×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Publicado em Jasc
Escrito por

Itajaí perde o bronze na Liga Nacional de Handebol

O quarto dia de disputas nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), neste domingo, teve um atrativo à parte em Joaçaba. Em partida realizada no ginásio do Complexo Esportivo da Unoesc, os times de Itajaí e Maringá (PR) disputaram o terceiro lugar da Liga Nacional de Handebol Masculino.

O dia não estava bom para os catarinenses, que perderam a decisão por 34 a 24 e ficaram sem o bronze. Com o mesmo grupo que disputa os Jasc, à exceção do goleiro Cristiano Rosa, que defende Caçador, o time de Itajaí foi dominado por Maringá logo no início do jogo, e com apenas nove minutos já perdia por 5 a 1.

Aos 14 minutos a equipe esboçou uma reação e fez dois gols seguidos, mas parou várias vezes no ótimo goleiro de Maringá, o experiente Joelber Romano, de 28 anos. Assim, o primeiro tempo terminou em 16 a 9 para os paranaenses.

O segundo tempo começou como o primeiro, com Maringá aproveitando as oportunidades e Itajaí tendo pela frente o carrasco Joelber, destaque da partida. A maior diferença no placar, de 11 gols, foi registrada aos 25 minutos, quando Maringá vencia por 33 a 22. E com mais um gol para os paranaenses e dois para os catarinenses nos cinco minutos finais, o jogo terminou em 34 a 24.

Objetivo de Itajaí é o título nos Jasc

Encerrada a participação na Liga Nacional, Itajaí não se abateu com a derrota para Maringá e segue firme na busca pelo título do handebol masculino nos Jasc. A equipe venceu os dois confrontos que disputou até agora na competição.

Na sexta-feira, derrotou São José por 28 a 19 e, no sábado, bateu Caçador por 33 a 27. O próximo desafio de Itajaí será nesta segunda-feira, dia 14, contra Blumenau, às 18h30min, no ginásio do Complexo Esportivo da Unoesc. E se depender do técnico Silvio Rodrigues, o grupo só volta para casa depois da final, marcada para a próxima sexta, dia 18.

“Vencemos Maringá na primeira fase da Liga Nacional, mas neste domingo o nosso jogo não encaixou. Perdemos o bronze, mas não temos nada a lamentar, pois é muito importante para nós e para Santa Catarina ficar entre os quatro melhores do Brasil. Continuamos disputando os Jasc, que é o nosso grande objetivo, e estamos confiantes no título”.

Jasc 2015

Com 4,6 mil atletas de 78 municípios catarinenses, a 55ª edição dos Jasc é uma realização do Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

A competição, uma das maiores e mais tradicionais do Brasil, ocorrerá até o próximo dia 18 nos municípios de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, com apoio de Erval Velho, Lacerdópolis e Ibicaré.

 Texto: Pablo Gomes

 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Atletas mais jovens dos Jasc 2015 são do xadrez

João Eduardo Félix e Arthur Brunetto têm 11 anos e representam a equipe de Brusque

 Os atletas mais jovens da 55ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) competem na modalidade de xadrez. Arthur Brunetto e João Eduardo Félix têm 11 anos e pela primeira vez participam do principal evento poliesportivo do Estado.

“E que seja o primeiro de muitos Jasc”, destaca Arthur, que representa o município de Brusque. Ele é natural de Concórdia e aprendeu a jogar xadrez com cinco anos, por incentivo do pai. E já soma conquistas: além de bons resultados em campeonatos regionais, foi bronze no Estadual em Lages e terceiro colocado no Brasileiro no Rio de Janeiro, na categoria Sub-8.

Para Arthur, que concilia a rotina diária de treinos com os estudos, participar dos Jasc é um grande incentivo. “Também é importante porque estou tendo a oportunidade de conhecer grandes mestres de xadrez. É especial principalmente pela experiência e eu só tenho a ganhar”, diz.

João também destaca a experiência como a recompensa da participação nos Jasc. Ele, que integra a equipe de Brusque, é natural de Fraiburgo e aprendeu xadrez com oito anos, na escola. Desde então, já disputou vários campeonatos regionais. Agora, vive a emoção dos Jogos Abertos. “É uma honra ver grandes mestres jogar”, afirma João, que sonha disputar um mundial. “Estou dando o primeiro passo para alcançar esse objetivo”, acrescenta.

Experiência

Nos Jasc, jovens enxadristas e grandes mestres estão lado a lado. Um dos mais experientes é Gilberto Milos Júnior, hexacampeão Brasileiro (1984, 1985, 1986, 1989, 1994 e 1995) e campeão Sul Americano em 1987, que já participou de mais de dez olimpíadas e conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo de 2000. Ele, que conquistou o título de mestre internacional aos 22 anos e o de grande mestre aos 25 anos, compete na modalidade há 40 anos.

Representante da equipe de Florianópolis, ele participa dos Jasc pela quarta vez. “É uma competição muito boa, porque todos têm a oportunidade de jogar. O xadrez é o esporte mais justo que existe, porque oferece chances iguais para os dois jogadores”, enfatiza Gilberto, que é de São Paulo e é considerado por muitos especialistas um dos melhores enxadristas do mundo.

Os jogos da modalidade de xadrez iniciaram no dia 11 e seguem até a quinta-feira (17) no salão do Clube 10 de Maio, em Joaçaba. Nesta segunda-feira (14), a quarta rodada acontece a partir das 15h. Participam aproximadamente 200 enxadristas, no masculino e feminino, de 33 municípios.

Os Jasc 2015 são promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval d’ Oeste e Luzerna e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Até o dia 18, o evento envolve aproximadamente 4,6 mil atletas, de 78 municípios.

Texto: Mayelle Hall

Publicado em Jasc
Escrito por

Amor em família pela ginástica artística nos Jasc

A ginástica artística estreou neste domingo (13) nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) com a participação de 65 atletas e oito municípios no masculino e sete no feminino. As primeiras competições envolveram disputas por equipe e no individual geral. Nesta segunda (14) a competição finaliza com as disputas por aparelhos. Para os homens os aparelhos solo, salto, barra, argola, paralelas e cavalo e para as mulheres solo, salto paralelas e trave.

Dentre os atletas que disputam a ginástica dois têm uma relação bem particular: o amor familiar com a modalidade. Os irmãos Everson e Emerson Anderson da Costa, de 18 e 15 anos, moram em Balneário Camboriú e disputam os Jasc por Itajaí. Os dois têm a companhia dos pais, André Luis e Kátia dos Santos Costa, presentes em todas as competições que a dupla participa.

No início da tarde deste domingo Andre e Kátia estavam de olhos fixos nos movimentos dos filhos, quando estes executavam ações nos aparelhos cavalo com alças e argolas. “Acho que eles foram ótimos, mas não foi fácil conter o nervosismo. Minha mão está tremendo até agora” conta André, que é pedreiro em Balneário Camboriú.

“É muito bacana competir com um irmão na equipe. Ter a oportunidade de dar força para uma pessoa que é sangue do seu sangue, isso não tem preço”, confessa Everson que tem na curta carreira um feito histórico: ele é único atleta a ganhar numa só edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) oito medalhas de ouro (por individual geral, por equipe, solo, cavalo com alça, argola, paralelas, barra fixa e salto). O feito foi em 2011, em Chapecó.

 A mãe dos atletas, Kátia Regina diz que acompanhar os filhos nas competições é pura emoção. “Eles são nossos orgulhos”, diz toda contente, para depois revelar que os garotos tem um treinamento puxado de seis horas diárias. “Acho que estes pais são mais apaixonados pela ginástica artística que os próprio filhos”, revela Marcelo Coelho, treinador de Itajaí. 

Texto: Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Capital destaca-se no pódio do ciclismo de estrada

A prova de ciclismo estrada dos Jasc, realizada neste domingo, 13, nas ruas centrais de Joaçaba e Herval d’Oeste atraiu a atenção do público ao longo da manhã. Dois atletas de Florianópolis e um de Brusque subiram no pódio. Com os resultados da prova de hoje, Florianópolis passa a ocupar o primeiro lugar no quadro da pontuação geral, com 83 pontos. A equipe de Itajaí fica em segundo, com 66 pontos e Brusque em terceiro, com 40 pontos.

Matias Médici (Florianópolis) fez os 110 km da prova em 2h55min44s e conquistou o ouro. O atleta de Brusque, André Eduardo Gohr, levou a prata, após concluir o percurso em 2h56min11s. Éverson de Assis (Florianópolis) ficou com o bronze e chegou em 2h58min20s. Um dos criadores dos Jasc, senhor Rudi Nodari, participou da cerimônia de premiação, juntamente com o presidente do Comissão Central Organizadora (CCO) Marcos Weiss e o presidente da Fesporte, Osvaldo Juncklaus.

Médici, de Florianópolis conquistou a segunda medalha de ouro na modalidade

O atleta Matias, de 40 anos, afirma que foi uma surpresa vencer: “Eu caí na prova de ontem e machuquei a perna. Acabei arrancando mal hoje. Só depois dos 40 km é que consegui a liderança”. Ele também conquistou o ouro no contra-relógio, na sexta-feira. Competiu ainda na categoria marathon, no sábado, ficando em 18º lugar. Ele treina há mais de 20 anos e desde 2012 está na equipe da capital.

O jovem brusquense Andre Gohr, de 19 anos, conquistou sua segunda medalha nos Jasc. Ele ficou em 3º lugar na disputa contra-relógio individual. Gohr não descarta a possibilidade de conseguir vaga para as Olimpíadas em 2016 , mas trabalha com foco nas Olimpíadas de 2020. Treinando desde os 12 anos, ele voltou ao Brasil em novembro, após um intercâmbio de oito meses na Suíça, treinando no Centro Mundial de Ciclismo.

Em um dos momentos mais marcantes da competição, ele teve que parar na metade da prova, que tem 25 voltas, por conta de um furo no pneu traseiro. O ciclista destacou a atitude nobre de Médici, que também parou para esperar a equipe fazer a troca e seguirem na liderança juntos. O momento também foi lembrado pelo coordenador da modalidade nos Jasc, João Carlos Andrade, em sua fala durante a cerimônia de entrega das medalhas.

Outra ocorrência quase no fim da prova assustou o público. O atleta de Timbó, Valcemar da Silva, 47 anos, ao fazer a última curva junto com o pelotão principal, acabou escorregando e caindo junto às grades de proteção que separaram a calçada da pista. Ele teve luxações em uma das mãos, joelho e ombros, foi atendido pela equipe de emergência, encaminhado ao hospital e passa bem.

O coordenador técnico da equipe de Florianópolis, Diones Chianelatto, destacou o desempenho da capital: “Isso é resultado de um trabalho que fazemos desde o Jasc 2014, quando conseguimos a vice-liderança. Queremos vencer. Viemos pra Joaçaba pra ganhar, mas sempre prezando o respeito ao adversário e o espírito esportivo”, finaliza.

 

Próximas provas de ciclismo (com largada sempre às 9 horas):

- Downhill, segunda, no Clube Atlético Comercial;

- Bicicross, terça, sede campestre do Clube 10 de maio.

 

Texto:Ana Paula Flores

 

 

 

 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

RESULTADOS DOS JASC DE DOMINGO, DIA 13, ATÉ AS 16:00 H

BASQUETE MASCULINO

Joinville 68 x  57 Florianópolis

Concórdia 75 x 63 Itajaí

 

 

BOCHA MASCULINO

Piratuba 02 x 12 Xanxerê

Nova Trento 09 x 12 Blumenau

Piratuba 08 x 12 Xanxerê 

Nova Trento 0 x 12 Blumenau

Piratuba 0 x 12 Xanxerê

Nova Trento 0 x 12 Blumenau

Içara 8 x 15 Xanxerê

Luzerna 7 x 15 Blumenau

Içara 15 x 3 Xanxerê

Luzerna 0 x 15 Blumenau

 

 

CICLISMO – ESTRADA

1º  Matias Médici  - Fpolis

2º André Eduardo Gohr -  Brusque

3º Éverson de Assis - Fpolis

 

 

FUTEBOL

Sto Amaro da Imperatriz 3 x 2 Seara

Maravilha 1 x 3 Chapecó

 

 

FUTSAL MASCULINO

Pomerode 1 x 0 Videira

Piratuba 2 x 0 São Miguel d'Oeste

Fpolis 3 x 2 Xaxim

 

 

HANDEBOL FEMININO

concórdia 28 x 16 Itajaí

Blumenau 277 x 16 Videira

 

 

TÊNIS MASCULINO

Caçador 0 x 4 Brusque

 

 

TÊNIS FEMININO

Joinville 2 x 1 Itajaí

 

 

VÔLEI FEMININO

Rio do Sul 3 x 0 Lages

Florianópolis 3 x 2 Itajaí

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Handebol feminino repete final dos últimos anos

Os favoritos ao título, no handebol feminino, chegaram à final dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), mais uma vez. Blumenau e Concórdia decidem o título, nesta segunda-feira (14), a partir das 11h, no Complexo Esportivo da Unoesc. Itajaí e Videira disputam o 3º lugar, que vale a medalha de bronze, a partir das 9h30min. Na última edição dos Jasc, Blumenau levou a melhor na final contra Concórdia e ergueu o troféu. É a nona edição seguida que Concórdia chega à final, sendo a 8ª contra Blumenau. A exceção foi em 2012, quando Itajaí decidiu e perdeu o troféu para Concórdia.

A equipe de Concórdia foi a primeira a garantir a vaga à decisão na 55ª edição dos Jasc, evento que está sendo realizado nos municípios de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, até o próximo dia 18. Depois de virar o primeiro tempo ganhando por 12 x 10, confirmou a vitória na etapa final, pelo placar de 28 x 16, e eliminou Itajaí, município que tem o maior número de títulos no handebol feminino dos Jasc: 13. A outra semifinal começou muito equilibrada, mas, aos poucos, o atual campeão foi abrindo vantagem e fechou o primeiro tempo ganhando por 13 x 10. Videira, que nunca chegou à final dos Jasc, no handebol feminino, foi perdendo as forças. Blumenau aproveitou e ganhou o jogo por 27 a 17.

“Dos cinco títulos que temos nos Jasc, quatro foram contra Blumenau. E, dois deles, decididos na prorrogação. São duas equipes que se conhecem muito e os nossos jogos são definidos sempre nos detalhes. É uma rivalidade sadia”, resumiu o técnico de Concórdia, Alexandre Schneider, que comanda a equipe desde 1989. “Nossa equipe tem um conjunto forte, se defende bem e o ataque também é decisivo”, relatou.

A classificação foi comemorada de uma forma especial pela armadora central Bruna, que estava de aniversário neste domingo (13). “Esse era o melhor presente que eu poderia receber para festejar o aniversário”, revelou, enquanto fazia alongamentos nas arquibancadas do ginásio, após a vitória. E Concórdia, que jogou com a goleira Jéssica, que já foi convocada para a seleção brasileira, poderia ser ainda mais forte se não tivesse dois desfalques de peso: a armadora esquerda Amanda, e a ponta esquerda Larissa, que estão na Dinamarca defendendo o Brasil no Mundial da modalidade.

A etapa estadual dos Jasc é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Participam 78 municípios, envolvendo em torno de 4.600 atletas, que disputam 47 troféus em 26 modalidades, entre masculino e feminino.

No handebol masculino, as disputas ainda estão na fase classificatória. Só na quarta-feira (16) serão realizados os jogos eliminatórios, que vão definir os times que irão às semifinais. A equipe de Balneário Camboriú é a atual bicampeã dos Jasc.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Joinville desbanca Itajaí no tênis feminino

Repetindo a decisão de 2014, Joinville e Itajaí fizeram um confronto equilibrado na final do tênis feminino dos Jogos Abertos em Joaçaba, na quadra do Clube Atlético Comercial. A reversão de expectativa, com a vitória joinvilense no sábado, acabou confirmada na manhã deste domingo, com novo resultado favorável para Joinville por 2 a 1. Houve empate nos jogos individuais com Fernanda Hermenegildo batendo a joinvilenses Milena Poffo por 6x0 com desistência no segundo set. Milena preferiu se poupar para a decisão nas duplas, conforme indicavam os enfrentamentos determinados pelo sorteio. No segundo jogo Ana Clara Duarte empatou o confronto com duplo 6x0 em Sílvia Mazzeo.

A decisão na dupla teve sempre Ana Clara/Milena com desempenho mais regular, até porque a companheira de Fernanda Hermenegildo, Nicole Buttoni, atuou mancando devido à lesão do dia anterior na panturrilha da perna esquerda. Motivadas pela vitória sobre Itajaí no dia anterior, o que provocou o novo confronto, as meninas de Joinville fecharam o primeiro set em 6x4. O título chegou com um novo 6x4 em um segundo set com sete quebras de serviço.

A carioca Ana Clara semana passada jogou em São Paulo por Osasco, nos Jogos Abertos do Interior, onde foi eliminada nas quartas de final. Ela nem teve tempo de voltar ao Rio, onde estuda jornalismo na Faculdade Hélio Alonso para trabalhar com televisão. “Saímos da repescagem e conseguimos evitar o bicampeonato de Itajaí. Ganhamos muita motivação com vitória no sábado”, explicou, enquanto comemorava abraçada à companheira de equipe. Depois de festejar sua primeira conquista em Jogos Abertos e a derrubada do favoritismo de Itajaí, Milena quer mais vitórias em competições no estado. “Tenho só 23 anos – disse -, e muito fôlego para competir. Afinal, fiquei quatro anos estudando e jogando tênis nos Estados Unidos e estou de volta para ganhar mais títulos”.

A etapa estadual dos Jasc é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Participam 78 municípios, envolvendo 4.600 atletas, que competem em 26 modalidades. 

Texto: Mario Medaglia 

Publicado em Jasc
Escrito por

Veja em vídeo o memorial dos Jasc em Brusque

Clique aqui e assista a Parte 1

Clique aqui e assista a Parte 2

Clique aqui e assista a Parte 3

A TV Fesporte foi até Brusque e mostra, por meio de três vídeos, o memorial dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Um espaço criado em julho de 2011 que guarda um acervo de 50 anos do maior evento esportivo do Estado. Apresenta o espaço o presidente da Fundação Municipal de Esportes de Brusque Delmar Tôndolo. Reportagem e produção Antonio Prado/Tv Fesporte.

Publicado em Jasc
Escrito por

São José e Brusque faturam o atletismo

Já era noite de sábado (12) na pista da Unoesc em joaçaba quando o sistema de som anunciou: “São José, campeão do atletismo masculino, e Brusque, no feminino, dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) 2015. Atletas das duas cidades explodiram de alegria com os gritos de ‘Eh! campeão!”. Era o presente de Natal que todos esperavam.

 São José fechou a competição em primeiro lugar no masculino com 223 pontos, com Blumenau, em segundo, com 214, e Itajaí (que fora campeão em 2014), em terceiro lugar com 207 pontos. No feminino Brusque confirmou o favoritismo e conquistou o tricampeonato com 294 pontos, seguido de Joinville, em segundo, com 251, e Concórdia, em terceiro lugar com 212 pontos.

Do time campeão de São José o principal destaque foi Jean Dolberth, que foi ouro nos 1.500 metros e nos 3 mil metros com obstáculo. Após a premiação o técnico josefense Anderson Chaves disse que seu município vinha brigando pelo título desde 2012 e só agora conseguia o objetivo: “Sabíamos que este dia iria chegar, fruto de um trabalho bem feito pela Fundação Municipal de Esportes de São José”. 

São José buscava o título no masculino desde 2012 enfim, veio a tão esperada conquista (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Já na equipe campeã de Brusque o principal nome foi Eliane Martins, ouro no salto em distância e no salto triplo. O técnico campeão João Francisco Nunes destacou:  “O ponto forte de nossa equipe foi o conjunto. Tivemos 24 atletas guerreiras que tiveram todo o apoio de nossa fundação de esportes”.

Michael Farina Agazi, de Chapecó, ouro no salto em distância e no salto triplo e Anny de Bassi, de Balneário Camboriú, ouro nas provas dos 100 e 200 metros foram os atletas destaques da competição escolhidos pelo corpo técnico composto por treinadores do atletismo que participaram da competição.

O único recorde quebrado em 2015 foi de Alice Tereza Zucchi, de Balneário Camboriú no salto com vara com a marca de 3m50cm. “Eu não esperava o ouro e nem ser o único recorde do atletismo. Não poderia ter um melhor Natal. Consegui minha melhor marca do ano”, disse a campeã.

Texto: Antonio Prado

(48) 9696-3045

Publicado em Jasc
Escrito por

Itajaí abre 42 pontos na liderança dos Jogos Abertos

A definição dos campeões nas modalidades de atletismo (masculino e feminino), karatê (masculino e feminino) e bolão 16 (M), neste sábado (12), ampliou para nove o número de troféus já entregues na 55ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina, evento que está sendo realizado em Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna. Dos nove troféus, Itajaí já ganhou seis. Os demais foram conquistados por Blumenau, São José e Brusque.

Concluído o terceiro dia de disputas dos Jasc, o atual campeão geral, Itajaí, ampliou sua vantagem sobre os concorrentes. Itajaí começou o dia com 52 pontos contra 16 de São José e Florianópolis, que dividiam o 2ª lugar. A vantagem era de 36 pontos. E o sábado terminou com Itajaí chegando a 92 pontos, seguido por Blumenau, com 50; em 3º, São José, com 31; em 4º, Florianópolis e Joinville, com 26; em 6º, Brusque e Criciúma, com 13: e em 8º, Tubarão, com 11 pontos. Agora, a vantagem de Itajaí para o vice-líder pulou para 42 pontos. E Blumenau assumiu a segunda colocação na classificação geral, que era dividida por São José e Florianópolis.

No atletismo masculino, o título foi conquistado por São José, com Blumenau em 2º. E no feminino, o campeão dos Jasc é o município de Brusque, com Joinville em 2º. Outra modalidade que definiu os dois troféus foi o karatê. O título ficou com Itajaí, tanto no masculino, quanto no feminino. Florianópolis foi vice no masculino; e Blumenau ficou em segundo, no feminino. E no bolão 16 (M), o campeão nos Jasc 2015 é Blumenau, com Itajaí em 2º. No tênis feminino, Joinville, que vinha da repescagem, ganhou a final contra Itajaí, por 2 x 1, e provocou outro confronto, marcado para este domingo, às 9h, no Clube Atlético Comercial.

No ciclismo, foi realizada a prova marathon, a terceira das seis etapas que vão definir o campeão da modalidade, e que valia medalhas. No masculino, a vitória foi de Florianópolis, enquanto Itajaí ganhou no feminino. Neste domingo, será disputada a prova de estrada, nas cidades de Joaçaba e Herval D’Oeste.

O sábado também foi marcado pela continuação da fase classificatória nas modalidades de basquete (M e F), bocha (M), futebol, futsal (M), futsal da Divisão Especial (M), handebol (M e F), tênis (M e F), vôlei (M e F) e xadrez (M e F). Neste domingo (13), começam as disputas nas modalidades de bolão 16 (F) e ginástica artística (M e F).

A etapa estadual dos Jasc é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Participam 78 municípios, envolvendo cerca de 4.600 atletas, que competem em 26 modalidades. Estão em disputa 47 troféus, entre o masculino e o feminino.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Casal de namorados vai disputar a Olimpíada

Se ter um grande amor já é tudo de bom, que tal trabalhar com ele, viajar pelo mundo e realizar sonhos juntos? É assim com o casal Rosane Budag, de 42 anos, e Felipe Wu, 23. Os namorados disputam a modalidade de tiro nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em Joaçaba, e daqui a oito meses estarão no Rio de Janeiro para participar pela primeira vez de uma Olimpíada.

Felipe é acadêmico do curso de Engenharia Aeroespacial em uma universidade de São Paulo, onde mora. Rosane, nascida em Blumenau, é economista e vive em Curitiba. Ambos dedicam-se há mais de uma década ao tiro esportivo, e devido aos vários prêmios conquistados ao longo dos anos, foram contratados pelas Forças Armadas para competir em alto nível.

Ligado ao Exército Brasileiro, Felipe, que atira com pistola e já competiu nos Jasc por Joinville, agora defende a equipe de Chapecó. Em seu currículo, ele tem nada menos que dez títulos sulamericanos. Em 2010, foi vice-campeão dos Jogos Olímpicos da Juventude, na Cingapura, e em julho deste ano conquistou o ouro no Pan de Toronto, no Canadá.

Já Rosane, especialista em tiros com carabina, é atleta da Marinha do Brasil. Nos Jasc ela compete por Timbó, depois de ter defendido Joinville por sete anos. Em seu portfólio, acumula vários títulos sulamericanos, 13 brasileiros e uma medalha de prata no campeonato Híberoamericano disputado na Espanha, em 2012.

Casal vai confiante para a Olimpíada

Felipe e Rosane vão para o Rio de Janeiro em 2016 cientes das dificuldades e do alto nível dos atletas de todo o mundo, mas confiantes em bons resultados, já que competir nos Jasc significa estar entre os melhores do Brasil, uma vez que a base da seleção brasileira, tanto na carabina como na pistola, é de Santa Catarina.

“É um sentimento muito bom estar nos Jasc, pois eu sou catarinense e aqui encontramos nossos amigos. Além disso, é uma espécie de treino de luxo para as competições internacionais, principalmente a Olimpíada”, diz Rosane.

“Somos atletas de ponta e nos preparamos bastante. Muitas vezes deixamos de fazer outras coisas para se dedicar aos treinos. Vou confiante para a Olimpíada e quero ficar entre os dez primeiros”, conclui Felipe.

E assim, entre a distância de Curitiba e São Paulo, viagens pelo mundo e uma rotina intensa de treinos, especialmente nos finais de semana, quando se encontram, Rosane e Felipe vivem entre tiros e beijos, conquistando títulos e buscando um lugar no tão sonhado pódio olímpico.

Jasc 2015

Com 4,6 mil atletas de 78 municípios catarinenses, a 55ª edição dos Jasc é uma realização do Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

A competição, uma das maiores e mais tradicionais do Brasil, ocorrerá até o próximo dia 18 nos municípios de Joaçaba, Herval D’Oeste e Luzerna, com apoio de Erval Velho, Lacerdópolis e Ibicaré.

Texto: Pablo Gomes

 

 

 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

RESULTADOS DOS JASC DE SÁBADO, DIA 12, ATÉ AS 20:31 h

ATLETISMO MASCULINO

São José

Blumenau

Itajaí

 

ATLETISMO FEMININO

Brusque 

Joinville

Concórdia

 

BASQUETE FEMININO

Concórdia 34 x 42 Florianópolis

Chapecó 40 x 39 Itajaí

Blumenau 67 x 25 Jaraguá do Sul

Brusque 67 x 49 Videira

Criciúma 55 x 85 Blumenau

 

 

BOCHA MASCULINO

Blumenau 12 x 0 Xaxim

Ouro 4 x 12 Içara

Agrolândia 8 x 12 Luzerna

Piratuba 12 x 10 Nova Trento

Içara 10 x 12 Blumenau

Xaxim 5 x 12 Xanxerê

Nova Trento 12 x 03 Agrolândia

Luzerna 12 x 04 Orleans

Xanxerê 12 x 02 Içara

Blumenau 12 x 05 Ouro

Orleans 08 x 12 Nova Trento

Agrolândia 11 x 12 Piratuba

Ouro 03 x 12 Xanxerê

Içara 12 x 03 Xaxim

Piratuba0 x 12 Orleans

Nova Trento 11 x 12 Luzerna

Xaxim 10 x 12 Ouro

Xanxerê 03 x 12 Blumenau

Luzerna 12 x 11 Piratuba

Orleans 11 x 12 Agrolândia

 

BOLÃO 16 MASCULINO

Itajaí 1.561 x 1.478 Caçador

Blumenau 1516 x 1472 Joinville

Caçador 1516 x 1472 Joinville

Itajaí 1507 x 1527 Blumenau

 

CICLISMO – MARATHON – MASCULINO

1º Gilberto Veiga de Góes - Florianópolis

2º Luiz Henrique Cocuzzi - Itajaí

3º Éverson de Assis - Florianópolis

 

CICLISMO – MARATHON – FEMININO

1ª Ana Luiza Panini - Itajaí

2ª Tânia Pickler - Itajaí

3ª Luana Machado - Concórdia

 

FUTEBOL

Lages 0 x 2 Maravilha

Seara 1 x 3 Blumenau

Chapecó 1 x 0 Jaborá

Sto Amaro da Imperatriz 1 x 1 Joaçaba

 

FUTSAL MASCULINO

Videira 2 x 1 Piratuba

Tubarão 0 x 4 Pomerode

 

FUTSAL FEMININO

Mondaí 1 x 6 Lages

Piratuba 5 x 1 Tubarão

 

HANDEBOL FEMININO

Itajaí 39 x 5 Florianópolis

Blumenau 38 x 10 Criciúma

Videira 34 x 16 Chapecó

Concórdia 38 x 12 Urussanga

 

HANDEBOL MASCULINO

Caçador 27 x 33 Itajaí 

Videira 15 x 47 Balneário Camboriú

São José 25 x 30 Chapecó

 

KARATÊ MASCULINO

1ª Itajaí

2ª Florianópolis

3ª Joinville

 

KARATÊ FEMININO

1ª Itajaí

2ª Blumenau

3ª Tubarão

 

TÊNIS MASCULINO

Luzerna 0 x 4 Criciúma

Rio do Sul 1 x 3 Joinville

Blumenau 1 x 3 Brusque

 

TÊNIS FEMININO

Joinville 2 x 0 Camboriú

Joinville 2 x 1 Itajaí

 

VÔLEI FEMININO

Blumenau 3 x 0 Caçador

Chapecó 3 x 0 Braço do Norte

Itajaí 2 x 3 Rio do Sul

 

VÔLEI MASCULINO

Criciúma 3 x 0 Concórdia

Pagina 45 de 59