Centro de Convivência do evento, localizado no Hangar, para ver a premiação das atletas. Um dos novos torcedores das meninas é o jovem Igor Shibata, 17 anos, estudante do Colégio Ideal (PA). Após a entrega das medalhas, Igor e os amigos Breno, Fernando, Lucas e Víctor foram convidados pelo técnico e pelas alunos-atletas de Santa Catarina para o alto do pódio e tiraram várias fotos. “Acho que a nossa torcida ajudou, mas o mérito é todo delas. Não acompanhava jogos de vôlei, mas vi a primeira partida delas e decidi torcer até o final. Elas são bonitas, talentosas, legais e muito humildes”, disse Igor.

Vôlei masculino 3º lugar

O vôlei masculino, da Escola Estadual Valdete Inês Zindars, de Jaraguá do Sul, ganhou do Colégio Gabarito, de Minas Gerais, por 3 a 1, e garantiu o terceiro lugar da competição. Depois de conquistar quatro títulos em edições anteriores dos Jogos Escolares da Juventude, Santa Catarina, desta vez, não consegui o título de campeão do futsal masculino: foi vice ao perder por 2 a 1 do Rio de Janeiro. A equipe catarinense, do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, começou a partida perdendo de 1 a 0, chegou a empatar, mas o Rio fechou o placar por 2 a 1. Para o técnico Agostinho Ferrari, a participação dos catarinenses foi bastante positiva. “Perdemos por detalhes. Nossas bolas não entraram e eles foram mais felizes”, enfatizou.

O futsal feminino, da Escola Estadual Paulo Medeiros, de Joinville, venceu por 7 a0 a Escola Senhor dos Caminhos, do Rio Grande do Sul, e garantiu o terceiro lugar da competição. O basquete masculino de Santa Catarina, representado pelo Senai, de Concórdia, conseguiu voltar para a primeira divisão dos Jogos Escolares da Juventude no dia anterior, mas na final da segunda divisão, neste sábado, não conseguiu superar os alunos da Escola Jesus Cristo Rei, do Espírito Santo, perdendo de 72 a 61, garantindo o vice-campeonato da modalidade.

Para o chefe de delegação de Santa Catarina, Ademar José da Silva, gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte, a participação catarinense nos Jogos Escolares, em Belém, foi altamente positiva: “Conseguimos 33 medalhas, sendo 14 de ouro. Isso mostra a força esportiva catarinense no cenário nacional. Todos os atletas estão de parabéns por esse grande resultado para o nosso Estado”, conclui.

Os Jogos Escolares da Juventude foram disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e a delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense foi toda feita pela Fesporte. A delegação catarinense foi composta por 190 pessoas, entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. Foram no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais

Antonio Prado

(48) 9125-2286

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC fará três finais no último dia dos Jogos Escolares

Belém - Santa Catarina está em três finais dos Jogos Escolares da Juventude, 15 a 17 anos, que estão sendo disputados desde o dia 7 em Belém: no futsal e basquete masculino, (este na segunda divisão) e também no vôlei feminino. Emoção foi o que não faltou para os catarinenses na competição nesta sexta-feira (15) O primeiro time que se garantiu na final foi o vôlei feminino da Escola Estadual Francisco Mazzola, de Nova Trento, que venceu na primeira divisão, por 3 a 1 o Colégio Martin Luthero, do Rio Grande do Sul, com parciais de 25/15, 20/25 e 25/17.
O vôlei masculino, da Escola Estadual Valdete Inês Zindars, de Jaraguá do Sul, perdeu a semifinal por 3 a 0 do CEU, do Rio de Janeiro, e agora disputará o terceiro lugar da modalidade. No futsal masculino o Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, venceu por 3 a 0 o Colégio Santa Rosa, do Pará, com gols de Marquinhos, Renan e Guilherme. “Foi um prêmio por um ano de muito trabalho e dedicação” celebrava Marquinhos. “É verdade”, concorda o goleiro Jonathan, um dos destaques do time catarinense, “Merecemos esta vitória por tudo que vivenciamos no nosso treinamento”.
O basquete masculino, de Santa Catarina, representado pelo Senai, de Concórdia, conseguiu voltar para a primeira divisão dos Jogos Escolares da Juventude ao vencer o Colégio Santa Rosa, do Pará, por 46 a 37, e também está na final da modalidade.
O futsal feminino, da Escola Estadual Paulo Medeiros, de Joinville, disputará neste sábado (16) o terceiro lugar, pois foi derrotado nesta quinta-feira pelo Colégio Notre Dame, do Distrito Federal, pelo placar de por 3 a 1.
As partidas finais ocorrem durante todo o dia deste sábado em Belém. Na delegação catarinense caíram ainda na primeira parte da competição o handebol masculino e feminino do Satc, de Criciúma, e o basquete feminino do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul. 
Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.
A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

 

Informações adicionais
Antonio Prado
(48) 9125-2286

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Vôlei de SC conquista simpatia em Belém

Belém - O vôlei feminino da Escola Estadual Francisco Mazzola, de Nova Trento, conquistou nesta quinta-feira (14), nos Jogos Escolares da Juventude, em Belém, mas do que a vitória de 2 a 0 sobre São Paulo. Conquistou, acima de tudo, a torcida paraense que foi ao ginásio do Colégio Ideal. No final do jogo, as catarinenses saíram aplaudidas e atenderam a inúmeros pedidos para fotos. Foi a terceira vitória de Nova Trento, o que garantiu o primeiro lugar no grupo e uma vaga para semifinal a ser disputada contra Rio Grande do Sul ou Rio de Janeiro nesta sexta-feira (15). 
A partida contra São Paulo foi bem tranquila para as catarinenses que em nenhum momento tiveram a vitória ameaçada. As parciais de 25/14 e 25/6 comprovaram a superioridade da Escola Francisco Mazolla sobre as estudantes paulistas. “Foi uma vitória bem tranquila, principalmente porque conseguimos anular os pontos fortes do time adversário que eram o saque e as jogadas da oposta deles”, admite o técnico Marcelo Garim.
Além do vôlei, Santa Catarina disputou a terceira rodada do basquete masculino. Depois de duas vitórias, o Senai/Concórdia perdeu nesta quinta-feira de 45 a 54 para o Colégio Regina Pacis, de Mato Grosso.

 

Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.
A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais:
Antonio Prado
(48) 9125-2286

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Atletas de SC analisam os Jogos Escolares

Belém - Aquecer, jogar, fazer gol e marcar pontos fazem parte da rotina dos atletas das modalidades coletivas que representam Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, 15 a 17 anos, que estão sendo realizados em Belém. Mas, além disso, o fato de poder viajar para o Norte do país representando o Estado significa, para eles, muito mais que praticar esporte, significa fazer amizade, conhecer novas culturas e lugares diferentes.

Hospedados no Hotel Regente, no Centro de Belém, os atletas catarinenses fazem do hall do estabelecimento o ponto de encontro para interagir com alunos de outros estados e entre eles próprios.Ora jogando conversa fora, ora interagindo on-line por meio das redes sociais no celular.

“Isso aqui é muito bom”, revela Paula Tubss, ala do basquete da Escola Jangada, de Jaraguá do Sul. “Conhecemos lugares e pessoas diferentes e além de jogar podemos fazer turismo depois dos jogos”, completa. Pela primeira vez na competição, Paula diz que a experiência está sendo marcante: “Tudo aqui é muito grande. Gostei da estrutura de Belém”.

Quem também está gostando da experiência é Rafael Hesper, líbero do vôlei da Escola Estadual Valdete Piazeira, também de Jaraguá do Sul. “É muito gratificante estar nos Jogos Escolares, um evento nacional, representando Santa Catarina. É um prêmio para nós, pois, para chegar até aqui passamos por quatro etapas classificatórias que incluem regional e estadual”.

Para a levantadora Karen, do vôlei da Escola Estadual Francisco Mazolla, de Nova Trento, a experiência de Belém é bastante válida. “Além de jogar com meninas do Pará e de São Paulo, o esporte nos proporciona poder viajar e conhecer o país e isso é gratificante”, diz a atleta.

Annaysa Silva, pivô do futsal da Escola Estadual Paulo Medeiro, de Joinville, acha que disputar os Jogos Escolares da Juventude é uma responsabilidade muito grande. “Fiz três gols na estreia contra as meninas de Mato Grosso, mas confesso que fiquei a partida inteirinha nervosa. Disputar o primeiro jogo de uma competição, mesmo ganhando de 7 a 4, é sempre complicado”.

Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

(48) 9125-2286

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC estreia nas modalidades coletivas em Belém

Belém - Se a segunda-feira (11) foi o dia da chegada das equipes das modalidades coletivas, a terça-feira (12) foi de estreia para os catarinenses do futsal, vôlei, handebol e basquete. Mas, a início não foi bom para o Estado. No primeiro jogo do dia, o futsal masculino do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, perdeu de 5 a 4  para o Colégio Amorim, de São Paulo.

No handebol, as meninas do Satc, de Criciúma, perderam de 23 a 20 da Escola Sagrada, do Rio Grande do Norte. “Jogamos muito mal”, admite a pivô Isadora. “Se tivesses jogado como havíamos treinado, o resultado seria diferente. Mas, apesar da derrota, acredito que podemos reverter a situação”, acredita. O handebol catarinense também saiu derrotado em sua partida de estreia no masculino, já que o Satc criciumense também perdeu de 32 a 18 do Caic Baldiuno Bom Jesus, do Piauí.

As únicas vitórias catarinense até as 18h38 foram no basquete masculino e vôlei feminino. No vôlei, as meninas da Escola Estadual Francisco Mazolla, umas das favoritas ao título, venceram por 2 a 0 o Colégio Regina Mundi, do Paraná, com parciais de 27/25 e  25/18. “Foi um jogo bastante difícil”, lembra  a ponteira Karoline. “No primeiro set estávamos perdendo de 24 a 20 e conseguimos virar para 27 a25”, complementa a levantadora Ana. Nesta quarta-feira os times catarinenses entram em quadra para a segunda-rodada do futsal, vôlei, handebol e basquete.

No basquete masculino, o Senai, de concórdia, venceu por 51 a 48 o Colégio Cristo Rei, do Espírito Santo. E no basquete feminino, o IE Jangada, de Jaraguá do Sul, perdeu de 39 a 34 para o Colégio Sinodal, do Rio Grande do Sul.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC fecha 1ª etapa dos Jogos com 31 medalhas

Belém - Com as últimas disputas das modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude, em Belém, 15 a 17 anos, encerradas domingo (10), Santa Catarina fecha a primeira parte da competição com um saldo positivo de 31 medalhas, sendo 13 de ouro, oito de prata e 10 de bronze. A natação, com cinco medalhas de ouro, e o tênis feminino, com três, foram os destaques. Nesta segunda (11), chegaram as equipes catarinenses de futsal, handebol, basquete e vôlei. As disputam começam a partir desta terça (12) e prosseguem até domingo (17). A logística da delegação catarinense é gerenciada pelo Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte.

Aluna do Colégio Conceito, de Tubarão, Fernanda Delgado, com quatro medalhas de ouro na natação (50m livre, 50m costa, 50m borboleta e 4x50 medley misto) foi o principal destaque individual, seguida de Belissa Lisboa, da Escola Estadual Eugênio Marchetti, de Herval  D’Oeste, que conquistou três medalhas de ouro no tênis de mesa (ouro no individual, por equipe e duplas) a última no domingo, quando fez a final com a amiga Joceane Dalabona, da Escola Estadual Rui Barbosa, de Timbó.

Pelo feito, Belisa recebeu o troféu Power de Superação, conferido à melhor atleta da modalidade. “Não esperava isso. Estou bastante feliz”, disse no pódio Belissa, que é natural do Amapá, mas mora há dois anos em Joaçaba e estuda em Herval D’Oeste.

Anderson Formentão é ouro

Além da medalha de Belissa, o último dia das modalidades coletivas reservou medalha de ouro para Anderson Formentão, da Escola Estadual Itajubá, do município de Descanso, no lançamento de dardo com a marca de 59m99cm. O ouro foi bastante festejado, já que o estudante dedica parte de sua vida à agricultura no cultivo da lavoura e gado, no sítio dos pais, em Descanso, e praticamente não treina. Até pouco tempo treinava em um pasto de gado e com vara de bambu ao invés do dardo e usa tênis em detrimento à sapatilha, comum aos atletas desta prova.

Também quem se destacou com a medalha de ouro no último dia das modalidades individuais foi Maurício Amaral, no atletismo, na prova dos 800 metros, final por tempo (1min59s80). Mauricio é aluno da Escola Estadual Dogello Goss, de Concórdia.

Conquistaram a medalha de prata: Bruna Cestrem, da Escola Estadual Plácido Olímpio, de Joinville, no atletismo, na prova dos 200 metros (24s96) – no dia anterior também já havia faturado outra prata nos 400 metros – e Felipe Weber, da Escola Estadual Paulo Schieffler, de Caçador, na natação, na prova dos 50 metros peito (29s51).

Ainda no último dia de competição conquistaram a medalha de bronze para Santa Catarina: Leonardo Zatt, da Escola Estadual Pedro Maciel, de Chapecó, no tênis de mesa; Vinícius Woitke, Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Criciúma, no ciclismo e Darlan Konell, da Escola Estadual Prudente de Morais, de Blumenau.

SC tem 155 atletas na competição

 

Também foi bronze o revezamento 4x100 masculino do atletismo (1min54s44) com Fábio Oliveira (CEM Morar Bem/São José), Jean Barbosa (EEB Prof. João Widemann/Blumenau), Bruno Rita (EEB São Ludgero/São Ludgero) e Iago Cunha (EEM Prof. Henrique Fontes/Itajaí).

 

As meninas da natação conquistaram bronze no revezamento 4x100 com Fernanda Delgado (Colégio Conceito/ Tubarão), Fátima Laurindo (Colégio Marista/Criciúma), Alessandra Pereira  e Jéssica Bard (ambas da EEM Prof. Roberto Grant, de São Bento do Sul).

Os Jogos Escolares da Juventude reúnem representantes de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

(48) 9125-2286

 

 

Também quem se destacou com a medalha de ouro no último dia das modalidades individuais foi Maurício Amaral, no atletismo, na prova dos 800 metros, final por tempo (1min59s80). Mauricio é aluno da Escola Estadual Dogello Goss, de Concórdia.

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Sábado rende 10 medalhas para SC

Belém - O sábado (9) foi promissor para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, 15 a 17 anos, em Belém. O dia proporcionou 10 medalhas no total, sendo seis de ouro, uma de prata e três de bronze. As seis medalhas de ouro foram conquistadas na natação, a de prata também. Já as de bronze vieram no atletismo e natação. Como no primeiro dia de competição, na sexta-feira (7), Santa Catarina havia conquistado sete medalhas, o Estado agora soma 17 medalhas no total _ oito de ouro, quatro de prata e cinco de bronze. 

Os dois primeiros dias do atletismo dos Jogos Escolares da Juventude trouxeram bons resultados para Santa Catarina. Entre os destaques das finais deste sábado (a sexta foi apenas classificatória), as medalhas de ouro de Maycon Wernke Bonadeo, da Escola Estadual São Ludgero, do município do mesmo nome, no lançamento do disco (52m93cm), e Débora Luíza Gomes, do Colégio Barão do Rio Branco, de Blumenau, campeã nos 100 metros com barreiras (14s06), com direito ao recorde da prova.

Bruna Cestrem, da Escola Estadual Plácido Olimpio, de Joinville, ficou com a medalha de prata na prova dos 400 metros (55s53). E a joinvilense Fernanda Moreira, do Colégio Univille, com o bronze nos 800 metros (2min25s13). Quem também sorriu com o bronze foi Jean Barbosa, da Escola Estadual João Widemann, de Blumenau, na prova do salto em distância (7m18cm).

Tênis de mesa é ouro

Já no tênis de mesa feminino em duplas, mais ouro para Santa Catarina com Joceane Dalabona, da Escola Estadual Rui Barbosa, de Timbó, e Belissa Lisboa, da Escola Estadual Eugênio Marchetti, de Herval do Oeste. As duas atletas já tinham conquistado outra medalha de ouro na sexta-feira por equipe.

A natação foi a modalidade que mais deu medalhas de ouro para Santa Catarina neste sábado: três. A primeira com Fernanda Delgado, do Colégio Conceito, de Tubarão, nos 50 metros costa (31s60), a segunda com Darlan Konell, da Escola Estadual Presidente Morais, de Pomerode (27s75). O terceiro ouro veio no revezamento 4x50 medley misto com Fernanda, Darlan, Felipe Weber (este último aluno da EEB Paulo Scieffler/Caçador) e Fátima Laurindo (Marista/Criciúma) com o tempo de 1min52s25. A natação ainda deu uma medalha de bronze para o Estado com Felipe Weber nos 100 metros peito (1min6s21).

O sábado não foi bom para o judô que não conseguiu nenhuma medalha. A gora a esperança é a competição por equipe neste domingo (10).

No tênis de mesa masculino Santa Catarina perdeu na sexta-feira nas quartas de final por equipe e neste sábado também na mesma fase com os alunos Leonardo Zatt, da Escola Estadual Pedro Maciel, de Chapecó, e Felipe Silveira, da Escola Estadual Joaquim Ramos, de Criciúma.

No ciclismo o melhor resultado de sábado foi um sexto lugar de Letícia Alana Goede, do Colégio Doutor Blumenau, de Pomerode, na prova de 15 quilômetros.

Na ginástica rítmica Sanara  Schusler, do Colégio Solução, de Florianópolis, está na final do aparelho bola, e Amanda Pfleger, da Escola Estadual Heriberto Muller, de Blumenau, vai brigar pelo ouro nos aparelhos bola e fita e ainda concorre com título de melhor ginasta da competição.

Sete medalhas na sexta

Na sexta-feira, Santa Catarina conquistou sete medalhas, sendo duas de ouro, três de prata e duas de bronze. As duas medalhas de ouro foram na natação, nos 50 metros  estilo livre com Fernanda Delgado, do Colégio Conceito, de Tubarão, e a outra no tênis de mesa  feminino por equipe com Joceane Dalabona, da Escola Estadual Rui Barbosa, de Timbó, e Belissa Lisboa, da Escola Estadual Eugênio Marchetti, de Herval do Oeste.

As medalhas de prata vieram no ciclismo, com Ligia Milanez Venturini, da Escola Estadual Humberto Hermes Hoffmann, de Nova Veneza, no judô masculino com Deivid Decker Hoffer, Colégio Tendência, de Florianópolis, e ainda no revezamento 4x100 livre da natação com Fernanda Delgado (Colégio Conceito/Tubarão, Fátima Laurindo (Marista/Criciúma), Alessandra Pereira (EM Roberto Grant/São Bento do Sul) e Emillin Fernandes (ETCT Positivo/Tubarão).

Conquistaram a medalha de bronze na sexta-feira o revezamento 4x100 estilo livre com Darlan Konell (EEB Presidente Morais/Pomerode), Cassiano Benedetti (Colégio Dehon/Tubarão) João Benedet Colégio São Bento/Criciúma e Vinícius Volpato (Colégio Dehon/Tubarão)

Neste domingo encerram-se todas as modalidades individuais. Na segunda (11) chegam os atletas das modalidades coletivas: futsal, handebol, basquete e vôlei e na terça (12) iniciam-se as competições.

Os Jogos Escolares da Juventude reunirão representantes de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais:

Antonio Prado

(48) 9125-2286

Pagina 32 de 33