×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 318

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 320

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 321

Publicado em Jasc
Escrito por

Briga pelo título entra indefinida no penúltimo dia dos 53º Jasc

Blumenau - Com poucas alterações na classificação geral na quinta-feira, o penúltimo dia dos Jogos Abertos de Santa Catarina, nesta sexta-feira, promete ser emocionante. O oitavo dia de disputas foi curioso: com apenas dois troféus entregues, as cidades que brigam pelo título somaram poucos pontos e a briga pelo título praticamente ficou inalterada: Itajaí somou dois pontos com o quinto lugar no handebol masculino e Blumenau só um com o sexto lugar no Tiro Armas Longas. Mudança mesmo apenas no terceiro lugar: Joinville, com o vice no tiro, ultrapassou Florianópolis. Os troféus do dia ficaram com Balneário Camboriú no handebol masculino e Jaraguá do Sul no tiro.

A sexta-feira começa com 194 pontos para Itajaí e 183 para Blumenau, e totalmente indefinida porque serão nove troféus ao longo do dia: natação (masculino e feminino), Taekwondo (masculino e feminino), futsal feminino, vôlei feminino, bolão 23 feminino, bocha masculino da primeira divisão e tiro armas curtas. A 53ª edição dos Jasc termina no sábado, quando serão entregues os últimos troféus.

No Tiro de Armas Longas, Jaraguá do Sul confirmou a tradição e levou o troféu, com prata para Joinville e Bronze para Timbó. Mais tarde, o handebol masculino se encerrou com troféu para Balneário Camboriú, que fez 21 a 13 em Caçador na decisão. O bronze foi para Videira.

Outro destaque do dia foi a natação, na piscina do Sesi. Com 12 provas, foram dois recordes, ambos para Blumenau no feminino: Julia Volkmann nos 200m Medley e no revezamento 4x200m Livre (quinto recorde de Julia na competição). Ao fim do dia, a disputa pelo troféu está totalmente em aberto: Itajaí lidera no masculino, com 113, Criciúma tem 88 e Blumenau, 77. No feminino, Joinville lidera com 122, Blumenau soma 112 e Florianópolis tem 70. As provas finais da natação começam às 17h desta sexta.

No basquete masculino, os jogos da quinta definiram os confrontos semifinais: Videira fez 76 a 61 em Concórdia e vai encarar Blumenau. Já Brusque atropelou Balneário Camboriú por 100 a 37 e fará um clássico do basquete estadual contra Joinville.

Definição também no vôlei masculino, no ginásio da Barão: Joinville fez 3 a 0 em Itajaí e vai encarar Blumenau, enquanto Florianópolis passou por Içara (3 a 0) para enfrentar Chapecó. No handebol feminino, as semifinais desta sexta estão definidas: Concórdia enfrenta Itajaí e Blumenau pega Videira.

 

Toda a programação da sexta-feira, penúltimo dia dos Jasc, está no boletim do dia. 

Publicado em Jasc
Escrito por

Definidas as semifinais do futsal masculino

Blumenau - As equipes que se enfrentam nesta-sexta-feira, 29, na semifinal do futsal primeira divisão dos Jogos Abertos de Santa Catarina foram definidas na noite desta quinta-feira, 28. As partidas realizadas no Ginásio de Esportes do Galegão, em Blumenau desclassificaram Lages e Xaxim e levam Chapecó e Blumenau para os jogos de amanhã.

A equipe Blumenauense venceu Xaxim por 5 a 3 e comemora a classificação para a semifinal. Em cinco jogos, foram dois empates e três vitórias. O time de casa enfrenta amanhã Itajaí e conta com a presença do público, às 20h30, no Ginásio do Galegão. Já o time do Oeste, Chapecó, derrotou Lages por 3 a 2 e joga contra Mafra às 19h15.  

No feminino, Blumenau também comemora

Blumenau também foi classificada para a final do futsal feminino, após derrotar Joinville por 3 a 0 nesta quinta-feira, 28, no Ginásio de Esportes da Sociedade Vasto Verde. O time de casa enfrenta São Ludgero que desclassificou São José vencendo de 5 a 0.  Os jogos da final  ocorrem amanhã a partir das 19h no Ginásio Vasto Verde. 

Informações Adicionais:
Gisele Vizzotto
Assessoria de Imprensa
Jasc 2013/Fesporte
(47) - 3326-9636 

Publicado em Jasc
Escrito por

Jogo eletrizante põe Rio do Sul na final do vôlei feminino

Blumenau - De um lado, a experiente e favorita equipe de Rio do Sul, que disputa a Liga Nacional do vôlei feminino. Do outro, o jovem time de Blumenau. Em disputa a vaga para a final da modalidade contra Chapecó, nesta sexta. Nos dois primeiros sets, deu a lógica, com as riosulenses atropelando e fazendo  25 a 13 e 25 a 18. Parecia que o jogo, nesta quinta-feira, (28), estava ganho e os três a zero seriam questão de tempo.

Mas a partir do terceiro set, entrou em cena a barulhenta torcida blumenauense que lotou o ginásio da Furb e o que parecia impossível para muitos, aconteceu. Os gritos de “eu acredito!” eram o impulso que faltava e o jogo que estava totalmente favorável para Rio do Sul passou a ser equilibrado. Resultado: Blumenau venceu o terceiro set por  26 a 24.

No set seguinte, a torcida passou a gritar mais forte empurrando as blumenauenses a tirarem forças extras. Deu resultado: Blumenau fez 31 a 29 em um set eletrizante com direito a muitos ralis, empatando a partida em 2 a 2.

No set desempate, mesmo com toda pressão acabou valendo a maior experiência de Rio do Sul, que fechou em 15 a 11, concluindo o placar de 3 a 2. “Foi um bom jogo, sem dúvida. Estamos na final, mas não devemos tirar os méritos de Blumenau ,que jogou muito bem. Agora, contra Chapecó, na final vamos ter que trabalhar muito se quisermos ganhar este título”, disse o técnico riosulense Rogério Portela.

 

Nesta sexta, no mesmo ginásio da Furb Blumenau disputa o bronze com Nova Trento, que perdeu a outra semifinal para Chapecó por 3 sets a 0. Na sequência, por volta das 20:00, Rio do Sul busca o tetracampeonato dos Jasc reeditando a decisão do ano passado, em Caçador, contra as meninas de Chapecó. A partida tem entrada gratuita.

Informações Adicionais:
Antonio Prado 
Assessoria de Imprensa
Jasc 2013/Fesporte 
(47) - 3326-9636
(48) 9696-3045

Publicado em Jasc
Escrito por

Jaraguá do Sul se destaca no tiro

Blumenau - Finalizaram na tarde desta quinta-feira, (28), as provas de tiro esportivo com pistola de ar comprimido e carabina deitado dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). As categorias individual e equipe foram premiadas em uma cerimônia realizada no Clube Blumenauense de Caça e Tiro.

Na prova individual de ar comprimido os premiados foram João Costa (Chapecó – ouro), Júlio Almeida (Rio do Sul - prata) e João Carlos Batista (Timbó – bronze). Na prova por equipes subiram ao pódio as cidades de Chapecó (ouro), Rio do Sul (prata), Timbó (bronze).

Já na carabina deitado quem recebeu medalha foram os atletas: Rocco Rosito (Jaraguá do Sul -ouro), Bruno Heck (Jaraguá do Sul – prata) e Leonardo Moreira (Timbó - bronze). A prova por equipes teve vitória de Jaraguá (ouro), Timbó (prata) e Joinville (bronze). Uma das favoritas dessa prova era Rosane Budag, de 40 anos.  Ela treina há sete anos e acaba de ganhar o Campeonato Brasileiro da modalidade, realizado na semana passada no Rio de Janeiro. A hexacampeã brasileira acabou ficando em sétimo nas provas de carabina deitado, na qual é a única mulher a competir. O calor de mais de 30 graus da tarde desta quinta acabou prejudicando a perfomance dos atiradores, que precisam de extrema concentração: “Além disso, a parte técnica também foi prejudicada pelo vento desfavorável e pela troca de alvo, que é feita manualmente”, explica ela.

Rosane é hexa campeã de tiro com carabina deitada.


Acontecem nessa sexta-feira a premiação das provas de tiro fogo central, às 16:30 h no Clube de Caça e Tiro.

 

Entenda a modalidade:

As provas de tiro nos JASC dividem-se atualmente em três tipos: tiro com armas longas (carabina deitado, carabina ar, carabina apoiada e carabina ar seta), tiro com armas curtas (fogo central, pistola ar e pistola livre) e tiro ao prato (trap americano e fossa Double). Essa é a única modalidade livre dos Jasc, em que podem disputar entre si a mesma prova atletas tanto do sexo masculino quanto do feminino. O tiro esportivo está presente nos Jasc desde a edição de 1965, em Brusque.

 

Mais informações:
Ana Paula Flores
Imprensa Jasc
(47) 3326-9636

Publicado em Jasc
Escrito por

Deraldo Oppa: 35 anos de bons serviços ao atletismo dos Jasc

Blumenau - Todo os anos nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) ano ele está lá. Microfone na mão anuncia: “Convidamos o atleta fulano de tal a subir no pódio para receber sua medalha de ouro”. A voz é de Deraldo Ferreira Oppa, locutor oficial do atletismo, 53 anos, 35 dos quais dedicados ao atletismo dos Jasc. Nesse período já foi de tudo um pouco: acadêmico, professor, técnico, cronometrista, árbitro, diretor de arbitragem.

 

Nesta 53ª edição dos Jasc, em Blumenau, além de anunciar os atletas e as provas no sistema de som, Deraldo foi coordenador de competição, função que exerce há nove anos, assim como o cargo diretor técnico da Federação Catarinense de Atletismo.  “Nos Jasc coordeno uma equipe de 40 pessoas diretamente e 60 de forma indireta”, conta. Na função trabalha para que tudo saia perfeito, desde a aferição de inscrição de atletas, à reuniões técnicas para a escolha dos melhores participantes da modalidade ou cerimônia de homenagens a desportistas ligados ao atletismo.

 

Início como acadêmico

 

Deraldo é hoje professor de Educação Física da Escola de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), mas começou a carreira aos 18 anos, em 1978, nos Jasc de Caçador, como acadêmico da universidade.  Exerceu a função de cronometrista das provas. Na mesma época participou do processo de fundação da Federação Catarinense de Atletismo, e logo depois já era árbitro da instituição. Nos Jasc de 1979, em Blumenau, no atletismo, trabalhou nas provas de arremesso de peso e disco, salto em distância e triplo.

 

 Em 1980, nos Jasc de Jaraguá do Sul, quando terminou a modalidade,  foi locutor oficial da natação, saltos ornamentais e ciclismo. Era o início da carreira de narrador.

Hoje, passados 35 anos de serviços Deraldo se espanta: “Quando se para e olha o que foi feito, percebemos que já fizemos muita coisa no esporte”. Por esse ‘muita coisa’ entende-se muitas experiências vividas. Foi testemunha ocular do surgimento de muitos atletas olímpicos como Sérgio Galdino, na marcha atlética, ou Ana Cláudia Lemos e Tamires de Liz, nas provas de velocidade.

 

Vivenciando a história

 

Além de vivenciar o surgimento de grandes nomes do atletismo catarinense, Deraldo Oppa já vivenciou fatos pitorescos como nos Jasc de 1979, em Blumenau. “Fizeram um setor do arremesso de peso com 13 metros e no final construíram uma mureta, ou seja, dava a entender que nenhum atleta poderia ultrapassar a marca. Os atletas mesmos se encarregaram de quebrar a mureta com os arremessos. Aquilo era inadmissível”, lembra às gargalhadas. “Certa vez, nos Jasc de 1995, em Rio do Sul, tivemos que arrancar a grama do campo para aumentar setor do lançamento do dardo. O prefeito da época ficou bravo porque estragamos o campo, mas no final, dois recordes foram batidos e ficou tudo certo”.

 

Em Blumenau, este ano, o sentimento de Deraldo era de dever cumprido. Mas não pensa em parar. “O atletismo é minha vida. Se um dia me proibirem de fazer isso aqui serei um cara infeliz”, diz com a certeza que sua vida continuará de contribuição. Contribuição, aliás que já foi reconhecida pelo Conselho Estadual de Esporte que em 2012 lhe concedeu a outorga de Comendador Esportivo, comenda proferida às pessoas que contribuíram de forma significativa com o esporte de Santa Catarina.

 

Informações Adicionais:
Antonio Prado 
Assessoria de Imprensa
Jasc 2013/Fesporte 
(47) - 3326-9636
(48) 9696-3045

Publicado em Jasc
Escrito por

Djeniffer Vasques visita a CCO nesta sexta

Blumenau - A atleta da seleção brasileira de hóquei sobre grama e coordenadora do projeto Hóquei Cidadania de Guaramirim, Djeniffer Vasques, estará nesta sexta-feira, 29, às 10h, na área de recreação da CCO dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em Blumenau, para uma manhã de diversão com as crianças. Ela ensinará o jogo aos estudantes de escolas públicas que visitam o local amanhã. 

 

Publicado em Jasc
Escrito por

Fesportinho é atração nos Jasc

Blumenau – Ele é fofo, grande, brincalhão, adora crianças e chama atenção por onde passa. O Fesportinho já é o queridinho dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em Blumenau. O mascote da Fesporte visitou as competições, CCO e ruas da cidade sede da 53ª edição dos Jasc. Os olhares se voltam para ele, que já é atração nos Jogos Abertos.

Um dia de destaque para o Fesportinho foi a quarta-feira, 28. Ele passou a tarde na área de recreação da CCO dos Jasc com crianças portadoras de necessidades especiais. Os pequenos fizeram a festa com o mascote.  Alguns se esticavam em suas cadeiras de rodas para abraçá-lo, outros tateavam o personagem, tentado identificar seu formato e textura para criar em sua mente, seu próprio Fesportinho.

Os abraços e kits promocionais dos Jasc são distribuídos aos que se aproximam do simpático mascote. Dos baixinhos aos grandalhões, todos querem posar para fotos com ele. A ação de divulgação com o Fesportinho iniciou antes da abertura dos Jogos Abertos, em escolas públicas de Blumenau. A intenção é descontrair e alegrar os locais por onde passa. 

Informações Adicionais:
Gisele Vizzotto
Assessoria de Imprensa
Jasc 2013/Fesporte
(47) - 3326-9636 

Publicado em Jasc
Escrito por

Murilo Fischer vence, mas Blumenau lidera o ciclismo

Blumenau - Mesmo estando há 45 dias de férias de competições internacionais pela equipe francesa FTJ, o ciclista Murilo Fischer, de Brusque, venceu a prova do contra-relógio individual na manhã desta quinta-feira (28), em Blumenau, no terceiro dia de competição do ciclismo dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). O brusquense fez o percurso de 20 quilômetros com o tempo de 33min24s96. Everson de Assis Camilo, de Florianópolis, terminou em segundo lugar com 33min35s20 e Marcelo Moser, de Blumenau, o Pingüim, fechou em terceiro com 35min57s27.

 

 

Apesar da vitória de Brusque, Blumenau lidera na classificação geral com 43 pontos, já que na segunda prova da modalidade, a de downhill, realizada na quarta-feira (27), os blumenauenses foram ouro e prata.  Em segundo lugar na classificação geral está Joinville, com 30 pontos, e Brusque, vem em terceiro, com 28 pontos.

 

Nesta sexta-feira (29) a modalidade prossegue às 16 horas com a classificatória da prova de BMX, na pista municipal de Blumenau, na Rua 1º de Janeiro, sendo a final desta prova realizada no sábado (30), às 9 horas, no mesmo local. Ainda no sábado o ciclismo encerra com a prova de resistência às 15 horas no anel viário norte com chegada no portal da indústria Saxônia. 

 

Na prova do contra-relógio individual, realizada na localidade Alto Serafim, em Luis Alves, 46 ciclistas brigaram pelo título, mas a experiência de Murilo Fischer, quatro vezes campeão dos Jasc, falou mais alto. “Vencer nos Jasc, pela importância que este evento tem no Estado, é sempre muito bom. Agora, vou aproveitar as férias e descansar com a família em Brusque depois de 92 competições pela Europa”, disse o campeão.

 

 

Fischer é hoje um dos principais ciclistas do Brasil. Ele é o único brasileiro a ter completado por duas vezes o Tour de France e dois Grand Tours (Tour de France e o Giro d'Italia). Em 2012, participou da prova de estrada dos Jogos Olímpicos de Londres, onde terminou na 32º colocação.

 

Informações Adicionais:
Antonio Prado 
Assessoria de Imprensa
Jasc 2013/Fesporte 
(47) - 3326-9636
(48) 9696-3045

 

Pagina 409 de 431