Publicado em Jasc
Escrito por

Cronograma atualizados dos Jasc 2019

A Fesporte divulga o CRONOGRAMA ATUALIZADO para a 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina - Jasc. estas alterações se deram devido a algumas solicitações das cidades sede, federações esportivas e também de municípios no que tange a datas de realização das modalidades e locais de competição, as devidas mudanças estão na cor vermelha.

 CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O CRONOGRAMA

Publicado em Jasc
Escrito por

Fesporte altera regulamento técnico dos Jasc

O regulamento técnico dos eventos de rendimento da Fesporte de 2019 sofreu alterações. A medida foi tomada a pedido da gerência de esporte de rendimento e encaminhada à diretoria de esportes, à consultoria jurídica e à presidência para as medidas legais, com base nas justificativas apresentadas.

Três matérias ganharam nova redação a fim de corrigir falhas e dar viabilidade às competições de 2019, em especial aos Jogos Abertos de Santa Catarina, os Jasc, que serão realizados em Indaial, Timbó e Pomerode, de 1º a 10 de novembro.

Das justificativas apresentadas, a primeira reporta-se a um erro material no artigo que trata da idade mínima para os atletas do triatlo. Historicamente, a competição é aberta a atletas que completem 15 (quinze) anos no ano do evento. Em decorrência de um erro de digitação, o limite para participação foi de atletas nascidos até 2002, item este que sofreu alteração para 2004.

Outra correção foi feita no que diz respeito às modalidades de lutas, já que a previsão sempre foi de que o atleta deve ser registrado em uma entidade de administração esportiva da modalidade no Estado de Santa Catarina, a qual possua o certificado de registro de Entidade Esportiva (CRED) expedido pelo Conselho Estadual de Desportos (CED). Percebeu-se, contudo, que tal hipótese afronta a previsão da Lei nº 13.622/2005, que permite que atletas federados em outros estados compitam nos eventos da Fesporte.

A terceira e última mudança aconteceu no que tange à modalidade de tiro, uma vez que nenhum dos três municípios-sede têm capacidade para realizar a prova nos termos do previsto pelo regulamento. Segundo informações da Federação Esportiva de Tiro e Caça de Santa Catarina, não há espaço viável na região que comporte quatro pedanas (estandes). Para viabilizar a realização da competição, a matéria sofreu adequação para duas pedanas. 

As alterações já foram homologadas e a atual versão do regulamento está disponível no site oficial da Fesporte, por meio da Resolução 08 (clique aqui para acessar).

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

Aberto credenciamento de imprensa para os Jasc 2019

A Fesporte começa nesta segunda-feira (14) a fazer o credenciamento dos profissionais de comunicação que pretendem trabalhar na 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), de 1 a 10 de novembro, nas cidades de Indaial, Timbó e Pomerode.

O prazo limite para fazer o credenciamento no site é 28 de outubro, às 18h. Os pedidos de credenciamento após o prazo determinado estão sujeitos a não serem aceitos.

Preferencialmente, as equipes deverão ser credenciadas pela produção ou chefe de equipe.

Clique aqui para acessar o formulário

Dúvidas:
ASCOM (48) 98802-7742 | O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

T
exto: Júlio Wojcikiewicz

Publicado em Jasc
Escrito por

BC é campeã da Leste-Norte e Rio Negrinho é terceiro

Balneário Camboriú conquistou o título da região Leste-Norte dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A delegação da capital turística catarinense, que somava 23 pontos até o penúltimo dia, assumiu a primeira colocação no quadro geral de premiação, ao conquistar o título no futsal feminino e o terceiro lugar na bocha feminina, totalizando 49 pontos no quadro geral.

Balneário conquistou dois ouros e três bronzes. Já a delegação de Jaraguá do Sul conquistou   um ouro, duas pratas e um bronze, além de um quarto e um quinto lugar, chegando ao segundo lugar, com 39 pontos. E os anfitriões realizaram um feito inédito pra o município de Rio Negrinho, conquistando o terceiro lugar, com 34 pontos, conquistando um ouro, duas pratas e também um quarto e um quinto lugar.

Rio Negrinho sediou as competições regionais dos Jasc de 4 a 8 de outubro. Vinte e seis municípios da região Leste-Norte disputaram 11 títulos e 33 vagas para o estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro, em Indaial, Timbó e Pomerode.

Confira os classificados por modalidade por ordem de colocação

Basquete masculino: Blumenau, São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul

Bocha masculina: São João Batista, Rio Negrinho e Balneário Camboriú

Bocha feminina: Brusque, Jaraguá do Sul e Balneário Camboriú

Bolão 23 masculino: Rio Negrinho, Blumenau e Itaiópolis

Bolão 23 feminino: Timbó, Rio Negrinho, São Bento do Sul

Futsal masculino: Joinville, Itajaí e São Francisco do Sul

Futsal feminino: Balneário Camboriú, Monte Castelo e Blumenau

Handebol masculino: São Bento do Sul, Brusque e São João Batista

Handebol feminino: Balneário Camboriú, Joinville e São Bento do Sul

Voleibol masculino: Itajaí, Jaraguá do Sul e Brusque

Voleibol feminino: Jaraguá do Sul, Itapema e Balneário Camboriú

Os boletins com todos os resultados e programação estão disponíveis no site da Fesporte (clique aqui para acessar). Os Jasc são promovidos pelo Governo de Santa Catarina – @governosc – e realizados por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios-sede. 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

BC conquista o handebol e anfitriões lideram a Leste-Norte

Balneário Camboriú conquistou nesta segunda-feira o título do handebol feminino da região Leste-Norte, na etapa regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). Com um aproveitamento de 100%, a equipe da capital do turismo somou 12 pontos, seguida de Joinville com 10  e São Bento do Sul com oito. Mas no quadro de pontuações, Rio Negrinho assumiu a primeira colocação, com 29 pontos.

Na última rodada do handebol feminino, que começou às 18h desta segunda (7), no Ginásio Quiliano Martins, em Rio Negrinho, Balneário Camboriú passou fácil por Brusque, por 33 a 9, confirmando o favoritismo e assegurando o título. A emoção maior ficou para o jogo seguinte, entre Joinville e São Bento do Sul, já que ambas estavam empatadas na classificação com sete pontos. O confronto valia o segundo lugar e mais oito pontos na classificação geral. O placar foi apertado: 23 a 22 para Joinville.

As três equipes estão classificadas para a etapa estadual dos Jasc, que acontece de 1º a 10 de novembro, em Indaial, Timbó e Pomerode. As competições na região Leste-Norte encerram-se nesta terça (8). Quatro modalidades darão números finais ao quadro de pontuação. 

No voleibol masculino, Itajaí e Jaraguá do Sul disputam o título, às 10h30min, no Ginásio Ivo Linsmeyer (Ratinho). Mais cedo, às 9h, Joinville e Brusque decidem o terceiro lugar. O futsal acontece no Ginásio José Brüsky Jr. (Briskão). No feminino, Monte Castelo e Balneário Camboriú decidem o título às 10h, com Bombinhas e Blumenau brigando pelo bronze um pouco antes, às 8h30min. Já no masculino, a decisão do terceiro acontece entre São Francisco do Sul e a equipe da casa, e a confronto pelo título tem Joinville e Itajaí.

No quadro geral de pontos, os anfitriões assumiram a primeira colocação. Rio Negrinho somou 29 pontos com o segundo lugar conquistado no bolão 23 feminino. Pode chegar a 32 caso vença São Francisco do Sul no futsal masculino. Em segundo está São Bento do Sul, com 24, seguido de Balneário Camboriú e Jaraguá do Sul, ambos com 23 pontos.

Vice no bolão deu liderança a Rio Negrinho                                                                                                                             Foto: Heron Queiroz

Os boletins são publicados diariamente no site da Fesporte com todos os resultados e programação (clique aqui para acessar). Os Jasc são promovidos pelo Governo de Santa Catarina – @governosc – e realizados por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios-sede.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

Maristela Torizani: com ela, não sobra pino em pé

Ela foi o destaque na modalidade de bolão 23 feminino na etapa regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), realizada em Rio Negrinho, região Leste-Norte. Atuando por Timbó, Maristela Torizani foi uma das responsáveis por levar o município ao título de campeã na modalidade. Isso porque, por duas vezes, das quatro partidas disputadas em duas em duas ela fez 180. Em outras palavras, ela derrubou por 20 vezes seguidas os nove pinos e depois repetiu a dose.

Modesta, a bolonista, que começou na equipe da WEG aos 19 anos de idade, atribui o desempenho a um bom dia em que tudo deu certo. Mas o fato é que Maristela pode ser considerada pé-quente, ou, neste caso, “mão-quente”. Desde 2011, atuando por Florianópolis, a jaraguaense jamais ficou de fora de uma edição dos Jasc. E já garantiu sua nona participação. Nesse tempo, conquistou um primeiro e um segundo lugar por Itajaí, além de um terceiro por Timbó.

Maristela também traz em seu currículo uma conquista do Campeonato Brasileiro de Bolão 23, realizado em Blumenau, em 2017, quando atuou pela equipe de Salto do Norte, do município-sede. Ela conta que conta com o apoio do marido para manter a rotina de treino de duas vezes por semana, que aumenta para diário na iminência de um grande evento como os Jasc. E, claro, o maridão faz questão de acompanhá-la nas viagens para torcer de perto.

Bolonistas de Timbó comemoram o título regional dos Jasc                                                                                    Fotos: Heron Queiroz

Além de Timbó, também se classificaram Rio Negrinho, segundo colocado, e São Bento do Sul, terceiro. “Esse título é muito importante, porque mostra que estamos com uma boa equipe, com qualidade técnica, e que na etapa estadual dá pra chegar ao título”, avaliou Maristela. A equipe ainda tem um fator favorável para o estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro: estará jogando em casa, já que Timbó sediará a 59ª edição, junto a Indaial e Pomerode.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

Pontuação começa equilibrada na região Leste-Norte

O domingo (6) foi marcado pelo encerramento de cinco modalidades da etapa regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em Rio Negrinho, sede da região Leste-Norte. Basquete, handebol, bocha e bolão 23 masculinos e o vôlei feminino deram as primeiras pontuações no quadro geral.

Além do título nas modalidades e a conquista de troféus e medalhas, os três primeiros colocados garantem vaga na etapa estadual dos Jasc, que acontece de 1º a 10 de novembro em Indaial, Timbó e Pomerode.

No basquete, Blumenau venceu todos os jogos, somou seis pontos e ficou com o título. São Francisco do Sul fez cinco pontos e ficou com a segunda colocação. E Jaraguá do Sul totalizou quatro e conquistou o terceiro lugar.

Na bocha, São João Batista colocou as mão no troféu maior, seguido dos donos da casa e, em terceiro, Balneário Camboriú. Rio Negrinho também foi ao pódio no bolão, mas, neste caso no lugar mais alto. Em segundo ficou Blumenau, seguido da equipe de Itaiópolis.

Anfitriões fizeram a festa no bolão 23                                                                                                                                                     Foto: Heron Queiroz

No handebol, a cidade vizinha, São Bento do Sul, foi a campeã. Com 100% de aproveitamento, a equipe somou nove pontos, superando Brusque, que fez sete, e São João Batista, com cinco. O voleibol encerrou com Jaraguá do Sul em primeiro, Itapema em segundo e Balneário Camboriú em terceiro.

No quadro geral, Jaraguá sai na frente, com 23 pontos. Os anfitriões dividem com Blumenau a segunda colocação, com 21 pontos, e São João Batista em quarto, com 18. Todos os resultados e programação podem ser acompanhados pelos boletins publicados no site oficial da Fesporte (clique aqui para acessar).

Mais duas modalidades enceram nesta segunda (7): o bolão 23 feminino e o handebol feminino. O bolão começa às 8 horas, na Sociedade Musical Rio Negrinho, e deverá ser definido somente no fim do dia.

O handebol, que está sendo realizados em chave única, terá os confrontos entre as líderes (Balneário Camboriú) e as quartas colocadas Brusque, em jogo que terá início às 18h, no Ginásio Quiliano Martins. Em seguida, às 19h30, São Bento do Sul e Joinville, empatados na classificação com sete pontos jogam e torcem pelo tropeço de Balneário Camboriú que tem nove pontos.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

Sandro e Fabrício dão maturidade ao handebol de SBS

Juntos eles somam 90 anos de idade e 65 de handebol. Fabrício Grossl, de 44 anos, 30 deles atuando na modalidade, já disputou cerca de 20 edições dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), sempre defendendo São Bento do Sul. Um pouco mais experiente, Sandro Riegel tem 46 anos e 35 de handebol, com 22 participações nos Jasc, das quais obteve dois vice-campeonatos, por Itajaí e por Caçador, embora na maioria delas o são-bentense atuasse por sua cidade.

Fabrício e Sandro estrearam ao mesmo tempo nos Jasc de 1996, quando a sede da edição era a cidade natal deles. Vinte e três anos depois, eles poderão contar com mais uma participação, isso porque não só garantiram a vaga para o estadual, como conquistaram o primeiro lugar na etapa regional, em Rio Negrinho, na tarde deste domingo (6).

A respeito de chegar aos Jasc com idade superior à dos colegas e adversários, e mantendo-se em alto rendimento, os quarentões explicam que treinam pelo menos três vezes por semana e mais quatro dias malham em academia. “Nós nos cuidamos muito, mas não deixamos de fazer, comer ou beber o que gostamos”, disse Sandro. “É legal chegar aos Jasc mais uma vez. Isso é resultado do amor pelo esporte, pelo handebol, pela amizade e pela nossa cidade”, completou Fabrício.

Eles ainda contam que todos os anos comentam que vão parar, mas acabam decidindo por permanecer. “E depois desta edição, vão parar?” perguntamos. “Não sei”, respondeu Fabrício com um sorriso que acusa o desejo de querer continuar. Mas independente do que aconteça para a próxima edição dos Jasc, Fabrício mantém o sangue da família nas competições esportivas. É que dois de seus três filhos seguem carreira no esporte. Lucas Grossl é mesatenista, vice-campeão por equipe na última edição da Olesc, em Videira. E Laura Grossl foi a maior medalhista na natação dos Joguinhos de 2018, com seis medalhas. Não disputou a edição deste ano porque atualmente nada pelo Sesi de São Paulo.

O título regional do handebol dos Jasc


Equipe de São Bento do Sul é campeã no handebol masculino da região Leste-Norte, em Rio Negrinho                             Foto: Heron Queiroz

Com 100% de aproveitamento, a equipe de São Bento do Sul ficou com o título região Leste-Norte dos Jasc. Venceu Brusque por 23 a 17, na sexta, São João Batista por 18 a 13, no sábado, e Joinville por 20 a 15, no domingo. Em segundo, ficou Brusque e, em terceiro, São João Batista. As três equipes estão classificadas para a etapa estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro, em Indaial, Timbó e Pomerode.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

Florianópolis é campeão da etapa Sul dos Jasc em Criciúma

A etapa regional Sul dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) terminou neste domingo, 6, em Criciúma, com Florianópolis sendo campeão geral com 63 pontos. Ao longo da competição, que iniciou dia 2 de outubro, os florianopolitanos foram campeões  no basquete masculino e no voleibol feminino, sendo ainda vice-campeões no handebol, futsal e voleibol, ambos no masculino.

Clique aqui e baixe o boletim final com os resultados

Em segundo lugar, na classificação geral, ficou Criciúma, com 45 pontos, e em terceiro São José, com 38.  Estiveram em disputa as modalidades de  bocha, futsal, handebol e voleibol no masculino, além do basquete masculino. Os três primeiros colocados de cada modalidade garantiram classificação para a etapa estadual dos Jasc, que ocorre  1º e 10 de novembro em Pomerode, Timbó e Indaial.

A etapa regional Sul dos Jasc foi uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Criciúma.  Participaram da competição os municípios de Antonio Carlos, Araranguá, Armazém, Balneário Arroio do Silva, Biguaçu, Bom Jesus da Serra, Bom Retiro, Braço do Norte, Criciúma, Florianópolis, Garopaba, Gravatal, Içara, Imbituba, Laguna, Orleans, Palhoça, Praia Grande, Rio Rufino, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São Joaquim, São José, São Ludgero, Siderópolis, Sombrio, Treviso e Tubarão.

O evento foi uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Criciúma. 

Confira os três primeiros colocados em cada modalidade

Basquete masculino: Florianópolis (1º), Imbituba (2º)  e Tubarão (3º) 

Bocha masculino: Braço do Norte (1º), Gravatal (2º)  e Sombrio (3º) 

Bocha feminino:  Braço do Norte (1º), São Ludgero (2º)  e Florianópolis (3º) 

Futsal masculino: Armazém (1º), Florianópolis (2º)  e Bom Jardim da Serra (3º) 

Futsal feminino: São José (1º), Criciúma (2º ) e Tubarão (3º) 

Handebol masculino: Criciúma (1º), Florianópolis (2º)  e Palhoça (3º)

Handebol feminino: Criciúma (1º), São José (2º ) e Florianópolis (3º) 

Voleibol masculino: São José (1º), Florianópolis (2º)  e Santo Amaro da Imperatriz (3º )

Voleibol feminino:  Florianópolis (1º), Treviso (2º ) e Antonio Carlos (3º )

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Cinco modalidades encerram neste domingo na Leste-Norte

O terceiro dia de competições da etapa regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) terá o encerramento de cinco das onze modalidades em disputa, em Rio Negrinho, sede da região Leste-Norte. Basquete, handebol, bocha e bolão masculinos, além do vôlei feminino, conhecerão, neste domingo (5), seus campeões e os três classificados por modalidade para a etapa estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro.

Enquanto essas modalidades encerram, vôlei masculino e futsal masculino e feminino concluem a primeira fase. E na segunda (7) entram em fase eliminatória. Nesse mesmo dia, encerram-se também o handebol e o bolão femininos.

Acompanhe os boletins com resultados e programação no site oficial da Fesporte (acesse aqui).

A etapa regional dos Jasc em Rio Negrinho encerra na terça-feira (8). O evento é promovido pelo Governo de Santa Catarina – @governosc – e realizado por intermédio da Fesporte, em parceria com o Município de Rio Negrinho.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jasc
Escrito por

O lugar da mulher, onde ela quer, onde ela merece

Nos últimos anos, a mulher vem quebrando barreiras e conquistando seu espaço em atividades que antes eram vistas essencialmente como masculinas. Um dos setores em que mais cresce o espaço feminino é o esportivo, sejam atletas, árbitras, comentaristas ou narradoras, em especial, no futebol, que ainda carrega um espírito tradicionalmente machista.

Um crescente número, embora ainda muito aquém do ideal, já mostra que a mulher terá mais lugar na sociedade sim. O que não terá lugar é o preconceito e a exclusividade de gênero para a maioria das coisas. E esses são desafios que mulheres como Daiane Bellaver Pereira e Roseliane Tibes Souza, árbitras de futsal, têm enfrentado no início da carreira e terão de superar para conquistarem seus sonhos.

Sonhar no esporte e traçar metas são coisas de atleta, mas é também coisa de técnico, de árbitro, de jornalista, ou de qualquer profissional deste ou de outro setor. Os olhos voltados para o objeto principal do esporte, que é o atleta, muitas vezes faz passar despercebidos outros agentes não menos importantes e não menos sonhadores ou dedicados a uma carreira específica. 

Muitos atletas passam por eventos de base e se destacam em eventos maiores como os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), passando pela esfera nacional e internacional. Isso não é diferente com os profissionais de arbitragem esportiva. Há um caminho a ser percorrido por eles, que vai desde o amador, nas ligas de suas cidades, passando pelas federações, confederações e federações internacionais. 

E como todo árbitro, Daiane e Rose sonham em chegar ao mais alto degrau da arbitragem. Para isso, elas trabalham duro: treinam diariamente, estudam e praticam ao máximo, além de investir na carreira com acompanhamento médico e nutricionista. Ambas começaram atuando como jogadoras. Daiana, com mais experiência, passou por equipes como Kindermann, Chapecoense, Maringá e Nacional Gás, de Fortaleza. Além disso, tanto Daiana quanto Rose jogaram nos Jasc. Agora, arbitrando na etapa regional, estão na expectativa de chegar ao estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro em Indaial, Timbó e Pomerode.

“Quanto mais atuarmos em eventos, mais nos qualificamos, principalmente num evento como os Jasc. E as chances de crescer e a uma esfera mais alta são bem maiores”, disse Daiana, que já pertence ao quadro da Confederação Brasileira de Futebol de Salão há um ano e dois na Federação Catarinense de Futebol de Salão (FCFS), depois de atuar por oito anos como auxiliar no futebol de campo.Sua maior meta é atingir o quadro Fifa.

Daiane Bellaver Pereira é árbitra do quadro da CBFS                                                                                                          Foto: Heron Queiroz

Daiane e Rose atuaram na partida de futsal masculino entre Piçarras e São Francisco do Sul, na etapa regional dos Jasc, que terminou 6 a 3 para São Chico. Elas destacaram a importância de atuarem também no masculino. “É um erro achar que, porque somos mulheres, devemos atuar somente em jogos femininos. Atuamos com as mesmas regras e somos qualificadas para atuar em qualquer jogo de futsal. A mulher busca seu espaço e tem de ter a oportunidade de mostrar que é capaz”, disse Roseliane, árbitra do quadro da FCFS, natural de Canoinhas.

Roseliane Tibes Souza é árbitra do quadro da FCFS                                                                                               Foto: Heron Queiroz

Elas avaliam que, além do difícil caminho para alcançar os quadros mais elevados da arbitragem, a mulher se depara com mais dificuldades. “Nossa margem de erro deve ser sempre menor do que a dos homens”, observou Rose. “Se um homem erra, ele cometeu uma falha; se a mulher erra, é uma despreparada. Por trás desse uniforme tem um ser humano”, completou Daiane. 

E não apenas mostrar capacidade num ambiente machista torna a rotina de uma árbitra mais árdua. Ela precisa quebrar todo tipo de preconceito contra mulher, como tentativas de fragilizá-la e atingi-la emocionalmente para desestabilizar numa partida, assim os assédios de todos os tipos que acontecem frequentemente.

O quadro da FCFS conta atualmente com um pouco mais de 100 árbitros, dos quais, 10 são mulheres, ou seja, uma proporção inferior a 10%. Mas, apesar disso, a dupla de árbitras tem arbitrado em jogos com importância cada vez mais elevada, chegando, nos mais recentes eventos da Fesporte, a apitar em finais de futsal, com atuações com destaques bastante positivos, mostrando que lugar de mulher pode ser também na quadra, com apito e com toda autoridade que merece. 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Criciumense comemora estreia no Jasc aos 17 anos

Natural de Imbuia, Lucas Capistrano Scheffer, aos 17 anos, vive um dos momentos mais importantes na sua carreira. O atleta que defende a cidade de Criciúma está jogando pela primeira vez os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A fase regional sul está sendo realizada no próprio município. O time de futsal masculino Sub-17 está representando a cidade na competição e conseguiu a classificação na fase de grupos. 

Com um plantel jovem, os criciumenses estrearam com derrota para Bom Jardim da Serra, por 4 a 3, venceram Bom Retiro por 6 a 0, e empataram com São José em 0 a 0. “É um projeto que fizemos no início da temporada e que vem dando certo. Estamos dando bagagem ao nosso time e isso é importante para outras competições que iremos disputar”, destacou o técnico Alexandre Verdieri. 

Lucão, como é conhecido, marcou dois gols na primeira fase e diz estar feliz com o feito e com o aprendizado na competição. “É uma grande experiência para crescer como jogador, pois aprender com os adultos é muito gratificante. 

Jogando sabendo da responsabilidade de representar Criciúma”, disse o pivô. 

O atleta comentou também sobre seus objetivos no regional do Jasc. “Pretendo fazer uma boa competição individual e coletiva. Assim chegaremos bem no Estadual da nossa categoria”. 

Verdieri exaltou a garra do atleta e a importância dele para o grupo. “O Lucão é um menino trabalhador e que não nega suas origens e isso é importante, pois é um atleta de muita garra. Além disso, ele estuda muito e valoriza muito a família. A gente espera ter colaborado com a carreira dele”.

A etapa Sul dos Jasc, termina neste domingo, 6, com as decisões bocha, futsal, handebol e voleibol no masculino, além do basquete masculino. A competição é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Criciúma.

Texto: Fabrício Júnior/Ascom Prefeitura de Criciúma

Pagina 1 de 57