A equipe da Fesporte esteve na cidade de Caçador, nesta segunda-feira, 29, para avaliar os locais de competições e de hospedagem visando receber a etapa Estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina de 2024. “Colocamos mais uma vez o nosso município à disposição para sediar a competição, recebendo agora essa visita da Fesporte. Através destas competições estamos movimentando a economia local e da região, proporcionando trocas de experiências esportivas inesquecíveis em Caçador”, afirmou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Jonatas Maia.

“Fomos recebidos pelo prefeito Alencar Mendes, junto com o secretário de Cultura e Esporte de Caçador, Jonatas Maia, onde nos apresentaram bons locais de competição. A cidade já foi sede de várias etapas de competições como Olesc, Joguinhos, Jogos Abertos, e, por isso, sabíamos das condições para receber os jogos deste ano. Agora estamos concluindo o relatório a ser apresentado ao presidente Paulão para, depois, ser definida a cidade-sede: Criciúma ou Caçador”, explicou o gerente de Esporte de Rendimento da Fesporte, Dárcio de Saules.

A cidade de Caçador vem sendo palco de inúmeros competições esportivas, como por exemplo os Jogos Abertos de Santa Catarina em 2018; Olesc em 2021 e o Campeonato Sul-Americano de Powerlifting & Bench Press (modalidade de levantamento de peso), em 2022. “O esporte sempre foi uma das nossas prioridades, pois através dele proporcionamos qualidade de vida, saúde, lazer e desenvolvimento econômico. Que possamos firmar mais essa grande parceria com a Fesporte”, finalizou o prefeito, Alencar Mendes.

Uma comitiva da Fesporte esteve em Criciúma, nesta quinta-feira, 25, para reunião com o prefeito Clésio Salvaro junto com o secretário-geral do município, Arleu da Silveira e demais lideranças. O objetivo foi o alinhamento visando os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti). O diretor de Políticas e Projetos Esportivos, Jorge Davi da Silva, esteve à frente do grupo, acompanhado pelo diretor de Esportes, Luciano Heck, gerente de Esporte de Rendimento, Dárcio de Saules, e do gerente de Esporte de Participação, Willian Santos. 

O 15º Jasti é promovido pela Fesporte e será realizado este ano na cidade entre os dias 2 e 5 de maio. Além disso, outros assuntos estiveram na pauta, como um estudo de viabilidades para a realização dos 36º Joguinhos Abertos de Santa Catarina, onde Criciúma e também Caçador se candidataram como cidades-sede. Após a reunião, os participantes do encontro realizaram as vistorias nos locais de competição, visando tanto do Jasti quanto do Joguinhos Abertos.

 

O presidente da Fesporte, Paulão, esteve nesta quinta-feira (11) na sede do Comitê Paralímpico Brasileiro com o objetivo de obter mais uma parceria inédita para o estado de Santa Catarina. Junto com o presidente do CPB, Mizael Conrado, foi firmado o Termo de Cooperação visando o desenvolvimento dos esportes para pessoas com deficiência. Este acordo dará condições mais adequadas para que o paratleta possa desenvolver suas potencialidades, não só no campo técnico esportivo, bem como o empoderamento de sua cidadania. 

Para o presidente Paulão, este ato significará um novo marco no esporte catarinense. "O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, pede para que sejam feitas ações diferenciadas. Desta maneira, ampliamos nossas ações e buscamos novas parcerias, primeiramente com o Comitê Olímpico Brasileiro – COB e agora com o Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB. Para fomentar este trabalho, é preciso que haja um forte investimento na área da educação, e nós da Fesporte seguimos junto com  nosso secretário estadual de Educação Aristides Cimadon e com a secretária-adjunta Patrícia Lueders, investindo no paradesporto nas escolas e em ações que possam transformar Santa Catarina numa grande potência educacional e esportiva".

O presidente do CPB, Mizael Conrado, acredita no potencial esportivo catarinense e destacou: "É com grande alegria para o Comitê Paralímpico Brasileiro firmar este Termo de Cooperação com este estado que muito admiro. Tenho certeza que ele irá contribuir muito para o aperfeiçoamento das políticas públicas de Santa Catarina, especialmente no atendimento de pessoas com deficiência no esporte. E para dar a importância merecida às pessoas com deficiência é importante criar instrumentos, tanto para inclusão na sociedade como no resgate da sua autoestima. Tenho certeza que este Termo de Cooperação e as ações que serão desenvolvidas a partir desta parceria contribuirão demais para que as crianças e os indivíduos com deficiência se tornem cidadãos", afirmou. 

O encontro também serviu para concentrar esforços no planejamento e estruturação da capacitação dos profissionais, além de estudos visando a criação de um centro de referência regional de treinamento para iniciação e alto rendimento. Um dos objetivos será o desenvolvimento de ações para inclusão das pessoas com deficiência no esporte, bem como aprimoramento das atividades paradesportivas aos atletas já praticantes.

 Da esquerda para direita: Ramon Pereira (dir. Esportivo do CPB) , Jonas Freire (dir. Esportes de Alto Rendimento CPB), Paulão (pres. Fesporte), Mizael Conrado (pres. CPB), e Yohansson Nascimento (vice-pres. CPB)

A Fesporte, após a homologação do Conselho Estadual de Esporte (CED), divulga na tarde desta segunda-feira (08), o calendário oficial dos eventos esportivos para 2024. A programação começa dia 5 de fevereiro com a abertura do prazo inicial de inscrição para as etapas microrregionais dos 15º JASTI (Jogos Abertos da Terceira Idade) e finaliza dia 23 de novembro com o último dia de competição da 63ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), na cidade de Concórdia. 

Sobre as cidades-sedes dos eventos, já estão definidas as sedes para os seguintes eventos estaduais: 15º Jogos da Terceira Idade - JASTI - Criciúma, o 19º Jogos Paradesportivos de Santa Catarina - PARAJASC - Rio do Sul,   14º Jogos Estudantis de Santa Catarina - JESC de 15 a 17 anos - Timbó,  63º   Jogos Abertos de Santa Catarina JASC -  Concórdia.

 Segundo o Presidente da FESPORTE, Paulão, a divulgação do calendário no início do ano demonstra a preocupação, comprometimento e responsabilidade que a Fundação tem com os dirigentes municipais, técnicos e atletas. Já no que tange às sedes dos eventos, a definição delas proporciona aos Dirigentes Municipais a possibilidade de organizarem melhor suas delegações e suas participações em cada evento. 

“Tivemos hoje a homologação do calendário pelo Conselho Estadual de Esporte e, antes de tudo, quero agradecer o empenho de todos nas ideias e em todo o processo que a cada dia foi o de melhorar o esporte de Santa Catarina. Por tal empenho, parabenizo a todos por mais esta etapa e que possamos continuar com os nossos eventos de referência no esporte nacional”, disse.

Já o diretor de Esportes, Luciano Heck, destaca a possibilidade dos municípios se organizarem mais cedo e possibilitando mais economia. "Foi uma ação inédita onde todos irão ganhar. Ao se ter o calendário homologado e aprovado, os municípios já terão totais condições na preparação de seus atletas e também saber quando e onde acontecerão os eventos”.

Confira AQUI, a íntegra do calendário oficial

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) comunica que, na terça-feira (dia 19/12), foi realizado o pagamento da terceira e última parcela do Bolsa Atleta, benefício este firmado pelo Governo de Santa Catarina. Assim como nos dois últimos pagamentos, os atletas terão até 30 dias para sacar a quantia. Vale lembrar também que os benefícios foram depositados em contas bancárias. 

O programa Bolsa Atleta SC, instituído pela Lei 18.335 de 6 de janeiro de 2022, é uma importante iniciativa do Governo Estadual, por intermédio da Fesporte, para apoiar, incentivar e fomentar o desenvolvimento desportivo em nosso Estado. O presidente Paulão ressalta que "este foi um compromisso firmado pelo governador Jorginho Mello e concluído rigorosamente pela Fesporte. Auxiliar financeiramente os atletas e poder observar o crescimento deles é recompensador para o Governo do Estado, que colhe os frutos desse apoio com resultados expressivos", disse.

O programa Bolsa Atleta visa a manutenção pessoal e esportiva e contempla atletas do educacional, rendimento e paraolímpicos residentes nos municípios e que participam de modalidades que fazem parte dos Programas Olímpicos, Paraolímpico e Não-Olímpico, filiados e regulamentados por federações, confederações e ligas desportivas. E para isso, os atletas devem cumprir e estarem aptos de acordo com as determinações do edital do programa

 

O presidente da Fesporte, Paulão, esteve na tarde desta quinta-feira (14) no Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para assinar, em nome do Governo de Santa Catarina, dois acordos de cooperação técnica que irão dar uma nova perspectiva ao esporte catarinense. Paulo Wanderley Teixeira, presidente do COB e Rogério Sampaio, atleta e medalhista olímpico pelo judô - hoje diretor executivo do COB -, receberam o presidente Paulão, destacando que é o primeiro estado do Brasil a assinar os dois acordos.

O primeiro deles é o ‘Programa Esporte Seguro’ (PES) visa tornar o esporte um lugar seguro para todas e todos, e que vai contribuir para uma cultura de prevenção, reconhecimento, enfrentamento e adoção de boas práticas no ambiente esportivo. “Quando se fala em prevenção e enfrentamento, não há que se medir esforços. A implementação de princípios gerais de segurança, bem como a busca por prover um ambiente seguro, acolhedor e respeitador, é essencial”, explicou Rogério Sampaio. 

Paulão acrescenta que o esporte é reconhecido por sua importância além da contribuição à saúde e ao bem-estar de quem participa. “Posso falar pois fiz do esporte a minha vida. E quando praticamos fazemos amigos, superamos dificuldades, nos divertimos, desenvolvemos novas habilidades, conquistamos e aprendemos valores para a vida. Acredito que, ao lado da Secretaria de Estado da Educação, juntos com os secretários Aristides Cimadon e Patrícia Lueders, poderemos realizar um trabalho ainda mais eficaz”, disse o presidente da Fesporte.

O PES ainda trata de outros temas importantes como violência física e psicológica, assédio moral, violência de gênero, negligência ou omissão, assédio sexual, abuso sexual, doping e manipulação de competições. Dados mostram que 46,7% de mulheres brasileiras afirmam ter sofrido alguma forma de assédio sexual em 2022. Que no último ano, o índice de homicídios de pessoas negras cresceu 7,5%, enquanto o de pessoas brancas caiu 26,5%. O documento também confirma que, uma em cada três mulheres, já vivenciou violência física e/ou sexual em sua vida, e que um em cada seis homens passou pelo mesmo trauma; e o analfabetismo entre negros no Brasil é duas vezes maior do que entre brancos. 

Já o “Transforma” é o programa de promoção dos valores olímpicos do Comitê Olímpico do Brasil (COB), que já ultrapassou à marca de 5.500 alunos alcançados em 2022. “Como Santa Catarina será o primeiro estado a implantar o ‘Transforma’, o compromisso do COB será o de ajudar a incentivar cada vez mais jovens a conhecer os valores olímpicos de excelência, respeito e amizade e, tudo isso, combinado a um ambiente educacional”, explicou Sampaio.

No ‘Festival Transforma’, que busca nas escolas Municipais e Estaduais alunos para esta nova fase de conhecimento, são abordando de forma ampla os Primários Educacionais Olímpicos (PEOs). Além dessa temática, são apresentados o papel de promover os valores para os mais diversos públicos, principalmente crianças e adolescentes que serão verdadeiros propagadores desses conhecimentos para a sociedade. 

 

Pagina 2 de 9