×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 351

Publicado em Jasc
Escrito por

Jasc injeta R$ 12 milhões na economia de Lages

A 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) injetou até R$ 12 milhões na economia de Lages, superando a expectativa inicial. Para isso, cerca de 10 mil visitantes, entre atletas (4.600), coordenadores, árbitros e organização do maior evento esportivo amador do Estado frequentaram restaurantes, lanchonetes e utilizaram toda rede de serviços do município (postos de combustíveis, bancos) durante 10 dias garantindo um resultado positivo econômico para a cidade.

De acordo com o prefeito Antonio Ceron, a movimentação econômica é um dos legados proporcionados pelo maior evento esportivo amador. "Calculamos de R$ 10 a R$ 12 milhões, que são mais ou menos os valores que ficam no comércio da nossa cidade nesses 10 dias. É uma estimativa, baseado até no retorno que houve em Joaçaba, em 2015, então pode até superar esse valor", relatou Ceron, que aceitou o desafio de realizar o evento com apenas oito meses para preparação.

Os números estimados superam a expectativa inicial de R$ 7 milhões, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que realizou um trabalho de preparação junto aos comerciantes para recepcionar da melhor forma os visitantes. "Desde que soubemos que Lages seria sede, sinalizamos nossa parceria. Muito mais do que sermos parceiros, nos envolvemos também na divulgação das peças publicitárias, dos releases, inclusive incentivando os nossos lojistas a fixarem cartazes nas suas lojas", salienta Arnaldo Sousa, vice-presidente de marketing da CDL de Lages.

Proprietário de uma pizzaria nas proximidades do Ginásio Jones Minosso, Sudeslaino Alves dos Santos, o Ceará, é um dos comerciantes satisfeitos com o Jasc. Ele credita um incremento de 20% no movimento diário do estabelecimento, ou 35% se computado o serviço "delivery". "O pessoal tem vindo e retornado. Só ontem foram 50 pedidos de entrega a mais do que o normal. A nossa cidade tem que ter um evento assim todo o ano", afirma Ceará.

O Lages Garden Shopping, maior empreendimento comercial, sentiu o reflexo positivo da presença dos visitantes, antes mesmo do início da competição, com a exposição do troféu dos 57º Jogos Abertos de Santa Catarina. Após o começo da competição, era comum encontrar equipes inteiras na praça de alimentação ou mesmo circulando pelas lojas.

Em alguns dias da semana, o movimento dobrou em relação ao mesmo período do ano passado. "O Jasc segurou o fluxo do final de semana, já que tivemos feriado, e compensou uma semana que seria de menor movimentação. No domingo, quase oito mil pessoas circularam por aqui", explica o superintendente do Lages Garden Shopping, Daiçon Maciel da Silva Júnior.

O técnico de taekwondo da equipe de Maravilha, Edinho Da Rosa, 30 anos, e os atletas Leonardo Faria, 18, e Emanuel Cazumi, 17, aproveitaram uma folga após o segundo dia de lutas para visitar o Lages Garden Shopping. "Viemos conhecer e comprar algumas coisinhas. Eles se divertiram com os brinquedos", conta Edinho.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

Texto: Cristiano Rigo Dalcin

Publicado em Jasc
Escrito por

Colombo destaca fortalecimento dos Jogos Abertos em SC

O governador Raimundo Colombo participou nesta sexta-feira, 10, em Lages, de coletiva com a imprensa sobre o balanço da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), na sede Pinheirinho do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

“O sentimento é de renascimento e fortalecimento dos Jogos Abertos. É um grande impacto na sociedade, vendo todos os ginásios lotados, a repercussão no Estado inteiro, motivando os atletas e reconhecendo o empenho e desempenho de todos. Sem falar na integração entre os municípios”, enfatizou Colombo.

O presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Júnior (Vadinho), destacou o resgate da competição ao lembrar o sucesso da divulgação nas redes sociais. “Conseguimos recuperar a imagem dos Jasc. Nosso desafio era fazer voltar a família, as crianças para o maior evento esportivo de Santa Catarina”, declarou. O recorde dos números falam por si. Foram quase 500 mil pessoas alcançadas no Facebook, cerca de 2,5 mil acessos por dia no site da Fesporte, e 120 mil impressões no Instagram.

“O sucesso tem nome, e é a união de forças. Lages e o Governo do Estado se uniram pelo esporte e esse é o lema do sucesso. Conseguimos fazer o melhor Jogos Abertos da história de Santa Catarina. Motivo de orgulho e agradecimento”, destacou o presidente da Fesporte.

Vadinho, presidente da Fesporte: “O sucesso tem nome, e é a união de forças. Lages e o Governo do Estado (Foto: James Tavares)

Vadinho afirmou a intenção de repetir o evento anualmente com grande êxito. “No ano que vem será em Caçador e a nossa missão será muito difícil em fazer o melhor evento da história. Não podemos parar, temos que avançar e por isso conto com a amizade e o carinho do povo de Caçador para realizar esse evento”.

Sobre a importância do evento, o prefeito de Lages, Antonio Ceron, destacou o desafio de preparação com apenas oito meses para sua realização. “Lages tem uma boa estrutura e nós já sediamos três Jogos Abertos. Temos uma parceria com os clubes sociais muito forte, com as associações e colégios, enfim, uma série de instituições que ajudaram na questão da estrutura”.

Ceron falou sobre o trabalho da imprensa, que, segundo ele, foi essencial para o sucesso do evento. “Se a gente faz tudo e esconde, não sabemos o que aconteceu. Vocês, da imprensa, fizeram bem para a prefeitura e para o esporte em Santa Catarina”. O prefeito ainda salientou o envolvimento da população. 

Escolhida melhor jogadora de futsal do mundo por três anos consecutivos, Amandinha, a craque do time de Lages que disputa a semifinal diante de Chapecó nesta sexta-feira, 10, à noite, conclamou a todos a prestigiarem o jogo que garante vaga na final e que terá caráter solidário. “Faço um apelo para que o público leve um quilo de alimento não perecível, porque o esporte transforma vidas”.

A 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina  (Jasc) reuniu 4,6 mil atletas de 96 municípios catarinenses. As competições terminam neste sábado, 11, totalizando 26 modalidades.

Informações adicionais para a imprensa:

Rafael Vieira de Araújo 

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado de Comunicação - Secom

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   

Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992

Site: www.sc.gov.br

www.facebook.com/governosc e @GovSC

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Jasc têm a maior cobertura jornalística da história

A 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) ficará marcada como a da maior cobertura jornalística da história. Cerca de 190 jornalistas se credenciaram para cobrir o evento nos diversos segmentos: rádio, jornal, revistas, TV e Internet. Transmissões ao vivo, programas de debates, boletins diários estão entre as ações desenvolvidas pelos profissionais de comunicação.

                       Em vídeo veja quem é quem na equipe

Nos anos anteriores, a imprensa oficial dos Jasc era composta em média por 11 jornalistas. Na edição 2017, em Lages, são 40 profissionais divididos em seguimentos específicos. São sociais médias produzindo conteúdo nas diversas mídias sociais (Facebook, Youtube, Instagram, Flikr) com fotos, vídeos, textos, em linguagem específica para cada público.

Há ainda uma equipe de jornalistas voltada para as transmissões ao vivo dos jogos pela TV Fesporte e outra responsável por reportagens em vídeo. Outro grupo de jornalistas fica responsável pela produção de notícias para rádio e também para o site da Fesporte, organizadora dos Jasc.

Texto: Antonio Prado

(48) 9 9696-3045

Publicado em Jasc
Escrito por

Chuva adia final do vôlei de praia para sábado

A quadra de areia, palco da final do vôlei de praia masculino, ficou completamente alagada em menos de 20 minutos depois de um temporal com raios e trovões atingir Lages nesta sexta-feira, 10. A chuva começou quando os atletas de São José e Blumenau se aqueciam para a disputa do ouro no Clube Caça e Tiro.

O aguaceiro parou, mas as consequências foram caóticas, provocando a transferência da partida final para as 9h deste sábado. Os atletas de São José, Sérgio Ceará e Thiago Barbosa, e do adversário Blumenau, Nelsinho e Silvio, aguardavam apreensivos. Somente à tarde, houve a decisão da final ser realizada neste sábado.

Antes disso, houve tentativas de atenuar os efeitos da chuva para emparelhar a areia e escoar a água. Como a areia está depositada diretamente sobre a grama, a terra acabou subindo e se misturou com a areia, trazendo para a superfície, ainda, raízes de mato. Até dinheiro tinha enterrado na areia. Parte dos buracos foi retirada com enxada, mas não resolveu. Enquanto isso, Balneário Camboriú garantiu o terceiro lugar.

 Cidade de ponta-cabeça

 E não foi somente no Caça e Tiro que houve transtornos. O cotidiano do lageano e dos visitantes ficou de cabeça para baixo. Houve danos e prejuízos em diversas partes da cidade, como incidência de granizo com meio metro de espessura no bairro Vila Mariza, desabamento de parte do teto do Lages Garden Shopping, o principal da cidade, fora inundações em ruas e avenidas, e o rio Carahá, que corta o perímetro urbano, que teve seus níveis elevados rapidamente. Defesa Civil e Bombeiros foram acionados para atender às emergências.

 A evolução

O tempo amanheceu chuviscado nesta sexta e as partidas ocorriam normalmente e, embora molhados, os atletas não se esquivaram da busca pelo título. São José e Blumenau, que disputarão o título, já haviam se enfrentado nesta sexta-feira e São José batido Blumenau por 2 sets a 1.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

 Texto: Daniele Mendes de Melo

(49) 3221-1010

Publicado em Jasc
Escrito por

Os números superlativos dos Jasc

Lages recebe uma competição de números superlativos. A participação de 96 municípios nos Jogos Abertos de Santa Catarina transformou o cotidiano da cidade, e a competição é considerada a maior da história, iniciada em 1960, em Brusque. São 5.010 atletas e 392 árbitros que atuam em 26 modalidades. Isso sem considerar o pessoal de apoio. No total, são quase 7 mil pessoas envolvidas diretamente nos Jogos.

As delegações estão ocupando 52 alojamentos, e as competições ocorrem em 19 locais. De 3 a 11 de novembro circulam pelas ruas de Lages ônibus e vans de todos os cantos de Santa Catarina. Para dar suporte logístico, a CCO colocou à disposição uma frota de 22 vans e micro-ônibus, além de cinco veículos pesados e dois caminhões.  

Fora o investimento do Governo do Estado, de R$ 2,5 milhões em locais de prova, estima-se que os Jogos deixam na cidade um caixa extra em torno de R$ 7 milhões no comércio.

E o público tem correspondido a esses números maiúsculos, enfatiza o coordenador técnico da Fesporte, Dárcio Saules: “Tivemos lotação em todos os ginásios em plena segunda-feira. Isso demonstra que os lageanos gostam das boas competições”.

Segurança e saúde

Para garantir a segurança dos Jogos trabalham bombeiros, policiais civis e militares, helicóptero Águia 4, Defesa Civil, com equipe médica e de primeiros socorros concentradas nos ginásios e outros locais de competição e concentração de público.

Estado ligado em Lages

Neste período de Jogos Abertos, Lages tem sido a manchete estadual. Trabalham na cobertura dos Jasc 190 profissionais de 59 veículos de imprensa de Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Os conteúdos são levados ao público pelas mídias tradicionais (jornais, rádios e TVs) e ainda pelas redes sociais (Facebook, Instagran, Twiter).

Os números ainda estão sendo computados, mas de 31 de outubro a 9 de novembro, a página do Facebook da Fesporte teve mais de 300 mil acessos.

Estes dados fazem dos Jasc um dos maiores eventos do Brasil. Eles estão concentrados na cidade-sede. Porém, antes houve a fase preparatória. No total, houve 49 etapas classificatórias, foram realizados 36 microrregionais e mais as seletivas. Mas isso é outra história superlativa.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

Texto: Iran Rosa de Moraes

Publicado em Jasc
Escrito por

Técnica da ginástica rítmica do Brasil é homenageada nos Jasc

A trajetória de Camila Ferezin Resende foi destacada nos 57º Jogos Abertos de Santa Catarina, em Lages, no segundo dia de disputas da ginástica rítmica. Ex-atleta olímpica e atualmente técnica da Seleção Brasileira de conjuntos, ela veio ao evento para observar as ginastas catarinenses. Como reconhecimento pelo trabalho, Camila recebeu uma placa das mãos do presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Júnior.

A homenagem contou ainda com a presença do diretor administrativo da Fesporte, Marcelo Gruel, vice-prefeito de Lages e presidente da CCO dos Jasc, Juliano Polese, presidente da Confederação Catarinense de Ginástica Rítmica, Ellen Vivian Kegel, e a coordenadora da modalidade nos Jasc, Jocélia Gonçalves.

Técnica do conjunto da ginástica rítmica brasileira e coordenadora de seleções, Camila ocupa a função desde 2011. Essa foi a primeira vez que a treinadora prestigiou os Jogos Abertos de SC. “Recebi esse mesmo convite em outros anos, mas só agora conseguir vir. É um momento importante para observar as atletas, pois Santa Catarina é um celeiro de boas ginastas”, comenta.

Ginasta da seleção brasileira e de Blumenau, Jéssica Maier voltou a brilhar nos Jasc (Foto: Antonio Carlos Mafalda)

No currículo, Camila traz três participações olímpicas: 2000 com ginasta, 2004 como auxiliar técnica e 2016 como técnica. Além disso, é quatro vezes campeã pan-americana: 1999 como ginasta no conjunto, 2003 como auxiliar técnica e 2011 e 2015 como técnica.

 Em Lages, Camila pretende observar de perto as ginastas Jéssica Maier, de Blumenau, e Mariany Miyamoto, de Joinville, integrantes da seleção brasileira, e de duas promessas da modalidade. “Tenho participado dos eventos para analisar o desempenho delas e a possibilidade de chamar para fazer testes junto com a seleção”, disse a treinadora, sem citar nomes.

 O próximo desafio da ginástica rítmica do Brasil é a Copa do Mundo da modalidade na Bulgária, em março de 2018. Em 2020 acontece o Pan-americano que classifica as equipes para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 Disputas nos Jasc

A competição de ginástica rítmica envolve 50 ginastas de nove municípios e acontece no ginásio do Sesi, em Lages, até o meio dia deste sábado, 11, quando serão disputadas as finais dos conjuntos e a premiação.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

 Murilo Roso

(49) 98814.0731

Publicado em Jasc
Escrito por

Esporte olímpico, skate estreia nos Jogos Abertos de SC

No embalo olímpico, o skate estreia neste sábado, 11, nos Jogos Abertos de Santa Catarina. Modalidade exibição, promete atrair o público jovem e agitar a pista ao lado do Ginásio Jones Minosso, em Lages. A competição está prevista para encerrar no início da tarde. Distribui troféus e medalhas, mas não conta pontos para a classificação geral dos Jasc 2017.

Maior evento poliesportivo do Sul do País, os Jogos Abertos acompanham a tendência olímpica de incluir novos esportes e modalidades de esportes de ação. Em Tóquio-2020 começam a ser disputados skate, surfe, escalada, caratê, beisebol e softbol. 

"É uma forma de reconhecimento como esporte olímpico. Prova da seriedade do skate, que vem se desenvolvendo há décadas, está organizado e tem indústria forte", avalia Adilson Stadler, da Confederação Brasileira de Skate (CBSK). "Os jogos Abertos são um marco para a história do skate no estado".

A competição tem homologação oficial da Confederação Brasileira de Skate (CBSK), e a Federação Catarinense de Skate (FCSKT) é a responsável técnica da competição que acontece na Pista Pública de Lages, ao lado do Ginásio Jones Minosso. Será disputada nas categorias Feminino Iniciante e Amador Open. 

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura Municipal e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

 Olavo Moraes

(48) 99960-8906

Publicado em Jasc
Escrito por

TV Fesporte - Transmissões de sexta-feira

Futsal feminino - Lages x Chapecó

Transmissão de Nicolas Quadro, Allan Borges, Cristiano Dalcin e a participação de Éder Burigo Marques, árbitro de futsal por 18 anos, participou do quadro da CBFS entre 2005 e 2015.

 

Basquetebol masculino - Brusque x Videira

Transmissão de Lucas Miranda e Marcos Assmann.

 

Qualificatórias da Ginástica Rítmica.

Transmissão com Nicolas Quadro, Renan Koerich, Allan Borges e os comentários de Amanda Pfleger, campeã do Jasc 2011 e integrante da seleção brasileira em 2012 e 2016.

 

Transmissão de #Blumenau x #Brusque pelas semifinais do voleibol feminino.

Narração de Marcos Assmann e Lucas Miranda.

Publicado em Jasc
Escrito por

A rotina das Leoas encanta os Jogos Abertos de SC

Todas as noites em que o time de futsal feminino de Lages joga pelos Jogos Abertos é assim: Jones Minosso lotado, galera dando show com olla, muitos gols, e fila no fim da partida para fotos e autógrafos com a melhor jogadora do mundo, a Amandinha.

A noite de quinta-feira, 9, no Ginásio Jones Minosso mostrou a classificação de Lages para as semifinais do futsal feminino. As Leoas da Serra Futsal, que representam a cidade nesses JASC, aplicaram seis gols contra um de Xaxim.

A partida começou com as lageanas pressionando o gol da cidade do Oeste, mas a goleira Fossatti, de Xaxim, trabalhava bem. Somente aos nove minutos que o placar foi aberto. Fernanda empurrou para as redes e o 1 a 0 manteve-se assim até o fim do primeiro tempo.

O intervalo foi de homagens, a Fesporte agraciou o prefeito Antonio Ceron e o presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Juliano Polese, com placas destacando o trabalho desenvolvido pelo município na organização dos 57º Jasc. Vadinho disse que é uma forma de agradecer ao povo lageano.

Todas as noites o ginásio Jones Minosso fica lotado (Foto: Nilton Wolff)

Reiniciada a partida, logo aos 30 segundos, Amandinha marcou o segundo gol da partida, e a partir daí, Lages começou a mostrar por qual motivo é o time que enche ginásios e cria uma legião de fãs em todo o Estado. Diana, Amandinha novamente, Gy, Gisa e Rubia completaram os gols lageanos, ao final, Xaxim anotou o gol de honra.

 Depois da partida, uma centena de torcedores invadiram a quadra do Minosso para conseguir uma foto e um autógrafo com Amandinha. A jogadora parece mostrar que também marca seus gols com os fãs.

 Lages enfrenta nesta sexta-feira, 10, às 20h, no Jones Minosso, a equipe de Chapecó, mesmo time que foi campeão do Estado aqui mesmo em Lages há alguns meses. A partida é válida pela semifinal da modalidade. A outra partida será às 19h, no mesmo local, entre Blumenau e Itajaí.

 Texto: Fabrício Furtado

Publicado em Jasc
Escrito por

Blumenau lidera e amplia vantagem sobre Itajaí

Blumenau ampliou a diferença sobre Itajaí na classificação geral que vai definir o campeão da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina, competição que encerra neste sábado, 11, em Lages. Com o segundo lugar no tiro ao prato e no vôlei de praia (feminino), os blumenauenses somaram mais 13 pontos na quinta-feira, 9.

O seu concorrente direto não marcou nas duas modalidades. Nesta sexta, 10, serão conhecidos os campeões do bolão 16 (masculino); natação (masculino e feminino); punhobol; taekawondo (masculino e feminino); tênis de mesa (masculino e feminino); vôlei de praia (masculino); e xadrez (masculino e feminino).

A diferença entre os blumenauses e os itajaienses é de 19 pontos (113 a 94). Com o título do tiro armas longas, Chapecó assumiu a terceira colocação com 77, com São José estacionando nos 65. O quinto lugar está com Tubarão com 44 e Joinville em sexto com 38, seguido por Florianópolis com 36. Embora tenham sido campeões do basquete e do remo, Blumenau e Florianópolis não pontuaram, já que as modalidades tiveram menos de oito municípios inscritos.

Disputa por medalhas

No quadro geral de troféus, Itajaí segue na frente com seis - bolão 16 (feminino); bolão 23 (masculino); ginástica artística (masculino); judô (masculino); tênis (masculino e feminino). Blumenau permanece em segundo com quatro. Levou o do basquete (feminino); bolão 23 (feminino); ginástica artística (feminino); e voleibol (masculino). São José também tem quatro – atletismo (masculino); futebol (feminino); e judô (feminino). Chapecó conquistou os troféus de bocha (feminino); tiro armas curtas; e tiro armas longas.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

Texto: Orlando Pereira

Publicado em Jasc
Escrito por

Oito equipes disputam o ouro no Bolão 16 masculino

O bolão 16 masculino chega na reta final com oito equipes disputando o ouro no Clube Caça e Tiro 1º de Julho, nesta sexta-feira. Jogam as equipes de Itajaí, Brusque, Blumenau, Lages, Indaial, Timbó, Joinville e Caçador.

Nesta quinta-feira, no primeiro jogo, Itajaí bateu Brusque por 1409 a 1380 pinos. No segundo jogo Lages venceu Blumenau pelo placar de 1429 a 1387 pinos.

Na torcida de Lages, na tarde desta quinta-feira, estava o prefeito Antonio Ceron. Ele já esteve, antes, no Caça e Tiro torcendo pelas equipes de bolão 23 (masculino e feminino), sendo que ambas conquistaram medalha de prata nestes Jasc.

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional de Lages.

No feminino, Itajaí leva o ouro

A decisão do bolão 16 feminino, que deveria ter ocorrido na noite de quarta-feira, 8, no Clube Caça e Tiro 1º de Julho, devido a uma queda de energia elétrica foi transferida para a manhã desta quinta-feira-10.

Venceu a competição a equipe de Itajaí, com 1433 pinos, levando o ouro. A prata ficou para Blumenau, com 1419 pinos, e o bronze foi para Indaial com 1292 pinos.

Texto: Iran Rosa de Moraes

Publicado em Jasc
Escrito por

Blumenau "belisca" todos os lugares do tiro trap americano

Vem de 2.800 quilômetros de distância o vencedor da modalidade de tiro ao prato Trap Americano (Single), dos 57º Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em Lages. No individual, Ari S. B. Pereira, da Bahia, foi medalha de ouro depois de alcançar 194 pontos, representando Blumenau, seguido por Rudiclei Dal Cim (Chapecó, com 193), e Abraão Baladi Neto (Blumenau), em terceiro lugar.

Abraão estava empatado com mais dois atletas em 191 pontos e houve desempate. Ele tirou a diferença, o que assegurou sua subida ao pódio. Ele ficou em 3º também no Double, disputado na terça (7 de novembro).

Nas equipes, Blumenau terminou em 1º; Chapecó em 2º, e Concórdia em 3º. No quadro geral, em que são somados os pontos obtidos nas competições de tiro ao prato Trap Americano (Single) e Trap Double (disputado no início da semana), Chapecó levou o troféu de 1º, com 21 pontos; Blumenau em 2º, com 18, e o pódio fechou com Tubarão em 3º, com nove pontos.

O baiano boa praça

Acostumado ao sol da Bahia, Ari se sentiu em casa na hora da premiação, quando o tempo enferruscado deu uma trégua. Ele mora em Salvador e tem o costume de disputar a modalidade em Santa Catarina. Esta é sua segunda vez em Jogos Abertos (havia conquistado dois vices no Double e no Single).

Em Salvador, Ari é dono de um restaurante. Aos 49 anos fez festa como o grande vencedor e avalia Santa Catarina como o reduto da elite do tiro no Brasil. “Os melhores do país, de nível alto, estão aqui. E os Jogos Abertos realmente são difíceis. O Valdir Abel é o nosso ídolo, uma referência.”

Ortopedista fica em sétimo

O município anfitrião dos Jasc, Lages, teve o médico ortopedista Antonir Nolla como melhor classificado no individual, em 7º lugar, empatado em 190 pontos com mais quatro atiradores no Trap Americano. Contudo, de acordo com as passagens nas pedanas (posições de tiro), sua classificação foi na 7ª posição. Concorreram, por Lages, seis atletas: Andrei Ferreira, Marcos Rochembark, Rodrigo dos Reis, Antonir Nolla, Marco Aurélio Souza Silva e Ronaldo Carbonera.

Texto: Daniele Mendes de Melo 

Pagina 12 de 61