×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 317

Publicado em Parajasc
Escrito por

Atenção dirigentes para data de inscrições dos Parajasc

Prazo final para inscrição de atletas e termo de desistência para os Parajasc: 14/04

A relação nominal por prova do atletismo e natação, como estabelece o regulamento, deverá ser preenchido em documento próprio.

 Clique aqui e baixe os documentos oficiais

Os referidos documentos NÃO serão aceitos na forma digitalizada ou JPG;

Os documentos deverão ser salvos, preenchidos e encaminhados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Conheça o goalball que estará presente nos Parajasc

Os Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) serão realizados de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste em parceria entre Fesporte e prefeitura local. Serão 13 modalidades disputadas por atletas com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI). São elas: atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica. Dessas modalidades o goalball figura entre as menos conhecidas pelo grande público.

O goalball é um jogo praticado por atletas que possuem deficiência visual, cujo objetivo é arremessar uma bola sonora com as mãos no gol do adversário. Cada time joga com três jogadores e todos os atletas usam vendas nos olhos. Há também três reservas. Quando um jogador faz um pênalti, fica um no gol e o adversário arremessa. A sua percepção é pelo tato, audição; as linhas do chão são o motivo do jogo em que o tato prevalesse.

 A bola que possui guizos para o grande uso da audição e assim eles podem saber em que direção a bola esta indo. Precisa de muita concentração, por isso o silêncio da torcida e da equipe é importante.

A modalidade foi inventada em 1946 pelo austríaco Hanz Lorezen e o alemão Sepp Reindle que a direcionaram aos veteranos da Segunda Guerra Mundial que haviam perdido a visão. A apresentação do goalball foi feita nos Jogos de Toronto, 30 anos depois. A partir dali, passaram a ser organizados campeonatos mundiais e, em 1980, a modalidade estreou nas Paraolimpíadas de Arnhem. As mulheres entraram para a disputa em 1984.

No Brasil, o goalball começou a ser praticado em 1985 e, 10 anos depois, a seleção nacional já conquistou a medalha de prata nos Jogos Parapan-Americanos de Buenos Aires. A estreia nos Jogos Paraolímpicos foi em Pequim-2008. Apenas quatro anos depois, em Londres-2012, a equipe masculina ficou com a inédita medalha de prata.

Sobre as partidas

Para as partidas, a quadra deve ter 9m de largura por 18m de comprimento. O jogo é dividido em dois tempos de dez minutos cada e as equipes são formadas por três jogadores titulares e três reservas, sendo que todos exercem, ao mesmo tempo, as funções de ataque e defesa. Assim como no futebol de cinco, há um guizo no interior da bola para emitir sons. Todos os atletas usam vendas nos olhos para não beneficiar quem tenha percepções luminosas.

 Classificação específicas para graus de deficiência

O goalball tem três tipos de classificação que determina o grau de deficiência do atleta: B1, B2 e B3.

B1 - Cegos totais ou com percepção de luz, mas sem reconhecer o formato de uma mão a qualquer distância

B2- Atletas com percepção de vultos

B3 - Atletas que conseguem definir imagens

Silêncio no ginásio

Assim como no futebol de cinco, o goalball é praticado com uma bola que tem um guizo em seu interior para produzir sons. Assim, os jogadores podem se orientar durante a partida. Por isso, o público não pode fazer barulho durante os jogos. O estádio, em silêncio durante a maior parte da disputa, difere bastante dos gritos que acompanham a maioria dos esportes.

 Fonte:CPB

Publicado em Parajasc
Escrito por

Fesporte pede atenção dos municípios no ato de inscrição dos Parajasc

João Cascaes, coordenador técnico dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) pede atenção aos dirigentes no ato de inscrição ao evento que termina na próxima sexta-feira, dia 20. Segundo Cascaes há municípios que estão impedidos de participar de algumas modalidades dos Parajasc por conta de punição do Tribunal de Justiça Desportiva sofrida na edição do ano passado.

Confira aqui os boletins do ano passado

“É importante que o dirigente, antes de se escrever em uma modalidade, verifique se não há nenhum impedimento legal”. A melhor forma de saber, segundo Cascaes, é pesquisar nos boletins oficiais dos Parajasc 2014 no site da Fesporte.

A 11ª edição dos Parajasc ocorre de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste envolvendo cerca de 2.500 atletas com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV). 

No período disputarão as modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica. O evento é uma promoção da Fesporte em parceria com a prefeitura de São Miguel do Oeste. 

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Regulamento geral dos Parajasc já disponível no site

Já está disponível no site da Fesporte o regulamento geral e técnico dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc). A etapa estadual do evento será realizada de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste.

Clique aqui e baixe o regulamento 

A 11ª edição dos Parajasc deverá ter cerca de 2.500 participantes com com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV). No período disputarão as modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

Os Parajasc são uma promoção do Governo do Estado de Santa Catarina por meio da Fesporte em Parceria com a Prefeitura local e Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste.

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Regulamento geral dos Parajasc já disponível no site

Já está disponível no site da Fesporte o regulamento geral e técnico dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc). A etapa estadual do evento será realizada de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste. 

Clique aqui e baixe o regulamento

A 11ª edição dos Parajasc deverá ter cerca de 2.500 participantes com com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV). No período disputarão as modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

Os Parajasc são uma promoção do Governo do Estado de Santa Catarina por meio da Fesporte em Parceria com a Prefeitura local e Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste.

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Jasti e Parajasc alertam sobre termo de compomisso

Dia 20 de março é o prazo final para a entrega do termo de compromisso para os municípios que queiram participar dos  Parasjasc e Jasti. O termo deve ser efetuado pelo município por meio do site da Fesporte no ícone “Cadastro de Atletas” e deve ser protocolado junto ao Integrador Esportivo.

Nesta quarta e quinta-feira (11 e 12) técnicos da Gerência de Esporte de Participação da Fesporte estarão em São Miguel do Oeste com integrantes da prefeitura local realizando vistoria técnica nos locais de competição dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc).

O município do Oeste sediará o evento que ocorre de 25 a 30 de abril.  A estimativa dos organizadores é que o evento seja disputado por cerca de 2.500 atletas com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV). No período disputarão as modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

Já os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina serão disputados de 16 a 21 de maio em Criciúma com participantes com idade a partir de 60 anos disputando o título de Bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco, dança de salão e dança coreografada. Os Jastis e os Parajasc são promovidos pela Fesporte em parceria com as prefeituras de Criciúma e São Miguel  do Oeste.

“São dois eventos que promovem não somente a disputa entre municípios e sim a inclusão social por meio do esporte, e isso é um fator muito significativo”, avalia Marcelo Kowalski, presidente da Fesporte.  Para ele os Jastis e os Parajasc promovem ainda a inclusão da cidadania e o fortalecimento da autoestima dos participantes.

Mais Informações 

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Expectativa para os Parajac são de 2.500 atletas em São Miguel

 Os organizadores já estão contando os dias para o início das competições da 11ª edição dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) que ocorrem de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste. A estimativa dos organizadores é que o evento seja disputado por cerca de 2.500 atletas com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV).

Promovido pela Fesporte em parceria com a prefeitura de São Miguel do Oeste os participantes buscarão superar seus limites na busca de conquistar os tão sonhados títulos de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

Antes de entrar nas quadras e nas pistas o primeiro passo dos atletas é garantir a inscrição no evento, que ocorre até o dia 20 de março no site da Fesporte. A data é o prazo final para a entrega do termo de compromisso efetuado pelo município. Criados em 2005, os Parajasc são um evento de inclusão e integração à sociedade por meio do esporte.

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Expectativa para os Parajasc são de 2.500 atletas em São Miguel

 Os organizadores já estão contando os dias para o início das competições da 11ª edição dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) que ocorrem de 25 a 30 de abril em São Miguel do Oeste. A estimativa dos organizadores é que o evento seja disputado por cerca de 2.500 atletas com deficiência física (DF), auditiva (DA), intelectual (DI) e visual (DV).

Promovido pela Fesporte em parceria com a prefeitura de São Miguel do Oeste os participantes buscarão superar seus limites na busca de conquistar os tão sonhados títulos de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

Antes de entrar nas quadras e nas pistas o primeiro passo dos atletas é garantir a inscrição no evento, que ocorre até o dia 20 de março no site da Fesporte. A data é o prazo final para a entrega do termo de compromisso efetuado pelo município. Criados em 2005, os Parajasc são um evento de inclusão e integração à sociedade por meio do esporte.

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Parajasc: Primeiro grande evento da Fesporte em 2015

Florianópolis - A ano de 2015 promete muitas emoções nas quadras esportivas pelo Estado: Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), Jogos da Juventude,  Joguinhos Abertos e Moleque Bom de Bola são alguns dos eventos a serem realizados pela Fesporte este ano. O primeiro deles é a 11ª edição dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) a ser realizada de 25 30 de abril em São Miguel do Oeste.

São esperados na etapa estadual no município do Oeste cerca de 2.500 participantes de com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI). Eles disputarão provas de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

As inscrições ocorrem até o dia 20 de março no site da Fesporte. A data é o prazo final para a entrega do termo de compromisso efetuado pelo município. “Os Parajasc têm entre seus objetivos promover o esporte adaptado em Santa Catarina e contribuem de forma significativa para o exercício de sua cidadania”, destaca Marcelo Kowalski, presidente da Fesporte.

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Dirigentes fazem avaliação positiva e já projetam 2014

Florianópolis - Depois de cinco dias de competição e há quatro que o evento se encerrou, ainda ecoa positivamente entre os dirigentes a 9ª edição dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), realizados de 22 a 27 de outubro em Joaçaba, Herval D'Oeste e Luzerna. “A edição deste ano foi extraordinária”, enfatiza João Cascaes, coordenador técnico da competição. “Tivemos jogos com nível técnico elevado e com participação de atletas paralímpicos. E ainda a novidade positiva que foi a inclusão do handebol em cadeira de rodas. Somado a isso, tivemos o bom desempenho na organização proporcionado pelas três cidades”, completou Cascaes.

Cascaes destaca ainda a possibilidade da edição do ano que vem ser realizada em Chapecó, sendo antecipada de outubro para a última semana de maio. “Não há nada oficial, mas o município já mostrou interesse em organizar. Por enquanto, vamos aguardar os outros possíveis candidatos”. A preferência pelo mês de maio, segundo o dirigente, é que 2014 será ano de eleição e de Copa do Mundo, o que torna o calendário esportivo mais apertado e no primeiro semestre há mais datas disponíveis.

“Os Parajasc foram maravilhosos”, constata Mirian Dolzan, superintendente da Fundação Municipal de Esportes de Joaçaba e diretora técnica e administrativa da Coordenação Central Organizadora (CCO) do evento. “Atingimos nosso objetivo, pois os Parajasc proporcionaram inclusão social por meio do esporte e vimos que a comunidade dos municípios-sede se envolveu. Os jogos serviram de exemplo para muitos de nossos jovens e deram visibilidade aos municípios, além de movimentar a economia local por meio dos participantes”, concluiu.

Mais de 1.800 atletas de 60 municípios

 

Participaram dos Parajasc 1.806 atletas de 60 municípios com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI) nas modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete e bocha paralímpica. Itajaí foi campeã, Joinville vice e Chapecó terminou na terceira colocação. O Evento foi uma promoção do Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte em parceria com as prefeituras dos municípios sedes.

 

“Os Parajasc deste ano foram perfeitos, pois conseguimos ser campões pela primeira vez”, enfatizou Aline Barros, coordenadora do programa do paradesporto da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí. A dirigente destaca que desde 2010 o município vem crescendo na competição. “Naquele ano fomos sede e ficamos em terceiro lugar, mesma posição do ano seguinte. Em 2012 fomos vice e agora campeões, isso mostra que nosso trabalho vem sendo administrado com seriedade”, ensina.

Atletas internacionais

 

Aline destaca que a evolução só foi possível graças ao apoio da prefeitura de Itajaí que contratou profissionais em educação física para acompanhar os atletas e criou lei de incentivo ao esporte que captou recursos para a área. “Hoje nossos atletas são os únicos entre os municípios que ficam em hotel e não em alojamento. Esse conforto ajuda no processo”, pontua.

 

Como resultado do apoio Aline exemplifica os atletas  itajaienses Flávio Reis, no atletismo, Maria do Socorro Pinheiro, no ciclismo, e Silvino Vargas e Elisa Alves, na bocha paralímpica. “Eles começaram a carreira nos Parajasc de 2010 sem saber o que praticar e hoje participam de competições internacionais. Flávio foi para as Paralimpíadas de Londres, Maria do Socorro, para o mundial do paraciclismo no Canadá, e Silvino e Elisa para os Jogos Juvenis Pan-americanos na Argentina. E essas histórias só foram possíveis graças ao Parajasc”, conclui.

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

 

48 9696-3045

Publicado em Parajasc
Escrito por

Itajaí é campeã da 9ª edição dos Parajasc

Joaçaba - Foram cinco dias de disputas intensas mas, sobretudo, de muita confraternização e de exemplos e mais exemplos de superação pelo esporte. Mais de 1,8 mil paratletas de 60 municípios desfilaram seu talento e suas histórias de vida pelas quadras, piscinas, pistas e canchas de Joaçaba, Herval D'Oeste e Luzerna na 9ª edição dos Parajasc, encerrados neste domingo (27) com o título geral para Itajaí, que com esta conquista inédita para o município quebra uma sequência de dois troféus para Joinville, que acabou na segunda colocação. Chapecó (que venceu as primeiras cinco edições (em 2009 não houve campeão geral) fechou o pódio de 2013 na terceira colocação.

O cálculo da pontuação geral levou em conta a divisão por segmentos (deficientes físicos, auditivos, visuais e intelectuais). E neste contexto a delegação de Itajaí dominou, levando três dos quatro troféus de segmentos (venceu DF, DI e DV, somando 39 pontos no total). O outro troféu (DA) foi para Chapecó, que com 21 pontos acabou superada pela regularidade de Joinville, que foi vice nas três conquistas itajaienses e no total fez 27 pontos). O Top 10 dos Parajasc 2013 se completa, pela ordem, com Caçador, Concórdia, Criciúma, Jaraguá do Sul, Brusque, Florianópolis e Quilombo.

Vencedores ou não na contagem final, é fato que cada paratleta que esteve nas três cidades do meio-oeste catarinense nesta semana pode, e deve, se considerar vencedor, digno de uma medalha. E eles sabem disso, o que é facilmente comprovado pela festa nos locais de competições. Nos Parajasc vale mais do que nunca a máxima do "importante é competir". Estar lá já é uma vitória.

 

Mais informações:

Rodrigo Braga

Ass. Comunicação Fesporte

48 8802-7742

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

Publicado em Parajasc
Escrito por

Sexta-feira de decisões em Joaçaba

Joaçaba - A sexta-feira (25) foi um dia de muita emoção para os paratletas que estão participando dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina, os Parajasc, em Joaçaba, Herval do Oeste e Luzerna. Esportistas com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI) vibraram, choraram e compartilharam alegrias e tristezas em confrontos de basquete de cadeira de rodas (BCR), futsal, atletismo, bocha, bocha paralímpica, goalball, natação, xadrez e tênis de mesa.

Na primeira parte pela manhã, desta sexta, Chapecó foi o destaque do atletismo feminino DA fechando em primeiro lugar com 66 pontos, seguido de Concórdia, com 61, e  Caçador, em terceiro lugar com 36 pontos. Os principais nomes do time de Chapecó foram: Nilze Aparecida Castro, ouro nos 200m feminino, e Bruna da Silva Dias, também ouro no salto em altura. As provas prosseguem neste sábado na pista do Clube Atlético Comercial com as disputas nos seguimento DF e DV.

Além do atletismo o sábado prossegue com as disputas do basquete (DI e BCR), bocha (DA,DI,DF e DV) ciclismo (DV), goalball (DV), futsal (DA e DI), handebol de cadeira de rodas (HCD/DF), natação (DA,DI, DV e DF) e tênis de mesa (DA, DI e DF). Os Parajasc iniciaram terça-feira, dia 22, e terminam neste domingo, dia 27. O evento envolve este ano, 2.056  profissionais.

Neste universo estão inscritos 133 árbitros, 20 classificadores funcionais, 97 profissionais, que incluem Tribunal de Justiça de Desportiva, pessoal da Fesporte, entre outros. Além disso, se inscreveram  na edição deste ano 1.806 paratletas de 59 municípios. O evento é uma promoção  do Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval do Oeste e Luzerna e Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs).

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

 

(9696-3045)

Pagina 12 de 13